domingo, 15 de abril de 2012

Famílias Portuguesas nas Missões (Rodrigues Penteado)



Famílias Portuguesas nas Missões
(Rodrigues Penteado)

Autoria de Diego de Leão Pufal e Zélce Mousquer
[dúvidas, acréscimos e correções, escreva para diegopufal@gmail.com]


[Esta publicação pode ser utilizada pelo(a) interessado(a), desde que citada a fonte: MOUSQUER, Zélce e PUFAL, Diego de Leão. Famílias Portuguesas nas Missões (Rodrigues Penteado)in blog Antigualhas, histórias e genealogia, disponível em http://pufal.blogspot.com.br/] 

[publicado em 15/04/2012]
[atualizado em 19/09/2017]
***

A família Rodrigues Penteado, a exemplo de muitos paulistas, paulistanos e paranaenses, migrou para o Rio Grande do Sul ainda no século XVIII, possivelmente em busca de novas oportunidades, fruto do movimento colonial.

O migrante, Manuel Rodrigues Penteado, estabeleceu-se no que vinha a ser o então município de Cachoeira do Sul, e seus descendentes, em Santa Maria, São Gabriel, Caçapava do Sul, São Borja e outras partes das Missões, como passamos a expor:

1. Manuel Rodrigues Penteado, nascido cerca de 1775 na freguesia de Nossa Senhora da Escada em São Paulo/SP e falecido a 18/01/1835 em Cachoeira do Sul, com inventário (APRS: proc. n.º 91, maço 06, 1835, cartório de órfãos de Cachoeira do Sul). Foi filho de Lourenço Rodrigues Penteado e Maria de Almeida, conforme consta no registro de casamento de Manuel, assim como nos registros de batismos de seus filhos. Contudo, segundo o testamento de Manuel, teria ele nascido na vila de Parnaíba/SP, sendo filho de Matias Penteado de Madureira e de Maria Rodrigues (proc. n.º 91, cartório de órfãos de Cachoeira do Sul, APERS).

Apesar de ainda não termos encontrado a ligação, esses Penteados talvez sejam descendentes do mesmo ramo paulistano tratado por Luiz Gonzaga da Silva Leme in Genealogia Paulistana (vol. III, p. 368 em diante), que assim abre a família:

Segundo escreveu Pedro Taques "A Nobre família de Penteados teve origem em S. Paulo em Francisco Rodrigues Penteado, natural de Pernambuco, para onde veio ser morador seu pai Manoel Corrêa com casa, saindo de Lisboa; e em Pernambuco se estabeleceu com negocio grande. Tendo este filho Francisco Rodrigues Penteado já bem instruído em artes liberais, sendo excelente e com muito mimo na de tanger viola, e destro na arte da música, seu pai o mandou a Lisboa sobre dependência de uma herança que ali tinha; o filho, porém, vendo-se em uma corte das mais nobres da Europa e com prendas para conciliar estimação, cuidou só no estrago que fez do cabedal que recebeu, consumindo em bom tratamento e amizades: Refletindo depois que não estava nos termos de dar satisfação da comissão com que passara de Pernambuco a Lisboa, embarcou na frota do Rio de Janeiro com Salvador Corrêa de Sá e Benevides em 1648, o qual tendo de passar a Angola, como passou, para a restaurar dos holandeses, o deixou na cidade do Rio muito recomendado pelo interesse de instruir nos instrumentos músicos a suas filhas e ao filho mais velho Martim Corrêa com quem estava unido pela igualdade dos anos. Do Rio de Janeiro, pela demora em Angola do dito Salvador Corrêa de Sá, que ficou feito general daquele reino, passou para a vila de Santos Francisco Rodrigues Penteado; e já desta vila subia para S. Paulo contratado para casar com uma sobrinha de Fernando Dias Paes, que foi quem o ajustou para este contrato". Depois de casado estabeleceu-se com fazenda de cultura no termo da vila de Parnaíba.

Manuel Rodrigues Penteado casou-se a 16/11/1796 em Rio Pardo/RS com Josefa Jacinta da Silveira, batizada a 18/03/1782 em Rio Pardo (levou o nome da avó materna) e falecida por volta de 1854 em Cachoeira do Sul/RS, pois quando seu inventário foi autuado em 1859 (APRS, proc. n.º 223, maço 12, cartório de órfãos de Cachoeira do Sul), já era falecida há mais de cinco anos.
Registro de casamento de Manuel Rodrigues Penteado
e Josefa Jacinta da Silveira, de 16 de novembro de 1796
em Rio Pardo/RS
[Livro 2B, p. 152v, Rio Pardo - AHCMPA]
Josefa Jacinta foi filha de Aleixo Correia Cabral, nascido em 1730 na vila da Calheta, ilha de São Jorge, Açores e falecido a 19/01/1810 em Rio Pardo/RS, onde casou a 10/10/1767, e de Ana Francisca da Silveira, batizada a 12/12/1753 em Viamão/RS e falecida a 28/04/1806 em Rio Pardo/RS. Neta paterna de Manuel Machado Cabral, nascido na Calheta, casado a 20/02/1715 na freguesia da Ribeira Seca, ilha de São Jorge, e de Ágada Pereira de Souza, nascida na Calheta. Neta materna de João da Silveira Gularte, nascido a 1º/02/1721 na freguesia da Praia do Almoxarife, ilha do Faial e falecido a 16/10/1794 em Rio Pardo/RS, casado a 13/02/1749 na freguesia de Pedro Miguel, ilha do Faial, e de Josefa Jacinta da Silveira, nascida por volta de 1725 na freguesia de Santa Bárbara, Cedros, ilha do Faial e falecida a 16/07/1795 em Rio Pardo/RS (João e Josefa são antepassados de Diego de Leão Pufal).

Manuel e Josefa foram pais de onze filhos até agora encontrados:

F1. Manuel Rodrigues Penteado (filho), n. 16/07/1800, Cachoeira do Sul. Casou a 10/05/1834 em Caçapava do Sul, com Clara Alves Martins, ali nascida, filha de José Alves Martins (n. Curitiba/PR) e Maria de Siqueira Cortes (n. 15/5/1796, Cachoeira do Sul), n.p. Francisco Alves de Siqueira e Josefa Alves Lisboa, n.m. Francisco de Siqueira Cortes (n. Curitiba/PR) e Maria Pereira da Cruz (n. Rio Pardo/RS). Manuel e Clara faleceram antes da mãe e sogra (1854), deixando dois filhos:

N1. Josefa Alves Penteado, n. 18/02/1835, bat. 16/5/1835, Cachoeira do Sul. Em 1859 residente em Caçapava do Sul e casada.

N2. Maria Rodrigues Penteado, n. Caçapava do Sul, onde em 1859 residente e casada.

F2. Antônio Rodrigues Penteado, n. 09/04/1802, Cachoeira do Sul e já falecido em 1859. Casou a 03/07/1821, Cachoeira do Sul, com Ana Florinda Rodrigues de Almeida (às vezes Ana Maria Rodrigues de Almeida), n. Cachoeira do Sul, filha do capitão Gabriel Ribeiro de Almeida[i] (n. 1764, Iapó, Castro/PR) e Florinda Maria Rodrigues de Aguiar (n. Mogi das Cruzes ou São Paulo/SP), n.p. de Manuel Ribeiro de Almeida e Maria da Silva, n.m. Manuel Rodrigues de Aguiar e Isabel Maria Cardoso.
Sobre o capitão Gabriel Ribeiro, encontramos na Revista do Arquivo Público do Estado do RS (n.º 4, p. 156) a seguinte referência:

Natural da aldeia de Santa Ana de Yapó, Vila Nova de Castro, dos Campos de Curitiba. Passou os primeiro anos de vida, junto com sua mãe índia da terra. Com tenra idade foi trazido pelo pai para a povoação de Cachoeira, RS. Acompanhava o pai nas viagens de tropeiro até Sorocaba. Como soldado, se alistou na companhia sediada em Cachoeira, RS, do Regimento de Milícias do Rio Grande do Sul. Participou na Tomada dos Sete Povos de Missões. Em 1796, era furriel dessa Companhia de que faziam parte Manoel dos Santos Pedroso, os irmãos Carvalho, e muitos outros conquistadores de Missões. Capitão de Milícias, com Borges do Canto. Terminada a campanha, ficou o tenente Gabriel Ribeiro prestando serviços às Missões, para onde fez trasladar a sua família. Comandou o Povo de São Nicolau, onde nasceu o filho Lourenço, passando depois para São Borja (...) onde recebeu uma sesmaria de campos, cuja doação foi confirmada por Dom Diogo de Souza, em 1814: tinha a extensão de uma légua de frente por três de fundo e estava sita no distrito de São Borja, nos campos denominados São João. Dividiam-se esses campos pelo Norte com o rio Ibicuí e parte com os campos que povoou Raimundo Santiago, também conquistador; pelo Sul com um banhado que deságua no rio Uruguai, dividindo com os campos de José de Abreu; pelo Leste com a estada que passa do Povo de São Borja para o Passo da Cruz e pelo Oeste com o dito Uruguai.

Antônio Rodrigues Penteado e família em 1835 estavam residindo em Porto Alegre/RS; já em 1859, a viúva Ana Florinda residia com os filhos em São Gabriel/RS:

N1. Rodrigo José Ribeiro, n. Cachoeira do Sul. Casou a 08/12/1857, São Gabriel, com sua prima Inocência Mendes ou Inocência Rodrigues Penteado, abaixo mencionada, em São Gabriel.

N2. Gabriel Rodrigues de Almeida, n. 15/02/1824, Cachoeira do Sul/RS; em 1859, casado, em São Gabriel.

N3. José Rodrigues de Almeida, n. 02/10/1826, Cachoeira do Sul; em 1859, casado, em São Gabriel.

N4. Joaquim Rodrigues de Almeida, em 1859, casado, em São Gabriel.

N5. Francisco Xavier Penteado, n. São Paulo. Casou a 5/8/1855 em Campo Novo, Cruz Alta, com Polucena Maria de Jesus, filha de Antônio da Rosa e Gertrudes Maria de Jesus.

F3. Venâncio Rodrigues Penteado, n. 08/08/1803, Cachoeira do Sul e fal. 1º/05/1856, São Gabriel/RS, com inventário (APERS: proc. n.º 73, maço 3, cartório de órfãos de São Gabriel/RS). Casou a 06/08/1831, São Gabriel, com Felícia Antônia Mendes, nascida em São Gabriel, onde faleceu a 06/06/1869 (inventário, proc. 214, ano 1869, cartório de órfãos de São Gabriel, APERS), filha de Pedro Mendes e Ana Maria de Jesus. Pais de:

N1. Inocência Mendes ou Inocência Rodrigues Penteado, n. São Gabriel. Casou (I) com o capitão Pedro Rodrigues Reginaldo, já falecido em 1856, filho de Reginaldo Antônio dos Reis[ii] e Ana Joaquina Borges do Amaral ou Ana Joaquina de Castro Mendonça. Casou (II) com seu primo Rodrigo José Ribeiro, acima citado; em 1869, residentes em Santana do Livramento. Houve do 1º casamento, ao menos, dois filhos:

Bn1. Pedro Reginaldo Mendes, n. 1848, São Gabriel/RS.

Bn2. Ana Reginalda Mendes, n. 1851, São Gabriel/RS.

N2. Josefina Rodrigues Penteado, n. 1838, Santana do Livramento. Em 1866 residia no distrito de Jaguari, em São Gabriel. Casou-se (I) a 21/02/1857, São Gabriel, com Claudino Ferreira do Amaral, n. São Gabriel/RS e falecido a 28/03/1866, Corrientes, Argentina, onde andava com negócio acompanhando o Primeiro Corpo do Exército em operações no Paraguai, a mando do General e Barão do Herval, conforme declarou sua viúva quando de seu inventário (APERS, proc. n.º 168, órfãos, de São Gabriel), f. do capitão João Marcelino do Amaral e Maria Francisca. Casou-se (II) com Severino Antônio de Carvalho, residentes, em 1869, em Santana do Livramento. Houve três filhos do primeiro casamento:

Bn1. Albertolina Ferreira do Amaral, n. 31/03/1859, bat. 13/09/1859, São Gabriel.
Bn2. Maria Felícia do Amaral, n. 1861 em São Gabriel, onde fal. a 05/05/1867, tendo sido sepultada no cemitério da Estância do Coronel Jerônimo, nos subúrbios de São Gabriel.
Bn3. Cícero Enéas Ferreira do Amaral, n. 14/10/1862, bat. 1º/12/1862, São Gabriel. Em 1885 residia no Quarto distrito de Santana do Livramento.

N3. Ana Rodrigues Penteado, n. cerca 1840, São Gabriel, onde em 1856 casou com Claudino Rodrigues Penteado, seu primo, ali nascido em 1841, filho de Gaspar Rodrigues Penteado e Claudina Arminda Freire.

N4. Maria Cândida Rodrigues Penteado, n. 25/12/1843, bat. 10/3/1844, Cachoeira do Sul. Em 1869 viúva, residente em São Gabriel.

N5. Florinda Rodrigues Mendes, n. 1847, São Gabriel.

N6. Augusto Rodrigues Penteado, n. 11.9.1854, bat. 26.3.1855, São Gabriel, onde casou a 12.4.1878 com Eufrásia Cavalheiro da Rocha, n. 1862, Santana do Livramento/RS, f. de Gabriel Cavalheiro e Conceição Mendes da Rocha.

F4. Francisco Rodrigues Penteado, n. 18/07/1805, Cachoeira do Sul, em 1859 já falecido. Teve (não casou) com Florinda Antônia da Trindade, n. Rio Pardo ou Caçapava do Sul/RS, filha de pais incógnitos. Francisco e Florinda foram pais de:

N1. João de Deus Penteado, n. 28/02/1834, Cachoeira do Sul, dado como filho natural no batismo. Casou-se a 28/01/1856, São Sepé/RS, com Leonídia Elvira Menna Barreto, n. 1836, São Sepé/RS, f. do capitão João Batista Menna Barreto (fal. 28/12/1837, São Gabriel/RS) e de Claudina Arminda Freire (a mesma que casou em segundas núpcias com Gaspar Rodrigues Penteado, abaixo citados).

N2. Inocência Francisca Penteado, n. 10/03/1835, bat. 12/06/1835, Cachoeira do Sul e falecida solteira a 08/05/1879 em São Sepé/RS, onde autuado seu inventário (APERS). Como não tinha filhos, foram seus sucessores os irmãos João de Deus, Venâncio Leão, Manuel e Cândida (viúva de Gaspar Rodrigues Penteado).

N3.  Cândida Hermenegilda Penteado, n. 15/5/1839, bat. 14/11/1840, Cachoeira do Sul/RS. Casou a 02/09/1856, São Sepé/RS com seu primo Gaspar Rodrigues Penteado, abaixo citados.

N4. Venâncio Leão Penteado, n. 29/6/1840, bat. 14/11, Cachoeira do Sul e falecido a 23/12/1905 em São Sepé, onde se casou com Francisca Vaz, ainda viva em 1905, quando foi inventariante dos bens deixados pelo marido (APERS). Pais de:
Bn1. Inocência Vaz Penteado, n. São Sepé/RS, onde se casou com Bento Pereira da Rosa.
Bn2. Florinda Vaz Penteado, n. São Sepé, onde se casou com Cassiano Pereira da Rosa, casal que gerou no mínimo Lídia da Rosa, casada com Antônio Rodrigues de Oliveira, filho de Felizardo Rodrigues de Oliveira e Floriana Maria da Conceição. O casal de Lídia e Antônio migrou do RS para o Mato Grosso, para o local denominado Colônia Velha, e gerou a Atalício Rodrigues da Rosa (n. 1929), avô do pesquisador Leandro Konstantinov Rodriguez.
Bn3. Adelaide Vaz Penteado, n. São Sepé, onde se casou com Octaviano Pereira da Rosa.
N5. Ismaela Rodrigues Penteado, n. 15/08/1842, bat. 24/03/1843, Cachoeira do Sul. Ao que parece faleceu antes de 1879, por não ter sido herdeira da irmã Inocência.

N6. Joaquim Claro Penteado, n. 18/08/1844, bat. 26/09/1847, Cachoeira do Sul. Ao que parece faleceu antes de 1879, por não ter sido herdeiro da irmã Inocência.

N7. Lino Rodrigues Penteado, n. 1847.

N8. Manuel Rodrigues Penteado (neto), n. 1849. Ao que parece faleceu antes de 1879, por não ter sido herdeiro da irmã Inocência.

F5. Cândido Rodrigues Penteado (também Cândido Rodrigues Goulart), nascido a 15/11/1806, Cachoeira do Sul/RS e falecido a 21 ou 22/01/1853, São Gabriel (com inventário: proc. 49, maço 2, cartório de órfãos, APRS). Casou (I) a 08/08/1834 em Alegrete/RS com Maria Francisca, n. em Cachoeira do Sul, f.ª de Manuel dos Santos e Maria Benedita. Cândido casou (II) com Amabília Cândida de Souza ou Duarte ou da Fontoura, n. Santa Maria, a qual se casou (II) a 11/12/1853, São Gabriel/RS, com o alferes Damazo Adolfo da Fontoura ou Damazo Adolfo Charão. Amabília foi filha de Belchior Gularte de Pontes e Silva (natural de Iguapé/SP e já falecido no ano de 1857) e de Angélica Cândida de Souza (n. 15/07/1801 em  Rio Pardo/RS), neta paterna de Joaquim Rodrigues dos Santos (natural da cidade do Rio de Janeiro/RJ) e de Teresa ou Tomásia Maria de Jesus, neta materna de José Inácio de Souza (n. Florianópolis/SC) e de Margarida Rosa de Jesus (n. Rio Pardo/RS). Houve, ao que parece, do 2º casamento os filhos:

N1. Ismael Rodrigues Penteado, bat. 30.07.1847, Cachoeira do Sul. Casou com Prisciliana da Fontoura Goulart, gerando a:

        Bn1. Carlos Penteado, n. 7.3.1885, bat. 23.2.1886, São Borja/RS.

N2. Belchior Rodrigues Goulart, n. 31.3.1848, bat. 16.5.1849, São Gabriel e já falecido em 1906. Casou-se a 27/09/1869 em São Borja/RS com Maria Auta Loureiro, nascida em São Borja/RS, filha de Antônio dos Santos Loureiro e Maria Pereira do Nascimento (aparece também Dornelles), abaixo mencionados, neta paterna de Joaquim dos Santos Loureiro (n. Laguna/SC e fal. 06/08/1852, São Borja/RS) e Maria Eufrásia Lopes (n. Santo Antônio da Patrulha/RS e fal. 04/01/1851, São Borja/RS) e, neta materna, de Cipriano José Pereira e Maria Santa da Purificação.
#Nota:
Antônio dos Santos Loureiro e Maria Pereira foram pais:
1. Cândida Antônia Loureiro c/c Francisco Lopes da Silva.
2. José dos Santos Loureiro
3. Marciano/Marchon dos Santos Loureiro
4. Manuel dos Santos Loureiro c/c Etelvina Lopes.
5. Antônia dos Santos Loureiro c/c Tancredo da Fontoura e com David José Martins.
6. Francisco dos Santos Loureiro
7. João dos Santos Loureiro c/c Elisa Lopes dos Santos.
8. Maria (Auta) dos Santos Loureiro c/c Belchior Rodrigues Goulart/Penteado.
9. Ana dos Santos Loureiro c/c Propício Pereira Dornelles.
10. Josefina dos Santos Loureiro c/c João Cândido Rodrigues Goulart
11. Mariana dos Santos Loureiro.
***
Belchior e Maria foram pais de:
Bn1. Vicente Rodrigues Goulart, nascido a 16.9.1881, em São Borja/RS, onde faleceu a 13/5/1943. Ali se casou em 1906 com Vicentina Marques, filha de João Maria Marques e Maria Tomásia, de quem houve 7 filhos, entre eles: João Belchior Marques Goulart (Jango), nascido a 1º.3.1919 em São Borja/RS, que foi Presidente do Brasil.
Bn2. Amabília Rodrigues Goulart, n. 5/4/1872, bat. 14/8, São Borja/RS, onde casou com Astrogildo Fontella, n. 18/11/1867, Itaqui/RS, filho de Ireno José Fontella e Gaudência Dobal, neto materno de Manuel Dubal/Dobal e Maria Bibiana Fontella, ambos de Itaqui.
Bn3, Diamantina Rodrigues Goulart, n. 8.2.1875, bat. 15.6.1877, São Borja. Casou com Marcírio Pereira Dornelles.
Bn4. Antônia Rodrigues Goulart, n. 5.5.1876, bat. 14.6.1877, São Borja.
Bn5. Manuel Rodrigues Goulart c/c Olympia Lopes Goulart.
Bn6. Glória Rodrigues Goulart
Bn7. Balbina Rodrigues Goulart, n. 30.4.1884, bat. 23.2.1886, São Borja. Casou com Simeão Estulita dos Santos Loureiro, falecido aos 59 anos, a 28/1/1942 em Bossoroca, distrito de São Luiz Gonzaga, filho de João dos Santos Loureiro (n. 17/9/1848 e fal. 14/8/1898 em São Borja/RS) e Elisa dos Santos (fal. 11/5/1904 em São Borja), neto paterno de Antônio dos Santos Loureiro e Maria Pereira do Nascimento e, neto materno, de Urbano Joaquim dos Santos e Balbina Lopes Loureiro/da Silva. Balbina e Simeão foram pais de;
       Tn1. Marcírio Goulart Loureiro, deputado estadual do RS 1959-1963.
    Tn2. João Belchior Goulart Loureiro, prefeito de São Luiz Gonzaga/RS.
#Nota:
João dos Santos Loureiro e Elisa foram pais:
1. Manoel dos Santos Loureiro Sobrinho c/c Marcolina Ramos.
2. Augusto dos Santos Loureiro
3. Maria Balbina dos Santos Loureiro.
4. Simeão Estulita dos Santos Loureiro c/c Balbina Rodrigues Goulart, filha de Belchior Rodrigues Goulart e Maria dos Santos Loureiro.
5. Maria Luisa dos Santos Loureiro casou com Edmundo dos Santos Rocha.
6. Brasiliano dos Santos Loureiro
7. Maria Santa dos Santos Loureiro c/c Abílio Athayde de Souza, filho de José Marques de Souza e Claudina.

8. Antônio dos Santos Loureiro
N3. João Cândido Rodrigues Goularte, n. 12.6.1850, bat. 16/9/1857, São Gabriel. Casou a 20.10.1874 em São Borja/RS com Josefina dos Santos Loureiro, f. de Antônio dos Santos Loureiro e Maria Pereira do Nascimento, neta paterna de Joaquim dos Santos Loureiro (n. Laguna/SC e fal. 06/08/1852, São Borja/RS) e Maria Eufrásia Lopes (n. Santo Antônio da Patrulha/RS e fal. 04/01/1851, São Borja/RS) e, neta materna, de Cipriano José Pereira e Maria Santa da Purificação.
**NOTA:
Joaquim dos Santos Loureiro, natural de Laguna/SC, faleceu a 6.8.1852 em São Borja/RS, filho de Manoel Francisco Loureiro e Maria Josefa do Espírito Santo. Casou com Maria Eufrásia Lopes, batizada a 03.05.1778 em Santo Antônio da Patrulha/RS e falecida aos 75 anos, a 2.1.1851 em São Borja/RS, filha de Antônio José Lopes, n. Portugal e Helena Eufrásia Pereira, n. Rio Grande/RS. Joaquim e Maria Eufrásia foram pais de 12 filhos.
1. Ana Joaquina Loureiro casou com Lino Pedro Belmonte e, após, com Felipe Carvalho da Fonseca.
2. Joaquim dos Santos Loureiro
3. José dos Santos Loureiro casado com Ana Lopes da Silva.
4. Manoel dos Santos Loureiro casado com Antônia Lopes da Silva.
5. Antonio dos Santos Loureiro casado com Maria Pereira do Nascimento/Maria Dornelles Pereira.
6. Maria Josefa casada com Ângelo Vieira de Oliveira, pais de: 1. Ana Teresa de Oliveira c/c Manoel Francisco Guerreiro (https://familysearch.org/pal:/MM9.3.1/TH-1-15214-27286-74?cc=2177295&wc=M78X-QM3:371568701,371568702,371568703); 2. Ângelo Vieira de Oliveira c/c Ana Neri Pereira (https://familysearch.org/pal:/MM9.3.1/TH-1-15215-19289-89?cc=1719212&wc=MMPG-XJH:557637904); 3. Jerônimo Vieira de Oliveira  c/c Ana Rosa de Oliveira; 4. Rita Antônia de Oliveira c/c Luiz Gonçalves Lages; 5. Manoel dos Santos Oliveira c/c Francisca Pereira Dutra (de Souza); 6. Belizário Vieira de Oliveira c/c Josefina Pereira Dutra (https://familysearch.org/pal:/MM9.3.1/TH-1-15215-18178-79?cc=2177295&wc=M97B-JYM:n158626993); 7. Manoela Rosa de Oliveira c/c Manoel dos Santos Oliveira e/ou Apolinário Machado da Silveira;  8. Cap. Joaquim Vieira de Oliveira cc Maria Joaquina de Oliveira (https://familysearch.org/pal:/MM9.3.1/TH-1-15215-19328-67?cc=2177295&wc=M97B-JYM:n158626993
https://familysearch.org/pal:/MM9.3.1/TH-1-15215-19328-67?cc=2177295&wc=M97B-JYM:n1586269930 e 9. Antônio Vieira de Oliveira c/c Cecilia Adriana Nunes.
7. Felisberto dos Santos Loureiro casado com Antônia Lopes Loureiro.
8. Belisário dos Santos Loureiro casado com Ana Máxima da Silva.
9. Cândida Joaquina dos Santos Loureiro c/c 1x com Domingos Rodrigues de Lima; c/c 2x Moisés Antônio da Silva Furquim.
10. Francisca Joaquina Loureiro c/c Manoel Lopes da Silva/Manoel José Lopes e Serafim José dos/Rodrigues Santos
11. Mariana Joaquina Loureiro, n. São Borja/RS. C/c 1x José Lopes da Silva (n. Santo Antônio da Patrulha/RS); Após, Mariana casou-se a 2.6.1845 em São Borja/RS com Rufino Rodrigues dos Santos, filho de Manuel Joaquim Rodrigues e Mariana Joaquina da Cruz, com descendência [sobre Rufino, vide: http://sanguepalmeiro.blogspot.com.br/2011/09/capitulo-ii-parte-v-capitao-joao-jose.html]. Mariana e José Lopes da Silva foram pais de: Belisário Lopes da Silva (c/c Francisca Lopes Loureiro e, após, com Antônia Correia da Silva Guimarães); José Lopes da Silva (c/c Cândida Fabrício da Silva); Maria Lopes da Silva; Ana Lopes da Silva (c/c Manuel Ferreira de Moraes); Francisco Lopes da Silva (c/c Cândida Antônia Loureiro, filha de Antônio dos Santos Loureiro e Maria Pereira); Constância Rodrigues dos Santos e Felicidade Rodrigues dos Santos.
12. Felicidade Joaquina Loureiro casada com Manoel Máximo da Silva e, após, com Urbano Joaquim dos Santos.
***
João e Josefa foram pais, ao menos, de:
Bn1. Ubaldina, n. 1º/12/1875, bat. 13/06/1877, São Borja/RS.
Bn2. Vasco Rodrigues Goulart c/c Antônia da Silva Marques.
Bn3. Pedro Rodrigues Goulart, n. 1880, São Borja e fal. 21.10.1900, sem descendência.
Bn4. Maria da Conceição Goulart, n. 20.12.1883, bat. 23.2.1886, São Borja. Casou com Santos Campos.
Bn5. Quintilia Goulart, n. 8.3.1885, bat. 23.2.1886, São Borja/RS, casou com seu primo Augusto dos Santos Loureiro. 

N4. Ubaldina Rodrigues Penteado, n. 11.3.1852, bat. 16.9.1857, São Gabriel.
F6. Inocência Francisca Rodrigues, bat. 29/08/1808, Cachoeira do Sul e falecida depois de sua mãe, a 19/05/1857 em Cachoeira do Sul (inventário, proc. 222, maço 12, cartório de órfãos de Cachoeira, APRS). Casou-se com José Moreira da Cunha, com quem houve:

N1. Vasco Moreira da Cunha, em 1859 com 26 anos, casado.

N2. Vicente Moreira da Cunha, em 1857 com 22 anos.

N3. Crescêncio Moreira da Cunha, em 1859 com 22 anos, solteiro.

N4. Cândida Moreira da Cunha, em 1859 com 21 anos, solteira.

N5. João Moreira da Cunha, em 1859 com 13 anos.

N6. Marciano Moreira da Cunha, em 1859 com 12 anos.

N7. Antônio Moreira da Cunha, em 1859 com 10 anos.

F7. Maria, bat. 26/03/1810, Cachoeira do Sul, onde faleceu sem descendência, talvez criança.
F8. Gaspar Rodrigues Penteado, bat. 19/11/1811, Cachoeira do Sul e fal. 03/05/1855, São Gabriel, com testamento (inventário no APRS: proc. n.º 70, maço 03, cartório de órfãos de São Gabriel). Em seu testamento declarou ser natural do RS, católico e encontrar-se gravemente enfermo, deixando 4 filhos legítimos e 2 naturais, reconhecidos por escritura pública.

Deixou os bens de raiz: uma fazenda denominada Estância Nova, com casa de capim, coberta de telhas e algum arvoredo; outra fazenda menor, denominada São João, com casa coberta de telhas e de pedra, cercados, potreiro, mangeira e arvoredos e uma chácara nos subúrbios de São Gabriel, com casa de tijolos, coberta de telhas.

Casou-se (I) com Maria Alves Martins. Após, casou-se (II) om Claudina Arminda Freire (viúva do capitão João Batista Menna Barreto, acima citados), n. Caçapava do Sul, f. de José Freire de Andrade e Silvéria Matildes Maciel. Gaspar com Claudina teve 4 filhos, e com Oristela, deixou dois filhos naturais:

N1. Gaspar Rodrigues Penteado ou Gaspar dos Santos Sales (f.º com Oristela), n. 1838, Cachoeira do Sul e falecido em janeiro de 1870 em São Sepé/RS, onde autuado seu inventário (APERS). Casou a 02/09/1856, São Sepé/RS com sua prima Cândida Rodrigues Penteado, f. de Francisco Rodrigues Penteado e Florinda Antônia da Trindade, com quem teve:
Bn1. Leonida Rodrigues Penteado, n. 1857 em São Sepé, onde se casou com Fidêncio Totta Freire ou Fidêncio Totta Ferreira.
Bn2. Gasparina Rodrigues Penteado, n. 1859 em São Sepé, onde se casou com Bruno Pereira da Rosa.
Bn3. João Francisco Penteado, n. 1861, São Sepé.
Bn4. Maria Luiza Penteado, n. 1862, São Sepé.
Bn5. Eudóxia Penteado, n. 1865, São Sepé.
N2. Ana Francisca Rodrigues Penteado (f.ª de Oristela), n. 1840, RS. Casou em julho/1856, São Gabriel, com Hilário Lopes. Pais de: José, bat. 18/10/1858, n. 02/08/1858, São Gabriel.t. 14.11, Cachoeira do Sul. Em 1856 em São Gabirel casou com sua prima Ana Rodrigues Penteado, acima citada.
N4. Carolina Cândida Penteado, n. 5.6.1845, bat. 3.6.1846, São Gabriel, onde casou a 22/12/1858 com Joaquim Rodrigues de Freitas, ali n. em 1837, f. do capitão Ricardo Rodrigues de Freitas e de Joaquina Gonçalves da Trindade (ali fal. a 03/03/1837).

N5. Ubaldina Eulália Penteado, n. 27.9.1848, bat. 16.5.1849, São Gabriel, onde a 15/09/1863 na Estância da Bela Vista casou com seu cunhado Joaquim Rodrigues Souto, n. Encruzilhada do Sul/RS, f. de Fernando Rodrigues Souto e Maria Vieira.

N6. Clara Rodrigues Penteado, n. 27.3.1853, bat. 31.7.1854, São Gabriel, onde a 25/09/1869 no Rincão das Flores casou-se com Manuel Bento Pereira, n. 1848, Rio Pardo/RS, f. do capitão João Bento Pereira e Joana Antônia de Moura.

F9. Felicidade Penteado, bat. 12/10/1813, Cachoeira do Sul/RS, onde deve ter falecido criança, visto não constar no inventário paterno, nem descendente seu.

F10. Fortunato Rodrigues Penteado, n. Cachoeira do Sul e já falecido em 1859. Casou em 1820, em Cachoeira do Sul com Maria Caetana de Jesus ou da Rosa, ali nascida e falecida a 09.3.1879 em São Sepé/RS, onde autuado seu inventário (APERS), f. de Joaquim José da Rosa e Maria Joaquina da Trindade (esta filha de Antônio de Morais e Maria da Trindade, tratados neste blog, vide: http://pufal.blogspot.com.br/2012/04/familias-portuguesas-nas-missoes.html). Pais de:

N1. Fidélis Rodrigues Penteado, n. 1822. Em 1859 solteiro. Consta no inventário materno que desde 1851 estava ausente em lugar incerto e não sabido.

N2. Francisco Rodrigues Penteado, n. 1819. Em 1879 foi inventariante dos bens deixados por sua mãe, quando residente em São Sepé. Talvez seja o mesmo falecido em São Sepé a 08/08/1891 e casado que foi com Carolina Maria Gomes, inventariante dos bens deixados (APERS). O casal teve 13 filhos: João, Nodório, Maria José, Jacinto, Fortunata, Carmosina, Anália, Fidélis, Francisca, Félix, José, Franklin e Victor Penteado, nascidos entre 1862 e  1888 em São Sepé. 

N3. Fortunato Rodrigues Penteado, n. 16/04/1827, Cachoeira do Sul. Em 1859, solteiro. Não consta no inventário materno (1879), tendo possivelmente falecido neste ínterim, sem descendentes. 

N4. Clarinda Rodrigues Penteado, n. 09/11/1829, bat. 05/02/1830, Cachoeira do Sul, onde deve ter falecido criança, visto não constar no inventário dos avós, nem no de sua mãe.


N5. Carolina Maria Rodrigues, n. 22/02/1831, bat. 05/04, Cachoeira do Sul e já falecida em 1879 em São Sepé, solteira. Deixou dois filhos naturais, batizados em São Gabriel, de nome:

       Bn1. Ramiro Dutra da Silva, n. 04/12/1858, São Sepé/RS.
       Bn2. João Thimóteo Rodrigues, n. 13/09/1867, São Sepé/RS.

N6. Prudêncio Rodrigues Penteado, n. 24/12/1833, bat. 13/9/1834, Cachoeira do Sul.  Em 1879 já era falecido, visto não constar no inventário materno. 


N7. Josefa Rodrigues Penteado, n. 15/02/1835, bat. 19/06/1835, Cachoeira do Sul. Em 1879 já era falecida, visto não constar no inventário materno. 


F11. Vasco Rodrigues Penteado, n. Cachoeira do Sul e já falecido em 18/01/1835. Casou-se, ao que parece, duas vezes, a primeira com Maria Nefre da Silveira e, a segunda, com Matilde Maria dos Santos.Vasco teve, ao menos um filho natural com Maria da Cruz. Pais de:

N1. José Rodrigues Penteado, n. 1826, Cachoeira do Sul. Em 1859 no Estado Oriental (Uruguai).

N2. Maria dos Santos Rodrigues, n. 1828, Cachoeira do Sul. Em 1859 casada, residente no Estado Oriental.

N3. Daniel Rodrigues Penteado (f.º natural de Vasco com Maria da Cruz), n. Cachoeira do Sul ou Caçapava do Sul. Casou a 25/11/1856 em São Gabriel com Felicidade Perpétua de Jesus, n. Alegrete, f. de Sezefredo Gonçalves Pinto e Leonarda Vieira Ramos. Pais de:

    
          Bn1. Galdino Penteado, n. 18.4.1858, bat. 9.5.1858, São Gabriel. No batismo foi dado como índio.



FONTES:

- Arquivo dos Mórmons: livros de casamentos de Alegrete/RS, Rio Pardo/RS; livros de batismos e casamentos de Santo Amaro/SP, Guarulhos/SP.

- Arquivo da Arquidiocese de Bagé: livros de casamentos e batismos de São Gabriel.


- Arquivo da Arquidiocese de Cachoeira do Sul: livros de batismos e casamentos de Cachoeira do Sul.


- Arquivo Histórico da Cúria Metropolitana de Porto Alegre (AHCMPA): livros de batismos, casamentos e óbitos e habilitações de casamento.

- Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul (APRS): inventários e testamentos.

- Arquivos pessoais de: João Simões Lopes Filho, Elisabeth Berté da Cruz, Nelson Soares Keffer, Giancarlo Zeni e Tânia K. Arruda.

- FELIZARDO, Jorge Godofredo. Arquivo pessoal. (AHCMPA)

- GUIMARÃES, João Pinto da F. e FELIZARDO, Jorge G. Genealogia Rio-Grandense. Porto Alegre: Livraria do Globo, 1937.

- LEME, Luiz Gonzaga da Silva. Genealogia Paulistana. Disponível em: http://buratto.org/paulistana/.

- NUNES, Cláudio Pereira (org.). Genealogia Tropeira. Disponível em https://sites.google.com/site/valdeneisilveira/genealogiatropeira.

- Revista do Arquivo Público do Rio Grande do Sul, vol. 4º.



NOTAS:
[i] capitão Gabriel Ribeiro de Almeida faleceu em 1819 e sua mulher Florinda Rodrigues de Almeida, em 1831 (inventários autuados em Cachoeira do Sul, proc. n.º 155ª, maço 09, ano 1852, cartório de órfãos, APRS). Bens de raiz: uma sesmaria de campo denominada São João no Município de Missões, campo este possuído ilegalmente por Joaquim dos Santos Loureiro. Pais de:
1. Ana Florinda de Almeida casada com Antônio Rodrigues Penteado, acima citados.
2. Manuela Joaquina de Almeida, n. 4/08/1789, Cachoeira do Sul. Seu nome não consta no inventário materno, apesar de ter sido casada com Germano Severiano da Silva, português de nascimento, deixando descendência em São Borja.
3. Luísa Francisca de Almeida, bat. 19/02/1792, Cachoeira do Sul, onde casou a 12/08/1810 com o tenente José Gomes Porto. Pais do barão de Cruz Alta José Gomes Portinho.
4. Maria de Almeida, n. 08/08/1794, Cachoeira do Sul. Seu nome não consta no inventário materno.
5. Francisco Ribeiro de Almeida, n. 08/08/1796, Cachoeira do Sul. Seu nome não consta no inventário materno.
6. Lourenço Ribeiro de Almeida casado com Cândida Jacinta de Oliveira
7. Francisca Angélica de Camargo viúva de Francisco Ribeiro de Almeida e, depois, casada com Plácido Nunes de Mello
8. Maurícia Cândida de Almeida casada com Joaquim José Fagundes
9. Listarda Amália casada com Antônio Pinto Corte Real
[ii] REGINALDO ANTÔNIO DOS REIS, bat. 16/10/1786, Santo Amaro/SP e fal. 1869, São Francisco de Assis/RS, teve seu inventário autuado em 1871 em Itaqui/RS (APRS, proc. 58, maço 02, cartório de órfãos de São Borja), deixando ¾ e meio de campo no Boqueirão de Santiago (saleiro), avaliado em 7:000$000 réis e uma morada de casas coberta de telhas em mau estado, com cercados e arvoredo, avaliada em 200$000 réis. Foi filho de ANTÔNIO RODRIGUES PINTO (bat. 25/02/1761, Guarulhos/SP e casado a 08/02/1780, Santo Amaro/SP) e de EMERENCIANA QUITÉRIA DA SILVA, exposta, nascida em Santo Amaro/SP, neto paterno de JOÃO RODRIGUES PINTO (n. Santos/SP e casado a 15/01/1760 em Guarulhos/SP) e de ANA DA CONCEIÇÃO (n. São Paulo/SP), por estes, bisneto de BÁRBARA RODRIGUES e bisavô incógnito, e de JOSÉ VAZ DE AGUIAR (ou José de Aguiar Pedroso) e de MARIA PEDROSO.
REGINALDO casou-se a 29/10/1812, Lages/SC, com ANA JOAQUINA BORGES DO AMARAL (ou Ana Joaquina de Castro Mendonça), ali batizada a 25/09/1793 e falecida em São Francisco de Assis/RS, filha de JOÃO ANTÔNIO BORGES (ou João Antônio Borges de Castro) (n. cerca 1759, Angra do Heroísmo, ilha Terceira, Açores e fal. fev/1823, Lages/SC) e de MARIA CUSTÓDIA DO AMARAL GURGEL (bat. 02/11/1772, Lages/SC, onde fal. 24/03/1841), neta paterna de JOSÉ FRANCISCO e de JOANA INÁCIA e, materna, de JOSÉ DO AMARAL GURGEL (n. 1744, São Paulo/SP e fal. 30/12/1812, Lages/SC – irmão de Bento do Amaral Gurgel, o primeiro capitão-mor de Lages/SC) e de MARIA DO NASCIMENTO MARQUES (n. 1754, Taubaté ou Parnaíba/SP e fal. 27/02/1833, Lages/SC). Reginaldo e Ana Joaquina foram pais de nove filhos:
F1. Maria Joaquina do Amaral ou Maria Joaquina da Conceição, n. 1819, São Paulo/SP ou Alegrete/RS e já falecida em 1905. Casou-se com Constantino José Martins, n. Taquari, f. de Joaquim José Martins e Bárbara Maria Fagundes (filha de Mateus Teixeira Fagundes e Francisca Maria de Bittencourt, antepassados de Diego de Leão Pufal e já tratados neste blog). Maria Joaquina e Constantino são antepassados de um grande ramo Martins estabelecido em São Francisco de Assis e arredores e, por consequência, ascendentes da família Martins da Jornada.
F2. Gertrudes, n. 16/12/1819, Santo Antônio da Patrulha/RS.
F3. Gertrudes Reginalda/Amália ou Gertrudes do Nascimento, n. 22/12/1820, bat. 30/12/1820, Santo Antônio da Patrulha. Casou-se com Porfírio Rodrigues Jacques, n. Alegrete e fal. Uruguaiana/RS, f. de João Rodrigues Jacques e Joaquina Clara da Silveira, com descendência do Alegrete.
F4. Antônia Joaquina, n. 1822, RS. Casou-se com Vasco Rodrigues Jacques, de quem já estava viúva em 1871, quando contava 40 anos, residente na “vilhinha da Palmeira, Município de Cruz Alta”.
F5. Israel Rodrigues do Amaral, major, n. 1823, RS. Em 1871 contava 48 anos, casado, residente na Fazenda do Itu, no 5º distrito de Itaqui/RS.
F6. Eugênio Rodrigues Reginaldo, n. 1829, RS. Em 1871 foi inventariante dos bens deixados pelo seu pai. Era alfabetizado, casado, com 42 anos. Talvez seja o mesmo que casou com Senhorinha Maria Nunes, filha de Custódio Nunes de Souza e Maria Gonçalves da Conceição.
F7. José Rodrigues Reginaldo, n. 1843, São Francisco de Assis, onde a 05/01/1859 casou-se com Ana Maria da Conceição, ali nascida, f. de Teodoro José da Costa e Maria da Conceição. O casal residia em Santiago do Boqueirão, onde teve os filhos: Teodoro, Ana, Virgínia (c/c Felisberto Bento Rodrigues de Camargo), Pedro, Gertrudes (c/c José Maria Marques), Reginaldo Rodrigues Neto, Maria Rodrigues Reginaldo (c/c Albino Garcia da Rosa), Antônia Rodrigues da Conceição (c/c Félix Dias de Freitas).
F8. Pedro Rodrigues Reginaldo, capitão, em 1856 já falecido. Casou-se Inocência Mendes ou Rodrigues Penteado, acima citados.
F9. João Rodrigues Reginaldo, já falecido em 1871. Casado com Inocência Rodrigues, f. de Custódio Nunes de Souza e Maria Angélica Lopes. Pais de: Virgínia Rodrigues (c/c Joaquim Vicente); João Rodrigues Reginaldo (c/c Faustina Gomes de Brum, com quem teve ao menos os filhos: Amália, bat. 2/7/1885, n. 4/8/1883, Santiago/RS e Pedro Rodrigues Reginaldo, casado a 20/05/1888 em Santiago/RS com Rita Silveira de Bastos, filha de Gaspar de Bastos e Constância da Silveira); Ana Rodrigues Reginaldo (c/c Francisco Nunes de Assis); Vasco Rodrigues Reginaldo e Rita Reginalda Borges.

domingo, 1 de abril de 2012

Famílias Portuguesas nas Missões (Morais/Moraes)

Famílias Portuguesas nas Missões
(família de Antônio de Moraes e Maria da Trindade)
Autoria de: Zélce Mousquer e Diego de Leão Pufal
[acréscimos, dúvidas e correções escreva para diegopufal@gmail.com]

[Esta publicação pode ser utilizada pelo(a) interessado(a), desde que citada a fonte: PUFAL, Diego de Leão e MOUSQUER, Zélce. Famílias Portuguesas nas Missões (família de Antônio de Moraes e Maria da Trindade)in blog Antigualhas, histórias e genealogia, disponível em http://pufal.blogspot.com.br/] 
 [atualizado em 20/10/2016]

Dando seguimento ao estudo de algumas famílias que contribuíram para a formação do povo das Missões, trazemos hoje os descendentes de Antônio de Moraes e Maria da Trindade, açorianos, chegados no Rio Grande do Sul na segunda metade do século XVIII e radicados na fronteira do Rio Pardo.
Com o passar dos anos e das gerações, seus descendentes estabeleceram-se por toda a parte ocidental do Estado do Rio Grande do Sul, notadamente na região das Missões e no então município de Santa Maria, compreendendo a cidade de Santa Maria, Dilermando de Aguiar, São Pedro do Sul, Boca do Monte e outras.
O casal, Antônio de Moraes (também Morais) e Maria da Trindade, teve quinze filhos, deixando, por consequência, considerável descendência, com inúmeros casamentos consanguíneos e com outras famílias povoadoras daquelas regiões.
A fim de facilitar a compreensão e, dado o número expressivo de descendentes, utilizaremos na descrição da descendência do casal as seguintes abreviaturas:
“bat.” para batizado(a).
“c.g.” para com geração.
“c/c” para casou com;
“fal.” para falecido(a);
“n.” para nascido(a);
“n.m.” para neto(a) materna(a)
“n.p.” para neto(a) paterno(a)
Segue o que conseguimos até então apurar da ascendência e descendência destes povoadores:
I – Manuel Velho, nasceu pelos idos de 1640 na freguesia do Apóstolo de São Pedro, na ilha de Santa Maria, nos Açores, onde possivelmente casou com Isabel de Morais, ali nascida e ambos falecidos antes de 1699. De Isabel provém o sobrenome de Morais que seguiu com seu filho, netos, bisnetos, etc., até chegar ao Rio Grande do Sul. Deste casal houve:
Vista panorâmica da freguesia de São Pedro, ilha  de Santa Maria, Açoreshttp://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:SMA_VPOS%C3%A3o_Pedro.JPG  
II - Thomé de Morais, nasceu por volta de 1670 na freguesia do Apóstolo de São Pedro, na ilha de Santa Maria, Açores e faleceu a 06.04.1723 na freguesia de Vila do Porto da mesma ilha, com cerca de 50 anos de idade, morador da Carreira, local em que casou em fevereiro de 1699 (ermida de Nossa Senhora da Assunção) com Maria de Melo, ali nascida, filha de Antônio Cabral e de Ana de Melo
Houve deste casamento o filho:
III - Manuel de Morais ou Moraes, nasceu por volta de 1703 na freguesia de Vila do Porto, na ilha de Santa Maria, nos Açores, e faleceu no Estado do Rio Grande do Sul, no Brasil, antes de 1821. Casou na freguesia de N. Sra. da Assunção, na ilha de Santa Maria, a 10.02.1734, com Margarida de Souza, nascida na vila de Porto Goyo, na mesma freguesia e já falecida no ano de 1758, no Rio Grande do Sul, filha de Simão de Souza e de Ana da Graça.
Ermida de N. Sra. da Assunção, na freguesia de Vila do Porto,
ilha de Santa Maria - Açores
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Igr_n_s_assun%C3%A7%C3%A3o_pan.JPG
Em 1753 Manuel de Morais foi testemunha em uma habilitação de casamento (1753/11, AHCMPA), quando disse ser natural da ilha de Santa Maria, viver de sua agência, com 50 anos aproximadamente, casado:
"dos cazaes que sua magestade mandou conduzir pera as pouações das Missões"; o noivo se ausentou de freguesia dita "de idade de dez annos (...); o que tudo sabe (...) porque na mesma ilha he elle nascido, E nella tiuera trato e amizade com os Pais do justificante Ioze de Mello por Rezão de andar Conduzindo trigos pera huns moinhos que elle testemunha administraua e o msmo justificante na companhia de Seo Pay". Assinou com cruz.
Já por ocasião da habilitação de casamento da filha Antônia Margarida, autuada em 1758 em Rio Pardo (proc. n.º 1758/04, AHCMPA), ela declarou que:
"de idade de doze annos (...) veyo de sua patria em companhia de seus pais para a ilha de S Catarina e nella assistiu dous [corr.] e meyo athe que se transportarão para a villa de RG em companhia sempre de seus pays, e na dita villa assistiu cinco meses (...) e nesse tempo veyo para o porto dos cazais de Viamão e delle se passou para esta fortaleza do Rio Pardo  e avera pouco mais ou menos quatro annos para cinco". Rogo.
Esses dois documentos revelaram importantes informações sobre a vida de Manuel de Morais nos Açores, bem assim a vinda de sua família para o Brasil:
·         Manuel administrava, nos Açores, moinhos de trigo, o que também produzia. Já no Brasil, passou a ter a profissão de “agências”;
·         dos Açores, sua família emigrou no ano de 1752 para a ilha de Santa Catarina (Florianópolis), onde permaneceu até o ano de 1754/1755. Dali, partiu para a vila de Rio Grande, permanecendo cinco meses, passando depois para Viamão e, em seguida, para Rio Pardo, com destino às Missões.
Houve do casamento de Manuel de Morais e Margarida de Souza quatro filhos, no mínimo:
IV.1 Antônio de Morais/Moraes, batizado a 11.06.1736 na igreja de N. Sra. da Assunção, freguesia de Vila do Porto, ilha de Santa Maria, com descendência abaixo descrita.
IV.2 Antônia Margarida, batizada a 03.03.1740  na igreja de N. Sra. da Assunção, freguesia de Vila do Porto , ilha de Santa Maria e falecida a 08.08.1821 em Rio Pardo/RS, com testamento, no qual declarou ter tido onze filhos. No ano de 1758, possivelmente em Rio Pardo/RS casou-se com Manuel Gomes Ferreira da Silva (ou somente Manuel Gomes), nascido em 1741 na freguesia de N. Sra. do Rosário da Vila Nova do Topo, ilha de São Jorge, Açores, e falecido a 30.09.1796 em Rio Pardo/RS, filho de José Gomes Soares e de Maria Pereira.
Da habilitação de casamento de Antônia Margarida e Manuel Gomes (1758/04, AHCMPA), destacamos as declarações dele:
"de sua patria veyo em companhia de seus Pais para a Ilha de Santa Catarina e que teria de idade doze annos (...) e que na dita Ilha (...) assistio somente quinze dias por que logo o mandarão para a vila do Rio Grande por ser seu Pay dos casais que vierão para as Novas (...) das Missões (...); no dito RG morou dous annos para tres e sempre esteve todo este tempo em companhia de seu Pay athe que veyo em companhia do exército feito pião de El Rey e que no dito Exercito anda a melhor de tres annos". Cruz.  
Apesar de Antônia Margarida ter declarado em seu testamento ter gerado onze filhos, apenas descobrimos os nomes de oito, que seguem:
V.1 Maria Antônia, bat. 14.09.1760, Rio Pardo/RS, onde a 19.11.1783 c/c Manuel Francisco da Silveira, ali bat. 19.08.1759, f.º de Manuel Francisco da Silveira ou Manuel da Silveira de Quadros e Josefa Isabel ou Francisca de São Francisco, ambos açorianos, ele da ilha de São Jorge e, ela, do Faial. C/g.
V.2 Rosa Maria Joaquina, n. 1760, Rio Pardo/RS, onde fal. 06.05.1852. Ali c/c Manuel Domingues Valadares, n. cidade do Porto, Porto, Portugal, e fal. 08.01.1821, Rio Pardo, f.º de João Domingues Valadares e Maria Antônia da Conceição. Pais, ao menos, de Pedro, bat. 22.6.1800, Rio Pardo. 
V.3 Teresa Maria de Jesus, bat. 07.01.1762, Rio Pardo/RS. Dada por João Simões Lopes Filho como c/c Simão Marques de Ávila, em Rio Pardo a 29.05.1780, o qual nasceu a 28.5.1760, Rio Grande/RS, filho de Antão de Ávila e Luzia Maria. Encontrou-se, porém, o casamento de Teresa Maria de Jesus, viúva de Vicente José da Silva, realizado a 17.4.1809 em Rio Pardo com Domingos Xavier de Souza, n. Vila Nova (Imbituba)/SC, f. de José Machado de Souza e Francisca Xavier de Brito (estes, antepassados de Diego de Leão Pufal).
V.4 Ana Joaquina de Jesus, n. 1763, Rio Pardo, onde a 21.08.1783 c/c Francisco Gonçalves da Trindade, bat. 18.10.1754, Viamão/RS e fal. 1830, Rio Pardo, f.º de João Gonçalves da Cunha e Maria dos Anjos, açorianos da ilha Terceira. C/g.
V.5 Francisca Antônia de Jesus, bat. 3.10.1768, Rio Pardo, onde a 3.12.1787 c/c Manuel Machado Soares, ali bat. 27.07.1760 e fal. 25.06.1853, viúvo de Maria Francisca, filho de Pedro Machado Soares e Ana Maria, faialenses. C/g.
V.6 Joaquina Maria do Nascimento, bat. 21.10.1776, Rio Pardo, onde a 11.08.1802 c/c José Machado Pereira, ali n., f.º de Manuel Machado Soares e Maria Francisca (acima citado).    
V.7 Ana Maria, bat. 26.07.1779, Rio Pardo, onde fal. 14.05.1844. Ali a 09.05.1799 c/c Manuel Pereira das Neves, ali n., f.º de Antônio Pereira de Mello e Faustina Maria das Candeias. C/g.
V.8 Manuel Gomes de Moraes, n. Rio Pardo, onde a 27.01.1794 c/c Genoveva Maria dos Anjos, ali bat. a 26.10.1776, f.ª de Antônio Gonçalves da Trindade (este f.º de João Gonçalves da Cunha e Maria dos Anjos, acima citados) e Maria Teresa de Jesus. C/g.
IV.3 Joana Francisca Pereira, bat. 11.12.1743,  na igreja de N. Sra. da Assunção, freguesia de Vila do Porto , ilha de Santa Maria, Açores e fal. 07.07.1800, em Porto Alegre/RS, com testamento. C/c José Alves Coelho, n. cerca de 1740 na freguesia das Doze Ribeiras, ilha Terceira, Açores, e fal. 1795, Rio Pardo, f.º de Manuel Coelho e Engrácia Quitéria dos Anjos. Pais de, ao menos, 7 filhos:
V.1 Vicente Álvares Coelho, n. cerca 1753, Rio Pardo e fal. cerca de 1830, Cachoeira do Sul. A 15.02.1783, em Rio Pardo, c/c Perpétua Joaquina Rosa da Paixão, ali n. 1765 e fal. 20.12.1832, com testamento, f.ª de Francisco Martins Laia e Francisca da Paixão de Jesus, ambos da ilha Terceira. C/g.
V.2 José Alves Coelho, n. cerca 1772, Rio Pardo, onde a 24.08.1790 c/c Maximiana do Espírito Santo, ali bat. 21.09.1772, f.ª de Manuel Francisco da Silveira ou da Silveira de Quadros e de Josefa Isabel ou Francisca de São Francisco, acima citados. C/g.
V.3 João Alves Coelho, n. 18.01.1775, bat. no mesmo dia, Rio Pardo.
V.4 João Alves Coelho, n. 07.01.1777, Rio Pardo, onde a 08.05.1795 c/c Maria da Silva de Jesus, n. 1777, Santo Amaro/RS, f.ª de Joaquim José de Mello e Margarida da Silva.
V.5 Maria Alves Coelho, n. 27.2.1780, Rio Pardo.
V.6 Manuel Alves Coelho de Moraes, n. 1789, Rio Pardo, onde a 6.2.1820 c/c Angélica Maria dos Santos, ali n. a 7.12.1790 e fal. antes de 1819, f.ª de Joaquim Francisco Ilha e Eusébia Maria da Conceição.
V.7 Antônio José Alves Coelho, n. cerca 1755, Rio Pardo, onde a 31.3.1785 c/c Inocência da Trindade, ali bat. 21.5.1769, f.ª de Teodósio Lopes de Carvalho, português, e Rosa Maria de Jesus, açoriana do Faial.
IV.4 Francisco de Morais, n.  na igreja de N. Sra. da Assunção, freguesia de Vila do Porto, ilha de Santa Maria e fal. 3.8.1835, Porto Alegre. C/c Maria do Nascimento, n. Porto Alegre e fal. 15.10.1829, f.ª de Antônio Silveira e Rita Maria da Conceição, ambos açorianos. Pais de:
V.1 sargento-mor Joaquim Francisco de Morais c/c Rita;
V.2 Antônio Francisco de Morais, n. Porto Alegre. A 26.11.1810, Rio Pardo, c/c Ana Maria de Jesus, ali n., f.ª de Manuel Rodrigues Gularte e Cipriana Maria da Conceição. C/g.
V.3 José Francisco de Morais;
V.4 Constantino de Morais;
V.5 Francisco de Morais Filho, e
V.6 Josefa Maria do Nascimento, n. Porto Alegre. C/c Francisco Martins Codorniz, n. São Pedro dos Biscoitos, ilha Terceira, f.º de Lourenço Marques e Ana de São José. C/g em Rio Pardo.
***
Passamos à descendência de ANTÔNIO DE MORAES (IV.1), 2º filho do casal Manuel de Moraes e Margarida de Souza:
IV1. Antônio de Morais, batizado a 11.06.1736 na freguesia de N. Sra. da Assunção, Ilha de Santa Maria, Açores e falecido a 24.10.1798, Rio Pardo, com inventário autuado em Porto Alegre, com testamento, tendo seu corpo sido sepultado na igreja Matriz de Rio Pardo em cova da fábrica. Casou a 20.01.1766, Rio Pardo/RS, com Maria da Trindade, bat a 5.7.1752, Rio Grande/RS, filha de Caetano de Souza Nunes e Paula Maria (Cardoso), casal d´El-Rei, ambos naturais da freguesia de N. Sra. do Rosário da Vila Nova do Topo, ilha de São Jorge, Açores, n.p. de João Leal Teixeira e Maria Nunes de Almeida, n.m. Antônio Cardoso da Cunha e Isabel Pereira, todos da ilha de São Jorge.
Antônio e esposa radicaram-se no que era o município de Rio Pardo, compreendendo toda a parte ocidental do Rio Grande do Sul. Contudo, as pesquisas apontam que a família Morais não estava no que é hoje o atual território de Rio Pardo, mas avante dele, talvez em terras hoje pertencentes ao município de Santa Maria ou Cachoeira do Sul ou, quiçá, nas próprias Missões.
Registro do casamento de Antônio de Moraes e Maria da Trindade:  “Aos vinte dias do mez de janeyro de mil e sette e secenta e seis annos [1766] nesta Igreja de Santo Angelo [?], Rio Pardo, corridos os banhos e da licença do Reverendo Vigario da Vara, perante mim Matheus Pereira da Silva, vigário encomendador da dita igreja, e na prezença das testemunhas abaixo assignadas se receberão com palavras de presente por marido e mulher, Antonio de Moraes natural da Ilha de Santa Maria filho legítimo de Manuel de Moraes e de sua mulher Margarida de Souza já defunta com Maria da Trindade filha legítima de Caetano de Souza Nunes e de sua mulher Paula Maria. E logo lhes dei as benções na forma do Ritual. Epara constar fiz este assento que assigno com Custódio Leyte Ferreira, e Domingos Pereira (...) testemunhas que prezentes forão. Custodio Leyte Ferr.ª”
Antônio de Moraes e esposa geraram a:
F1. SEVERINA MARIA DE JESUS, n. 1769, Rio Pardo/RS, onde fal. 29.04.1794. Ali a 26.08.1784 c/c com Bernardino Munhoz de Camargo, ali n. por volta de 1761, f.º de Francisco Munhoz de Camargo, de Cotia/SP, e de Maria de São Francisco, da ilha Terceira, Açores. Com descendência e ascendência descritas em Família Munhoz de CamargoRaízes pioneiras na formação de São Paulo e Rio Grande do Sul, de Jandira de Mello Munhoz Schmidt. Porto Alegre: ed. da autora, 1998.
F2. JOÃO ANTÔNIO DE MORAIS, bat. 19.04.1775, Rio Pardo e fal. entre os anos de 1823 e 1831, Encruzilhada do Sul/RS. Em 1790 c/c Jerônima Velosa da Fontoura, bat. 18.02.1748, Rio Grande e fal. 29.03.1832, Encruzilhada do Sul, viúva do capitão João Peixoto de Azevedo, f.ª de João Carneiro da Fontoura e Isabel da Silva.
Jerônima e o capitão João Peixoto de Azevedo foram pais de 9 filhos, cuja descendência pode ser encontrada em http://carneirodafontoura.com
Pais de:
N1. Benta Velosa de Moraes, n. RS. C/c (1x) com o tenente Antônio Mendes de Oliveira, n. Rio Pardo, f.º de José Francisco Dorneles (n. Florianópolis/SC) e Rosa Maria de Oliveira (n. Taquari/RS). C/c (2x) com o tenente-coronel Simão Francisco Pereira (sobrinho materno de seu 1º marido), n. 1808, Encruzilhada do Sul, f.º de José Pereira Borges (n. Imbituba/SC) e de Josefa Francisca da Rosa (n. Cachoeira do Sul). Houve descendência de ambos os casamentos, do 1º ressaltamos:
Bn1. Antônio Mendes de Oliveira, bat. 1823, Rio Pardo. C/c Ana Silveira Balsemão, n. Santana do Livramento/RS, f.ª de Eugênio Pinto Balsemão e Solidônia Maria da Silveira. Houve 12 filhos deste casamento: Augusto, Alípio, Adelaide, Álvaro, Adelina, Amália, Aurélia, Ana Augusta, Antônio, Maria da Glória e Artolina Mendes e:
          Tn1. Amélia Mendes, n. 1866, Rosário do Sul/RS. C/c Inácio Silvino Pereira, n. 1876, Santana do Livramento, onde fal. 1925, f.º de Laureano Pereira da Silva e de Idalina dos Santos. Pais de: Hector Mendes Pereira (c/c Zilda Leite de Sá Brito, com quem teve: Zilka Sá Brito Pereira c/c Cláudio Jaime Prates de Andrade, pais do genealogista João Alberto Pereira de Andrade).
F3. GABRIEL ANTÔNIO NUNES DE MORAIS, bat. 12.8.1776, Rio Pardo/RS e fal. 13.6.1815, Santa Maria/RS, com testamento. C/c Escolástica Maria do Nascimento, bat. 1º/9/1776 em Rio Pardo/RS, f.ª de Antônio Jacinto Pereira e Mariana de São José, açorianos, ele da ilha Terceira, ela do Faial. Pais de 9 filhos:
N1. Pedro de Moraes, n. 28.11.1801, bat. 8.12, Rio Pardo e fal. possivelmente pequeno.
N2. Maria Joaquina do Nascimento, n. 30.4.1798, bat. 10.6.1798, Rio Pardo. A 19.6.1817, Cachoeira do Sul, c/c Manuel José do Nascimento, n. Rio Pardo, f.º de Manuel José do Nascimento e Teresa Maria de Jesus. Após, em 9.7.1854 em Caçapava do Sul/RS, Manuel José do Nascimento casou-se em segundas núpcias com Luísa Francisca Ilha, n. Cachoeira do Sul, filha de Valério Francisco Ilha e Rita Maria de Jesus. Manuel e Maria Joaquina foram pais de:
Bn1. Carolina Joaquina do Nascimento, n. Caçapava do Sul, onde a 8.8.1855 c/c João Francisco Ilha, n. 1815, Cachoeira do Sul, f. de  João Francisco Ilha e Joana Felícia da Silva.
Bn2. Gabriel do Nascimento, n. 22.4.1818, bat. 10.6.1818, Cachoeira do Sul/RS.
Bn3. José do Nascimento, bat. 20.06.1820, São Gabriel/RS.
Bn4. Mafalda do Nascimento, n. 19.3.1822, bat. 28.5.1822, São Gabriel.
Bn5. Gertrudes do Nascimento, n. 18.3.1824, bat. 30.6.1824, São Gabriel.
Bn6. Cândido do Nascimento, n. 1º.12.1831, bat. 8.5.1832, São Gabriel.
N3. Claudiano de Moraes
N4. João de Moraes
N5. Ana Joaquina de Morais, n. Cachoeira do Sul, onde a 02.12.1828 c/c Vicente José dos Santos, n. Rio Pardo, filho de José da Rosa Garcia e Escolástica Ana Joaquina. Pais de:
Bn1. Rosa, n. 19.4.1835, bat. 13.09.1835, São Gabriel.
N6. Rosa de Moraes
N7. Francisca de Moraes
N8. Teresa Maria de Jesus, nascida em Rio Pardo. Casou-se com Manuel José do Nascimento, n. Açores. Pais de:

Bn1. Gabriel do Nascimento, n. 22.04.1818, bat. 10.06.1818 em Cachoeira do Sul.
N9. Celestina Maria do Nascimento ou Celestina Eusébia de Moraes, bat. 14/11/1808 em Cachoeira do Sul/RS e fal. 8.10.1845, Caçapava do Sul/RS. A 1º.11.1822, São Gabriel/RS, c/c Eusébio Francisco Ilha, n. Cachoeira do Sul e fal. 10.2.1865, Santa Maria, onde foi juiz de órfãos, f.º de Valério Francisco Ilha e Rita Maria de Jesus. Eusébio c/c (2x) com Eufrásia Cândida Martins, n. Taquari/RS, e fal. 7.7.1883, Santa Maria, f.ª de Antônio Martins Coelho e Custódia Maria da Conceição, com quem teve oito filhos. Celestina deixou 10 filhos:
Bn1. Anacleta Cândida de Moraes ou Anacleta Ilha, n. 1828. C/c Joaquim José da Costa.
Bn2. Ana Ilha, n. cerca 1829 e fal. 28.10.1845, Caçapava do Sul.
Bn3. Jesuíno Francisco Ilha, n. 02.11.1830, bat. 09.04.1831 em São Gabriel/RS.
Bn4. Joaquim Francisco Ilha, n. 26.06.1832, bat. 15.02.1833 em São Gabriel/RS.
Bn5. João Francisco Ilha, n. 16.12.1834, bat. 03.05.1835 em Cachoeira do Sul/RS.
Bn6. Jerônimo Francisco Ilha, n. cerca de 1833, e fal. 1847, Caçapava.
Bn7. Celestino Francisco Ilha, n. 1834.
Bn8. Francisca Cândida de Moraes, n. 19.01.1838, bat. 15.07.1838 em São Gabriel. C/c João Pedro Camillo.
Bn9. Gabriel Francisco Ilha, n. 1839, Santa Maria, onde a 19.5.1866 c/c Joaquina Tomásia da Fontoura, ali n., f.ª de Antônio Bento da Fontoura e Gertrudes Mathildes de Bem Salinas. c/g.
Bn10. Marcelino Francisco Ilha, n. 1842. Agricultor. C/c Maria Francisca de Oliveira, f.ª de Silvério Antônio de Oliveira e Maria do Carmo. C/g em Santa Maria.
Bn11. Rita Eusébia de Moraes, n. 1844, c/c Carmelo Medina.
F4. PERPÉTUA MARIA DO ROSÁRIO, bat. 25.3.1778, Rio Pardo e fal. 2.11.1857, Santa Maria/RS, de moléstia interna, tendo sido sepultada no cemitério de São Pedro do Sul. A 30.8.1794, Rio Pardo, c/c Miguel Martins Laia, ali bat. 6.10.1773 e fal. 11.2.1860, Santa Maria, natural da Encruzilhada, de idade de cem annos morreo repentimante e sem sacramentos(lv. 1, p. 121v, Santa Maria), sepultado no cemitério da viúva de Antônio Ferreira de Ávila, em São Pedro do Sul. Miguel Martins Laia foi um dos primeiros moradores a se estabelecer no atual município de São Pedro do Sul; em 1855, por força da Lei de Terras, disse ser possuidor de um terreno na Serra Geral, no Rincão de São Pedro, com 500 braças (1.100 m) de frente e 1400 braças de fundos (3.080 m), pelo oeste com terrenos de Manuel Martins Laia, pelo leste com o arroio denominado Inhamandá, pelo sul com o campo do mesmo Manuel Martins, e pelo norte com a Serra Geral (Lv. Registros paroquiais de Santa Maria - APERS, fl. 15). Pais de 11 filhos:
N1. João Martins de Moraes, n. 4.1.1796, bat. 17.1, Rio Pardo. A 31.5.1832, Santa Maria, c/c sua prima Felicidade Maria da Conceição ou Martins Laia, ali n., f.ª n. de Manuel Martins Laia (n. Rio Pardo e irmão de Miguel Martins Laia) e Maria Eusébia da Conceição, das Missões. Pais de:
Bn1. Cândido Martins Alves ou Cândido Martins de Moraes Sobrinho, n. 28.10.1834, bat. 28.11, Santa Maria e fal. 19.4.1903, São Pedro do Sul, onde era proprietário de uma chácara de terras cultivadas no lugar denominado Inhamandá, conforme seu inventário. No dia 1º.6.1856 declarou em Santa Maria, por força da Lei de Terras (livro de Registro Paroquial de Santa Maria, fl. 55, reg. n.º 180, APERS) ser senhor de umas terras de cultura que as houve por herança de sua mulher Maria Perpétua da Conceição de seus avós João Alves Gomes e Maria dos Prazeres Cortes, com mais ou menos meio quarto de légua de frente ao norte, dividindo-se com os campos dos herdeiros de José Antônio de Ávila, de fundos meia légua, ao oeste divide com terras do capitão Fidélis Nepomuceno Prates, a leste com outros herdeiros do finado João Alves Gomes. Escreveu e assinou a seu rogo Baltazar Pinto de Aguiar, por não saber escrever. A 12.10.1855, Santa Maria, c/c sua prima Perpétua Martins Alves, ali n. cerca 1836, f.ª de Antônio Martins de Moraes e Maria Dias Cortes, abaixo citados. Pais de 8 filhos:
Tn1. Maria Martins Alves, n. 6.5.1860, Santa Maria e fal. antes de 1930. A 15.11.1875, Santa Maria, c/c (1x) seu primo Pedro Martins de Moraes, f.º de Manuel Martins de Moraes Sobrinho e Luzia Gomes Tavares, abaixo citados. C/c (2x) Valêncio Peres da Silva, n. 1863, São Pedro do Sul, f.º de João Peres da Silva e Sofia Conceição da Glória. Do 2º casamento houve: João Peres da Cruz, Valentim Peres da Silva e Ana Fausta Peres.
Tn2. Francisca Martins Alves, n. 9.9.1863, Santa Maria. C/c Manuel Pereira da Silva, n. 1863, São Jerônimo/RS, f.º de João Antônio da Silva e Maria do Carmo. Pais de: Miguel Pereira Alves (c/c sua prima Maria Luiza Martins, abaixo citada); Perpétua e Antônio Pereira Alves (c/c Coralina Moraes de Ávila, sua prima).
Tn3. Libânio Martins Alves, n. 6.9.1869, São Pedro do Sul. A 24.11.1894, Dilermando de Aguiar/RS, c/c sua prima Idalina Martins dos Reis, ali n. 1874, f.ª de Venâncio José dos Reis e Joana Martins Machado, abaixo citados. Pais de: André, Maria e Brazil Martins Alves.
Tn4. Antônio Martins Alves, n. 20.06.1871, São Pedro do Sul, onde fal. 18.10.1940, agricultor. A 10.11.1894, Dilermando de Aguiar, c/c sua prima Ordalina Martins Machado¸ ali n. 1878, f.ª de Antônio Martins de Moraes e Idalina Francisca Chaves, abaixo citados. Pais de: Ana, Leonida e Eva Martins Alves.
Tn5. João Martins Cerdoti (Serdote ou Cerdotes), n. 23.6.1874, Santa Maria e fal. 16.5.1943 no Passo do Raymundo (Boca do Monte, Santa Maria). A 29.4.1899, Dilermando de Aguiar, c/c sua prima Bernardina/Brandina Martins Machado, n. 14.10.1881, Boca do Monte, f.ª de Antônio Martins de Moraes e Idalina Francisca Chaves, abaixo citados. Pais de: Maria Luiza Martins (c/c Miguel Pereira Alves, acima citado); Pedro Martins Cerdotes ou Serdote Martins (c/c Ana Borges Lopes), Leonida Serdoti (c/c José Luiz Pereira) e Angenor Martins Serdotti (c/c Lidolina Simon).
Tn6. Manuela Martins Alves, n. 22.9.1876, Santa Maria. A 24.6.1898, São Pedro do Sul, c/c Primo Donato Canabarro, seu primo, n. 1872, Santa Maria, f.º de Rufino Hilário Canabarro (n. Taquari) e de Maria Eusébia da Conceição (n. Santa Maria), n.p. Manuel Teodósio Canabarro e Isidora Maria de Jesus, n.m. Manuel Martins Laia e Maria Eusébia da Conceição, citados.
Tn7. Jerônimo Martins Alves, n. Santa Maria, onde fal. antes de 1935. A 24.9.1887, São Pedro do Sul, c/c (1x) sua prima Maria José de Moraes (ou Maria Martins de Ávila), n. 19.10.1867, Santa Maria, f.ª de Martinho Martins de Moraes e Fortunata Maria Delfina da Conceição, abaixo citados. Jerônimo teve (2x) com Santa Martins Alves, ao menos uma filha de nome Maria Martins Alves (c/c Vivaldino Antônio da Silva). Houve do 1º casamento de Jerônimo os filhos: Estácio Martins Alves (c/c Maria Dorcina Peres) e Jovino Martins Alves (c/c Emidina Tavares).
Tn8. Joana Martins Alves, n. Santa Maria, onde a 15.9.1884 c/c João Machado Flores, ali n. 1856, f.º de José Machado Flores e Joaquina Francisca de Almeida. Pais de: Francisca.
Bn2. Martinho Martins de Moraes, n. 11.11.1836, Santa Maria e já fal. no ano de 1887 em São Pedro do Sul, onde proprietário de terras no lugar denominado Inhamandá. A 5.2.1857, Santa Maria, c/c (1x) sua prima Fortunata Maria Delfina da Conceição ou de Ávila, ali n. e fal. 1882, São Pedro do Sul, f.ª natural de Manuel Martins Laia e Maria Eusébia da Conceição. C/c (2x) a 22.8.1882, Santa Maria, com Inês Peres da Silva, ali n., f.ª de Guilherme Corrêa da Silva ou Pereira da Silva e Firmina Peres da Silva. Houve do 1º casamento os filhos:
Tn1. Manuela Martins de Moraes, n. 22.3.1859, Santa Maria. C/c Manuel Pereira da Silva, f.º de Guilherme Corrêa da Silva ou Pereira da Silva e Firmina Peres da Silva, citados. Pais de: Pedro Pereira (c/c Catarina Martins Canabarro) e Evangelista Pereira Martins.
Tn2. João Valentim Martins, n. 14.2.1861, Santa Maria e fal. 29.1.1940, São Pedro do Sul, onde agricultor. A 28.6.1885, Santa Maria, c/c Joana Peres da Silva, ali n. e fal. 1908, São Pedro do Sul, f.ª de Guilherme Corrêa da Silva ou Pereira da Silva e Firmina Peres da Silva, citados. Pais de: Fermino Pereira Martins (c/c Severina de Oliveira Alves) e Octávio Pereira Martins (c/c Francisca Flores).
Tn3. Manuel Martins de Moraes, n. Santa Maria, onde c/c Maria Sérgia Martins da Silva, f.ª de Manuel Gomes Tavares e Luzia Martins. Pais de: Idalêncio Martins de Moraes (c/c Horacília Gomes Cavalheiro) e João Martins de Moraes (c/c Gonçalina de Moraes).
Tn4. Maria José de Moraes ou Maria Martins de Ávila, n. 19.10.1867, Santa Maria. A 24.9.1887, São Pedro do Sul, c/c seu primo Jerônimo Martins Alves, acima citados.
Tn5. Pedro Martins de Ávila, n. 19.5.1869, Santa Maria. Em 1899 era casado.
Tn6. Paulina Martins de Ávila, n. 19.3.1870, Santa Maria e fal. 14.2.1934, São Pedro do Sul, onde a 29.11.1889 c/c João Mendes Ouriques, n. 1864 e fal. 10.1.1929, Inhamandá, São Pedro do Sul, f.º natural de Cláudia José Mendes. Pais de: Victorino, Favorino e Deolinda Mendes de Ávila.
Tn7. Maria Santa de Ávila, n. 22.12.1874, Santa Maria e fal. 7.4.1957, Boca do Monte. C/c Pedro Martins dos Santos, n. RS, f.º de Vitorino Martins dos Santos e Ambrosina. Pais de 3 filhos.
Tn8. Hypólito Martins de Ávila ou Hypólito Martins Alves, n. 5.8.1877, Santa Maria, onde foi comerciante. C/c sua prima Catharina Sanguetan (Sanguetão), ali n. 1882, e provável f.ª de Jean Sanguiton (João Sanguetão), francês, e Isabel Martins de Moraes, n.p. Jean Sanguiton e Katharine de Baith, n.m. Antônio Martins de Moraes e Gertrudes Maria da Conceição, abaixo citados. Pais de: Coralina Sanguitão Alves (c/c Antônio Pereira Alves), Pedro Martins Sobrinho, Leão Félix Sanguitão, Isabel Sanguitão de Ávila, Adenira Sanguetan Ávila (c/c Valdemar Silveira de Ávila) e Floroaldo Sanguitão de Ávila.
Bn3. Olivério Martins de Moraes, n. cerca 1845, Santa Maria, onde a 3.2.1868 c/c Maria Felícia Marques, n. Santana do Livramento, f.ª natural de Leopoldina da Silva. Pais de 11 filhos:
Tn1. Manuel Gregório Martins, n. 3.2.1869, Santa Maria. A 7.4.1897, São Pedro do Sul, c/c sua prima Maria Emília Martins, n. 26.5.1874, Santa Maria, f.ª de Miguel Martins de Moraes e Antônia Inocência da Conceição, abaixo citados. Pais de: Maria Luiza, Vergínia, Leopoldina e Manuel Pedro Martins (c/c Cecília Carvalho).
Tn2. João Bonifácio Martins, n. 11.5.1871, Santa Maria. A 23.2.1898, São Pedro do Sul, c/c Maria José Dias, ali n. 1876, f.ª de Cyrino Dias de Menezes e Teresa Maria da Conceição. Pais de: Maria Martins (c/c seu primo Acácio Martins Machado ou de Mello).
Tn3. Thereza Martins de Moraes, n. 15.9.1871/1872, Boca do Monte, Santa Maria. A 24.11.1894, Dilermando de Aguiar, c/c Delfino José Machado, n. 1861, Cachoeira do Sul, f.º de Manuel José Machado e Cândida Maria de Jesus. Pais de: Pedro José Machado (c/c Izulina Martins), João Martins Machado (c/c Joana Tavares, sua prima) e Roberto Machado (c/c Leopoldina Tavares, sua prima).
Tn4. Alberto Martins de Moraes, n. 29.3.1877, Santa Maria.
Tn5. Gabriel Martins de Moraes, n. 28.12.1879, bat. 28.12, Santa Maria e fal. 5.8.1946, Cerro Claro, São Pedro do Sul, onde agricultor. A 12.3.1929, Pedreira, São Pedro do Sul, c/c Carolina Stoffel, ali n. 25.2.1901, f.ª de Pio Stoffel e Maria. Pais de: Otílio Martins de Moraes (c/c Eva Alves de Menezes), Deolinda de Moraes (c/c Pedro Fábio Martins), José Luiz Martins de Moraes (/c Julieta Ferrari), Emília Martins de Moraes (c/c José Floriano Noetzsold), Adão e Almerindo Martins de Moraes.
Tn6. Emília Martins de Moraes, n. 22.3.1884, Santa Maria.
Tn7. Ana Cândida Martins, n. 26.7.1885, Santa Maria e fal. 1º.9.1938, São Pedro do Sul, onde a 11.3.1929 c/c Domingos Tavares, ali n. 1878, f.º de Domingos José Tavares e Maria José da Silva.
Tn8. Pedro Martins de Moraes, n. 12.12.1890, Santa Maria e fal. 19.5.1948. A 29.9.1917, Santa Maria, c/c Catharina Fenalte, ali n. 11.2.1901, f.ª de Ângelo Fenalte e Maria Francisca. Pais de: Aida e Aury Martins de Moraes.
Tn9. Antônio Martins Marques, n. Santa Maria. C/c Idalina Alves, f.ª de Modesto Augusto dos Santos e Delfina Alves Martins.
Tn10. Anarcíria Martins, n. RS. C/c Francisco José Tavares, f.º de Domingos José Tavares e Maria José da Silva.
Tn11. Mônica Martins, n. RS. C/c Manuel José Tavares, n. 1875, RS e fal. 31.12.1952, Cerro Claro, São Pedro do Sul, agricultor, casado, f.º de Domingos José Tavares e Maria José da Silva. Pais de: Leopoldina, Domingos José, Joana Tavares (c/c João Martins Machado, seu primo), Manuel e Emília Tavares.
Bn4. Miguel Martins de Moraes, n. cerca 1848, Santa Maria e fal. antes de fevereiro de 1914, São Pedro do Sul. A 13.2.1871, Santa Maria, c/c sua prima Antônia Inocência da Conceição ou Antônia Canabarro, ali n., f.ª de Rufino Hilário Canabarro e Maria Eusébia da Conceição, acima referidos. Pais de:
Tn1. João Gregório Martins, agricultor, n. 23.6.1872, Santa Maria e fal. 7.7.1938, Inhamandá, São Pedro do Sul, onde a 20.2.1914 c/c Cândida Martins de Ávila, n. 1884, f.ª de Manuel Luís de Ávila e Liduína Pereira.
Tn2. Maria Emília Martins, n. 26.5.1874, Santa Maria. A 7.4.1897, São Pedro do Sul, c/c Manuel Gregório Martins, seu primo, acima citado.
Tn3. Manuela Martins de Moraes, n. 4.2.1875, Santa Maria e fal. 30.5.1951, Cerro Claro, São Pedro do Sul, onde a 20.2.1914 c/c Constâncio Machado Flores, ali n. 1869 e fal. antes de 1932, f.º de José Machado Flores e Joaquina Francisca de Almeida.
Tn4. Ramão Martins de Moraes, n. 1878, Santa Maria e fal. 6.7.1950, Cerro Claro, solteiro, agricultor.
Tn5. Virgínio Martins de Moraes, n. 16.9.1879, Santa Maria.
Tn6. Vicente Paulo Martins, n. 9.7.1883, Santa Maria. C/c Maria Jerônima Rodrigues, n. RS, f.ª de Luiz Rodrigues Munhoz e Maria da Rosa. Pais de: Nicolau Tolentino, Sebastião, Joaquim e Rosalina Martins.
Tn7. Elísia Martins da Conceição, n. 1889, São Pedro do Sul, onde a 24.2.1912 c/c Eleutério Peres da Silva, ali n. 1890, f.º de Urbano Peres da Silva e Maria Gomes Lencina.
Tn8. Martina da Conceição, n. 1890, São Pedro do Sul, onde a 23.10.1913 c/c João Pereira, ali n. 1891, f.º de Gustavo Pereira e Franco.
Bn5. Ana Maria Martins, costureira, n. 29.10.1849, Santa Maria, onde a 12.8.1879 c/c Evaristo dos Santos Abbade, n. São Pedro do Sul, agricultor, f.º de Polidoro dos Santos Abbade e Manuela Antônia de Moura.
Bn6. Manuela Martins da Conceição ou Manuela Martins de Ávila, n. cerca 1852, Santa Maria, onde a 22.6.1872 c/c seu primo em segundo grau José Alves Pedroso, ali n., f.º de Cyrino Alves Machado e Dorothea Maria da Conceição. Pais de: Euzébio Alves Martins (c/c Carlota Vergínia da Rosa), Antônio Alves Pedroso (c/c Maria Alles), João Alves Pedroso (c/c Manuela Alles da Conceição) e Antônia Alves Martins (c/c seu primo Dinarte Martins de Moraes).
Bn7. Júlia Martins da Conceição, n. 22.7.1857, Santa Maria, onde a 7.2.1880 c/c Propício Enéas Ferraz/Ferreira Canabarro, ali n. e fal. antes de 1932, agricultor, res. em São Pedro do Sul, f.º de Tristão Enéas Ferraz/Ferreira Canabarro (fal. 28.11.1890, São Pedro do Sul) e Maria Aldina da Conceição. Pais de: Conceição Martins Canabarro (c/c Domingos Borges Lopes), Pureza e Ernesto Ferraz Martins.
N2. Maria Joaquina Martins de Moraes, n. 20.2.1798, bat. 9.4, Rio Pardo e fal. 6.5.1867, São Pedro do Sul, onde morava, com testamento. C/c Antônio Rodrigues Martins, fal. antes da mulher. Pais de 4 filhos:
Bn1. Maria Rodrigues Martins, n. 1833, São Pedro do Sul. Em 1867 era viúva de Lauriano ou Laurindo de Tal, residente em Alegrete.
Bn2. Serafim Rodrigues Martins, n. 1835, São Pedro do Sul. A 7.7.1854, Santa Maria, c/c Maria Francisca da Conceição, ali n., f.ª n. de Floriana Maria dos Santos.
Bn3. Laurindo Rodrigues Martins, n. 1839, São Gabriel e fal. antes de 1867. A 27.2.1859, Santa Maria, c/c sua prima Francisca Maria da Conceição, n. 12.4.1835, São Gabriel, bat. 10.11.1835, Santa Maria, f.ª n. de Manuel Martins Laia e Maira Eusébia da Conceição, citados. Pais de: João do Nascimento Martins, João Marinho Martins e Miguel Martins.
Bn4. Cândido Rodrigues Martins, n. 1840, Santa Maria. Em 1867 era casado.
N3. Joaquina Martins da Conceição (também Joaquina Martins de Moraes), n. 23.10.1799, bat. 26.12, Rio Pardo. Teve com Antônio Palhano, com quem teve, ao menos:
Bn1. Manuel Martins de Moraes Sobrinho (Manuel Biduca), filho n., n. Santa Maria e fal. 13.2.1881, São Pedro do Sul, com inventário, no qual declarado um único bem de raiz: uma chácara nos campos de Inhamandá, no Rincão de São Pedro. A 5.2.1850, Santa Maria, c/c Luzia Gomes Tavares, ali n., f.ª de Joaquim Antônio Tavares (n. Porto Alegre) e de Maria Machado (n. Cachoeira do Sul). Pais de 11 filhos:
Tn1. Pedro Martins de Moraes, bat. 26.3.1852, Santa Maria e fal. antes de 1919, São Pedro do Sul. A 15.11.1875, Santa Maria, c/c sua prima Maria Martins Alves, ali n. a 6.5.1860 e fal. antes de 1930, f.ª de Cândido Martins Alves (ou Martins de Moraes) e Perpétua Martins Alves, ambos sobrinhos de Joaquina Martins da Conceição. Pais de: Perpétua Alves Martins (c/c Maurílio Augusto dos Santos); José Pedro Martins (c/c Rita Dias); Belarmina Martins de Moraes (c/c João Peres da Silva) e Manuela Martins (c/c ... Sanguetão – Sanguitan).
Tn2. Felícia Gomes de Moraes, n. 20.10.1853, bat. 11.1.1854, Santa Maria. C/c Antônio Rodrigues da Silva, c.g.
Tn3. Juvêncio Gomes de Moraes, n. 12.9.1857, bat. 11.4.1858, Santa Maria e fal. antes de 1881.
Tn4. Maria Gomes de Moraes, n. 1859. C/c João Tavares Machado ou Machado Tavares, n. RS, agricultor, filho de Antônio Tavares Machado e Ana Rodrigues Braga. Pais, no mínimo, de: Emidina Tavares (c/c seu primo Jovino Martins Alves); Lydia Tavares (n. 27.3.1902, São Pedro do Sul) e Pedro Gomes Tavares.
Tn5. Manuel Sérvulo de Moraes, n. 23.12.1861, Santa Maria.
Tn6. Joaquim Gomes de Moraes, n. 1861, Santa Maria.
Tn7. Antônio Martins de Moraes, n. 1862, Santa Maria. C/c Hipólita Rodrigues, n. RS, f.ª de José Rodrigues e Ana Maria. Pais de: Dinarte Martins de Moraes (c/c Antônia Alves Martins); Pedro Martins de Moraes (c/c Jesuína do Nascimento); Benjamin Martins de Moraes (c/c Carmosina Coelho Pillar), Manuel Henrique de Moraes (c/c Leonora Cavalheiro), João Martins de Moraes (c;c Elvira Rodrigues Pasche).
Tn8. Gerônimo Gomes de Moraes ou Gerônimo Martins de Moraes, n. 1864, Santa Maria. C/c Ezótica Dutra de Oliveira, n. 1871, RS, f.ª de Laurindo Dutra de Oliveira ou Laurindo Antônio Dutra e de Umbelina Fagundes. Pais de: Orácio Martins de Moraes (c/c Dorcelina Soares Cavalheiro), Franklim Gomes de Moraes (c/c Vilma Irma Diesel), Itelorina, Vicentina Gomes de Moraes (c/c Gentil Rodrigues da Silva) e Elísia Gomes de Moraes.
Tn9. Perpétua Feligência Martins de Moraes ou Feligência Perpétua, n. 1866, Santa Maria. Residente em São Pedro do Sul, onde registrou o filho n. Pedro Gomes de Moraes. Depois ali a 15.5.1910 c/c Inácio Machado, n. 1874, São Pedro do Sul, f.º de Pedro Rodrigues e Maria.
Tn10. Rita Gomes de Moraes, n. 1868.
Tn11. Joaquina Gomes de Moraes, n. 1873, São Pedro do Sul e fal. 3.7.1945, Inhamandá, São Pedro do Sul
N4. Fortunato Martins de Moraes, bat. 6.4.1806, Rio Pardo e fal. 11.9.1864, Santa Maria, com inventário autuado em São Gabriel. C/c (1x) Damásia Maria Joaquina Ribeiro, n. RS e fal. 1º.11.1850, Cachoeira do Sul, onde autuado seu inventário. C/c (2x) Maria Domingas Pereira, n. RS, f.ª de Manuel José Gonçalves e Alessandra Maria. Houve 7 filhos do 1º leito e 9, do segundo:
Bn1. Manuel Martins Ribeiro (f.º do 1º casamento), n. 1836, Caçapava do Sul/RS e fal. antes de 1932, Santa Maria, onde a 13.12.1856 c/c Inácia Antônia Teixeira, n. São Gabriel e fal. antes de 1932, f.ª de Aurélio Teixeira César (n. Cachoeira do Sul e fal. 1859/1860, Santa Maria, onde a 29.6.1831 casou) e de Fermina Antônia de Moura (n. Piratini/RS), n.p. Manuel Antônio Teixeira (n. 1761, São José dos Pinhais/PR e fal. 26.4.1831, Santa Maria, casado a 9.1.1791, Cachoeira do Sul) e de Inácia Maria da Conceição (bat. 24.10.1775, Triunfo/RS), n.m. João Antônio Domingues e Marcelina Silveira de Moura. Pais de:
Tn1. Antônia Martins Teixeira, n. 1872, São Pedro do Sul, onde a 4.8.1900 c/c Floriano dos Santos Brasil, n. 1881, Alegrete, f.º de Sezefredo dos Santos Brasil e Cesária.
Tn2. Manuel Martins Ribeiro Filho, n. RS, onde c/c Rosalina Nunes, f.ª de Hermenegildo de Souza Nunes e Idalina Saldanha. Pais de: Clodomiro e Fábio Martins Nunes.
Bn2. sargento Urbano Martins Ribeiro, n. 1837, Caçapava do Sul e fal. no Paraguai, conforme se extrai do inventário (n.º 132 e 195, de 1873 e 1880 respectivamente, autuados em Santa Maria, APERS): "Diz Iria Maria Fernandes, que havendo ella Supplicante sido notificada por ordem deste juízo, para proceder a inventario por fallecimento de seu marido Urbano Martins de Ribeiro, acontece que, até a presente data a Supplicante não tem tido uma plausível certeza, de que, seja seu dito marido morto, porque, o mesmo como militar seguio no anno de 1866 para a Campanha do Paraguay, e a unica notícia que tive, foi que, foi elle ferido livremente no ataque de Curupaity, e d'este lugar seguio para o Rio de Janeiro, pelo porto intermediário de Monte-Video e outros, e como porque os óbitos dos militares só podem provar-se pelas certidões dos livros dos Hospitais fixos, ou ambulantes, em conformidade das leis ...". O bem de raiz declarado foi uma parte de campo, sito no distrito de Pau Fincado, com 6.269.380 m2. Urbano a 10.9.1862, Santa Maria, c/c Ìria Maria Fernandes de Almeida, ali n., f.ª de José Antônio Fernandes e Flora Pires de Almeida. Pais, ao menos, de:
Tn1. Maria Santa Ribeiro, n. Dilermando de Aguiar/RS, onde a 30.11.1877 c/c Félix Ribeiro de Caldas, n. Triunfo/RS, f.º de Jerônimo Ribeiro de Caldas e Cyria Benta da Silva, ambos de Triunfo.
Tn2. Maria da Glória Ribeiro, n. 1865, Dilermando de Aguiar/RS.
Bn3. Leopoldina Martins Ribeiro, n. 1839, Santana do Livramento. A 17.5.1859, Santa Maria, c/c Antônio Basílio de Oliveira, n. Taquari/RS, f.º de Bento Antônio de Oliveira e Maria Eulália de Souza.
Bn4. Jesuíno Martins Ribeiro, n. 1841, Santa Maria. Em 1865 casado.
Bn5. Angélica Martins Ribeiro, n. 1843, Santa Maria. Em 1865 casada.
Bn6. Quintina Martins Ribeiro, n. 1845, Santa Maria. Em 1865 solteira.
Bn7. Antônio Martins Ribeiro, n. 1846, Cachoeira do Sul, onde fal. 1850/1857.
Bn8. Estácio Martins Ribeiro ou Martins de Moraes ou Martins Pereira (f.º do 2º casamento), n. 1847, Santa Maria.
Bn9. Tibúrcio Martins, n. 14.3.1850, bat. 25.6, Santa Maria e fal. antes do pai.
Bn10. Joana Martins, bat. 5.4.1853, com 2 meses, Santa Maria.
Bn11. Manuel João Martins, n. 2.10.1855, bat. 9.4.1856, Santa Maria.
Bn12. Cesária Martins, n. 1857, Santa Maria.
Bn13. Fortunata Martins, n. 1859, Santa Maria.
Bn14. João Martins, n. 1860, Santa Maria.
Bn15. Plácido Martins, n. 1863, Santa Maria.
Bn16. Maria Martins, n. 1864, Santa Maria.
N5. Estácio Martins de Moraes, n. Rio Pardo. A 26.11.1834, Santa Maria, c/c Joana  Teixeira César, n. Cachoeira do Sul/RS, f.ª de Manuel Antônio Teixeira e Inácia Maria da Conceição, acima citados, n.p. Manuel Teixeira Rosa (n. cerca 1720, Curitiba/PR) e de Joana Nunes de Abreu (n. 1710, Curitiba/PR), n.m. Inácio Xavier César (n. 1751, São Paulo/SP) e Rita Pereira de Araújo (n. 1754, Viamão/RS). Joana c/c (2x) com o cunhado Manuel Martins de Moraes, abaixo tratados. Estácio e esposa foram pais de 4 filhos:
Bn1. Inácia Teixeira de Moraes, n. 1831, São Gabriel e fal. 13.1.1891, Imbahá, Uruguaiana, com testamento e inventário. A 1º.5.1862, Santa Maria, c/c seu primo Fidêncio Alves da Palma, n. 1837, Rio Pardo, f.º de Silvério Antônio Alves/Álvares (n. Rio Pardo, onde casou a 26.11.1818) e de Joaquina Maria dos Santos/Ávila (n. 30.7.1798, Rio Pardo), n.p. Antônio José Álvares de Souza (n. Rio Pardo) e Isabel Maria do Sacramento (n. Rio Pardo), n.m. José Antônio de Ávila (bat. 1761, Rio Pardo) e Maria de São José (bat. 1762, Rio Pardo, f.ª de Francisco Martins Laia e Francisca da Paixão de Jesus, citados). Inácia e Fidêncio não tiveram filhos.
Bn2. Estácio Teixeira de Moraes, n. 1835, Santa Maria, onde a 14.2.1863 c/c Januária Pereira Soares, n. 1836, Cachoeira do Sul e fal. 13.1.1899, São Vicente do Sul/RS, viúva de José Anastácio da Rocha, f.ª de David Pereira Soares (n. 1805, Viamão) e de Maria Constância Diniz (n. Osório), n.p. Antônio Vieira Soares (n. Viamão) e Januária Maria de Jesus (n. Santo Antõnio da Patrulha), n.m. Manuel Luiz Diniz e Justina Inácia de Jesus. Em 1904 Estácio residia no Estado do Mato Grosso. Pais de:
Tn1. Severo Teixeira de Moraes, n. 6.11.1863, Dilermando de Aguiar. A 8.4.1892, Pau Fincado, São Gabriel, c/c Maria Luiza Martins, n. 1864, São Gabriel, f.ª de Joaquim Martins Rodrigues e Porfíria Teixeira da Silva.
Tn2. Leonídia Teixeira de Moraes, n. 1863, Santa Maria, onde a 5.11.1886 c/c seu primo João Inácio Xavier Filho, ali n. 1857, f.º de João Inácio Xavier e Rita Teixeira de Moraes, abaixo citados. Pais de: Adylles, Leonída, Natércia e Cacilda de Moraes Xavier.
Tn3. Alfredo Teixeira de Moraes, n. 1868, Santa Maria e fal. 11.5.1925, Dilermando de Aguiar, onde comerciante. Ali a 19.11.1904 c/c sua prima Eufrásia Leal da Rocha, n. 11.7.1886, Santa Maria e fal. 30.7.1976, Dilermando de Aguiar, f.ª de Fermiano Anastácio da Rocha (n. Santa Maria) e de Eufrásia de Souza Leal (n. Santa Maria), n.p. José Anastácio da Rocha e Januária Pereira Soares, acima citados), n.m. Francisco de Souza Leal e Maria Antônia Martins, abaixo citados. Pais de: Gilberto Teixeira de Moraes (c/c Isolina Soares de Medeiros), Maria Alfrezina de Moraes (c/c Francisco de Souza Saidelles), Edilberto Teixeira de Moraes (c/c Xizela Teresinha Alassia) e Maria de Lourdes de Moraes (c/c Edydio Bertagnoli).
Bn3. Manuel Teixeira de Moraes, n. 15.5.1837, bat. 7.5, Santa Maria e fal. antes de 1918, São Pedro do Sul. A 17.1.1872, Santa Maria, c/c sua prima Marcelina Antônia Teixeira, n. 1849, Santa Maria e fal. 30.8.1934, Dilermando de Aguiar, f.ª de Aurélio Teixeira César e Fermina Antônia de Moura, acima citados. Pais de:
Tn1. Maria Rosalina Teixeira de Moraes, n. 15.6.1879, Dilermando de Aguiar, bat. 13.2.1880, São Gabriel. A 25.12.1897, Pau Fincado, São Gabriel, c/c Santos Martins Pinto Neto, n. 16.5.1868, São Gabriel e fal. antes de 1933, f.ª de José Martins Pinto e Maria dos Santos Martins. Pais de: Manuel José Martins (c/c Lindinha Martins), Edelmira Martins Pinto (c/c Hugo Sant´Ana Fernandes), Canuto, Jacy e Jady Martins Pinto.
Bn4. Rita Teixeira de Moraes, n. 24.9.1838, bat. 15.4.1839, Santa Maria e fal. 23.12.1921, São Pedro do Sul. A 1º.5.1862, Santa Maria, c/c João Inácio Xavier, n. Cachoeira do Sul e fal. entre 1911/1937, São Pedro do Sul, foi capitão da Guarda Nacional, f.º de José Inácio Xavier e Ana Francisca, ambos de Cachoeira do Sul. Pais de:
Tn1. João Inácio Xavier Filho, n. 1857, Santa Maria, onde a 5.11.1886 c/c sua prima Leonídia Teixeira de Moraes, acima citados.
Tn2. Ambrosina de Moraes Xavier, n. 1867, São Pedro do Sul, onde a 19.12.1888 c/c Antônio Cândido Álvares, n. 1856, Alegrete e fal. antes de 1937, f.º de Francisco Álvares e Maria Cândida.
Tn3. Joana de Moraes Xavier, n. 1879, São Pedro do Sul e fal. antes de 1930. Ali a 21.5.1887 c/c Justo José da Rocha, ali n., f.º do tenente-coronel José da Rocha Vieira ou Xavier e de Angélica América/Caetana da Rocha. Pais de: Octacílio Xavier da Rocha (c/c Elvira Oliveira).
Tn4. Alfredo Inácio Xavier, n. São Pedro do Sul e fal. antes de 1937. C/c Enedina Alves Pereira, gerando a: Corina Inácio Xavier (c/c Antônio Augusto Ernesto Niederauer), Cacilda Xavier (c/c Honório Fernandes de Oliveira), Elvira, Mazzarina, Garibaldi e Alfredo Xavier, nascidos em São Pedro do Sul.
Tn5. Júlio Inácio Xavier, n. São Pedro do Sul e fal. entre 1929/1937. C/c Bertolônia Soares, com quem teve: Adalbertina/Albertina, Brasília, Corina, Dorival, Eurora, João, Idalina, Hilda, Lucy e Mário Soares Xavier.
N6. Antônio Martins de Moraes, n. 15.6.1810, bat. 27.7, Rio Pardo e fal. depois de 1856, São Pedro do Sul ou Dilermando de Aguiar. Antônio declarou (a) em 2.9.1855, ser possuidor de terras na Serra Geral, no Rincão de São Pedro, onde cultiva há mais de quinze anos, como primeiro ocupante e posseiro, onde cultiva e tinha moradia permanente, com 100 braças de frente e 1000 braças de fundos ao norte, aos mais rumos com matos devolutos, e (b) em 1º.6.1856, ser possuidor, na Serra Geral, no rincão de São Pedro, de umas terras em que cultiva e tinha moradia habitual com mais de 100 braças de frente e 400 braças de fundos, que obteve sua mulher Gertrudes, já falecida, de seu pai Joaquim Antônio Tavares, primeiro ocupante e posseiro, e que se divide pelo norte e leste com o arroio Inhamandá, e pelo sul e oeste com outros herdeiros do mesmo Tavares [Lv. Registros paroquiais (Livro de Registros das terras possuídas - 1854, Santa Maria - Arquivo Público do Estado do RS, sob o nº 48), às fls. 26v e 55v]. Antônio foi casado 2 vezes, a 1ª por volta de 1833, Santa Maria, com Maria Dias Cortes (ou Alves Cortes), ali n. 25.2.1815 e fal. antes de 1840, f.ª de João Alves Gomes (ou João Gonçalves Gomes) (bat. 7.7.1777, Rio Pardo e fal. 1848, Porteirinha em Dilermando de Aguiar) e de Maria dos Prazeres Cortes (n. 1793, Lages/SC e fal. 9.7.1853, Porteirinha), n.p. Marcos Gomes da Silva (n. 1741, Viamão – neto de Domingos Leite Peixoto, dos fundadores de Laguna/SC) e de Maria Alves Braga (n. 1755, Viamão), n.m. Antonio Martins da Silva/Pereira Martins (n. 1760, Itu/SP) e de Joana Dias Cortes (n. 1766, Curitiba/PR e fal. 30.10.1816, Santa Maria – descendente de Guilherme Dias Cortes, um dos fundadores de Curitiba/PR). Antônio c/c (2x) com Gertrudes Maria da Conceição ou Gertrudes Tavares Machado, n. Santa Maria ou Rio Pardo e fal. antes de 1856, São Pedro do Sul, f.ª de Joaquim Antônio Tavares (n. Porto Alegre) e de Maria Machado (n. Cachoeira do Sul). Foram encontrados 3 filhos do 1º leito e 7 do segundo, que seguem:
Bn1. Geraldo Martins Alves (f.º do 1º casamento), n. 14.4.1833, bat. 14.1.1834, Santa Maria e fal. 15.4.1904, Dilermando de Aguiar, sepultado no cemitério da Porteirinha, solteiro, sem filhos.
Bn2. Plácido Martins Alves, bat. 28.11.1834, com mês e meio, Santa Maria e fal. 16.3.1923, Dilermando de Aguiar, sepultado no cemitério particular Durasnal, na Porteirinha. Foi criador na Porteirinha, com marca registrada na Câmara de Vereadores, juiz de paz em 1873/1876. A 19.2.1860, Santa Maria, c/c Belarmina Francisca da Silveira, n. 2.2.1845, bat. 5.5, Santa Maria e fal. 19.7.1930, no Capão da Chácara, em Dilermando de Aguiar, f.ª de Salvador de Souza Leal (bat. 1º.11.1818, Lapa/PR e fal. 13.10.1911, Dilermando de Aguiar) e de Eugênia Francisca da Silveira (bat. 9.2.1806, Rio Pardo e fal. 21.1.1885, Santa Maria), n.p. Luciano de Souza Leal (n. 1789, Curitiba e fal. 4.11.1864, Santa Maria) e Escolástica Maria de Oliveira/Lima (n. 1796, Castro/PR e fal. 19.9.1869, Santa Maria), n.m. Vicente Peres da Silva (bat. 26.5.1785, Rio Pardo e fal. 23.8.1847, Santa Maria) e Inês Francisca da Silveira (bat. 12.8.1787, Rio Pardo e fal. 16.7.1861, Santa Maria). Pais de 15 filhos:
Tn1. Salvador Martins Alves, n. 29.10.1861, Santa Maria e fal. 2.7.1935, Porteirinha, Dilermando de Aguiar. Casou com Cipriana Garcia de Brum, n. 20.1.1867, São Borja e fal. 4.1.1945, Dilermando de Aguiar, f. de Domiciano Antônio de Brum e Maria Cândida da Rosa. Pais de:
Qn1. Plácido Martins Neto, n. 18.1.1888, Dilermando de Aguiar, onde fal. 17.3.1974, criador. Ali a 30.6.1910 c/c sua prima Percila Leal da Rocha, ali n. 12.2.1891 e fal. 14.7.1967, f.ª de David Pereira da Rocha e Marcíria de Souza Leal, n.m. Francisco de Souza Leal e Maria Antônia Martins, abaixo citados. Pais de 9 filhos: Adão, Mário, Almiro, Pércio, Dargiza, Marieta, Afonso, Placidina e Odacyr Rocha Martins, todos nascidos em Dilermando de Aguiar.
Qn2. Benício Martins Alves Sobrinho, n. 22.5.1894, Dilermando de Aguiar, onde fal. Residia na Porteirinha, onde proprietário. Ali a 30.1.1914 c/c (1x) com sua tia Pedrolina Martins da Silveira, ali n. 29.6.1881 e fal. 20.7.1939, irmã de seu pai. Ali a 30.9.1948 c/c (2x) Maria Ana Silveira Dutra, ali n. 25.8.1901, f.ª de Saturnino Silveira Dutra e Marfisa Angélica de Medeiros. Houve do 1º leito: Belga Martins Alves (c/c Brasil Rocha Silveira); Olga Martins Alves (c/c seu primo Arlindo Leal da Rocha); Salvador Martins Neto (c/c Ivone de Oliveira Rocha) e Lisbino Martins Alves Sobrinho (c/c Thereza de Jesus Souza).
Qn3. Joaquim Martins Alves Sobrinho, n. 11.4.1896, Dilermando de Aguiar e fal. 6.12.1971, Santa Maria. Foi comerciante em Dilermando, onde a 14.3.1921 c/c sua prima Maria Davina Leal da Rocha, ali n. 10.12.1902, f.ª de David Pereira da Rocha e Marcíria de Souza Leal, acima citados. Pais de: Cypriano, Alzira, Antônio, Pedrolina, Cely, Francisco, Porfíria, Estella, Adão, Maria de Lourdes, Alcyr, João Demenciano, Heluiz e José Orlando Rocha Martins.
Qn4. Olavo Martins Alves, n. 2.3.1902, Dilermando de Aguiar.
Qn5. Belarmina Martins Alves, n. 6.1.1904, Dilermando de Aguiar, onde a 29.10.1923 c/c Pedro Roca, alfaiate, n. 9.9.1898, f.º de Vicente Roca (n. 29.10.1863, Itália e fal. 4.9.1921, São Pedro do Sul) e de Theodora de Azevedo (n. 20.12.1864, Porto Alegre e fal. 8.10.1925), n.p. Tomas Roca e Philomena, italianos, n.m. Antônio Silvestre Ribeiro e Maria Amália de Azeredo Coutinho.
Qn6. Zélia Martins Alves, n. 15.7.1907, Dilermando de Aguiar, onde a 29.7.1935 c/c Henrique Borges da Silveira, agricultor,  n. 13.2.1894, São Pedro do Sul, f.º de Henrique Borges e Guilhermina Silveira. Pais de: Adayr, Cypriana e Salvador Martins Borges.
Qn7. Zilda Martins Alves, n. 31.10.1910, Porteirinha, Dilermando de Aguiar. Ali a 20.9.1930 c/c Dorivaldo Brasil Caetano, n. 17.12.1908, Dilermando de Aguiar, f.º de Secundino Caetano e Aura da Silva Brasil (irmã de José da Silva Brasil, abaixo mencionado). Pais de: José Marciano, Ney Carlos, Gledys e Antônio Martins Caetano.
Qn8. Sibério ou Sibirino (Severino)? Alves Martins, n. Dilermando de Aguiar, o qual julgamos ter c/c Cipriana Alves Martins, nascendo: Eloir, Valderez e Nadir Teresinha Alves Martins.
Tn2. Manuel Martins Alves, n. 23.08.1863, Santa Maria.
Tn3. Boaventura (Ventura) Martins Alves, n. 14.03.1865, Santa Maria. Já viúvo, a 29.04.1925, Dilermando de Aguiar, c/c Rosa Chaves de Andrade, n. 1895, Santa Maria, f. de José Chaves e Malvina Pereira de Andrade.
Tn4.  Joaquim Martins Alves, n. 1865, São Gabriel. A 31.10.1910, Santa Maria, c/c Balbina Martins de Souza, n.1889, Santa Maria, f. de José Martins Pinto e Cecília Martins de Souza. Joaquim em 1910 era comerciante, residente em Azevedo Sodré.
Tn5.  Eugênio Martins Alves, n. 8.1.1868, Dilermando de Aguiar, onde fal. 11.9.1940. Agricultor. Ali a 1º.11.1893 c/c Alexandrina Maria Freire, n. 22.1.1878, Santa Maria, f. de Duarte José Freire e Severina Maria de Jesus. Pais de: Severino Martins Alves, Glicério Alves Martins, Doralina Martins Palma, Eugênia e Hilda Martins Alves.
Tn6. Benício Martins Alves, n. 2.8.1870, Dilermando de Aguiar, onde a 25.12.1899 c/c Ana Cândida Soares, n. 1883, Santa Maria, f. de Cândido Martins Soares e Escolástica Jacinta. Pais de: Ernesto, Eliphio e Zoraide Martins Alves.
Tn7. Agostinho Martins Alves, n. 28.8.1871, Dilermando de Aguiar, onde foi assassinado a 20.8.1928. Ali a 6.2.1899 c/c sua prima Manuela dos Santos Ávila, n. 1876, São Gabriel, f. de Afonso dos Santos Ávila e Isabel Alves da Palma.
Tn8.  Gaudêncio Martins Alves, n. 22.1.1873, Dilermando de Aguiar, onde fal. 13.12.1898, solteiro, sem descendentes.
João Laureano da Silva e
Placidina Martins da Silveira
(São Gabriel, 1899)
[restaurada por Milena de Campos:
http://milenacampos.blogspot.com/]
Tn9.  Lisbino Martins Alves, n.15.8.1874, Dilermando de Aguiar, onde a 28.3.1898 c/c Eudóxia de Ávila da Palma, n. 11.3.1880, Santa Maria e fal. 28.5.1957, Dilermando de Aguiar, f. de Antônio José Alves da Palma e Mafalda Alves de Ávila. Pais de: Alcides, Horácio, Silviano, Brasil, Ebrantina, Acyles, Otília, Alda, Lauro, Zebina, Lili, Pedrolina e Acylino Martins Alves.
Tn10. Placidina Martins Alves, n. 10.10.1877, Dilermando de Aguiar, então 2º distrito de Santa Maria e fal. 28.7.1921, São Gabriel. A 5.7.1896 em Dilermando de Aguiar casou com João Laureano da Silva, criador, n.10.5.1871, Cacequi e fal. 23.3.1936, Pau Fincado, filho de João Lauriano da Silva e Francisca Alves de Oliveira. Pais de:
Qn1. Belarmina Laureano da Silva, n. 6.5.1897, São Gabriel, onde fal. 4.10.1946. Ali c/c Ildefonso Rodrigues Barcelos, ali n. 12.12.1888, onde fal. Pais de: Sérgia, Ilka, Maria, Isabel, Placidina (Cidica), Adão, Elba e Mário Laureano Barcelos, nascidos em S. Gabriel.
Qn2. Celina Laureano da Silva, n. 5.9.1898, Dilermando de Aguiar e fal. 18.10.1984, Porto Alegre. A 4.9.1915, São Gabriel, c/c o Dr. Mário da Silva Brasil, n. 2.3.1889, Passo do Raimundo (hoje Rincão dos Brasil), na Boca do Monte, Santa Maria, e fal. 2.11.1962, Porto Alegre, f.º de José da Silva Brasil e Maria José Alves de Oliveira. Mário e Celina foram pais, dentre outros, de Maria Laureano Brasil c/c Nerly Antônio de Leão, avós maternos de Diego de Leão Pufal.
Celina Laureano da Silva e
Mário da Silva Brasil
Porto Alegre (1940)
Qn3. Isabel Laureano da Silva (tia Bela), n. 4.11.1899, São Gabriel e fal. Dilermando de Aguiar. C/c João Teixeira de Andrade (Dico), n.11.4.1895, f. Hermínio Teixeira Pinheiro e Maria Teixeira de Andrade. Pais de: Carlos, Gelsa, Cely, Emir e João Batista Laureano Teixeira.
Qn4. Cassiano Laureano da Silva, n. 13.8.1901, S. Gabriel, onde fal. 2.12.1953. Ali c/c Firmina Rodrigues Xavier, f. de Quirino Rodrigues Xavier e Maurícia Pereira da Costa. Pais de: Suely, Celso, Corálio, Zoé e Daltro Laureano Xavier.
Qn5. Galdino Laureano da Silva, n. 30.1.1903, São Gabriel, onde fal. 16.5.1975. Ali a 25.3.1927 c/c Vitalina Rodrigues Xavier, n. 9.9.1905, S. Gabriel, onde fal. 8.10.1980, f. de Quirino Rodrigues Xavier e Maurícia Pereira da Costa. Pais de: João Cavalcanti, Wilson, Gelcy, Galvi Deodoro e Nelci Xavier Laureano.
Qn6. Maria Rosa Laureano da Silva, n.15.5.1905, S. Gabriel, onde fal. 31.3.1991. C/c Aristor Pires de Barros, n. 7.10.1903 ou 1905, S. Gabriel, onde fal. 24.10.1978. Pais de: Dorothy, Laubar, Abdon, Lui, Alfredo, Alceu, Teresa e Eneida Maria Laureano de Barros.
Qn7. Ineína Laureano da Silva (Néia), n. 4.2.1912, S. Gabriel, onde fal. 28.1.1984. Ali a 31.10.1931 c/c Theodoro Rodrigues Pedroso (“Tiodoro”), n.15.10.1905, S. Gabriel e fal.27.7.2000, f. de Inocêncio Rodrigues Pedroso e Filomena. Pais de: Inocêncio e Doiri Rodrigues Pedroso.
Qn8.  Plácido Laureano da Silva (Tutu), n. 30.9.1913, S. Gabriel, onde fal. 19.11.1991. Ali c/c Maria Nelcinda Barcelos, n.18.6.1914, S. Gabriel, onde fal.19.9.1993, f. de João Barcelos e Cacilda. Pais de: Dagoberto, Ludy, Neusa, Clóvis, João e Luizmar Barcelos Laureano.
Qn9. Ari Laureano da Silva, n.26.1.1917, S. Gabriel, onde fal. 23.7.1992. Ali a 22.7.1942 c/c Sérgia Tavares Alves Machado, n. 1º.2.1921, S. Gabriel, onde fal. 18.7.2003, f. de Leonido Machado Alves e Almida Tavares. Pais de: Maria Eni Machado Laureano.
Qn10. Francisco Laureano da Silva (Fanico), n. cerca 1918, S. Gabriel, onde fal. depois de 1936, solteiro, sem descendentes.
Qn11. Otília Laureano da Silva, n. 26.4.1920, S. Gabriel, onde fal. __.2.1951. Ali a 10.6.1940 c/c Deoclides José Carneiro, n.6.6.1918, S. Pedro do Sul, f. de Adelino José Carneiro e Maurília Peres. Pais de: Cloé e João Cevi Laureano Carneiro.
Tn11. Maria Manuela Martins, n. 12.11.1878, Dilermando de Aguiar, onde fal. 8.1.1924. Ali a 21.2.1899 c/c seu primo Protásio Alves da Palma, n. 22.0.1878, Porteirinha, f. de Antônio José Alves da Palma e Mafaldas Alves de Ávila. Pais de: Prateslau, Célia, Jurema, Nareunar, Judith, Elzar, Torybio e Noêmia Martins Palma.
Tn12. Pedrolina Martins da Silveira, n. 29.6.1881, Dilermando de Aguiar, onde fal. 20.7.1939. Ali a 30.1.1914 c/c o seu sobrinho Benício Martins Alves Sobrinho, acima mencionados.
Tn13. Clemência Martins da Silveira, n. 18.4.1882, Dilermando de Aguiar. Sem mais notícias.
Tn14. Angelina Francisca da Silveira, n. 4.4.1883, Dilermando de Aguiar, onde fal. __.7.1965. Ali a 6.10.1905 c/c João Pereira de Souza, ali n.1874, onde fal.1926, f. de Policarpo Pereira de Souza e Carolina Jacinta. Pais de: José e Alencarino Pereira de Souza, Araci, Zaida e Merci Martins Pereira.
Tn15. João Martins Alves, n. 13.11.1885, Dilermando de Aguiar. Sem mais notícias.
Bn3. Perpétua Martins Alves, n. cerca 1836, Santa Maria, onde a 12.10.1855 c/c seu primo Cândido Martins Alves ou Cândido Martins de Morais, acima citados.
Bn4. Maria Antônia Martins (f.ª do 2º casamento), n. __.11.1840, Santa Maria, onde fal. antes de 1913. Ali a 6.9.1862 c/c Francisco de Souza Leal, ali n. 14.2.1841 e fal. 7.11.1916, Boca do Monte, f.º de Salvador de Souza Leal e Eugênia Francisca da Silveira, acima mencionados. Pais de:
Tn1. Rufino de Souza Leal, n. 30.7.1863, Santa Maria e fal. 29.3.1925, Carazinho/RS. Criador de profissão. A 11.5.1889, Santa Maria, c/c (1x) Amália Alves de Oliveira, ali n. 16.6.1871 e fal. 18.11.1913, São Bento, Carazinho, f.ª de Graciano Alves de Oliveira e Amélia Lauriano da Silva. A 6.7.1916, Carazinho, c/c (2x) Maria Sommer, n. 30.6.1881, Montenegro/RS, f.ª de Jacob Sommer e Auguste, ambos da Alemanha. Houve 9 filhos do 1º leito e 3, do 2º: Amaram, Amarante, Amador, Alfredo, Graciano, Francisco, Donatella, Anita e Claudino de Souza Leal; Salvador, Próspero e Maria Augusta de Souza Leal.
Tn2. Eufrásia de Souza Leal, n. 30.3.1865, Santa Maria e fal. 12.7.1945, Sarandi, Dilermando de Aguiar. A 24.4.1884, Santa Maria, c/c Fermiano Anastácio da Rocha, ali n. e fal. antes de 1929, f.º de José Anastácio da Rocha e Januária Pereira Soares, acima mencionados. Pais de: Leonida Leal da Rocha (c/c André Rodrigues da Rocha), Leandro, Leonida, Delicardêncio Leal da Rocha (c/c Elvira Martins Vaz) e Eufrásia Leal da Rocha (c/c seu primo Alfredo Teixeira de Moraes, acima mencionados, e, após, c/c Adalberto Saidelles).
Tn3. Galdino de Souza Leal, n. 10.12.1866, Santa Maria e fal. 18.8.1903, Dilermando de Aguiar, solteiro.
Tn4. João de Souza Leal, n. 16.12.1868, Santa Maria e fal. 15.4.1931, Boca do Monte, agricultor. C/c (1x) Eugênia dos Santos (às vezes Ângela dos Santos), já fal. em 1913, f.ª de João da Silva Santos e Henriqueta Vargas. C/c (2x) Deolinda Mendonça da Silva, n. 1885, fal. 22.11.1955, Boca do Monte, f.ª de Inocêncio Mendonça da Silva e Ana Maria da Silva. Houve do 1º leito: Eufrásia, Helvina, Alfredo, Francisca, Áurea e Isaura de Souza Leal.
Tn5. Marcíria de Souza Leal, n. 5.7.1871, Santa Maria e fal. 14.12.1952, Invernadinha, Dilermando de Aguiar. A 18.2.1889, Santa Maria, c/c David Pereira da Rocha, ali n. 18.7.1859 e fal. 6.11.1927, Dilermando de Aguiar, f.º de Joaquim Machado da Rocha e Maria do Carmo Soares, mencionados acima. Pais de: Percila Leal da Rocha (c/c seu primo Plácido Martins Neto), Áurea (c/c seu primo Joaquim Alves da Rocha); João David da Rocha (c/c sua prima Maria Manuela da Rocha), Justino Leal da Rocha (c/c sua prima Maria José da Rocha), Maria (c/c Florivaldo da Rocha Silveira), Percilia, Rufino Leal da Rocha (c/c Maria Joaquina da Rocha Silveira), Maria Davina (c/c seu primo Joaquim Martins Alves Sobrinho), Joaquim Leal da Rocha (c/c Laurentina Pereira); Pedro Leal da Rocha (c/c Cenyra Xavier), Pedrolina (c/c Amadeu Vaz Saydelles) e Arlindo Leal da Rocha (c/c sua prima Olga Martins Alves).
Tn6. Alfredo de Souza Leal, n. 10.8.1873, Santa Maria e fal. 1957. Agricultor. A 6.12.1902, Dilermando de Aguiar, c/c Felisbina Maria da Silva, n. 4.3.1880 e fal. 25.2.1930, Dilermando de Aguiar, f.ª de Inocêncio Mendonça da Silva e Ana Maria da Silva. Pais de: Luiza, Francisco, Maurília, Próspero, Filomena e Joanita de Souza Leal.
Bn5. Silvério Martins de Moraes, n. 11.9.1842, Santa Maria.
Bn6. Isabel Martins de Moraes, n. 9.11.1844, Santa Maria, onde a 25.6.1865 c/c (1x) seu primo em 2º grau, Leopoldino Alves Machado, ali n. 11.10.1842 e fal. cerca 1877, São Pedro do Sul, f.º de Tomás Alves Machado e Alexandrina Francisca da Silva. A 8.11.1877 c/c (2x) com Jean Sanguiton (João Sanguetão), n. 1840, França, comerciante, f.º de Jean Sanguiton e Katharine de Baith. Foram encontrados 3 filhos dos 2 casamentos:
Tn1. Manuel João Machado, n. Santa Maria.
Tn2. Catarina Sanguetan ou Sanguetão (provável f.ª do casal supra), n. 1882, Santa Maria, onde c/c Hypólito Martins de Ávila ou Martins Alves, acima citado.
Tn3. Antônio Luiz Sanguetan, n. 29.6.1898, São Pedro do Sul. C/c (1x) Brandina dos Santos, n. 21.5.1891, f.ª de Manuel Crescêncio dos Santos e Merência. C/c (2x) sua prima Carolina Dias Martins, n. 1928, São Pedro do Sul, f.ª de José Pedro Martins e Rita Dias, citados.
Bn7. Manuel Martins Machado, n. 23.11.1846, Santa Maria, comerciante. A 11.8.1867, Santa Maria, c/c Maria Francisca da Silveira, ali n. 15.1.1847 e fal. 14.2.1909, Dilermando de Aguiar, f.ª de Salvador de Souza Leal e Eugênia Francisca da Silveira, citados acima. Pais de 8 filhos:
Tn1. Marfisa Martins da Silveira, n. 18.6.1868, Santa Maria e fal. 18.1.1925, Dilermando de Aguiar. A 28.4.1885, Santa Maria, c/c Joaquim Maisonett, n. 28.12.1860, Santo Antônio da Patrulha/RS, f.º de Jean Maisonette (n. 1823, França, e fal. Caçapava do Sul) e de Francisca Antônia de Jesus (n. S. A. da Patrulha), n.p. de Jean Maisonette e Catharina Maria Jordan, n.m. Silvério Antônio de Jesus e Joaquina Inácia de Jesus. Pais de: Horácio Martins Maisonette (c/c Idalina Marques Pereira e, após, com Doralina Marques da Silva), Elvira Martins Maisonette (c/c Liberato Francisco Ilha), Alice (c/c Alfredo Corrêa de Camargo), Julieta (c/c Manuel Marques de Mello), Andrelina, Eradeto, Adão, Horacilina, Danton e Walter Maisonnett/Maisonette.
Tn2. Marcírio Martins Machado, n. 1870, Dilermando de Aguiar e fal. 8.2.1938, São Pedro do Sul, agricultor. A 17.5.1893, Dilermando de Aguiar, c/c Izolina Soares de Almeida, n. 1872, São Vicente do Sul, f.ª de Laurindo José de Mello (n. Alegrete) e Deolinda Soares de Almeida (n. São Francisco de Assis/RS). Pais de: Amâncio Martins Machado (c/c Maria Cândida Fernandes de Oliveira), Antenor Martins Machado (c/c Constância Ferreira Dutra), Argidor, Ezaura, Isaura, Gentil Ondina, Geny, Joaquim, Amália, Eva Amália, Noé, Maria Angelina, Leontina, Acácio e Álvaro Martins de Melo.
Tn3. Maximilia Martins da Silveira, n. 1874, Dilermando de Aguiar, onde a 10.10.1891 c/c Amâncio Alves da Palma, criador e cartorário, n. 1868 e fal. 5.6.1919, Santa Maria, f.º de Duarte José Freire e Severina Maria de Jesus. Pais de: Severina, Salvador e Jorge Alves da Palma.
Tn4. Maria Manuela Martins Machado, n. 1º.4.1877, Dilermando de Aguiar, onde c/c seu cunhado Amâncio Alves da Palma, acima citado, com quem teve: Saturnino, Horacelino, Vivaldino, Dorilde, Brunhildes e Eva Alves da Palma.
Tn5. Salvador Martins Machado, n. 11.12.1884, Santa Maria e fal. 18.6.1939, Boca do Monte, agricultor. A 29.4.1911, Dilermando de Aguiar, c/c Januária Flores da Costa, n. 21.12.1894, Santa Maria, f.ª de Antônio José Flores e Carlinda Soares da Costa. Pais de: Antônio, Manuel Albino, Carlinda, Marfísia, Leonida, Alcides, Conceição, Aracy e Maria Martins Machado.
Tn6. Conceição Martins da Silveira, n. 1885, Santa Maria. A 1º.7.1908, Dilermando de Aguiar, c/c Amandio Rodrigues, n. 1877, RS, criador, f.º de João Rodrigues e Isabel de Moura. Pais de: Homero Rodrigues.
Tn7. Gabriel Machado, n. Santa Maria. Teve filhos com Dionísia dos Santos, f.ª de Pedro Alves dos Santos e Maria dos Santos.
Tn8. [não conseguimos identificar]
Bn8. Joana Martins Machado, n. 1º.6.1849, Dilermando de Aguiar [em seu batismo o nome da mãe consta como Eufrásia Maria Machado], bat. 5.6, Santa Maria, onde a 24.7.1872 c/c Venâncio José dos Reis, ali n., f.º de Marcos José dos Reis (n. Taquari) e Maria Alves de Andrade (n. 1833, Santa Maria), n.p. Maurício José dos Reis e Umbelina Maria de Jesus, n.m. Venâncio José de Andrade e Inocência Alves de Oliveira. Pais de:
Tn1. Idalina Martins dos Reis, n. 1874, Dilermando de Aguiar, onde a 24.11.1894 c/c seu primo Libânio Martins Alves, acima citados.
Tn2. Gaudêncio Martins dos Reis, n. Santa Maria. C/c sua prima Manuela Martins, n. Dilermando de Aguiar, f.ª de Antônio Martins de Moraes e Idalina Francisca Chaves, abaixo citados. Pais de: Maria José dos Reis (c/c Joaquim Fernandes de Oliveira).
Bn9. Antônio Martins de Moraes ou Antônio Martins Machado, n. 26.3.1851, bat. 26.3.1852, Santa Maria e fal. 27.4.1905, São Pedro do Sul. Carpinteiro de profissão. A 14.7.1875, Santa Maria, c/c sua prima Idalina Francisca Chaves, ali n. 1853 e fal. 19.4.1935, Banhados em Dilermando de Aguiar, f.ª de João Bento de Chaves (n. 1832, Santa Maria, agricultor) e Ana Maria Fernandes, n.p. Bento de Chaves e Joana Dias Cortes (esta, filha de Salvador Nunes de Farias e Eufrásia Maria da Conceição e neta materna de Antônio Martins da Silva e Joana Dias Cortes, acima referidos). Pais de:
Tn1. Maria Luiza Martins, n. 1874, Dilermando de Aguiar e fal. 10.12.1943, Porteirinha, Dilermando de Aguiar. C/c Honorato Machado de Bittencourt, agricultor, n. 1863, RS e fal. 20.12.1935, Faxinal em Dilermando de Aguiar, f.º de Antônio Maria Galvão Machado de Bittencorut (fal. Pau Fincado) e Virgínia Rodrigues, n.p. do capitão José Machado Fagundes de Bittencourt e Brígida Francisca Galvão. Pais de: Pedro, Manuel José, Brandina (c/c José Sausen), José Anastácio, Ordalina, Maria Brandina, Luís Demétrio, Maria da Glória, Arlindo e Jovelino Machado Bittencourt.
Tn2. Ordalina Martins Machado, n. 1878, Dilermando de Aguiar, onde a 10.11.1894 c/c seu primo Antônio Martins Alves, acima mencionados.
Tn3. Joana Martins, n. 3.2.1878, Dilermando de Aguiar, onde fal. 11.10.1951. C/c Pedro Langendorfer/Langendolff, n. 17.8.1881, São Gabriel e fal. 20.10.1950 no Rincão do Potreiro em Dilermando de Aguiar, agricultor, f.º de João Langendorfer/Langendolff (res. Pau Fincado) e Felisbina Gomes de Oliveira, n.m. João Langendorfer/Langendolff e Elisa Albrecht, n.m. Leandro Gomes de Oliveira e Teresa Francisca Cabral ou do Nascimento. Pais de: Olmiro, Santa (c/c Oympio Pedrollo), Atenisa (c/c José Martins da Costa) e Horalina Langendolff (c/c Nestor de Oliveira Machado).
Tn4. Bernardina ou Brandina Martins Machado, n. 14.10.1881, Boca do Monte. A 29.4.1899, Dilermando de Aguiar, c/c seu primo João Martins Cerdoti, acima referidos.
Tn5. João Martins de Moraes, n. 5.11.1890, Banhados, Dilermando de Aguiar, agricultor. Ali a 15.7.1937 c/c Felícia Rodrigues, ali n. 4.2.1892, f.ª de Simplício Rodrigues e Eva Rodrigues. Pais de: Estelina, João Antônio, Judithe, Brandão, Adelícia, Isolina, Modesto e Marcial Rodrigues Martins.
Tn6. Leonida Martins, n. 12.7.1895, Dilermando de Aguiar, onde a 23.12.1916 c/c seu primo Euclydes Manuel da Costa, ali n. 1894 e fal. 22.9.1932, f.º de Roberto da Costa Pavão (n. 1859, Santa Maria e fal. 19.6.1936, Dilermando de Aguiar) e de Júlia Francisca Chaves (n. 15.6.1869 e fal. 14.2.1953, Dilermando de Aguiar), n.p. João Caetano Retamal e Margarida Maria de Moura, n.m. de João Bento de Chaves (este, filho de Bento de Chaves e Joana Dias Cortes, acima referidos) e Ana Maria Fernandes. Pais de: Nery, Aracy, Maria, Alfrídia, Maurília, Luiza e José Martins da Costa.
Tn7. Delfina Alves Martins, n. 1º.2.1900, Santa Maria. A 4.9.1915, Boca do Monte c/c (1x) Josino Ramos da Silva, n. 1891, empregado público, f.º de João Ramos da Silva e Lidorina Maria Teixeira. A 13.3.1926, Santa Maria, Delfina c/c (2x) Bento Nunes de Oliveira, n. 20.9.1890, São Francisco de Assis, f. º de Evaristo Nunes de Oliveira e Delfina Nunes de Vargas.
Tn8. Manuela Martins, n. Dilermando de Aguiar, onde c/c seu primo Gaudêncio Martins dos Reis, acima mencionados.
Tn9. Francisca Martins dos Santos, n. Dilermando de Aguiar, onde teve filhos.
N7. Severina Martins de Moraes, n. 8.7.1812, bat. 20.8, Encruzilhada do Sul/RS.
N8. Cândido Martins de Moraes, n. 15.9.1814, bat. 6.12, Santa Maria e fal. 28.5.1890, São Pedro do Sul. C/c sua prima Domingas Maria da Conceição, n. Santa Maria e fal. 1895, São Pedro do Sul, onde proprietários de terras no lugar denominado Inhamandá, f.ª natural de Miguel Martins Laia e Maria Eusébia da Conceição, mencionados acima.  Pais de:
Bn1. João Cândido Martins, n. 21.10.1842, Santa Maria, onde a 18.2.1876 c/c Maria Alves da Silva, ali n., f.ª de Tomás Alves Machado e Alexandrina Francisca da Silva. Pais de: Manuela Alves Machado (c/c Honorato Nunes Machado), Fabriciano Martins Alves (c/c Maria Guedes Ilha) e Ambrosina Martins Alves.
Bn2. Maria Cândida Martins, n. 19.8.1844, bat. 16.4.1850, Santa Maria e fal. antes de sua mãe.
Bn3. Perpétua Martins de Moraes, n. 28.6.1846, Santa Maria e fal. 1º.4.1875, São Pedro do Sul. A 28.7.1873, Santa Maria, c/c Tomás Alves da Silva ou Machado, ali n. 1848, f.º de Tomás Alves Machado e Alexandrina Francisca da Silva. Após, Tomás c/c a cunhada Maria Santa Martins de Moraes. Perpétua deixou uma única filha de nome Maria Thomazia Alves Martins, n. 1870, São Pedro do Sul (c/c Pedro Martins de Ávila).
Bn4. Maria Santa Martins de Moraes, costureira, n. 1847, São Pedro do Sul, onde a 4.7.1878 c/c seu cunhado Tomás Alves da Silva ou Machado, acima referido.
Bn5. Maria Cândida Martins, n. 20.11.1849, bat. 16.4.1850, Santa Maria e fal. antes de sua mãe.
Bn6. Manuel Brum Martins ou Manuel Brum de Moraes, n. 6.6.1853, bat. 17.4.1854, Santa Maria. Era surdo-mudo. A 15.6.1892, Santa Maria, c/c Maria Peres Goulart, n. 1871, RS, f.ª de Manuel Peres Goulart e Rosa Marinha de Lima.
Bn7. Cândida Martins de Moraes, n. 6.7.1860, bat. 8.2.1861, Santa Maria. No inventário materno foi dada como “mentecapta”, solteira.
Bn8. Eusébia Martins de Moraes, n. São Pedro do Sul, onde a 10.4.1887 c/c Marcos Martins Laia, seu primo, ali n., f.º de Francisco Martins Laia e Cândida Maria de Ávila.
N9. Joaquina Martins de Moraes, bat. 6.11.1816, Santa Maria.
N10. Zeferino Martins Laia, n. 1819, Santa Maria, onde fal. com 6 meses a 2.5.1820.
N11. Manuel Martins de Moraes, bat. 11.2.1822, Santa Maria e fal. 28.4.1882, São Pedro do Sul. Em seu inventário consta ter deixado uma chácara nos campos no Inhamandá, em São Pedro do Sul, uma morada de casa em Dilermando de Aguiar e uma olaria. A 15.1.1845, Santa Maria, c/c a viúva de seu primo Estácio Martins de Moraes, Joana Teixeira César, n. Cachoeira do Sul, f.ª de Manuel Antônio Teixeira e Inácia Maria da Conceição, acima mencionados. Pais de:
Bn1. Manuel Teixeira de Moraes, n. 15.5.1837, Santa Maria e fal. antes do seu pai.
Bn2. Marcolino Teixeira de Moraes, n. 7.11.1845, bat. 29.9.1846, Santa Maria, onde a 29.5.1871 c/c Maria Ramos Ferreira, ali n., f.ª de Manuel Machado Ferreira e Ana Maria da Rocha. Pais de: Manuel e Lorena Teixeira de Moraes (c/c José Manuel de Moraes).
Bn3. Diolinda Teixeira de Moraes, n. 20.1.1847, bat. 3.5.1848, Santa Maria, onde a 29.4.1863 c/c Firmino Pereira Diniz Soares, n. 1835, Cachoeira do Sul e fal. 21.2.1898, São Pedro do Sul, f.º de David Pereira Soares e Maria Constância Diniz, acima mencionados. Pais de: Maria Carolina Soares (c/c Gabriel Gomes Rosauro), Fidêncio Pereira Soares, Diamantina Soares (c/c Rodolfo Ehlers), Deolinda Soares (c/c Engrácio Dias de Menezes) e Firmino Pereira Soares.
Bn4. João Martins Teixeira ou Teixeira de Moraes, n. 28.5.1853, Dilermando de Aguiar, bat. 9.2.1854, Santa Maria. Em 1882 solteiro.
Bn5. Ana Fausta Teixeira de Moraes, n. Santa Maria, onde a 18.10.1871 c/c seu primo Felisberto Alves da Cunha, n. São Gabriel, f.º de Vicente Álvares da Cunha e Maria de Jesus de Ávila, n.m. Felisberto José de Ávila e Rita Maria de Jesus.
F5. GREGÓRIO ANTÔNIO DE MORAES, bat. 26.12.1779, Rio Pardo.
F6. MARIA JOAQUINA DA TRINDADE, bat. 15.7.1781, Rio Pardo e fal. junho de 1830, Cachoeira do Sul/RS. A 18.6.1798, Rio Pardo, c/c Joaquim José da Rosa, ali n., f.º de José da Rosa Garcia (n. Faial, Açores e fal. 25.2.1807, Rio Pardo) e de Rita Maria de Jesus (n. Faial). Pais de:
N1.  Pedro José da Rosa, n. 23.5.1799, b. 29.6, Rio Pardo e quando do inventário materno (1830) dado como demente.
N2. Maria Joaquina de Oliveira ou Maria Benta de Oliveira, n. 17.2.1801, bat. 5.4, Rio Pardo, c/c Lúcio Ferreira de Andrade, n. Castro/PR, f. do capitão Francisco Ferreira de Andrade (n. MG) e de Escolástica Pedroso (n. Castro/PR). Pais de:
 Bn1. Joaquim Ferreira de Andrade, n. 24.11.1826, Cachoeira do Sul.
 Bn2. Maria, n. 22.10.1830, Cachoeira do Sul.
 Bn3. Luzia, n. 21.12.1832, Cachoeira do Sul.
N3. Joaquim da Rosa, n. 18.10.1802, Cachoeira do Sul.
N4. Perpétua Maria de Jesus, n. 27.7.1804, Cachoeira do Sul c/c o viúvo de Antônia Jacinta de Lima, José Joaquim Ferreira, n. Castro/PR, filho do capitão Francisco Ferreira de Andrade e Escolástica Pedroso, acima mencionados. Pais de:
Bn1. Ana, n. 05.05.1835 em Cachoeira do Sul.
N5. Maria Caetana da Rosa, n. cerca de 1806 em Cachoeira do Sul e falecida a 09.03.1879 em São Sepé/RS. Casou em meados de 1820 em Cachoeira do Sul com Fortunato Rodrigues Penteado, bat. abril de 1799 em Cachoeira do Sul e já falecido no ano de 1859, f.º de Manuel Rodrigues Penteado[i] (fal. 18.1.1835, Cachoeira/RS) e Josefa Jacinta da Silveira (vide descendência em família Rodrigues Penteado).
N6. Fermiana Maria da Conceição, b. 18.9.1808, Cachoeira do Sul.
N7. Felisberto José da Rosa, n. 27.6.1810, Cachoeira do Sul, onde se casou com Escolástica Ferreira dos Santos, ali nascida, filha de José Joaquim Ferreira e Antônia Jacinta de Lima, acima referidos. Pais de:
Bn1. João da Rosa, n. 07.6.1837, Cachoeira do Sul.
Bn2. Ubaldino da Rosa, n. 10.02.1838, Cachoeira do Sul. 
N8. Sezefredo José da Rosa, n. 1811, Cachoeira do Sul.
N9. Jesuíno José da Rosa, n. 15.2.1814, bat. 30.05.1814, Cachoeira do Sul, morador na Província Cisplatina.
N10. Clarinda, n. 10.3.1817, bat. 23.6.1817, Cachoeira do Sul.
N11. Belarmino José da Rosa, n. 10.1.1822, Cachoeira do Sul.
N12. Inocência Maria da Conceição, c/c Anastácio Gomes Porto, moradores em Montevidéu, filho do alferes Manuel Gomes Porto[ii] (n. Campelo, Porto, Portugal e fal. 16.3.1803, Viamão) e Teresa Antunes Maciel (n. Sorocaba/SP e fal. a 15.1.1823, Cachoeira/RS, n.m. de Francisco Rodrigues Machado e Ana Barbosa Maciel.
F7. JOAQUIM NUNES DE MORAIS, bat. 1º.8.1784, Rio Pardo, onde a 3.6.1808 c/c Constância Maria de Oliveira, bat. 07.09.1789 em Rio Pardo/RS, f.ª de José Jacinto de Oliveira (n. Rio Pardo ou Triunfo, casou a 21.9.1785, Rio Pardo), e Felícia Rosa de Jesus (bat. 5.7.1761, Triunfo e fal. 22.7.1851, Rio Pardo), n.p. Antônio Jacinto Pereira (n. Ilha Terceira, Açores) e Mariana de São José (n. Ilha do Faial), n.m. Simão Dias Gonçalves (n. Fontinhas, ilha Terceira) e Maria da Rosa ou do Rosário (n. Cedros, ilha do Faial). Pais de:
N1. Ismênia ou Esméria Maria de Oliveira, n. 24.8.1809, bat. 3.9, Rio Pardo/R, onde casou a 31.7.1828 com Joaquim Antônio Gonçalves, ali n. 13.6.1802, f. de João Antônio Gonçalves e Maria da Trindade.
N2. Ricardo de Morais, bat. 15.11.1811, Rio Pardo/RS.
N3. Joaquina, bat. 18.4.1813, Rio Pardo/RS.
N4. Maria, bat. 13.12.1814, Cachoeira do Sul.
N5. Ana, n. 9.12.1815, Cachoeira do Sul.
N6. Manuel, n. 29.7.1817, Cachoeira do Sul.
N7. Ana, n. 09.07.1819, Cachoeira do Sul.
N8. Benta de Moraes, n. 1º.3.1821, Cachoeira do Sul.
N9. Antônio de Moraes, n. 21.9.1824, bat. 21.11.1824, São Gabriel/RS.
N10. Domingos de Moraes, n. 30.3.1826, bat. 31.7.1826, São Gabriel/RS.

N11. Florinda, n. 5.1.1828, bat. 15.7.1828, Rio Pardo/RS.
F8. ROSA MARIA DA TRINDADE, bat. 21.9.1786, Rio Pardo/RS e fal. 30.7.1862, Cachoeira do Sul/RS. A 7.1.1801, Rio Pardo, c/c Lourenço José da Rosa, n. Rio Pardo e fal. 13.10.1857, Cachoeira do Sul/RS (irmão de Simeão José da Rosa), filho de José da Rosa Garcia (n. Faial e fal. 25.2.1807, Rio Pardo) e Rita Maria de Jesus (n. Faial). Pais de:
N1. José Lourenço da Rosa, n. 18.2.1802, Cachoeira do Sul.
N2. Ana Francisca de Lima ou Ana Maria Joaquina, n. 19.2.1806, Cachoeira do Sul c/c Francisco de Barros Liman. Sorocaba/SP, f. de Miguel de Lima Barros e Escolástica de Almeida, naturais de Sorocaba/SP, onde se casaram em 1783 (abaixo mencionados), neto paterno de José de Barros Lima e Lucrécia de Almeida Abreu e, neto materno, de Antônio Rodrigues de Sampaio e Francisca de Almeida. Pais de:
Bn1. Francisca de Lima, n. 23.06.1826, Cachoeira do Sul.
Bn2. Joaquim de Lima, n. 9.9.1828, Cachoeira do Sul.
Bn3. Ana de Lima, n. 11.11.1829, Cachoeira do Sul.
Bn4. Rosa, n. 04.06.1832, Cachoeira do Sul.
Bn5. Escolástica, n. 06.12.1833, Cachoeira do Sul.
Bn6. Maria, n. 2.8.1835, Cachoeira do Sul.
Bn7. Inácio, n. 1º.2.1837, Cachoeira do Sul.
Bn8. Fermina, n. 12.10.1838, Cachoeira do Sul.
Bn9. Felicidade, n. 07.02.1841, Cachoeira do Sul.
Bn10. José, n. 19.03.1842, Cachoeira do Sul.
Bn11. Antônio, n. 26.07.1843, Cachoeira do Sul.
Bn12. Júlia, n. 13.11.1846, Cachoeira do Sul.
N3. Cândida Maria do Nascimento, b. 27.8.1808, Cachoeira do Sul c/c Manuel de Almeida Lima, n. Sorocaba/SP, filho de Miguel de Lima Barros e Escolástica de Almeida, acima referidos. Pais de:
Bn1. Taudelino, n. 15.04.1831, Cachoeira do Sul.
Bn2. Escolástica, n. 29.1.1833, Cachoeira do Sul.
Bn3. Bernardina, n. 22.12.1834, Cachoeira do Sul.
Bn4. Cândido, n. 17.10.1836, Cachoeira do Sul.
Bn5. Florentino, n. 14.03.1840, Cachoeira do Sul.
Bn6. Gabriel, n. 2.3.1842, Cachoeira do Sul.
Bn7. Luís, n. 26.4.1843, Cachoeira do Sul.
Bn8. Delfino, n. 22.04.1846, Cachoeira do Sul (gêmeo).
Bn9. Delfina, n. 22.04.1846, Cachoeira do Sul (gêmea).
N4. Gabriel José da Rosa, bat. 1º.08.1812 em Cachoeira do Sul/RS, onde se casou com sua prima Felicidade de Oliveira Moraes, n. 29.09.1813, Cachoeira do Sul, filha de Antônio José de Moraes e Rosa Maria de Ataíde, abaixo citados. Pais de:
Bn1. Zeferina da Rosa c/c Inácio de Barros Lima.
Bn2. Clara da Rosa, n. 03.10.1834, Cachoeira do Sul.
N5. Pacífico José da Rosa, bat. 7.11.1814, Cachoeira do Sul.
N6. capitão Luciano José da Rosa, n. 19.11.1816, Cachoeira do Sul. Casou (1x) a 17.2.1755, Porto Alegre/RS, com Francisca Cândida da Silva, ali nascida, viúva de João Antônio de Souza, filha de Laureano Antônio Dias e Francisca Cândida da Silva. Após, Luciano casou (2x) com Maria José Dias, filha de José Antônio Dias da Silva e Damásia. Houve do segundo casamento, o filho:
Bn1. Alfredo José da Rosa, n. 18.06.1871 em Porto Alegre/RS.

N7. Bento José da Rosa, n. 07.05.1819 em Cachoeira do Sul, onde faleceu a 11.10.1856. Ali se casou com sua prima Ana Francisca de Moraes, n. 15.10.1823, Cachoeira do Sul/RS, filha de Antônio José de Moraes e Rosa Maria de Ataíde, abaixo citados. Pais de:
Bn1. Hilário da Rosa, n. 05.12.1844, Cachoeira do Sul.
Bn2. Felicidade da Rosa, n. 14.12.1845, Cachoeira do Sul. 
Bn3. Bento José da Rosa, n. 1846, Cachoeira do Sul.
Bn4. Olivério José da Rosa, n. 10.03.1849, Cachoeira do Sul e falecido antes de seu pai.
Bn5. Maria Cândida da Rosa, n. 1850, Cachoeira do Sul.
Bn6. João da Rosa, n. 17.4.1853, Cachoeira do Sul.
Bn7. Ana da Rosa, n. 1854, Cachoeira do Sul.
Bn8. Clarimundo da Rosa (não é citado no inventário do pai, somente no testamento da avó paterna).
N8Zeferino José da Rosa, n. 06.12.1821, Cachoeira do Sul/RS. Pai de:
            Bn1. Rosa
N9. Joaquim José da Rosa, n. 19.7.1824, Cachoeira do Sul (demente vivendo no Rio de Janeiro).
          Bn1. Germana da Rosa
N10. Francisco José da Rosa, n. 5.1.1827, Cachoeira do Sul.
N11. alferes Germano José da Rosa, b. 22.4.1829, Cachoeira do Sul.
N12. Salvador José da Rosa, n. 25.06.1832, Cachoeira do Sul.

N13. Simeão José da Rosa, n. 09.04.1834, Cachoeira do Sul.
F9. SALVADOR ANTÔNIO DE MORAIS, bat. 28.1.1788, Rio Pardo, onde a 31.8.1807 c/c Inácia Maria da Conceição de Jesus, ali bat. 24.9.1791, f.ª de João Fernandes de Lima Maia, n. de Viamão/RS e Jacinta Maria de Jesus, n. de Rio Pardo/RS, neta paterna de Francisco Fernandes Maia (n. no Concelho de Maia, Porto, Portugal) e de Inácia Maria (n. ilha do Faial, Açores) e, neta materna, de Pedro Machado Soares e Ana Maria, naturais dos Açores. Pais de:
N1. Ana Maria de Jesus, n. 26.5.1808, bat. 18.6, Rio Pardo. Casou-se com seu primo Joaquim Antônio de Moraes, n. 17.07.1808 em Cachoeira do Sul/RS, filho de Francisco Antônio de Morais e Ana Maria de Jesus, abaixo citados.
N2. José de Morais, n. 9.4.1810, bat. 25.4.1810, Rio Pardo.
N3. Benta Maria de Morais, b. 8.12.1811, Cachoeira do Sul, onde se casou com seu primo Hermenegildo Antônio de Moraes, ali n., filho de Francisco Antônio de Moraes e Ana Maria de Jesus. Adiante citados.
N4. João de Moraes, n. 12.10.1815, Cachoeira do Sul.
N5. Jerônimo de Moraes, n. 12.7.1817, Cachoeira do Sul.
N6. Cândida de Moraes, n. 17.6.1819, Cachoeira do Sul, onde casou com seu primo Ângelo Antônio de Moraes, ali nascido, filho de Francisco Antônio de Moraes e Ana Maria de Jesus. Adiante citados.
N7. Alexandrina de Moraes, n. 20.11.1821, Cachoeira do Sul.
N8. Gabriel de Moraes, n. 24.11.1823, Cachoeira do Sul.

N9. Bento de Moraes, n. 21.03.1830, Cachoeira do Sul.
F10. INOCÊNCIA, n. 19.12.1790, Rio Pardo.
F11. BENTO ANTÔNIO DE MORAES, n. 21.3.1793, Rio Pardo/RS e fal. 12.3.1869, Cachoeira/RS. C/c (1x) a 15.4.1822, Cachoeira do Sul, Senhorinha Maria do Rosário de Ataydes, bat. 12.7.1795, Lages/SC e fal. a 14.4.1849, Cachoeira/RS, f.ª do sargento-mor Manuel Rodrigues de Ataydes, n. Parnaíba/SP, e Maria do Rosário e Oliveira[iii], n. Laguna/SC. Bento c/c (2x) Laurinda Laurentina de Moraes, n. Cachoeira do Sul, filha de Joaquim Antônio de Moraes e Ana Maria. Com Laurinda, Bento teve 1 filha, deixando 8 do primeiro casamento, que seguem:
Filhos do 1º matrimônio com Senhorinha Maria de Athayde.
N1. Umbelina de Moraes, c/c José ou João Pereira Vianna, moradores São Gabriel/RS.
N2. Carolina de Moraes, n. 9.12.1823, Cachoeira do Sul, c/c Vasco Rosa da Fontoura.
N3. Leopoldina Júlia de Moraes, n. 1º.1.1828, Cachoeira do Sul c/c o capitão José Feliciano Fortes, n. 02.06.1816, Cachoeira do Sul, f.º de José Pereira Fortes e Joaquina Idalina Peres Maciel[iv], naturais de Rio Pardo, neto paterno de Antônio Pereira Fortes e Maria Antônia da Encarnação e, materno, de José Teixeira Ferreira ou de Carvalho e Antônia de Britto ou Antônia Paes Maciel. Pais de:

   Bn1. Ubaldina Fortes, n. 22.8.1846 em Cachoeira do Sul.
N4. Tadeu Antônio de Moraes, n. 25.1.1830, Cachoeira do Sul, o qual acreditamos seja o mesmo que faleceu em Cachoeira do Sul a 16.10.1888, casado com Maria Cândida Alves, com quem teve 11 filhos: Guilherme Antônio de Moraes, Hilário Antônio de Moraes, Brandina Cândida de Moraes, Felisberto Antônio de Moraes, José Cândido de Moraes, Ernesto Antônio de Moraes, Vitalino Antônio de Moraes, João Antônio de Moraes, Arminda Cândida de Moraes, Palmira Cândida de Moraes e Viriato Antônio de Moraes.
N5. Benta de Ataídes Moraes, n. 17.9.1826, Cachoeira do Sul e fal. 23.11.1885 em São Gabriel/RS. Casou com o capitão Manuel Antônio Rodrigues de Athayde, n. Cachoeira do Sul e fal. em 1881 em São Gabriel/RS, filho de Manuel Rodrigues de Athaíde e Mariana Alexandrina de Jesus. Pais de:
Bn1. Amélia Maria de Athayde, bat. 03.5.1851, Cachoeira do Sul. Casou com Tristão Gomes Pinto.
Bn2. Carolina de Athayde, n. 1856 em São Gabriel, onde se casou a 14.1.1876 com Gabriel Machado de Ávila, n. 1852, São Gabriel, filho de Fidélis Machado de Ávila e Bibiana Maria de Ávila.
Bn3. Maria Zulmira de Athayde, n. 07.03.1858 em São Gabriel.
Bn4. João Manuel de Athayde, n. 22.06.1859 em São Gabriel.
Bn5. Generosa Rosalina de Athayde, n. 1865 em São Gabriel.
Bn6. Maria Balbina de Athayde, n. 1866 em São Gabriel.
Bn7. Bento de Athayde, n. 1868 em São Gabriel.
Bn8. Geraldina Albertina de Athayde, n. 1872 em São Gabriel, onde se casou a 18.05.1883 com Manuel Machado Alves Gomes, ali nascido em 1863, filho de Cesário Machado Alves e Leonida Alves Gomes.
Bn9. Amália de Athayde, n. 1873 em São Gabriel.
Bn10. Fidêncio de Athayde, n. 1876 em São Gabriel.
Bn11. Teresa de Athayde, n. São Gabriel. Casou-se com Manuel João do Prado.
N6. Israel Antônio de Moraes, n. 24.03.1834 em Cachoeira do Sul.
N7. Emília Maria de Athayde, n. 16.11.1835 em Cachoeira do Sul.
N8. Joaquim de Moraes, n. 20.11.1837 em Cachoeira do Sul.
Filhos do 2º matrimônio com Laurinda:

N9. Laurentina Quirina de Moraes, bat. 30.12.1850, Cachoeira do Sul.
F12. JOSÉ ANTÔNIO DE MORAIS, n. Rio Pardo. Casou a 02.12.1811, Cachoeira do Sul/RS com Maria Gertrudes de Jesus, n. Lages/SC, filha de pais incógnitos. Pais de:
       N1. Antônio José de Moraes e Silva, n. Cachoeira do Sul, onde se casou com sua prima Esmelindra de Moraes, ali n., f. de Francisco Antônio de Moraes e Ana Maria da Paixão de Jesus, acima citados. Pais de:
                     Bn1. Idalinda da Silva, n. 05.08.1845 em Cachoeira do Sul.
                     Bn2. Januária de Moraes, n. 25.7.1850, Cachoeira do Sul.
            N2. Delfina de Moraes, n. 23.10.1819 em Cachoeira do Sul.
            N3. Zeferino de Moraes, n. 11.10.1821 em Cachoeira do Sul. 
F13. FRANCISCO ANTÔNIO DE MORAES, n. Rio Pardo, com inventário autuado em 1857, Cachoeira/RS. A 3.2.1794, Rio Pardo, c/c (1x) Ana Maria de Jesus ou da Conceição, ali n., f.ª  de Pedro Machado Soares e Ana Maria, faialenses. Houve do 1º leito de Francisco 12 filhos, sendo que em 1857 oito apenas viviam. C/c (2x) Ana Maria Joaquina da Paixão, n. Rio Pardo, filha de Antônio José Monteiro e Francisca Rosa. Deste casamento de Francisco com Maria Joaquina houve 6 filhos. C/c (3x) Maria Francisca de Jesus, houve 2 filhos. Todos abaixo relacionados.
Filhos do 1º matrimônio com Ana Maria de Jesus:
N1. Jacinta Antônia de Moraes ou Jacinta Rosa do Nascimento ou de Jesus, bat. 31.12.1794, Rio Pardo. Casou (I) a 12.9.1810, Cachoeira do Sul com Floriano José Severo, n. Rio Pardo, filho de Antônio José Severo e Josefa Maria de Jesus. C/c (II) Antônio José da Rosa, n. Cachoeira do Sul, f. de Tomás da Rosa Garcia e Maria Inácia do Coração de Jesus. Houve do segundo casamento os filhos:
          Bn1. Rosa, n. 20.9.1824, Cachoeira do Sul.
          Bn2. Feliciano da Rosa, b. 20.11.1827, Cachoeira do Sul.
          Bn3. José da Rosa, n. 05.12.1830, Cachoeira do Sul.
          Bn4. Maria da Rosa, n. 1º.3.1833, Cachoeira do Sul.
          Bn5. João da Rosa, n. 10.2.1835, Cachoeira do Sul.
          Bn6. Jesuíno da Rosa, n. 4.12.1836, Cachoeira do Sul.
N2. Maria, n. 27.2.1797, bat. 5.3, Rio Pardo, onde deve ter falecido em seguida.
N3Maria Joaquina de Moraes, n. 4.9.1798, bat. 9.9., Rio Pardo. Em Cachoeira do Sul c/c seu primo Antônio José de Moraes, ali n., f.º de Pedro Antônio de Moraes, fal. a 7.4.1848, Cachoeira/RS e Esméria Maria da Rosa. Pais de:
          Bn1. Santos de Moraes
          Bn2. José de Moraes
          Bn3. Clarinda de Moraes, n. 26.1.1826, Cachoeira do Sul.
          Bn4. Delfina de Moraes, n. 23.04.1829, Cachoeira do Sul, onde faleceu ainda criança.
          Bn5. Delfina de Moraes, n. 1º.5.1830, Cachoeira do Sul, c/c Santos Martins Pinto.
         Bn6. Fermina de Moraes, n. 1º.5.1830, Cachoeira do Sul, gêmea da anterior, onde faleceu ainda criança.
          Bn7. Serafina de Moraes, n. 25.9.1832, Cachoeira do Sul.
          Bn8. Cândido de Moraes, n. 20.10.1833, Cachoeira do Sul.
          Bn9. Rosa de Moraes, n. 20.10.1833, Cachoeira do Sul.
N4. Francisco Antônio de Moares, n. 7.1.1801, bat. 2.2, Rio Pardo. Casou-se com Maria Cândida de Freitas, n. Encruzilhada do Sul/RS, filha de José de Souza Nascente e Ana Inocência do Nascimento. Pais de:
          Bn1. Maria de Moraes, n. 06.2.1830, Cachoeira do Sul.
N5. Manuel Antônio de Moraes, n. 16.7.1803, bat. 7.8, Rio Pardo, onde se c/c Florisbela de Bragança/de Jesus ou Florisbela Antônia de Jesus, n. Encruzilhada do Sul ou Rio Pardo, f. de Feliciano Machado de Souza e Isabel Antônia de Jesus. Pais de:
Bn1. Francisca de Moraes
Bn2. Antônio de Moraes
Bn3. Manuel de Moraes
Bn4. Rosa, n. 10.8.1823, Cachoeira do Sul.
Bn5. Pacífico Antônio de Morais, n. 17.4.1825, Cachoeira do Sul, onde se casou com Florinda Maria da Conceição, ali nascida, filha de Domingos Alves Afonso e Gertrudes maria de Jesus. Pais de:
       Tn1. Delfina, n. 13.8.1849, Cachoeira do Sul.
       Tn2. Maurício, n. 10.4.1850, Cachoeira do Sul.
Bn6. Francisco de Morais, n. 2.2.1827, Cachoeira do Sul. 
Bn7. Rosa, n. 2.1.1829, Cachoeira do Sul.
Bn8. Maria
Bn9. Cândida
Bn10. Firmina de Moraes, n. 30.08.1832 em Cachoeira do Sul.
Bn11. João de Moraes, bat. 29.12.1835 em Cachoeira do Sul. 
N6. Hermenegildo Antônio de Moraes, n. Cachoeira do Sul, onde se casou com sua prima Benta de Moraes, ali bat. 08.12.1811, f. de Salvador Antônio de Morais e Inácia Maria da Conceição, abaixo citados. Hermenegildo e Benta geraram a:
            Bn1. Diolinda de Morais, n. 03.08.1833, Cachoeira do Sul.
            Bn2. Eduado de Morais, n. 25.04.1845 em Cachoeira do Sul.
            Bn3. Ana de Morais, n. 10.11.1848, Cachoeira do Sul.
N7. Joaquim Antônio de Moraes, n. 17.7.1808, Cachoeira do Sul, onde se casou com sua prima Ana Maria de Jesus, n. 26.05.1808 em Rio Pardo, filha de Salvador Antônio de Moraes e Inácia Maria da Conceição, acima citados. Pais de:
          Bn1. Laurinda de Moraes, n. 20.05.1831, Cachoeira do Sul.
          Bn2. Vicência de Moraes, n. 15.06.1833, Cachoeira do Sul. 
N8. Ângelo Antônio de Moraes, n. Cachoeira do Sul, onde se casou com sua prima Cândida de Moraes, ali n. 17.6.1819, filha de Salvador Antônio de Moraes e Inácia Maria da Conceição, acima citados. Pais de:
           Bn1. Espirituosa de Moraes, n. 20.04.1844, Cachoeira do Sul. 
N9. Antônio de Moraes, n. 11.12.1815, Cachoeira do Sul.
N10. Ana Francisca de Moraes, n. Cachoeira do Sul, onde fal. 12.6.1852 C/c o seu primo Antônio José de Moraes, filho de Pedro Antônio de Moraes, fal. a 7.4.1848, Cachoeira/RS, e Esméria da Rosa. Pais de:
Bn1. Zeferino de Moraes, n. Cachoeira do Sul.
Bn2. Benjamim de Moraes, n. 28.08.1841, Cachoeira do Sul.
Bn3. João de Moraes, n. Cachoeira do Sul.
Bn4. Maria de Moraes, n. 08.08.1847, Cachoeira do Sul.
Bn5. Cândido de Moraes,  n. Cachoeira do Sul.
N11. Maria de Moraes, n. 26.07.1820, Cachoeira do Sul, onde deve ter falecido criança.
N12. José de Moraes,  n. 04.01.1821, Cachoeira do Sul, onde deve ter falecido criança. 
Filhos do 2º matrimônio com Ana Joaquina:
N13. Esmelindra de Moraes, n. 14.05.1827, Cachoeira do Sul, onde se casou com seu primo Antônio José de Moraes e Silva, n. Cachoeira do Sul, filho de José Antônio de Moraes e Maria Gertrudes de Jesus, abaixo citados.
N14. Delfino de Moraes, n. 14.12.1828, Cachoeira do Sul.
N15. Francisca de Moraes, n. 05.11.1830, Cachoeira do Sul.
N16. Salvador Antônio de Moraes, n. 25.06.1832, Cachoeira do Sul.
N17. Venâncio Antônio de Moraes, n. 18.05.1834, Cachoeira do Sul.
N18. Maria Francisca Soares, n. 07.05.1836, Cachoeira do Sul, onde se c/c Bento Pereira Soares.
Filhos do 3º matrimônio com Maria Francisca Adorna/de Jesus (a qual irá casar em 2º matrimônio com Silvano Antônio do Amaral):
N19. Paulino de Moraes, n. Cachoeira do Sul.
N20. Cesário de Moraes, n. Cachoeira do Sul. 
F14. PEDRO ANTÔNIO DE MORAES, n. Rio Pardo/RS e fal. 7.4.1848, Cachoeira do Sul/RS. C/c (1x) a 20.2.1794, Rio Pardo/RS, com Esméria Maria da Rosa (ou do Sacramento ou de Jesus), n. Rio Pardo/RS, f.ª de José da Rosa Garcia e Rita Maria de Jesus, naturais de Rio Pardo. Pedro e Esméria foram pais de 3 filhos: Constância Esméria, Joaquina e Antônio José.
Pedro c/c (2x) a 5.11.1807, Rio Pardo/RS, com Constância Maria da Silva ou Constância Máxima da Silva, n. Viamão ou Gravataí/RS e fal. 22.8.1842, Cachoeira do Sul/RS, f.ª de Antônio Moreira da Silva (n. Ilha Grande, RJ) e Isabel Vieira de Souza (n. Lagoa da Conceição, Florianópolis/SC), n.p. Geraldo Pereira Machado e Esperança Moreira da Silva, n.m. Pedro Pereira e Josefa de Sousa.
Pedro e Constância foram pais de 14 filhos: Ana Maria, Margarida Constância, Maria Constância, Rosa, Flaubiana, Ermelinda, José Pedro, Inácio Antônio, Emerenciano, Cândida, Inocência, Constância, Ezequiel Antônio, Clara Constância e Serafim Constâncio.
Filhos do 1º matrimônio com Esméria da Rosa:
N1.  Manuel de Moraes, n. 4.12.1794, bat. 9.12, Rio Pardo, onde deve ter fal. criança.
N2. Constância Esméria de Moraes, n. 19.11.1797, bat. 7.12, Rio Pardo. A 8.1.1813, Cachoeira do Sul c/c José do Prado Lima, n. Rio Pardo, f. de João do Prado Lima e Ana Joaquina ou Maria de Jesus. Pais de:
         Bn1. Ana, bat. 30.1.1814, Cachoeira do Sul.
         Bn2. Francisca, bat. 14.9.1815, Cachoeira do Sul.
N3. Felicidade, n. 25.8.1801, bat. 6.9, Rio Pardo, onde fal. 25.5.1802.
N4. Ana, n. jul.1803, Rio Pardo, onde fal. 25.10.1803.
N5. Joaquina Esméria de Moraes, n. 11.9.1804, bat. 30.9, Rio Pardo. A 2.3.1817, Cachoeira do Sul, c/c de José Antônio da Rosa, n. Taquari/RS, filho de Tomás da Rosa Garcia e Maria Inácia do Coração de Jesus. Pais de:
         Bn1. Fortunato da Rosa, n. 7.6.1819, b. 29.10, Cachoeira do Sul/RS.
N6. Antônio José de Moraes, n. Cacoeira do Sul, onde se casou (1x) com sua prima Maria Joaquina de Jesus, n. Rio Pardo, filha de Francisco Antônio de Moraes e Ana Maria de Jesus. Após, Antônio casou-se (2x) com sua prima Ana Francisca de Moraes, n. Cachoeira do Sul, onde fal. 12.6.1852, f.ª de Francisco Antônio de Moraes e Ana Maria de Jesus. A descendência de ambos os casamentos de Antônio foi descrita acima. 
Filhos do 2º matrimônio com Constância Maria da Silva:
N7. Ana Maria de Moraes, b. 27/12/1808, Cachoeira do Sul, c/c Francisco Fernandes Maia.
N8. Margarida Constância da Silva Moraes, fal. aos 60 anos, a 20.5.1872, Santo Ângelo/RS. C/c Ricardo José Machado, n. 4.8.1790, bat. 30.8.1790, Porto Alegre e fal. a 29.6.1845, São Borja/RS, f. de Francisco Machado de Azevedo (n. ilha Terceira, casado a 1.12.1787, Porto Alegre) e de Maria Antônia da Anunciação (n. Rio Pardo), n.p. Antônio Machado de Azevedo e Maria de São Pedro, n.m. Antônio de Azevedo e Antônia da Anunciação. Foram moradores em São Borja/RS, São Luiz Gonzaga/RS, Santo Ângelo/RS, tiveram 6 filhos localizados: Pedro, Bento, Serafim, Constâncio, Cândida e Rosa Constância, que seguem:
Bn1. Pedro da Silva Machado, n. 22.3.1835, bat. 14.5.1835, Cachoeira do Sul e fal. 22.6.1895, 4º distrito de Santo Ângelo/RS, c/c sua prima Constância/Constança da Silva Martins, fal. aos 75 anos, a 28.11.1915, f.ª de Estácio de Sousa Martins e Maria da Silva Moraes. Pais de 9 filhos: Ricardo, Rolmiro, Idalina, Serafim, Bento, Cândido, Margarida, Claudelina e Constância, que seguem:
Tn1. Ricardo da Silva Machado, n. 18.12.1862. A 14.11.1883 c/c Constância Maria de Medeiros, filha de Serafim José de Medeiros e Vicentina Nascimento de Medeiros, ambos falecidos a 15.8.1916, Santa Tecla. Ricardo e Constância tiveram 7 filhos. Ricardo c/c (2x) em 1918, Santa Tecla, com Cedelina Morais do Nascimento, n. 12.3.1896, no distrito missioneiro de Santa Tecla, filha de Severino do Nascimento e Silva e Margarida Moraes do Nascimento, moradores no distrito de Santa Tecla, n.p. de Militão do Nascimento e Silva e Maria Bernardina do Nascimento, moradores no mesmo distrito missioneiro de Santa Tecla, n.m. Emerenciano da Silva Moraes e Maria Inácia dos Santos ou Teixeira/Maria Santa, moradores Santa Tecla. Pais de:
Qn1. Juvenal da Silva Machado
Qn2. Candinho da Silva Machado
Qn3. Pedro da Silva Machado, n. 26.4.1899, Santa Tecla, onde em 1921 c/c Alzira da Silva Moraes, n. 7.8.1898, Santo Ângelo/RS, f.ª n. de Libindo da Silva Moraes e Rosaura Domingos da Silva, naturais do RS, n.p. de Emerenciano da Silva Moraes e Maria Inácia dos Santos/Maria Santa, naturais do RS, n.m. de Júlia Rodrigues Silva, moradora em Santa Tecla.
Qn4. Otávio da Silva Machado
Qn5. José da Silva Machado
Qn6. Constâncio da Silva Machado, n. 2.12.1895, Santa Tecla, onde em 1918 c/c Marfiza Moraes do Nascimento, n. 28.12.1899, Santa Tecla, filha de Severino do Nascimento e Silva e Margarida Moraes, acima citados.
Qn7. Maria José da Silva Machado, n. 20.7.1888, Santa Tecla/RS, onde em 1915 c/c Estácio da Silva Martins, filho de Miguel da Silva Martins e Laurinda Antônia de Brum, moradores em Santa Tecla, n.p. Estácio de Sousa Martins e Maria (Constância) da Silva Moraes, moradores em Cachoeira do Sul/RS, n.m. Emília Rodrigues da Silva e Amâncio Antônio de Brum[v].
Tn2. Rolmiro (?) da Silva Machado
Tn3. Idalina Constância Machado, casou a 6.10.1885 em São Miguel das Missões com Afonso Pereira Garcia, filho de Luiz Pereira e Ana Pereira Lopes. Pais de:
Qn1. Cândida da Silva Garcia, n. 16.2.1887. Em 1909 c/c Pedro Pereira Garcia, 27 anos, f.º de Felícia Pereira Garcia.
Tn4. Serafim da Silva Machado, em 1903 em Santa Tecla, c/c Vicentina da Silva Martins, 17 anos, filha de Miguel da Silva Martins e Laurinda Antônia de Brum, citados.
Tn5. Bento da Silva Machado, c/c Emília da Silva Martins, filha de Miguel da Silva Martins e Laurinda Antônia de Brum, citados.
Tn6. Cândido da Silva Machado, n. 13.4.1894, Santa Tecla, onde em 1917 c/c Damázia da Silva Moraes, n. 9.8.1896, São Miguel das Missões, filha de Avelino da Silva Moraes e Zulmira Cândida de Moraes, n.p. de Emerenciano da Silva Moraes e Carolina Joaquina dos Santos, n.m. Ezequiel Antônio de Moraes e Cândida da Silva Machado.
Tn7. Margarida da Silva Machado, n. 29.7.1873, Santo Ângelo/RS, em 1898 c/c Ozório Rodrigues Barcellos, n. Santiago do Boqueirão/RS, f.º de José Rodrigues Barcellos[vi], fal. a 10.7.1893, Santiago do Boqueirão/RS, e Maximiana Henrique de Oliveira, neto paterno de João Rodrigues Braga e Senhorinha Joaquina da Silva, provável neta materna de Inácio Henrique de Oliveira e Joana Vieira de Alvarenga (fal. em 14.12.1888, Santiago/RS -- após ter o filho Juvenal?). Pais de:
Qn1. Juvenal Machado, n. 5.9.1908, Santa Tecla, onde em 1929 c/c Virgília do Nascimento e Silva, n. 15.11.1903, f.ª de João André da Silva e Maria Luiza do Nascimento, n.p. João André da Silva e Teresa Maria da Rosa, n.m. Clara do Nascimento.
Tn8. Claudelina da Silva Machado, n. 7.4.1875, Santo Ângelo/RS. Em 1897, Santa Tecla, c/c seu primo Horácio da Silva Machado, 29 anos, n. do RS, filho de seu tio paterno Constâncio da Silva Machado e Inocência Pereira Machado.
Tn9. Constância da Silva Machado, aos 20 anos em 1897, Santa Tecla, c/c seu primo Otaviano da Silva Machado, 24 anos, fal. 4.1.1926, Santa Tecla, filho de Constâncio da Silva Machado e Inocência Pereira Machado. Pais de:
Qn1. Rosalina da Silva Machado, n. 26.12.1905, São Miguel, em 1929, Santa Tecla, c/c Idalécio Mateus Santos Sobrinho, ali n. 15.10.1900, f.º de Ângelo Mateus dos Santos (fal. 12.6.1909, Santa Tecla), e Vicentina Souto Maior (fal. 10.9.1911, Santa Tecla), n.p. Francisco Mateus dos Santos e Rita Maria de Jesus, naturais do RS, n.m. Agostinho Souto Maior e Belizia Souto Maior, moradores em Santa Tecla.
Tn10. Pedro da Silva Machado, n. 26.4.1872, bat. Santo Ângelo/RS.
Bn2. Bento José (da Silva Machado?), n. 5.5.1836, bat. 11.6, Cachoeira do Sul/RS. A 8.5.1865, Santo Ângelo, c/c Clara também n. no RS, filha de Pedro Antônio de Moraes e Constância/Constança Máxima de Moraes.
Bn3. Serafim da Silva Machado, n. 4.1.1838, bat. 19.7, Cachoeira do Sul.
Bn4. Constâncio da Silva Machado, n. 18.12.1838, bat. 25.2.1839, Cachoeira do Sul e fal. 15.4.1878, Santo Ângelo/RS. C/c Inocência Pereira Machado, fal. aos 70 anos a 4.7.1910, São Luiz Gonzaga/RS, filha de Manuel Pereira Pinto e Rosa da Silva Moraes. Pais de 5 filhos:
Tn1. Horácio da Silva Machado, n. RS. Em 1897 c/c sua prima Claudelina da Silva Machado, 23 anos, n. 7.4.1875, bat. Santo Ângelo/RS, filha de seu tio paterno Pedro da Silva Machado e Constância da Silva Martins.
Tn2. Marcina Constância da Silva, c/c (1x) Faustino Marques dos Santos e em 2º matrimônio a 18.8.1885, Santo Ângelo/RS com o viúvo Agostinho do Nascimento e Silva, fal. a 13.1.1888, no 4º distrito de Santo Ângelo/RS, filho de Manuel do Nascimento e Silva e Damásia Joaquina de Jesus, com quem teve uma filha. Agostinho fora casado, anteriormente, com Constância Cândida dos Santos fal. em 26.10.1898 no 4º distrito de Santo Ângelo, com quem teve 11 filhos.
Qn1. Ermelinda, tinha um ano e meio por ocasião do óbito do pai.
Tn3. Alfredo da Silva Machado
Tn4. Otaviano ou Otávio da Silva Machado, n. 7.8.1874, bat. em Santo Ângelo/RS e fal. 4.1.1926 em Santa Tecla, onde em 1897 c/c sua prima Constância/Constança da Silva Machado, 20 anos, filha de Pedro da Silva Machado e Constância da Silva Martins. Pais de:
Qn1. Rosalina da Silva Machado, n. a 26.12.1905, distrito de São Miguel das Missões. Em 1929, Santa Tecla, c/c Idalecio Mateus Santos Sobrinho, 28 anos, n. 15.10.1900, Santa Tecla, filho de Ângelo Mateus dos Santos, fal.12.6.1909, Santa Tecla, e de Vicentina Souto Maior, fal. 10.9.1911, Santa Tecla, n.p. Francisco Mateus dos Santos e Rita Maria de Jesus, ambos naturais do RS, n.m. de Agostinho Souto Maior e Belizia Souto Maior, moradores Santa Tecla.
Tn5. Pedro da Silva Machado
Bn5. Cândida da Silva Machado, n. 6.8.1832, bat. 3.9.1832, Cachoeira do Sul e fal. a 20.4.1909, São Miguel das Missões, c/c seu tio Ezequiel Antônio de Moraes, n. cerca de 1830, Cachoeira do Sul/RS, e fal. aos 93 anos a 25.2.1919, filho de Pedro Antônio de Moraes e Constância Maria da Silva, fal. 22.8.1842, Cachoeira/RS. O casal teve 9 filhos: Manuel, Margarida, Maria Cândida, Firmino, Zulmira, Vicentina, Rosa Constância, Pedro e Umbelina, abaixo descritos.
Bn6. Rosa Constança ou Constância da Silva Machado, n. 28.3.1834, bat. 30.4, Cachoeira do Sul/RS e fal. 4.10.1877, São Miguel das Missões. Aos 44 anos, a 18.2.1871 na Igreja Matriz de Santo Ângelo/RS, c/c João Cardoso de Aguiar, 40 anos, fal. 10.2.1876, Santo Ângelo/RS, f.º de Manuel Cardoso de Aguiar e Rosa Maria de Jesus. João e Rosa tiveram 11 filhos: Zelinda, Delfino, Clara, Belmira, Avelino, Margarida, Maria José, Maria José, Cândida, João e Lucídio, tratados em http://pufal.blogspot.com/search/label/Cardoso%20de%20Aguiar.
N9. Maria Constância da Silva Moraes, bat. 12.6.1814, Cachoeira do Sul. Casou com Estácio de Souza Martins, bat. 30.11.1814, Cachoeira do Sul, filho de Antônio de Souza Martins[vii] (fal. 25.11.1836 Cachoeira/RS) e Dorothea Teresa de Jesus (fal. 21.11.1829, Cachoeira/RS), acima referidos. Pais de:
Bn1. Margarida da Silva Martins, n. 07.10.1839, Cachoeira do Sul.
Bn2. Constança da Silva Martins, n. 1840, Cachoeira do Sul e fal. aos 75 anos, a 28.11.1915, c/c seu primo Pedro da Silva Machado, filho de Ricardo José Machado e Margarida Constância da Silva Moraes. 10 filhos, acima tratados.
Bn3. Francisco da Silva Martins, n. 20.03.1841, Cachoeira do Sul.
Bn4. Pedro da Silva Martins, n. 05.05.1844, Cachoeira do Sul. 
Bn5. Dalinda Martins, n. 03.06.1845, Cachoeira do Sul.
Bn6. Estácia Martins, n. 02.05.1847, Cachoeira do Sul.
Bn7. Antônio de Souza Martins, n. 03.08.1848, Cachoeira do Sul e fal. no 4º distrito de Santo Ângelo/RS, a 12.6.1908. A 1º.1.1872, Santo Ângelo/RS, c/c sua prima Margarida Cândida de Moraes, 17 anos, n. 7.8.1853, São Borja/RS, filha de Ezequiel Antônio de Moraes e Cândida Constância da Silva, n.p. Emerenciano da Silva Moraes e Maria Inácia dos Santos/Maria Santa, n.m. Ricardo José Machado e Margarida Constância da Silva. A descendência encontra-se abaixo descrita.
Bn8. Clara Martins, n. 28.08.1849, Cachoeira do Sul.
Bn9. Miguel da Silva Martins, bat. 21.09.1851, com 2 meses e 10 dias em Cachoeira do Sul. Aos 26 anos, a 12.12.1879, São Borja/RS, c/c Laurinda Antônio de Brum, 16 anos, filha de Amâncio Antônio de Brum e Emília Rodrigues da Silva. Pais de:
Tn1. Valeriano Martins de Brum, n. 22.11.1895. Aos 33 anos, 1928, Santa Tecla, c/c Edelmira Moraes do Nascimento, n. 29.3.1904, filha de Severino do Nascimento e Silva e Margarida Moraes, n.p. de Militão do Nascimento e Silva e Maria Bernardina do Nascimento, n.m. de Emerenciano da Silva Moraes e Maria Inácia dos Santos/Maria Santa.
Bn10. Ana Martins, bat. 08.12.1852 com seis meses em Cachoeira do Sul.  
N10. Rosa da Silva Moraes, n. 2.1.1820, b. 18/3, Cachoeira do Sul/RS. Casou com Manuel José Pereira, n. Jaguarão/RS, filho de Antônio José Pereira (n. Porto Alegre) e de Catarina Maria de Jesus (n. Rio Pardo). Pais de:
Bn1. Constâncio Pereira, n. 4/7/1840, b. 29/8, Cachoeira do Sul/RS.
Bn2. Carlos Pereira, n. 26/7/1845, b. 23/8, Cachoeira do Sul/RS.
Bn3. Inocência Pereira, n. 25.8.1838, b. 28.11, Cachoeira do Sul/RS e fal. aos 70 anos a 4.7.1910, São Luiz Gonzaga/RS. C/c Constâncio da Silva Machado (ver acima). 
N11. José Pedro de Moraes, n. 19.03.1810, Cachoeira do Sul, c/c Francisca Maria Rodrigues e/ou Maria Joaquina Monteiro.
N12. Ermelinda Constância de Moraes, b. 19.12.1822, Cachoeira do Sul. Casou com José Franco de Moraes.
N13. Flaubiana Constância de Moraes, n. 27.5.1821, b. 10.6, Cachoeira do Sul. Casou com Serino/Cirino Ribeiro de Almeida ou Alves de Almeida, n. 15.3.1817, b. 27.6, Cachoeira do Sul, filho de Tristão Ribeiro de Almeida e Floriana Maria de Jesus. Pais de:
           Bn1. Gabriel, n. 27.10.1843, Cachoeira do Sul/RS.
           Bn2. Flaubiana, n. 21.12.1844, Cachoeira do Sul/RS.
           Bn3. Cerina, n. 22.6.1846, Cachoeira do Sul/RS.
           Bn4. Josué, n. 14.10.1847, Cachoeira do Sul/RS.
N14. Inácio Antônio de Moraes, n. 24.2.1816, bat.12.1.1817, Cachoeira do Sul. Casou com Francisca Fernandes Maia ou Francisca dos Santos Maia, n. Rio Pardo/RS, filha de João Fernandes de Lima Maria e Jacinta Maria de Jesus. Pais de:
Bn1. Cândida de Moraes, n. 2.6.1840, Cachoeira do Sul.
Bn2. Ana de Moraes, n. 18.9.1841, Cachoeira do Sul.
Bn3. Inácia de Moraes, n. 6.6.1843, Cachoeira do Sul.
Bn4. Inocência de Moraes, n. 20.3.1846, Cachoeira do Sul.
Bn5. Marcelina de Moraes, n. 16.11.1847, Cachoeira do Sul. Casou-se a 1º.2.1873 em São Luiz Gonzaga/RS com João Frederico Greff, n. cerca de 1852 e fal. 14.3.1913 na Serrinha do Rosário, em São Luiz Gonzaga, filho de Johann Greff e Anna Maria Goettens, cuja família e antepassadas podem ser pesquisados em http://www.goettems.com.br/ades.htm. Pais de:
Tn1. Josefina de Moraes Greff, n. 14.1.1874, São Luiz Gonzaga.
Tn2. Felipe de Moraes Greff, n. cerca de 1876, São Luiz Gonzaga.
Tn3. Leopolda de Moraes Greff, n. cerca de 1877, São Luiz Gonzaga.
Tn4. Ana de Moraes Greff, n. cerca de 1879, São Luiz Gonzaga.
Tn5. Germano de Moraes Greff, n. cerca de 1880, São Luiz Gonzaga.
Tn6. João de Moraes Greff, n. cerca de 1882, São Luiz Gonzaga.
Tn7. Napoleão de Moraes Greff, n. cerca de 1884, São Luiz Gonzaga.
Tn8. Constância de Moraes Greff, n. cerca de 1885, São Luiz Gonzaga.
Tn9. Pedro de Moraes Greff, n. 03.09.1888, São Luiz Gonzaga.
Tn10. Frederico de Moraes Greff, n. 09.12.1890 (sic), São Luiz Gonzaga.
Tn11. Espiridião de Moraes Greff, n. 14.12.1890 (sic), São Luiz Gonzaga.
Adultos em pé da esquerda para direita: Deolinda Pereira de Vargas, seu marido Felipe de Moraes Greff (de lenço branco), João de Moraes Greff (Tio Janguta), Napoleão de Moraes Greff, Espiridião de Moraes Greff, Germano de Moraes Greff, sua esposa Silvina Neves da Silva e Pedro de Moraes Greff.
Crianças e pessoas sentadas da esquerda para direita: Idalvina Vargas Greff, Margarida Pereira de Vargas (esposa do Tio Janguta) no seu colo Dinarte Vargas Greff, Marcelina de Morais Greff (esposa de João Frederico Greff), Leopolda de Moraes Greff, Contância de Moraes Greff (Tia Tância) e por último Setembrina da Silva Greff (filha de Germano). Foto do outono de 1913, do arquivo pessoal de João Pedro Greff Burkt.
Bn6. Salvador de Moraes, n. 9.10.1849, Cachoeira do Sul.
Bn7. Pedro de Moraes, bat. 10.11.1851, Cachoeira do Sul.
Bn8. Constância de Moraes, bat. 3.12.1854, com 1 mês, Cachoeira do Sul.

Bn9. Bento de Moraes, n. 23.3.1857, Cachoeira do Sul.
N15. Emerenciano da Silva Moraes, n. em torno de 1820, Cachoeira do Sul/RS e fal. a 1.11.1895, Santa Tecla. Casou após 1842, com Carolina Joaquina dos Santos, n. Taquari/RS. Foram moradores em São Miguel das Missões, distrito de Santo Ângelo/RS. Emerenciano c/c (2x) Maria Inácia dos Santos ou Teixeira/Maria Santa, também n. do RS.
Obs: nos documentos encontrados não fica claro quais são os filhos do 1º e do 2º casamento (se realmente houve dois casamentos).
Mas analisando os registros, podemos admitir a possibilidade de que os filhos: Inocência, Avelino, Maria Antônia e Emerenciana sejam do 1º matrimônio. E os filhos Cyrino, Bento, Margarida, Maria do Carmo e Libindo, do 2º matrimônio.
Bn1. Inocência c/c Armador Gonçalves d’Oliveira.
Bn2. Avelino da Silva Moraes, n. 19.4.1853, São Borja/RS. A 22.9.1877, Santo Ângelo/RS, c/c Zulmira Cândida de Moraes, n. Santo Ângelo/RS, 17 anos, filha de Ezequiel Antônio de Moraes e Cândida da Silva Machado ,ambos naturais do RS e moradores no 4º distrito de Santo Ângelo/RS.12 filhos: Maria Cândida, Cândida, Antônia, Leonel, Emerenciano, Bento, Cirina, Damázia, Horácio, Carmelina, Ermandina e Aparício, abaixo mencionados.
Bn3. Maria Antônia de Moraes, c/c Amâncio Antônio da Silva/ Teixeira, filho de Balduíno/Belarmino Antônio da Silva e Ana Custódia da Silva, n. de Conceição do Arroio (Osório/RS). Pais de 3 filhos: Bento,... e Bernardina, que seguem:
Tn1. Emerenciano(a), n. 30.10.1884 e foi bat. 14.1.1885 em São Luiz Gonzaga/RS.
Tn2. Bento Antônio da Silva, n. a 5.11.1886, c/c Ermandina Gonçalves da Silva n. a 19.4.1894, ambos do RS e moradores Santo Ângelo/RS, filha de Avelino Gonçalves de Oliveira e Martinha Gonçalves de Oliveira. Pais de:
Qn1. Djalma Antônio da Silva, n. 3.5.1912, 4º distrito de Santo Ângelo/RS, onde em 1935, c/c Adelaide Antunes de Oliveira, n. a 12.9.1907, São Miguel das Missões, filha de Miguel Fucks de Oliveira (n.30.11.1882) e Maria Luiza Antunes de Oliveira (n.11.2.1887), n.p. de Francisca Benites[viii], n.m. Delfino Antunes de Freitas[ix] e Zeferina Dornelles Antunes.
Qn2. Zeni Gonçalves da Silva, n. 20.4.1918, no 1º distrito de São Luiz Gonzaga/RS; em 1934, Santo Ângelo, c/c Walmirio Alves da Silva, n. 25.12.1912, Santo Ângelo/RS, filho de Manuel Alves da Silva e Maria Eduvirges Alves, n.p. Ragustiano Alves da Silva (n.Paraguai) e Francisca Alves da Silva (n. São Miguel das Missões), n.m. Joaquim Alves Teixeira e Senhorinha Cardoso de Oliveira.
Tn3. ..., n. 4.12.1890, São Miguel das Missões.
Tn4. Bernardina Antônia da Silva/Moraes, c/c Teotonio Vieira de Souza, n. 18.2.1862, filho de Januário Vieira de Souza[x] que fal. aos 72 anos, a 22.3.1912, 4º distrito de Santo Ângelo, n. RS, e Eulália Francisca Serpa (n. República Oriental e fal. aos 65 anos, a 6.5. 1914, 4º distrito de  Santo Ângelo/RS). Pais de:
Qn1. Maria da Glória Vieira de Souza, n. 13.12.1907, Santa Tecla, onde em 1926 c/c Horácio da Silva Moraes, ali n. 19.2.1898, filho de Avelino da Silva Moraes, fal. a 15.7.1921, Santa Tecla e Zulmira Cândida de Moraes.
Bn4. Emerenciana da Silva Moraes, n. 29.9.1852 no 4º distrito de Santo Ângelo/RS, onde fal. 1º.11.1895. C/c Fidelis Souto Maior[xi], fal. 22.8.1896, Santo Ângelo/RS, viúvo de Flacila de Miranda Osório. Emerenciana e Fidelis tiveram 3 filhas:
Tn1. Benigna da Silva Souto, n. 13.5.1886, bat. 14.1.1887, São Miguel das Missões.
Tn2. Flacila da Silva Souto, n. 20.1.1888, bat. 24.3.1889, São Miguel das Missões.
Tn3. Conceição da Silva Souto
Bn5. Cirino da Silva Moraes, c/c Cezária (Maria) Soares de Oliveira, fal. no 2ª distrito de Santiago do Boqueirão/RS a 1.8.1899, filha de Laurentino Soares de Oliveira[xii] e Virgínia Maria da Conceição, ambos do RS. Cyrino casou em 2ª núpcias (dúvida) com Verônica Rodrigues de Moraes, fal. a 15.4.1912, Santo Ângelo/RS, filha de João Rodrigues de Barcellos e Senhorinha Rodrigues Pereira, n.p. José Rodrigues Barcellos e Maximiana Henrique de Oliveira, n.m. Ana Henrique de Oliveira e Delfino Pereira da Luz. Houve 7 filhos do primeiro casamento e 3 do segundo, que seguem:
Tn1. Maria do Carmo (f.ª do 1º casamento), n. a 8.9.1889, São Miguel das Missões.
Tn2. Eugênio da Silva Moraes, n. 11.10.1890, Santa Tecla; em 1915, São Miguel das Missões, c/c Josefina da Silva Moraes, ali n. a 24.9.1892, f.ª de Pedro Antônio de Moraes e Cândida Nunes da Silva, moradores no mesmo distrito, n.p. Ezequiel Antônio de Moraes e Cândida da Silva Machado, n.m. Ramires Nunes da Silva[xiii], morador em São Luiz Gonzaga/RS e Silvana Maria da Conceição.
Tn3. Leontina, n. a 24.7.1891, São Miguel das Missões.
Tn4. Laurentino Soares de Oliveira Neto
Tn5. Germano da Silva Moraes
Tn6. Laudelina
Tn7. Pedro da Silva Moraes (f.º do 2º casamento).
Tn8. Zulmira da Silva Moraes
Tn9. Maria da Conceição Moraes
Bn6. Bento da Silva Moraes, n. a 15.9.1867, Santo Ângelo/RS; em 16.5.1895, pela Igreja Católica, em São Miguel das Missões, pois o casamento se deu no Registro Civil em 1891 no mesmo local, c/c Cristina do Nascimento e Silva, n.  24.7.1872, Santo Ângelo/RS, filha de Militão do Nascimento e Silva e Maria Bernardina do Nascimento. Pais de:
Tn1. Militão Moraes do Nascimento, n. 18.11.1891, São Miguel das Missões.
Tn2. Conceição Moraes do Nascimento (gêmea com Damasia), n. 1.1.1896, São Miguel das Missões, onde em 1920, c/c seu primo Emerenciano da Silva Moraes, ali n. 19.2.1891, f.º de Avelino da Silva Moraes e Zulmira de Cândida Moraes.
Tn3. Damásia Moraes do Nascimento, n. 1º.1.1896, São Miguel das Missões; em 1917, Santa Tecla, c/c seu primo Bento Moraes Sobrinho, n. a 23.11.1893, São Miguel das Missões, filho de Avelino da Silva Moraes e Zulmira Cândida de Moraes. Pais de:
Tn4. Josefina Moraes do Nascimento n. 20.3.1898, São Miguel das Missões, fal. aos 21 anos, a 19.6.1919 no 4º distrito de Santo Ângelo/RS, c/c o primo José Maria do Nascimento, ali n. 26.2.1892, filho de Severino do Nascimento e Silva e Margarida Moraes do Nascimento.
Tn5. Bernardina Moraes do Nascimento, em 1928, Santa Tecla, c/c João Luiz de Ávila, filho natural de Franklim de Ávila e Horácia de Oliveira Machado.
Bn7. Margarida Moraes, c/c Severino do Nascimento e Silva, filho de Militão do Nascimento e Silva e Maria Bernardina do Nascimento, naturais do RS e moradores em Santa Tecla. Pais de:
Tn1. José Maria do Nascimento (gêmeo com Cedelina), n. 12.3.1896, Santa Tecla, onde em 1918, c/c sua prima Josefina Moraes do Nascimento, acima citados. Em 1922, Santa Tecla, José c/c (2x) Carmelina da Silva Moraes, filha de Avelino da Silva Moraes, fal. 15.7.1921 e Zulmira Cândida de Moraes.
Tn2. Cedelina Morais do Nascimento, n. 12.3.1896, Santa Tecla, onde em 1918 c/c Ricardo da Silva Machado, n. 18.12.1862, RS, filho de Pedro da Silva Machado, fal. Santa Tecla, e Constança Martins Machado. Ricardo c/c (1x) com Constança Medeiros da Silva, fal. 15.8.1916, Santa Tecla. A descendência deste casal está em F7/N5.
Tn3. Marfiza Moraes do Nascimento, n. 28.12.1899, Santa Tecla, onde em 1918 c/c Constâncio da Silva Machado, ali n. 2.12.1895,  filho de Ricardo da Silva Machado e Constância Medeiros da Silva, fal. 15.8.1916, n.p. Pedro da Silva Machado e Constância da Silva Martins, n.m. Serafim José de Medeiros e Vicentina do Nascimento e Silva.
Tn4. Libindo Moraes do Nascimento, n. 18.5.1902, Santa Tecla, onde em 1927 c/c sua prima Senhorinha Corrêa de Almeida, ali n. 20.6.1908, filha de Manuel Corrêa de Almeida, fal. 11.9.1925 e de sua tia paterna Maria José do Nascimento, n.p. Querubina Balbina de Almeida, n.m. Militão do Nascimento e Silva e Maria Bernardina do Nascimento.
Tn5. Edelmira Moraes do Nascimento, n. 29.3.1904; em 1928, Santa Tecla, c/c Valeriano Martins de Brum, n. 22.11.1895, filho de Miguel da Silva Martins, fal. Santa Tecla (filho de Estácio de Souza Martins e Maria Constância da Silva Moraes) e Laurinda Antônio de Brum (filha de Amâncio Antônio de Brum e Emília Rodrigues da Silva).
Tn6. Guiomar Moraes do Nascimento, n. 27.11.1889; em 1916, Santa Tecla, c/c Franklim do Nascimento e Silva, n. 19.5.1893, São Miguel das Missões, filho de Bernardino do Nascimento e Silva e Maria do Carmo Moraes, n.p. Militão do Nascimento e Silva e Maria Bernardina do Nascimento, n.m. Emerenciano da Silva Moraes e Maria Inácia dos Santos/Maria Santa.
Tn7. Estefânia Moraes do Nascimento, n. 6.7.1891, Santa Tecla, onde em 1916 c/c Epifânio Antunes de Sousa, filho de João Maria Antunes e Cristina Maria de Sousa, moradores no 3º distrito de São Luiz Gonzaga/RS, n.m. Manuel Tomaz de Sousa[xiv] fal. a 16.9.1909 e Cândida Maria da Conceição fal. a 6.9.1910 São Luiz Gonzaga/RS.
#Nota:
João Maria Antunes e Cristina Maria de Souza foram pais de:
1. Manuel Antunes de Souza c/c Maria da Conceição do Nascimento.
2. Alexandrina(o) Antunes de Souza
3. Amélia Antunes de Souza
4. Epifânio Antunes de Souza c/c Estefânia Moraes do Nascimento
5. Albano Antunes de Souza
6. Justo Antunes de Souza
7. Hermelinda Antunes de Souza c/c Manuel Antunes de Souza Primo.
8. Laurinda Antunes de Souza
9. Inácio Antunes de Souza
10. Maria Luísa Antunes de Souza
11. Conceição Antunes de Souza.
Tn8. Ermelino do Nascimento e Silva, em 1913, Santa Tecla, c/c Maria Conceição da Silva, n. 14.3.1896, Santa Tecla, filha natural de Rosaura Domingues da Silva e neta de Júlia Rodrigues da Silva.
Tn9. Emiliano do Nascimento e Silva, n. 29.3.1890, São Miguel das Missões. (talvez se trate do mesmo Ermelino).
Tn10. Dorvásio do Nascimento e Silva, n. 25.3.1898, São Miguel das Missões/RS.
Bn8. Maria do Carmo Moraes, fal. 18.11.1921, Santa Tecla. A 18.5.1895, São Miguel das Missões (1900 casamento civil, São Miguel), c/c Bernardino do Nascimento e Silva, n. 21.9.1868, filho de Militão do Nascimento e Silva e Maria Bernardina do Nascimento. Pais de:
Tn1. Franklim do Nascimento e Silva, n. 19.5.1893, São Miguel das Missões; em 1916, Santa Tecla, c/c Guiomar Moraes do Nascimento, n. a 27.11.1889, filha de Severino do Nascimento e Silva e Margarida Moraes do Nascimento.
Tn2. Ubaldino do Nascimento e Silva, n. 7.9.1896, São Miguel das Missões.
Tn3. Maria Conceição do Nascimento, n. 26.8.1900, Santa Tecla, onde a 4.6.1923 c/c Eudoxio do Nascimento e Silva, n. 29.7.1900, 3º distrito de São Luiz Gonzaga/RS, filho de Constâncio do Nascimento e Silva (n. 16.9.1870) e Laurinda Souza do Nascimento (n.5.3.1871, 3º distrito de São Luiz Gonzaga/RS).
Tn4. José Waldomiro Nascimento, n. 30.5.1904, Santa Tecla, c/c Leopoldina Antunes Nascimento, ali n. 30.9.1908, filha de Francisco do Nascimento e Silva e Anália Antunes do Nascimento.
Bn9. Libindo da Silva Moraes, n. 23.3.1872, foi bat. Santo Ângelo/RS, teve filhos com Rosaura Domingos da Silva, ambos do RS. Pais de:
Tn1. Alzira da Silva Moraes, n. 7.8.1898, Santo Ângelo/RS, onde em 1921 c/c Pedro da Silva Machado, n. 26.4.1899, filho de Pedro da Silva Machado e Constância da Silva Martins, n.p. Ricardo José Machado e Margarida Constância da Silva, n.m. Estácio de Sousa Martins e Maria da Silva Moraes.
N16. Cândida da Silva Moraes, n. 23.2.1818, bat. 26.3.1818, Cachoeira do Sul/RS.
N17. Inocência Constância de Moraes
N18. Ezequiel Antônio de Moraes, n. 30/11/1826, Cachoeira do Sul e fal. aos 93 anos a 25.2.1919, c/c a sobrinha Cândida Constância da Silva Machado, n. Cachoeira do Sul/RS e fal. 20.4.1909, São Miguel das Missões, filha de Ricardo José Machado e Margarida Constância da Silva Moraes. Pais de:
Manuel Cândido de Moraes e
Conceição Maria Vieira
 
Bn1. Manuel Cândido de Moraes, morador em Pontão, 7º distrito de São Luiz Gonzaga/RS, n.1851, São Miguel das Missões e fal. 17.12.1935, com cerca de 88 anos. Manuel c/c (1x) no 7º distrito de São Luiz Gonzaga (21.5.1876) com Cândida Inácia de Oliveira, com inventário autuado em 1910 em São Luiz Gonzaga, onde faleceu, filha de Laurindo Gonçalves de Oliveira (falecido em São Luiz Gonzaga/RS) e Delfina Inácia Soares/Peixoto, com quem Manuel teve os 12 filhos abaixo nomeados. Manuel em 1916, São Miguel das Missões, c/c (2x) Rita Cecília de Moraes, fal. aos 26 anos, a 15.11.1912, São Luiz Gonzaga/RS, onde moradora, filha de Rosalina Pereira Vianna, moradora em São Miguel das Missões. Rita e Manuel tiveram a filha Vicentina, fal. 26.2.1913 aos 3 meses. Manuel em 1916, São Miguel das Missões, c/c (3x) Conceição Maria Vieira, n. 16.11.1892, RS, filha de Belarmino José Pavão[xv] e Bernardina Maria Vieira, ambos do RS e moradores em São Miguel, n.p. Antônio José Pavão[xvi] (natural de SC e fal. no distrito missioneiro de Santa Tecla) e Maria Paula de Oliveira/da Silveira (esta filha de Manuel Paula de Souza e Rosa Maria da Conceição/de Oliveira), n.m. Antônio Moreira Tobias e Maria Antônia Vieira. Sem descendência.         
# Nota:
Laurindo Gonçalves de Oliveira e sua esposa Delfina foram pais de:
1. Hipólito de Oliveira;
2. Manuel Gonçalves de Oliveira;
3. Amador Gonçalves de Oliveira c/c Inocência Carolina de Moraes.
4. Cândida Inácia de Oliveira casada com Manuel Cândido de Moraes;
5. Maria Inácia de Oliveira c/c Pedro Antônio de Moraes;
6. Carlota Inácia de Oliveira c/c Floriano José Moreira;
7. João Gonçalves de Oliveira c/c Arminda Moreira de Vargas;
8. Ana de Oliveira e
9. Crescêncio Gonçalves de Oliveira.
10. José Gonçalves de Oliveira Peixoto c/c Leontina da Silva Moreira.
***
Manuel e Cândida geraram 12 filhos, que seguem:           
                                Tn1. Pedro Cândido de Moraes, casou aos 23 anos, a 25.5.1901 em São Luiz Gonzaga/RS com Teresa Pereira Gomes, então com 21 anos, filha de Joaquim Pereira Gomes e Guilhermina da Silva Gomes.
Tn2. Constância Cândida de Moraes, moradora em Pontaporã/Mato Grosso.
Tn3. Lindolfo Cândido de Moraes, fal. 4.7.1949, São Luiz Gonzaga/RS, c/c Gertrudes Dutra de Moraes. Pais de:
Qn1. Cândida Amaral Moraes, c/c Vidalvino Alves do Amaral.
Qn2. Joventino Dutra de Moraes
Qn3. Maria Manuela Moraes dos Santos, c/c Pedro Ricardo dos Santos.
Qn4. Donátila da Silva Moraes, c/c Pedro da Silva Moraes.
Qn5. Constância Moraes Peixoto, c/c Italino de Oliveira Peixoto.
Qn6. Djanira Moraes dos Santos c/c Floriano Gonçalves dos Santos.
Qn7. José Luiz de Moraes
Tn4 . Ezequiel Cândido de Moraes, c/c Ermelina da Silva Moraes.
Tn5. Franklina Moraes Machado
Tn6. Fermino Cândido de Moraes, c/c Geraldina Pires de Moraes.
Tn7. Hipólito Cândido de Moraes, c/c Ernestina Gonçalves de Moraes.
Tn8. Avelino Cândido de Moraes, c/c Cândida da Silva Moraes.
Tn9. Maria Cândida de Moraes, c/c Avelino Antunes de Moraes.
Tn10. Dulcino Cândido de Moraes, c/c Maria Leonor de Oliveira Moraes.
Tn11. Faustino Cândido de Moraes, c/c Horizontina Pires de Moraes.
Tn12. Constantino Cândido de Moraes (gêmeo com Faustino), c/c Vitorina de Oliveira Moraes.
Bn2. Margarida Cândida de Moraes, n. 7.8.1853, São Borja. A 1º.1.1872, Santo Ângelo/RS, c/c seu primo Antônio de Souza Martins, fal. no 4º distrito de Santo Ângelo/RS, a 12.6.1908, filho de Estácio de Souza Martins e Maria Constância da Silva Moraes, acima mencionados. Pais de:
Tn1. Ezequiel da Silva Martins n. 19.3.1883, RS, morador no 4º distrito de Santo Ângelo/RS; em 1910 c/c sua prima Alexandra Gonçalves de Oliveira, n. 2.6.1888, filha de Hipólito Gonçalves de Oliveira e Maria Cândida de Oliveira Moraes, ambos do RS.
Tn2. Cândida da Silva Martins, n. cerca de 1884, no 4º distrito de Santo Ângelo/RS. A 24.10.1903, São Miguel das Missões, c/c seu primo José de Sousa Baptista, 22 anos, n.  3º distrito de Santo Ângelo, filho de Belmiro de Sousa Baptista (fal. 28.11.1891, Santo Ângelo) e Rosa Cândida de Moraes (fal. 8.12.891, 3º distrito). Com descendência abaixo descrita.
Tn3. Avelino da Silva Martins, n. 12.8.1887; em 1910 c/c sua prima Alzira Gonçalves de Oliveira, n. 12.2.1890, filha de Hipólito Gonçalves de Oliveira e Maria Cândida d’Oliveira Moraes (sua tia materna).
Tn4. Hermelino da Silva Martins, n.16.8.1892; em 1917 c/c Catarina Maria Vieira, n. 25.8.1901, 3º distrito de Santo Ângelo/RS, onde fal. aos 21 anos, em 2.9.1922 (parto), filha de Avelino José Pavão e Virgínia Maria Vieira, ambos do RS e moradores no distrito de São Miguel das Missões, n.p. Belarmino José Pavão e Bernardina Maria Vieira, n.m. Antônio Moreira Tobias e Maria Antônia Vieira, ambos naturais do Estado do Paraná e moradores no 3º distrito de Santo Ângelo/RS. Hermelino e Catarina tiveram 2 filhos. Hermelino em 1924, Santo Ângelo/RS, c/c (2x) Maria José Marques Cavalheiro, n. 12.7.1905, filha de Inácio Pedro Cavalheiro e Silvina Marques de Menezes, n.p. Francisco Pedro Cavalheiro (filho de Manuel Francisco Cavalheiro e Maria Beatriz de Jesus) e Maria Adelaide Cardoso (filha de Maria Josefa Leite), ambos do RS, n.m. Joaquim Pereira Marques[xvii], morador no Estado do Mato Grosso onde fal., e Francisca Marques de Menezes, n. RS.
Filhos do 1º casamento de Hermelino e Catarina.
Qn1. Avelino, n. 1º.11.1918
Qn2. Antônio, n. 7.2.1921
Tn5. Firmino da Silva Martins, n. 25.11.1892, São Miguel das Missões, onde em 1922 c/c Bernardina dos Santos, n. 26.8.1905 no mesmo distrito, filha de Joaquim Luiz dos Santos e Carmelina da Silva e Santos, moradores no distrito de São Miguel.
Tn6. Francelino da Silva Martins, n. 2.3.1894, São Miguel das Missões.
Tn7. Constança da Silva Martins, em 1904, 3º distrito de Santo Ângelo/RS, c/c seu primo Severino de Sousa Baptista, filho de sua tia materna Rosa Cândida de Moraes e Belmiro de Sousa Baptista (ambos falecidos no distrito de São Miguel das Missões). Pais de:
Qn1. Franklina de Sousa Batista, n. 16.8.1905; em 1930, São Miguel, c/c Avelino Antônio da Silva, ali n. a 27.3.1902, filho de Jesuíno Antônio da Silva e Rosalina Maria Vieira, n.p. Delfino Antônio da Silva e Maria Antunes Moreira, n.m. Salvador Vieira Tobias e Belarmina Maria Francisca/Vieira.
Tn8. Brandina da Silva Martins, n. de Santa Tecla, onde aos 21 anos, em 1892, c/c Antônio Rodrigues de Almeida, n. 4.11.1867, Santo Ângelo/RS, filho de Joaquim Rodrigues de Almeida[xviii] e Maria de Deus da Silva. Pais de:
Qn1. Margarida, n. 12.8.1892, São Miguel das Missões.
Qn2. José, n. 15.11.1893, São Miguel das Missões.
Qn3. Dionísia, n. 15. 5.1895, São Miguel das Missões.
Qn4. Vicentina da Silva Rodrigues, n. 24.7.1902, Santa Tecla; em 1923, São Miguel das Missões, c/c seu primo Firmino da Silva Moraes, ali n. a 18.4.1898, filho de Pedro Antônio de Moraes (n. RS) e Cândida Nunes da Silva (fal. cerca de 1918), moradores em São Miguel, acima citados.
Qn5. Rosa, n. 6.9.1896, São Miguel das Missões.
Qn6. Virgilino Rodrigues da Silva, n. 21.3.1900, São Miguel das Missões.
Tn9. Galdino da Silva Martins, em 1913, Santa Tecla, c/c sua prima Maria Antônia de Moraes, n. 30.9.1894, São Miguel das Missões, filha de Pedro Antônio de Moraes e Cândida Nunes da Silva. AP: Ezequiel Antônio de Moraes e Cândida da Silva Moraes. AM: Ramires Nunes da Silva n. do RS e Silvana da Silva, moradores São Luiz Gonzaga/RS.
Tn10. Maria Josefa Martins, n. 27.3.1870, bat. Santo Ângelo/RS. Gerou a:
Qn1. Franklim, n. 22.8.1890, São Miguel das Missões.
Tn11. Valeriano, n. 12.6.1896, São Miguel das Missões.
Bn3. Maria Cândida de Moraes, n. 27.6.1855, bat. 9.7, São Borja/RS e fal. 8.2.1896, São Miguel das Missões, foi c/c Hipólito Gonçalves de Oliveira, fal. aos 50 anos, a 14.10.1891 no distrito de São Miguel das Missões, filho de Laurindo Gonçalves de Oliveira e Delfina Inácia Soares/Peixoto de Oliveira, com quem teve 11 filhos. Maria Cândida em 1895, São Miguel das Missões, c/c (2x) Avelino José Pavão[xix], filho de Belarmino José Pavão e Bernardina Maria Vieira, acima citados. Pais de:
Tn1. Cândida Gonçalves de Oliveira, aos 20 anos, em 1901, São Miguel das Missões, c/c Hemetério Gonçalves de Oliveira Peixoto, 21 anos, n. RS, morador no município de São Luiz Gonzaga, filho de Manuel Gonçalves de Oliveira Peixoto[xx] (fal. aos 76 anos, a 2.10.1921, São Luiz Gonzaga/RS), e Alexandra Maria de Oliveira, ambos naturais do RS e moradores no município de São Luiz Gonzaga/RS.
Tn2. Delfina Gonçalves de Oliveira, n. São Miguel das Missões, onde aos 19 anos, em 1901, c/c Wenceslau Padilha de Mendonça, 29 anos, n. Paraguai, filho de Francisco Padilha de Mendonça e Maria ...(?) de Mendonça, ambos naturais  e moradores no Paraguai. Pais de:
Qn1. Henriqueta, n.  26.12.1893, São Miguel das Missões.
Qn2. Virgilino Padilha de Mendonça, n. 20.10.1900, São Miguel das Missões.
Tn3. Ezequiel Gonçalves de Oliveira, n. 19.2.1875, bat. Santo Ângelo/RS; em 1901, São Miguel das Missões, c/c sua prima Maria Cândida de Moraes, n. a 11.7.1881, Santo Ângelo/RS, filha de Avelino da Silva Moraes e Zulmira Cândida de Moraes. Pais de:
Qn1. Zulmira Cândida de Oliveira, n. 28.1.1898, São Miguel das Missões.
Qn2. Hipólito Gonçalves de Oliveira, n. 24.2.1899, São Miguel das Missões.
Qn3. Maria José de Oliveira Moraes, n. 30.3.1900, São Miguel das Missões.
Tn4. Constâncio Gonçalves de Oliveira, n. 11.11.1876, São Miguel das Missões, onde em 1901 (o religioso deu-se a 29.9.1900) c/c sua prima Alexandrina de Souza Batista, ali n. 15.2.1884, filha de Belmiro de Sousa Baptista e Rosa Cândida de Moraes.
Tn5. Hipólito Gonçalves de Oliveira, n. 13.8.1884, São Miguel das Missões, onde em 1903, c/c sua prima Etelvina Antunes de Moraes, n. 11.8.1885 e fal. 3.4.1918. São Miguel, filha de Firmino Antônio de Moraes e Rita Antunes Ribas, moradores no distrito de São Miguel. Hipólito em 1919, São Miguel, c/c (2x) Dorvalina Ávila da Silva, n. 28.8.1902, São Miguel das Missões, filha de Manuel João Ávila da Silva e Francisca Antunes de Almeida, ambos naturais do RS e moradores no distrito de São Miguel das Missões. Pais de:
Qn1. Avelino Gonçalves de Oliveira, n. 3.5.905, São Miguel das Missões, onde em 1931, c/c sua prima Maria Cândida Antunes de Oliveira n. a 13.10.1913, São Miguel, filha de Pedro Gonçalves de Oliveira n. a 6.5.1882 e Franklina Antunes de Moraes, ambos naturais do RS e moradores no distrito de São Miguel.
Qn2. Pedro de Oliveira, n. 27.1.1907, São Miguel das Missões, onde em 1931 c/c Maria Cândida Schmitt, ali n. a 25.3.1912, filha de Eduardo Schmitt e Sebastiana Ribeiro Dutra, naturais do RS e moradores no distrito e São Miguel, n.p. Eduardo Schmitt e Maria Gonçalves Flora, naturais do RS, n.m. Justino Ribeiro Guimarães e Ana Maria Dutra, também naturais do RS.
# Nota:
Justino Ribeiro Guimarães e Ana Maria foram pais de:
1. Sebastião
2. Inocêncio Ribeiro Guimarães c/c Joana Antunes Padilha
3. Sebastiana Ribeiro Dutra casada com Eduardo Schmitt
4. Conceição Guimarães Dutra casou com Aristides José Pavão
5. Balbina Anna Ribeiro Dutra casou com João de Deus Rodrigues
6. Jesuíno Ribeiro Dutra  casou com Bibiana Moreira do Nascimento
7. José Ribeiro Dutra casou com Otacília Jung.
 Qn3. Rosa de Oliveira
Qn4. Ricardo de Oliveira
Qn5. Maria Cândida de Oliveira, n. 6.3.1913 São Miguel, onde c/c Nicanor José Marciano, filho de Juvêncio José Marciano e Maria Alves do Carmo.
Qn6. Firmino de Oliveira
Qn7. Solidade de Oliveira
Tn6. Laurentina Gonçalves de Oliveira/de Oliveira Moraes, em 1902, São Miguel das Missões, c/c José Rodrigues de Oliveira, filho natural de Angélica Rodrigues de Oliveira, moradora no município de São Luiz Gonzaga/RS.
Tn7. Pedro Gonçalves de Oliveira, n. 6.5.1882; em 1908, São Miguel das Missões, c/c sua prima Franklina Antunes de Moraes, n. 14.12.1886, filha de Firmino Antônio de Moraes e Rita Antunes Ribas. Pais de:
Qn1. Maria Cândida Antunes de Oliveira, n. 13.10.1913, São Miguel, onde em 1931, c/c seu primo Avelino Gonçalves de Oliveira, ali n. a 3.5.1905, filho de Hipólito Gonçalves de Oliveira (n. 15.8.1879, RS) e Etelvina Antunes de Moraes, fal. São Miguel, onde moradores.
Tn8. Ernesto Gonçalves de Oliveira, aos 22 anos, em 1907, São Miguel, c/c Belisia Joaquina dos Santos, n. 14.6.1886, filha de Antônio Joaquim dos Santos e Josefa Joaquina dos Santos, ambos n. do RS e moradores no distrito de São Miguel.
Tn9. Alexandra Gonçalves de Oliveira, n. 2.6.1888, onde em 1910, c/c seu primo Ezequiel da Silva Martins, n. 19.3.1883, RS, morador no 4º distrito de Santo Ângelo/RS, filho de Antônio da Silva Martins e Margarida Cândida de Moraes, ambos do RS e moradores no 3º distrito de Santo Ângelo/RS.
Tn10. Virginia Gonçalves de Oliveira
Tn11. Alzira Gonçalves de Oliveira, n. 8.2.1890, Santo Ângelo/RS, onde em 1910, c/c seu primo Avelino da Silva Martins, n. 12.8.1887, filho de Margarida Cândida de Moraes e Antônio da Silva Martins.
Tn12. Maria José, n. 1º.2.1896, São Miguel das Missões e fal. no dia seguinte.
Bn4. Firmino Antônio de Moraes, n. 25.2.1857, c/c Rita Antunes Ribas, n. RS e fal. aos 55 anos, a 17.10.1918, São Miguel das Missões, filha de Salvador Antunes da Costa (n. São Paulo e fal. 12.12 1882, Santo Ângelo/RS) e Maria da Glória Ribas Antunes (n. Paraná e fal. 20.4.1905, no 3º distrito de Santo Ângelo/RS), filha de Antônio dos Santos Pinheiro e Gertrudes de Oliveira Ribas. Firmino e Rita tiveram 10 filhos. Firmino em 1920, São Miguel, c/c (2x) Leonida Teixeira Brasil, n. 3.2.1898, São Miguel, filha natural de Benício Teixeira Brasil e Carolina Antunes Maciel, n.p. João Teixeira Brasil e Maria José de Bittencourt, n.m. Francisco Antunes Maciel e Maria Balbina Pinheiro, naturais do RS. Pais de:
Tn1. Avelino Antunes de Moraes
Tn2. Maria Cândida Antunes de Moraes, c/c José Martins Corrêa n. 4.11.1877, filho de Manuel Martins Corrêa e Marfisa Martins de Figueiredo. Pais de:
Qn1. Delfino Martins Corrêa, n. 14.2.1901, São Miguel das Missões, onde em 1928 c/c Maria José Ribas, n. 20.6.1908, filha de Antônio Antunes Ribas e Maria Francisca Matheus dos Santos Ribas, n.p. Salvador Antunes (n. SP) e Maria da Glória Ribas Antunes (n. Paraná), n.m. Francisco Matheus dos Santos[xxi] e  Rita Maria de Jesus.
Qn2. Nathália Martins Corrêa, n. 31.5.1912, São Miguel das Missões, onde em 1931 c/c Antônio Ribas Antunes, n. 2.6.1906, São Miguel, filho de Antônio Antunes Ribas (Tico) e Maria Francisca Matheus dos Santos, acima citados.
Qn3. Laudelina Martins Corrêa, n. 4.1.1903, São Miguel das Missões, onde em 1924 c/c Ângelo Ribas, ali n. 9.6.1900, filho de Antônio Antunes Ribas (Tico) e Maria Francisca Mateus Ribas, citados.
Tn3. Franklina Antunes de Moraes, n. 14.12.1886; em 1908, São Miguel das Missões, c/c seu primo Pedro Gonçalves de Oliveira, 25 anos, filho de Hipólito Gonçalves de Oliveira e Maria Cândida Moraes, ambos falecidos no distrito de São Miguel. Pais de:
Qn1. Maria Cândida Antunes de Oliveira, n. 13.10.1913, São Miguel das Missões, onde em 1931 c/c seu primo Avelino Gonçalves de Oliveira, n. 3.5.905, São Miguel, filho de Hipólito Gonçalves de Oliveira e Etelvina Antunes de Moraes.
Tn4. Carmelinda Antunes de Moraes, n. 11.2.1889, São Miguel das Missões, onde em 1906 c/c João dos Santos Simas, n. 7.9.1883, fal. aos 35 anos, a 11.11.1916, Montevidéu, filho de Manuel Tomaz (de) Simas[xxii] (nascido em Santa Catarina) e Florisbela Maria dos Anjos[xxiii], ambos falecidos no distrito de São Miguel. Carmelinda e João tiveram o filho Benvindo. Os avôs paternos de João foram Simeão dos Santos Simas e Maria Antônia dos Anjos e, os avós maternos, Inácio Pereira da Silva (falecido em torno de 1874 em Santo Ângelo/RS) e de Placidina Martins dos Anjos). Carmelina em 1918 em São Miguel c/c (2x) Claudino Pereira Obregão, n. 29.5.1894 São Miguel, filho de João do Carmo Obregão e Francisca Pereira da Silva.
Manoel Tomás de Simas (faleceu aos 50 anos a 14.1.1890, no 3º dist Santo Ângelo/RS) e Florisbela foram pais de :
1. Bento dos Santos Simas casado com Maria Inácia Antunes.
2. Inácio dos Santos Simas casou com Gaudência Ávila da Silva.
3. José dos Santos Simas
4. Antônio dos Santos Simas, casou com Belmira Sinforoza de Oliveira.
5. Bernardina Simas/Maria dos Anjos casada com Theodoro Ávila da Silva.
6. Cândida Simas/Maria dos Anjos casou com Belisário Ávila da Silva.
7. Clarinda Simas/ Maria dos Anjos casou com Tiburcio Antunes (Antônio) Ferreira ou de Freitas.
8. Manoel dos Santos Simas, casou com Florisbela Maria dos Anjos (?).
9. João dos Santos Simas, casou com  Carmelinda Antunes de Moraes (Carmelina casa, depois, com Claudino Pereira Obregão).

10. Benedito dos Santos Simas
Pais de:
Qn1. Benvindo
Tn5. Ricardo Antunes de Moraes, n. 12.2.1893, São Miguel das Missões; em 1915, Santa Tecla, enquanto que o casamento religioso deu-se a 17.9.1919 em São Miguel das Missões, c/c Honorina Mateus dos Santos, ali n. a 21.11.1892, filha de Ângelo Mateus dos Santos e Vicentina Souto Maior, n.p. Francisco Matheus dos Santos e Rita Maria de Jesus, n.m. Agostinho Souto Maior (fal. 6.3.1881) e Belmira/Beliza Souto Maior, ambos do RS e moradores em Santa Tecla.
Tn6. Manuel Antunes de Moraes, n. 21.4.1894, São Miguel das Missões, onde em 1920 c/c Idelmira Severo Schmitt, n. 24.10.1898, São Miguel, filha de Bernardino Teodoro Schmitt e Anacleta Antônia Severo.
Tn7. Anália Antunes de Moraes, n. 20.6.1895, São Miguel das Missões.
Tn8. Josefina Antunes de Moraes, n. 13.5.1896, São Miguel das Missões, onde em 1912 c/c Balduíno Soares Bedat, filho de Pacifico Soares Bedat e Damasia Soares Leal, n. p. Jacinto Soares e Vicência (?) Soares, n.m. Antônio José Leal e Josefa Soares Leal.
Tn9. Laurentina Antunes/Ribas de Moraes, n. 16.6.1897, São Miguel das Missões, onde em 1916 c/c João Mateus dos Santos, n. 10.6.1895, 4º distrito de Santo Ângelo, filho de Ângelo Mateus dos Santos e Vicentina Souto Maior dos Santos, falecidos em São Miguel, n.p. Francisco Mateus dos Santos e Rita Maria de Jesus, n.m. Agostinho Souto Maior e Belizia de Miranda Souto Maior.
Tn10. Etelvina Antunes de Moraes, n. 11.8.1885, fal. com cerca de 30 anos, a 3.4.1918, São Miguel das Missões, onde em 1930 c/c seu primo Hipólito Gonçalves de Oliveira, filho de Hipólito Gonçalves de Oliveira e Maria Cândida de Moraes. Com descendência acima descrita.
Tn11. Arminda, n. em 12.9.1890, São Miguel das Missões.
Bn5. Zulmira Cândida de Moraes, n. 4.1.1859, Santo Ângelo/RS (bat. Cruz Alta). Casou em Santo Ângelo a 22.9.1877, c/c Avelino da Silva Moraes, 26 anos, n. Santo Ângelo, filho de Emerenciano da Silva Moraes e Carolina Joaquina dos Santos. Pais de:
Tn1. Maria Cândida de Moraes, n. 11.7.1881, Santo Ângelo; em 1901, São Miguel das Missões, c/c seu primo Ezequiel Gonçalves de Oliveira, n. 19.2.1875, bat. Santo Ângelo, filho de Hipólito Gonçalves de Oliveira e Maria Cândida de Moraes. Descendência acima descrita.
Tn2. Cândida da Silva Moraes, n. 11.4.1888; em 1907, São Miguel das Missões, c/c Acácio do Nascimento e Silva, n. 9.4.1883, filho de Militão do Nascimento e Silva e Maria Bernardina do Nascimento, n.p. Agostinho do Nascimento e Silva e Damasia Joaquina de Jesus, n.m. Viriato Inácio/de Souza Baptista[xxiv] e Bernardina, fal. a 30.9.1886, distrito de São Miguel das Missões.
Tn3. Antônia da Silva Moraes, aos 20 anos, em 1902, Santa Tecla, c/c Virgilio Cardoso Duarte, 22 anos, filho de João Cardoso Duarte (fal. São Luiz Gonzaga/RS) e Maria Jezuina Duarte[xxv] (fal. 11.3.1887, no mesmo município). Pais de:
Qn1. Avelino Cardoso Duarte, n. 16.7.1903, Santo Ângelo; em 1931, São Miguel das Missões, c/c Ildes Adolfa da Trindade, n. 16.8.1913, São Luiz Gonzaga, filha de Lorindo Adolfo e Josefina Adolfo da Trindade, n.p. Paulino Adolfo e Maurícia Adolfo, n.m. Leovegildo Pires da Trindade e Maria Sinforosa da Trindade.
Tn4. Leonel da Silva Moraes, n. 29.8.1889, São Miguel das Missões, onde em 1917 c/c Verônica Schorn Braga, ali n. 28. 1.1901, filha de Manuel Boaventura Braga (n. 4.3.1869) e Ana Schorn (n. 11.12.1878), ambos do RS e moradores no distrito de São Miguel, n.p. Delfino Rodrigues Braga[xxvi] e Porfíria Maria da Luz, naturais do RS e moradores no mesmo distrito, n.m. João Henrique Schorn e Henriqueta do Amaral Schorn.
Tn5. Emerenciano da Silva Moraes, n. 19.2.1891, São Miguel das Missões; em 1920, Santa Tecla, c/c Conceição Moraes do Nascimento, n. 1º.1.1896, São Miguel, filha de Bento da Silva Moraes e Cristina do Nascimento e Silva, n.p. Emerenciano da Silva Moraes e Maria Inácia dos Santos/ Maria Santa, moradores Santa Tecla, n.m. Militão do Nascimento e Silva e Maria Bernardina do Nascimento.
Tn6. Bento Moraes Sobrinho, n. 23.11.1893, São Miguel das Missões. Em 1917, Santa Tecla, c/c sua prima Damazia Morais do Nascimento, ali n. a 21.11.1895, filha de Bento da Silva Moraes (filho de Emerenciano da Silva Moraes[xxvii] fal. a 1.11.1895 e Maria Inácia dos Santos/Maria Santa) que casou em 1900 com Cristina do Nascimento e Silva (filha de Militão do Nascimento e Silva e Maria Bernardina do Nascimento).
Tn7. Cirina/Sirina da Silva Moraes, n. 26.8.1894, São Miguel das Missões; em 1917, Santa Tecla, c/c Juvenal da Silva Machado, ali n., filho de Ricardo da Silva Machado e Constância Medeiros da Silva, fal. no mesmo distrito.
Tn8. Damazia da Silva Moraes, n. 9.8.1896, São Miguel das Missões; em 1917, Santa Tecla, c/c Cândido da Silva Machado, ali n. 13.4.1894, filho de Ricardo da Silva Machado e Constança Medeiros da Silva, n.p. Pedro da Silva Machado e Constância da Silva Martins, n.m. Serafim José de Medeiros e Vicentina do Nascimento e Silva.
Tn9. Horácio da Silva Moraes, n. 19.2.1898, Santa tecla, onde em 1926 c/c Maria da Gloria Vieira de Sousa, ali n. a 13.12.1907, f.ª de Teotônio Vieira de Sousa e Bernardina Antônia da Silva, n.p. Januário Vieira de Souza e Eulália Francisco Serpa, n.m. Amâncio Antônio Teixeira/da Silva e Maria Antônia de Moraes.
Tn10. Carmelina da Silva Moraes, em 1922 c/c José Maria do Nascimento, n. 26.2.1892, 4º distrito de Santo Ângelo/RS, filho de Severino do Nascimento e Silva, 55 anos, e Margarida Moraes do Nascimento.
Tn11. Ermandina de Moraes, n. 13.12.1899, São Miguel das Missões.
Tn12. Aparício da Silva Moraes, n. 22.3.1901, São Miguel das Missões.
Bn6. Vicentina Cândida de Moraes, c/c João da Cunha Pessanha, filho de Mafalda Júlia do Amaral[xxviii] Foram moradores em Santo Ângelo/RS. Pais de:
Tn1. Deolindo da Cunha Peçanha, n. a 17.6.1892, São Miguel das Missões.
Tn2. Dulcino da Cunha Peçanha, em 1914, São Miguel das Missões, c/c Amélia Ribas, ali n. 2.5.1894, filha de Ricardo Antunes Ribas (n. RS) e Soledade Rodrigues Braga (n. 6.7.1875, bat. Santo Ângelo), moradores em São Miguel, n.p. Salvador Antunes e Maria da Glória Ribas Antunes (ambos do Paraná), n.m. Justino Rodrigues Braga[xxix] (fal. 6.10.1884, Santo Ângelo) e Bráulia Rodrigues Paz (n. RS).
Bn7. Rosa Cândida de Moraes, fal. 8.12.891, Santo Ângelo, c/c Belmiro de Souza Batista, ali fal. 28.11.1891, f.º de Boaventura de Sousa Baptista[xxx] e Francisca Vieira Marques, moradores em São Luiz Gonzaga, n.p. Inácio de Sousa Baptista (bat. 17.11.1799, Florianópolis (Lagoa) e Ana da Conceição (n. 4.8.1785, Viamão) (Inácio e Ana casaram a 24.11.1823, Osório/RS), n.m. João Vieira de Borba[xxxi] e Matilde Pereira Marques (ver família de Jacinto Vieira de Borba e Antônia Joaquina Pereira Marques). Pais de:
Tn1. Severino de Sousa Batista, n. 12.3.1880 e fal. 25.7.1944; em 1904, 3º distrito de Santo Ângelo, c/c sua prima Constança da Silva Martins, filha de Margarida Cândida de Moraes e Antônio da Silva Martins. Pais de:
Qn1. Franklina de Sousa Batista, n. 16.8.1905; em 1930, São Miguel das Missões, c/c Avelino Antônio da Silva, ali n. a  27.3.1902, f.º de Jesuíno Antônio da Silva e Rosalina Maria Vieira, n.p. Delfino Antônio da Silva e Maria Antunes Moreira, n.m. Salvador Vieira/Luiz Tobias[xxxii] (fal. 14.3.1894, 3º distrito de Santo Ângelo) e Belarmina Maria Vieira (ou Belarmina Francisca Vieira).
Tn2. Inocêncio Vieira de Moraes, n. cerca de 1882, morador em São Luiz Gonzaga.
Tn3. José de Sousa Batista, n. cerca de 1885, morador em Santo Ângelo. Em 1903, São Miguel, aos 22 anos, c/c sua prima Cândida da Silva Martins, 19 anos, n. e moradora no 4º distrito de Santo Ângelo, filha de Antônio da Silva Martins e Margarida Cândida de Moraes. Pais de:
Qn1. Rosalina da Silva Batista, n. 12.7.1904, São Miguel das Missões, onde c/c Gilio José Severo, n. 8.3.1900 (?), no 4º disttrito de Santo Ângelo, filho de José Vidal Severo e Francisca Barbosa, moradores de São Miguel das Missões.
Qn2. Margarida da Silva Batista, n. 29.4.1906, São Miguel das Missões. Em 1929 c/c Idalêncio José Severo, n. 26.4.1900, 4º distrito de Santo Ângelo, filho de José Vidal Severo (fal. em torno de 1885 no 4º distrito de Santo Ângelo) e de Francisca Barbosa.
Tn4. Alexandrina de Sousa Batista, n. 15.2.1884, Santo Ângelo; em 1901, São Miguel das Missões, c/c seu primo Constâncio Gonçalves de Oliveira, n. 11.11.1876, Santo Ângelo, filho de Hipólito Gonçalves de Oliveira e Maria Cândida de Moraes.
Tn5. Ezequiel de Sousa Batista, em 1887 morador em São Luiz Gonzaga.
Tn6. Rosalina de Sousa Batista, n. 27.3.1887, Santo Ângelo, onde fal. 25.3.1913, tendo ali, aos 15 anos, a 16.4.1906, c/c Ernesto de Aguiar Kruel, n. 11.4.1874, bat. 10.9.1874, São Miguel das Missões e fal. 28.2.1944, morador no 5º distrito de São Luiz Gonzaga (Colônia Guarani), filho de Christiano Kruel Sobrinho (f.º de Frederico Kruel e Generosa Lemos(es) Quaresma ) e Zelinda de Aguiar (f.ª de João Cardoso de Aguiar e Rosa Constança da Silva Moraes/Machado). Ernesto e Rosalina tiveram 5 filhos: Jeni, Zelinda, Avelino Christiano e Juracy. Ernesto c/c (2x) Leopoldina Albrecht Fucks, filha de João Jacob Albrecht [xxxiii] (fal. 11.8.1892, Santo Ângelo/RS) e Carolina Sonnet (fal. 26.12.1886, Santo Ângelo/RS) (sobre a família Sonnet: http://pufal.blogspot.com/2010/02/familias-alemas-i-os-sonnet.html). Ernesto e Leopoldina não tiveram filhos. Esta família encontra-se neste blog em: http://pufal.blogspot.com/search/label/Cardoso%20de%20Aguiar)
Tn7. Geraldino de Sousa Batista, n. 6.10.1889, São Miguel das Missões e fal. 17.2. 1903, Santo Ângelo/RS.
Tn8. Maria José de Souza Batista, n. 15.4.1891, São Miguel das Missões, onde fal. 22.11.1891.
Bn8. Ana, n. 9.9.1863, bat. 6.2.1863, Santo Ângelo/RS.
Bn9. Pedro Antônio de Moraes, n. 13.12.1864, Santo Ângelo/RS; em 1900, São Miguel das Missões, c/c Cândida Nunes da Silva, ali n. a 6.1.1867 e fal. aos 48 anos, a 13.12.1918, f.ª de Ramires Nunes da Silva (n. RS) e Silvana Maria da Conceição, moradores em São Luiz Gonzaga, n.p. Manuel Nunes da Silva e Cândida e n.m. incógnitos. Cândida deixou 9 filhos. Em 1920, São Miguel das Missões, Pedro c/c (2x) Franklina Antunes Maciel, n. 29.10.1899, São Miguel das Missões, f.ª de José Paz Maciel e Maria Antunes Maciel, naturais do RS, n.p. Ricardo Paz Maciel e Paulina Ruberta Maciel, n.m. João Teixeira Paixão e Francisca Alves Ferreira ou era filha n. de Francisca Antunes de Freitas, n. do RS. Pais de:
Tn1. Josefina da Silva Moraes, n. 24.9.1892; em 1915, São Miguel das Missões, c/c Eugênio da Silva Moraes, n. 11.10.1890, Santa Tecla, filho de Cirino da Silva Moraes e Cesária Soares de Oliveira (fal. 2ª distrito de Santiago do Boqueirão), n.p. Emerenciano da Silva Moraes e Maria Santa/Maria Inácia Teixeira, n.m. Laurentino Soares de Oliveira e Virginia Maria da Conceição, naturais do RS.
Tn2. Maria Antônia da Silva Moraes, n. 30.9.1894, São Miguel das Missões; em 1903, Santa Tecla, c/c seu primo Galdino da Silva Martins, filho de Antônio da Silva Martins e Margarida Cândida de Moraes.
Tn3. Virgílio Antônio da Silva Moraes, n. 9.12.1895, São Miguel das Missões, onde em 1918, c/c Joana Schorn, ali n. a 20.8.1892, filha de João Henrique Schorn (n. 22.6.1852, RS) e Henriqueta do Amaral (n. 2.11.1851, RS) e moradores em São Miguel, n.p. João Schorn (n. Alemanha) e Ana de Almeida Schorn (n. RS), nm. Mafalda Júlia do Amaral, n. do RS.
Tn4. Lucídio da Silva Moraes, n. 11.2.1897, São Miguel das Missões, onde aos 24 anos, em 1922, c/c Malvina Antunes Maciel, n. 24.11.1898, filha de José Paz Maciel e Maria Antunes Maciel, ambos do RS e moradores em São Miguel; n.p. Ricardo Paz Maciel e Paulina Roberta Maciel, naturais do RS, n.m. filha n. de Francisca Antunes de Freitas, n. do RS (ou filha de João Teixeira Paixão e Francisca Alves Ferreira).
Tn5. Firmino da Silva Moraes, n. 17.4.1898; em 1923, São Miguel das Missões, c/c sua prima Vicentina da Silva Rodrigues, n. 4.7.1902, Santa Tecla, filha de Antônio Rodrigues de Almeida e Brandina da Silva Martins/Moraes, ambos do RS e moradores em Santa Tecla, n.p. Joaquim Rodrigues de Almeida e Maria de Deus, ambos do RS, n.m. Antônio da Silva Martins e Margarida Cândida de Moraes, ambos de Santo Ângelo.
Tn6. Constâncio da Silva Moraes, n. 9.2.1900, São Miguel das Missões, onde em 1923 c/c Ermandina Antunes Maciel, n. 4.12.1903, filha de José Paz Maciel e Maria Antunes Maciel, ambos do RS e moradores São Miguel, n.p. Ricardo Paz Maciel e Paulina Ruberta, do RS, n.m. João Teixeira Paixão e Francisca Alves Ferreira (ou filha natural de Francisca Antunes de Freitas, n. do RS).
Tn7. Guilhermina da Silva Moraes, n. 1º.11.1901, São Miguel das Missões, onde em 1921 c/c José Maria Severo, n. 13.5.1894, 4º distrito de Santo Ângelo, filho de Isabel Maria Severo, 65 anos, n.m. Vidal José Severo[xxxiv] e Constantina Maria Severo, fal. a 1.5.1863, Cruz Alta, naturais do RS.
Tn8. Virgilina (?) da Silva Moraes
Tn9. Franklina da Silva Moraes
Bn10. Umbelina Cândida de Moraes, n. 15.2.1873, São Luiz Gonzaga/RS e fal. 24.03.1917 em Santo Ângelo/RS. Casou-se aos 18 anos, a 29.9.1891 em São Miguel das Missões, com Martiniano/Hortêncio Ferreira Burgdoff, 25 anos, filho de Manuel Carlos Burgdorff [xxxv] (fal. 26.8.1902, São Miguel) e Luiza Teodora Ferreira, n.p. Carlos Burgdorff/Burgdhorf[xxxvi] (n. Alemanha) e Escolástica Cardoso, n.m. Agostinho Teodoro Ferreira (originalmente Schmidt, n. Alemanha e citado neste blog) e Maria Moreira. Pais de:
Tn1. Antônio Moraes Burgdoff
Tn2. Delfina Moraes Burgdoff, n. 26.4.1893, São Miguel das Missões, onde em 1º.6.1910 c/c Manuel Marques Soares, n. 28.4.1887, filho nautral de Teodora Marques Soares (n. RS e moradora no distrito de São Miguel). Pais de:
Qn1. Margarida Marques Soares, n. 10.7.1911, São Miguel das Missões, onde em 1929 c/c João Damasceno José de Souza, n. 6.5.1891, 4º distrito de Santiago do Boqueirão/RS, filho de Manuel José de Souza e Francisca José de Souza (fal. cerca de 1926, no 4º distrito de Santiago do Boqueirão/RS).
Tn3. Maria Cândida Moraes Burgdoff, n. 27. 5.1894, São Miguel das Missões.
Tn4. Maria Moraes Burgdoff, n. 3.5.1895, São Miguel das Missões.
Tn5. Leontina Moraes Burgdoff, n. 13.8.1896, São Miguel das Missões.
Tn6. Domingos Ferreira Burgdorff, n. 12.5.1898, São Miguel das Missões, onde fal. em julho1898.
N19. Clara Constância de Moraes, c/c Bento José (da Silva Machado?).
N20. Serafim Constâncio da Silva Moraes, n. 1º.12.1829, Cachoeira do Sul, e fal. 30.12.1880, São Luiz Gonzaga, c/c Idalina Martins de Moraes, fal. aos 70 anos, a 20.11.1917, São Luiz Gonzaga. Pais de:
Bn1. Serafim Constâncio de Moraes
Bn2. Ezequiel Constâncio de Moraes, casou aos 34 anos, a 13.6.1901 em São Luiz Gonzaga/RS com Teófila Mendes Guimarães, então com 18 anos, onde fal. 7.3.1942, filha de João Mendes Guimarães e Carlota Martins.
Bn3. Brandina Martins de Moraes, c/c Osteno Leão de Moraes.
Bn4. Carmelina Constância de Moraes, faleceu a 08.08.1886 em São Luiz Gonzaga/RS, onde casou a 24.12.1884 com Antônio de Mattos Pereira, nascido a 23.11.1862, bat. 8.12, São Luiz Gonzaga/RS e onde fal. a 7.1.1895, filho de José de Mattos Pereira e Inácia Maria de Jesus, neto paterno de João de Mattos Pereira e Ana Mendonça de Jesus/Ana Rosa de Jesus e, maternos, de José de Mattos Pereira e Inácia Maria de Jesus (falecida a 26.11.1887), nascidos em Torres/RS. Antônio de Mattos Pereira casou-se em segundas núpcias com Honorina Moraes de Mattos, com quem teve dois filhos.
Mais informações sobre a família Mattos Pereira, vide:
OWENS, Marli Carvalho. Mattos: A saga de uma família. Dourados MS: s.ed., 2000.
***
Cândida Inácia Maria de Jesus e José de Mattos Pereira foram pais de:
1. Ponciano de Mattos Pereira cc Izabel Leivas.
2. Manoel de Mattos Pereira Sobrinho cc Maria Camila de Mattos (de Jesus)
3.J oão de Mattos Pereira Sobrinho cc Silvana Silveira Marques/ Nunes de Oliveira ?
4. José de Mattos Pereira Filho cc Jerônima (Nunes) da Silveira Marques
5. Maria Inácia Pereira cc Antonio Elias de Carvalho Filho
6. Francisco de Mattos Pereira cc Balbina de marques Pereira
7. Antônio de Mattos Pereira cc Carmelina Idalina de Moraes
8. Joaquim de Mattos Pereira cc Genoveva Maria de Mattos
9. Cândida de Mattos Pereira cc Quirino Silveira Marques Filho
10. Bento de Mattos Pereira cc Inocência Rodrigues Pereira.
11. Amandio de Mattos Pereira cc Maria Luiza Mercedes de Brum
12. Ana Inácia de Mattos cc Inácio de Mattos Pereira
13. Inácia Maria de Mattos cc Manoel Inácio de Mattos
14. Florência Inácia de Mattos cc Francisco Mattos dos Santos
15. Araci de Mattos cc Abílio Silveira Marques, filho de Benjamim Silveira Marques e Ana Joana Alves de Mattos. Avós paternos de Abílio foram Querino Silveira Marques e Jerônima Nunes de Oliveira. Seus avós maternos: João Manoel de Mattos e Brandina Alves do Amaral/ de Mello.  A CONFIRMAR, SE FILHA DO CASAL.
***
José de Matos Pereira e Inácia foram pais de 14 filhos abaixo listados. José de Mattos casa em 2º mat com Lucinda Beninha dos Santos.
1. Cel. Ponciano de Mattos Pereira "Coronel Ponciano. Casou-se com Maria Luiza Holzbach, e com Isabel Leivas.
2. Manoel de Mattos Pereira Sobrinho casa com Maria Camila de Mattos (de Jesus).
3. João de Mattos Pereira Sobrinho Casou-se com Silvana Nunes de Oliveira.
4. José de Mattos Pereira Filho casou-se com Jerônima Nunes de Silveira Marques.
5. Maria Inácia de Mattos casou-se com Antônio Elias de Carvalho (filho)
6. Francisco de Mattos Pereira casou-se com Clarinda Augusta Leitão e com Balbina Rodrigues Pereira.
7. Antônio de Mattos Pereira casou com Carmelina Idalina de Moraes
8. Joaquim José de Mattos Pereira casou-se com Florência Maria de Mattos e com Genoveva Maria de Mattos.
9. Cândida de Mattos Pereira casou-se com Quirino Silveira Marques Filho.
10. Bento de Mattos Pereira casou-se com Inocência Rodrigues Pereira.
11. Amândio de Mattos Pereira casou com Maria Luiza Mercedes de Brum.
12. Ana Inácia de Mattos casou com Inácio de Mattos Pereira
13. Inácia Maria de Mattos casou com Manoel Inácio de Mattos
14. Florência Inácio de Mattos casou com Francisco Mattos dos Santos e João da Silva Mello.
15. Carmelina de Mattos Pereira casou-se com o sobrinho Alfredo Moraes de Mattos. 
Carmelinda e Antônio foram pais de:
Tn1. Alfredo Moraes de Mattos, nasceu cerca de 1883, São Luiz Gonzaga/RS e foi morador no Mato Grosso.
Bn5. Inácio de Moraes
Bn6. Onorina Moraes de Mattos casou-se com Antônio de Mattos Pereira, seu cunhado, pois viúvo da irmã Carmelina Constância de Moraes. Pais de:
Tn1. Odorico Mattos Moraes, n. 1893 em São Luiz Gonzaga/RS. Casou com Alzira Gonçalves de Oliveira.
Tn2. Lauro Mattos Moraes, n. 24.6.1894 em São Luiz Gonzaga. Casou com Vicentina Corrêa de Moraes.
Bn7. Maria José
Bn8. Franklim Martins de Moraes
Bn9. Firmino de Moraes
Bn10. Serafina Constança de Moraes. Gerou a: 
Tn1. Antônio da Silva Moraes, a 7.6.1919 c/c Honorina Cândida de Moraes, 17 anos, filha de Florisbaldo Cândido de Moraes e Rita Pinheiro de Moraes.
Tn2. Paulino da Silva Moraes
Tn3. Florestan da Silva Moraes
Tn4. Cândida da Silva Moraes
Tn5. Ubaldina da Silva Moraes, n. 2.1.1893. A 26.10.1918, São Luiz Gonzaga/RS, c/c Onofre Dalavia, n. 12.10.1883, filho de Nicodemes Dalavia (fal. 1890, São Luiz Gonzaga) e Joaquina Gomes (n. 1869).
F15. ANTÔNIO JOSÉ DE MORAES, bat. 19.04.1776 em. Rio Pardo e falecido a 27.06.1826 em Cachoeira do Sul, onde a 20.2.1807 c/c Rosa Maria de Ataíde (também Atayde, Athayde, Athaíde), bat. 20.12.1789, Lages/SC, f.ª do sargento-mor Manuel Rodrigues de Athayde e Maria do Rosário de Oliveira, acima mencionados. Pais de:
N1. Miguel Alves c/c Maria Antônia de Athayde.
N2. Umbelina de Moraes, n. 1º.11.1807, Cachoeira do Sul.
N3. Clara Maria de Ataídes, b. 8.12.1808, Cachoeira do Sul, onde se casou com Antônio Machado da Silva, n. Rio Pardo, filho de José Machado da Silva e Maria Inácia dos Anjos. Pais de:
       Bn1. Esmênia da Silva, n. 22.11.1829, Cachoeira do Sul.
       Bn2. Florinda da Silva, n. 14.05.1832, Cachoeira do Sul.
       Bn3. Florêncio da Silva, n. 20.10.1833, Cachoeira do Sul. 
N4. Escolástica Francisca de Moraes, b. 15.4.1810, Cachoeira do Sul, onde casou com Agostinho dos Santos Maia ou também Agostinho Fernandes dos Santos, n. Rio Pardo, f. de  João Fernandes Lima Maia (n. Viamão) e de Jacinta Maria de Jesus (n. Rio Pardo). Pais de:
        Bn1. Edwirge (Idovirge), b. 28.5.1828, Cachoeira do Sul.
        Bn2. Brígida, n. 17.3.1830, Cachoeira do Sul.
        Bn3. Modesto, n. 02.06.1831, Cachoeira do Sul.
        Bn4. Antônio, n. 28.1.1833, Cachoeira do Sul.
        Bn5. Escolástica, n. 1º.12.1835, Cachoeira do Sul.
N5. Felicidade de Oliveira Moraes, n. 29.09.1813, Cachoeira do Sul, onde se casou com o seu primo Gabriel José da Rosa, acima mencionados.
N6. Antônio de Moraes, bat. 06.6.1815, Cachoeira do Sul.
N7. Rosa Maria de Ataídes, n. 19.02.1817, Cachoeira do Sul, onde se casou com Evaristo Ferreira de Macedo, ali n., filho de Vicente Ferreira de Macedo e Francisca Maria de Avelar. Pais de:
        Bn1. Laurindo Macedo, n. 15.3.1836, Cachoeira do Sul.
N8. Senhorinha de Moraes, n. 05.9.1818, bat. 15.11.1818, Cachoeira do Sul.
N9. David Antônio de Moraes, n. 02.12.1820, Cachoeira do Sul.
N10. Ana Francisca de Moraes, n. 15.10.1823, Cachoeira do Sul, onde se casou com o seu primo Bento José da Rosa, acima mencionados.
N11. Olivério de Moraes, b. 15.3.1826, Cachoeira do Sul.

FONTES:
- Arquivo da Dioceses de Bagé/RS: livros de batismos, casamentos e óbitos de São Gabriel.
- Arquivo da Diocese de Cachoeira do Sul/RS: livros de batismos e casamentos de Cachoeira do Sul.
- Arquivo da Igreja dos Mórmons: microfilmes de Santo Ângelo, São Miguel das Missões, Santa Tecla, São Borja, Santa Maria, São Pedro do Sul, Dilermando de Aguiar, Boca do Monte, da freguesia de N. Sra. da Assunção, ilha de Santa Maria (Açores);
- Arquivo Histórico da Arquidiocese de Santa Maria: livros de batismos, casamentos e óbitos de Santa Maria e São Pedro do Sul.
- Arquivo Histórico da Cúria de Santo Ângelo: livros de batismos e casamentos de Santo Ângelo, São Miguel das Missões.
- Arquivo Histórico da Cúria Metropolitana de Porto Alegre (AHCMPA): livros de batismos, casamentos e óbitos de Rio Pardo, Viamão, Porto Alegre; arquivo de Jorge Godofredo Felizardo; habilitações de casamento.
- Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul (APERS): inventários, testamentos; livros de registros paroquiais, livros de Notas e talonários do registro civil;
- Arquivos pessoais de: João Simões Lopes Filho, Elisabete Berté da Cruz, Zélce Mousquer, Diego de Leão Pufal, João Alberto Pereira de Andrade, Roni de Vasconcellos Santos, Leika Rompokos.
- BELÉM, João. História do Município de Santa Maria (1797-1933). Porto Alegre: 1ª ed., 1933, Livraria Selbach ed.
- BELTRÃO, Romeu. Cronologia Histórica de Santa Maria e do extinto muncípio de São Martinho. 2ª ed. 1979.
- CARVALHO, E. d´Artagnan. Livros de Registros de Testamentos de Rio Pardo, in Revista do Museu Júlio de Castilhos, n.º 6.
- GOETTEMS, Mário Hilário. Site da família Goettems, disponível em: http://www.goettems.com.br/ades.htm
- OWENS, Marli Carvalho. Mattos: A saga de uma família. Dourados MS: s.ed., 2000
- PUFAL, Diego Brasil de Leão. Ensaios Genealógicos da Família Brasil e Laureano da Silva. Porto Alegre: G&W editora, 1999.
- PUFAL, Diego de Leão. A família Brito Peixoto: a descrição de dois ramos em Viamão (Raízes de Viamão, org. Véra Lucia Maciel Barroso). Porto Alegre: EST, 2008.
- SCHMIDT, Jandira de M. Munhoz. Família Munhoz de Camargo – Raízes pioneiras na formação de São Paulo e Rio Grande do Sul. Porto Alegre: ed. da autora, 1998.
- Sites: http://www.myheritage.com.br/site-70843182/amattos-genealogia-da-familia-mattos
- TINM, Octacílio B. e GONZALES, Eugenio (org. e editores). Album ilustrado do Partido Republicano Castilhista – RGS. Livraria Selbach de J.R da Fonseca e Cia, Porto Alegre,1934.
- Agradecimentos: Vanessa Gomes de Campos, Zoé Laureano da Silva, Viviane W. Velloso, Tânia K. Arruda.

[i] Vide: Famílias Portuguesas nas Missões (Rodrigues Penteado), no prelo.
[ii] Manuel Gomes Porto (f.º de Domingos Rodrigues Machado e Maria Domingues) c/c Teresa Antunes Maciel, n. Sorocaba/SP (f.ª de Francisco Rodrigues Machado e Ana Barbosa Maciel), foram pais de:
1. Manuel
2. Anastácio Gomes Porto
3. Francisco Gomes
4. Manuel Gomes
5. Francisco Gomes Porto
6. José Gomes Porto
7. Diniz Gomes Porto
8. Maria Delfina  c/c cap. Daniel Francisco Marques.              
9. Ana Gomes c/c João de Melo Rego.
10. Matilde Gomes c/c Joaquim de tal.
11. Antônio
12. Luciano
[iii] Maria do Rosário (n. 1754, Laguna/SC, filha de João Teixeira de Oliveira e Maria de São José) e  o sargento-mor Manuel Rodrigues de Athayde foram pais de:
1. Ana Delfina de Jesus ou Ana Delfina de Ataíde, bat. 13.8.1781, Lages/SC c/c Zacarias Soares da Silva, n. 1780, Santo Amaro/RS.
2. Ana, bat. 14.4.1784, Lages/SC.
3. Rosa Maria de Athayde, bat. 20.12.1789, Lages/SC c/c Antônio de Moraes - acima citados. 
4. Senhorinha Maria de Athayde, bat. 12.7.1795, Lages/SC c/c Bento Antônio de Moraes, acima mencionados.
5. Esméria Maria de Athayde, n. Lages/SC. A 22.11.1811, Cachoeira do Sul c/c Antônio Pereira Fortes ou Antônio Pereira da Silva, n. Rio Pardo/RS, filho de Antônio Pereira Fortes e Helena Maria da Silva.
6. Ludovina Maria de Athayde c/c a 25.4.1808, Cachoeira do Sul, com Bernardo de Souza Dias Cardoso, n. Rio Pardo/RS, filho de pais incógnitos.
7. Maria Angélica de Oliveira c/c João Pereira Carpes.
8. Umbelina Antônia de Athayde c/c alferes Antônio José de Bastos moradores Minas Gerais.
9. Clara Maria de Ataíde, n. 1774, Lages, onde a 1º.2.1786 c/c Mateus José de Souza.   
10. Manuel Rodrigues de Athayde, n. Lages/SC, casou a 07.6.1808, Cachoeira do Sul, com Mariana Alexandrina de Jesus, bat. 15.8.1777, Rio Pardo/RS, filha do tenente Salvador Martins Pereira e Lourença Maria de Jesus.
Maria do Rosário casou em 2ª núpcias com Manuel Gonçalves Fogaça, sem descendência.
[iv] Joaquina Peres Maciel foi mãe de:
1. Belarmino Pereira Fortes teve filhos naturais com Clarinda Leonor dos Santos.
2. Joaquim Pereira Fortes c/c Maria Tomazia Vieira.
3. Ismênia Maria Pereira c/c Miguel Pereira Fortes.
4. coronel Hilário Pereira Fortes c/c Francisca Fausta da Fontoura.
5. Pacifico Pereira Fortes c/c Clarinda Pereira de Matos.
6. Ana Valdina Pereira
7. Bárbara Pereira Fortes c/c José Coelho Torres.
8. Florisbela Francelina Pereira c/c Joaquim Gomes Sobrinho.
9. Joaquina Idalina Pereira c/c Tte Vicente Loureto de Barcelos.
10. Cap José Feliciano Fortes c/c Leopoldina Júlia de Moraes.
11. Laurindo Pereira Fortes c/c Jerônima Pereira dos Santos.
12. Pedro Pereira Fortes
[v] Amâncio (filho do 1º matrimônio de Domenciano Antônio de Brum fal. em 7.10.1891, Santiago) e Emília tiveram os filhos:
1. Laurinda Antônia de Brum c/c Miguel da Silva Martins.
2. Emílio de Brum
3. Valeriano de Brum
4. Delfina de Brum
[vi] José Rodrigues Barcellos e Simiana tiveram os filhos:
1. João Rodrigues Barcellos c/c Senhorinha Pereira da Luz.
2. Leopoldina Rodrigues Pereira c/c Delfino Pereira da Luz.
3. Joaquim Rodrigues Barcellos c/c Leôncia Vieira da Silva.
4. Senhorinha Rodrigues Barcellos c/c Antônio Maria Reinaldo.
5. Francelina Rodrigues Barcellos c/c Zeferino Fernandes Irassoquy.
6. Joana Rodrigues Pereira c/c João Pereira Garcia.
7. Justino Rodrigues Barcellos
8. José Rodrigues Barcellos
9. Osório Rodrigues Barcellos c/c Margarida da Silva Machado.
10 .Francisca Rodrigues Barcellos c/c Irineu Fernandes Irassoquy.
11. Generosa Rodrigues Barcellos c/c João Pereira Cardinal.
12. Cândida Rodrigues Barcellos c/c Cândido Pereira da Luz.
[vii] Antônio de S. Martins e Dorothea Teresa foram pais de:
1. Aniceta c/c Antônio Fernandes Afonso.
2. Faustina c/c Inácio Joaquim Borges.
3. Maria c/c Serafim José Cardoso.
4. Felicidade c/c Ramão Sanches.
5. Florisbela c/c José Ramos de Oliveira.
6 Leonor
7. Estácio de Souza Martins c/c Maria Constância da Silva Moraes.
8. Custódio
9. Constantino
10. João ( não consta no inventário do pai em 1836).
[viii] Francisca Benites teve os filhos:
1. Paulo Pinto de Oliveira e Cândida Corrêa de Oliveira.
2. Júlio Pinto de Oliveira c/c Delfina Antunes de Freitas.
3. Antônia d’Oliveira c/c Guilherme Fucks.
4. Miguel Fucks  de Oliveira c/c Maria Luiza Antunes de Freitas.
5. Antônio de Oliveira Pinto c/c Cândida Corrêa de Moura.
6. Lindóia de Oliveira c/c Serafim Corrêa de Moura.
7. Eulina Antunes de Oliveira c/c Zeferino Antunes de Freitas.
8. Elvira Antunes de Oliveira casada com Frederico Fucks/Fuchs.
[ix] Delfino casa, posteriormente, com Jerônima Antunes Ribas n. a 30.9.1885, filha de Basílio de Oliveira Ribas, fal. São Miguel das Missões e Fermina Antunes Ribas, com quem teve 3 filhos. (Jerônima irá casar depois, com Constâncio Fernandes Irassoquy,filho de Policarpo Fernandes Irassoquy e Maria Inácia Lemes da Rosa, moradores no distrito de Santa Tecla.
[x] Januário Vieira de Souza (f.º de Valeriano Vieira de Souza e Maria Vieira de Menezes) e Eulália foram pais de:
1.Malvina Escolástica de Medeiros c/c Clarimundo José de Medeiros.
2.Eudóxia Cirila Machado c/c Juvêncio José Machado.
3. Bernardina Vieira Gaspar viúva de Jozino Paulo Gaspar.
4. Teotônio Vieira de Souza c/c  Bernardina Antônia da Silva.
5. Florinda Vieira de Souza gêmea com Valeriano.
6. Valeriano Vieira de Souza
7. Petronilha Vieira de Souza
8. Flacila Vieira de Souza
9. José Vieira de Souza
10. Ercilia Vieira de Souza
[xi] Fidélis Souto Maior e Flacila de Miranda Osório (filha de José Francisco de Miranda Osório e Maria José Souto Marior), tiveram os filhos:
1. Rosalina n. a 10.11.1877, batizada em Santo Ângelo/RS.
2. Amélia n. cerca de 1878.
3. Virgilina n. cerca de 1877.
4. Isilmidra ou Zelinda n. 1881.
[xii] Laurentino Soares de Oliveira c/c (1x) Virginia Maria da Conceição, teve os filhos:
1. Cesária Maria de Oliveira c/c Cirino da Silva Moraes, residentes em Santiago do Boqueirão.
2. Ana Maria Batista c/c Viriato Inácio Batista Júnior.
3. Zeferina Maria de Oliveira c/c Celestino Gabriel da Silva.
4. Virgínia Soares de Oliveira c/c José Medeiros de Farias.
5. Eugênio Soares d’Oliveira moradora  no Estado do Mato Grosso.
6. Emília fal. 9 dias após o óbito da mãe.
Filhos do 2º casamento de Laurentino com Maria (Joana?) Martins:
7. Laurentina Maria d’Oliveira c/c Bonifacio Antônio de Moraes.
8. Eduardo Soares d’Oliveira c/c Castorina Maria Joaquina Fabrício.
9. Eufrásia Soares d’oliveira 2
10. Umbelina Maria d’Oliveira
11. Maria Ingrácia d’Oliveira c/c Virgilio Gabriel Pereira.
12. Antônia Maria d’Oliveira
13. Carmelina Maria d’Oliveira
14. Laudelina Maria d’Oliveira
15. Elviro já era fal. por ocasião do óbito da mãe
[xiii] Ramires e Silvana fal. em 29.7.1876 Santo Ângelo/RS, filha de João Antônio de Vargas e Demétria Maria da Conceição, foram pais de:
1. Maria Nunes da Silva c/c Vicente Ribeiro Lemes.
2. Generoso(a) Nunes da Silva
3. Serafim Nunes da Silva c/c Maria Francisca da Conceição (Rodrigues?).
4. Ana Nunes da Silva
5. Emília Nunes da Silva moradora São Luiz Gonzaga/RS.
6. Cândida Nunes da Silva c/c Pedro Antônio de Moraes.
7. Salustiano Nunes da Silva morador São Luiz Gonzaga/RS.
8. João Nunes da Silva
9. Hortêncio Nunes da Silva
[xiv] Manuel Tomaz e Cândida Maria foram pais de:
1. Zeferino Tomaz de Sousa
2. Crescêncio Tomaz de Souza morador São Luiz Gonzaga/RS.
3. Cesário Tomaz de Souza c/c Generosa Rodrigues de Souza.
4. Primórdio Tomaz de Souza ausente do estado.
5. Christina Maria de Souza c/c João Maria Antunes .
6. Brasília Tomaz de Souza c/c Manuel Antunes Ferreira.
7. Bernardina Maria de Souza c/c Lucio Machado de Oliveira.
8. Laurinda Maria do Nascimento c/c Constâncio do Nascimento e Silva.
9. Maria Luísa de Souza c/c José Martins Pinto.
10. Ursulina de Souza Rocha c/c José Garibaldi da Rocha.
11. Leopoldina Antunes de Souza c/c Ângelo Antunes de Oliveira.
[xv] Belarmino José Pavão e Bernardina foram pais de:
1. Juvenal José Pavão c/c Maria do Carmo Tobias.
2. Maria Adelina
3. Gilio José Pavão c/c Dionísia Maria Vieira.
4.  Maria Izilindra
5. Avelino José Pavão c/c Maria Cândida de Oliveira e Virginia Maria Vieira.
6. Carolina Maria Vieira c/c João Vieira ou Pereira Tobias.
7. Delfina Maria Vieira c/c Adriano Joaquim dos Santos.
8. Graciliano José Pavão
9. Conceição Maria Vieira c/c Manuel Cândido de Moraes.
10. Auração Maria Vieira c/c Aníbal José Pavão.
11. Maria do Carmo c/c José Pavão.
12. Antônio José Pavão c/c Maria do Carmo Tobias
[xvi] Antônio José Pavão e Maria Paula foram pais de:
1. Belarmino José Pavão c/c Bernardina Maria Vieira.
2. Salustiano José Pavão
3. Viriato Jose Pavão c/c  Maria Emília Rodrigues.
4. Patrício José Pavão c/c Maria Luiza de Lara.
5. Antônio José Pavão c/c Beatriz Teresa da Conceição.
[xvii] Joaquim Pereira Marques e Francisca foram pais de:
1. Silvina Marques de Menezes c/c Inácio Pedro Cavalheiro.
2. Virginia Marques de Menezes c/c João Luis de França.
3. Virgilio Pereira Marques (dúvida) c/c Fidelina Maria Ferreira.
4. José Marques Pereira casado Josefina Fernandes Irassoquy.
[xviii] Joaquim Rodrigues de Almeida e Maria de Deus foram pais de:
1. Leopoldina Rodrigues de Almeida
2. Benedita Rodrigues de Almeida
3. Amâncio Rodrigues de Almeida
4. Francisco Rodrigues de Almeida
5. Joaquim Rodrigues de Almeida
6. Maria Emília Rodrigues de Almeida c/c Viriato José Pavão, filho de Antônio Jose Pavão e Maria Paula de Oliveira.
7. Salvador Rodrigues de Almeida
8. Antônio Rodrigues de Almeida c/c Brandina ou Bernardina da Silva Martins, filha de Antônio da Silva Martins e Margarida.
 9. Maximiana Rodrigues de Almeida c/c Valentim Véron Cavalheiro.
[xix] Casa em 1901 com Virginia Maria Vieira
[xx] Manuel Gonçalves e Alexandrina, fal. 22.2.1918, São Luiz Gonzaga/RS, filha de Tiburcio Manuel Barboza e Iria Maria Mendes foram pais de :
1. Maria Gonçalves de Oliveira Peixoto c/c João Machado de Carvalho.
2. Hemetério Gonçalves de Oliveira Peixoto c/c Cândida de Oliveira Moraes.
3. Laurindo Gonçalves de Oliveira Peixoto c/c Amarilis Ferreira da Natividade.
4. Geraldino Gonçalves de Oliveira Peixoto c/c  Benvinda Vieira Marques.
5. Hipólito Gonçalves de Oliveira Peixoto c/c Silvinia Gonçalves Oliveira.
6. Osório Gonçalves de Oliveira Peixoto c/c Otilia Vieira Marques.
7. Victoriana  Gonçalves de Oliveira Peixoto c/c Estevão Pires de Arruda.
[xxi] Francisco Mateus fal. a 2.4.1898, Santo Ângelo e Rita foram pais de:
1. Ângelo Mateus dos Santos c/c Vicentina Souto Maior.
2. João Mateus dos Santos c/c Felisberta Fernandes de Moraes.
3. Vicentina Mateus dos Santos c/c Horácio Corrêa da Silva.
4. Honorina Mateus dos Santos c/c Antônio Nunes de Siqueira.
5. Damásia Mateus dos Santos c/c  Julio José Machado e Adriano Corrêa da Silva.
6. Maria Francisca Mateus dos Santos c/c Antônio Antunes Ribas.
7. Laurentina Mateus dos Santos c/c Propicio Nunes de Siqueira.
8. Idalecio Inácio Mateus dos Santos
9. Claudina Mateus dos Santos c/c José Corrêa Neto.
10. Ana Maria Mateus dos Santos
[xxii] Manuel (fal. aos 50 anos a 14.1.1890, 3º distrito de SAngelo/RS,) e Florisbela foram pais de :
1. Bento dos Santos Simas c/c Maria Inácia Antunes.
2. Inácio dos Santos Simas c/c Gaudência Ávila da Silva
3. José dos Santos Simas
4. Antônio dos Santos Simas c/c Belmira Sinforoza de Oliveira
5. Bernardina Simas/Maria dos Anjos c/c Teodoro Ávila da Silva.
6. Cândida Simas/Maria dos Anjos c/c Belizário Ávila da Silva
7. Clarinda Simas/ Maria dos Anjos c/c Tibúrcio Antunes (Antônio) Ferreira ou de Freitas.
8. Manuel dos Santos Simas c/c Florisbela Maria dos Anjos (?)
9. João dos Santos Simas c/c Carmelinda Antunes de Moraes (Carmelina casa, depois, com Claudino Pereira Obregão.
10. Benedito dos Santos Simas
[xxiii] Florisbela Maria dos Anjos, filha de Inácio Pereira da Silva fal. em torno de 1874, Santo Ângelo/RS e Flacila Maria dos Anjos.
[xxiv] Viriato e Bernardina foram pais de:
1. Maria Bernardina do Nascimento c/c  Militão do Nascimento e Silva
2. Manuel João Batista c/c Antônia Maria Medeiros.
3. José Inácio Batista c/c Marfiza Rosa Fagundes (?) da Silva (?)
4. Inácio Viriato Batista c/c Estefânia Furtado Batista.
5. Viriato Inácio Baptista Junior c/c Ana Maria Batista.
6. Diolindo de Souza Batista
7. Francisco Viriato Batista c/c Maria José de Moura.
8. Cândida Inácia Teixeira
[xxv] Maria Jesuína fora casada, anteriormente, com José Vieira Marques, com quem  teve  3 filhos. Ela casa em 2º matrimônio a 27.10.1864 em São Borja/RS com João Cardoso Duarte e tem 8 filhos.  Os 11 filhos estão abaixo relacionados:
Filhos do 1º matrimônio com José Vieira Marques.
1. Alexandrina Vieira Marques c/c Inocente José Martins e, após, com Antônio Neves dos Santos.
2. Heméterio José Vieira
3. Leocádio José Vieira
Filhos do 2º matrimônio com João Cardoso Duarte
4. José Cardoso Duarte
5. Ângela Cardoso Duarte
6. Felisberto Cardoso Duarte
7. Hermelino Cardoso Duarte
8. Militão Cardoso Duarte
9. Vergílio Cardoso Duarte
10. Ermelindra Cardoso Duarte
11. Alfredo Cardoso Duarte c/c Guiomar Cardinal.
[xxvi] Delfino Rodrigues Braga fal. aos 67 anos, em 16.8.1897, n. deste estado, filho de João Rodrigues Braga e Senhorinha (?) Joaquina da Silva,moradores no distrito de São Miguel das Missões.
[xxviii] Mafalda Júlia fal. em 5.6.1897, Santo Ângelo, teve os filhos:
1. Henriqueta Pessanha c/c João Henrique Schorn
2. Castorina Pessanha c/c Manuel Carpes de Carvalho (Cruz Alta).
3. Gomercinda Pessanha (Cruz Alta )
4. João da Cunha Pessanha c/c Vicentina Cândida de Moraes.
5. Alcebíades da Cunha Pessanha c/c Amélia Ribeiro Severo.
6. Aristides da Cunha Pessanha c/c Lídia Caetana da Cunha/Toledo.
7. Etelvina da Cunha Pessanha c/c  João Frederico Fuchs.
8. Eduarda Júlia do Amaral
[xxix] Justino e Bráulia foram pais de:
1. Pedro Rodrigues Braga
2. Francisca Rodrigues Braga c/c João Pedro da Silva.
3. Salustiano Rodrigues Braga c/c Otilia de Oliveira.
4. Senhorinha Rodrigues Braga c/c Salvador Eugênio de Mello.
5. Narcisia Rodrigues Braga
6. Justina Rodrigues Braga
7. Soledade Braga Ribeiro c/c Ricardo Antunes Ribas.
8. Antonino Rodrigues Braga  c/c Narcisia Maria Rodrigues.
9. Maria....Rodrigues Braga c/c Francisco Gaspar do Amaral.
[xxx] Boaventura e Francisca foram pais de: (de acordo com Thiago Batista o casal teve 8 filhos):
1. Maria de Souza Batista/Maria Lemos de Souza c/c Albino Gonçalves de Oliveira
2. Bonifácio de Souza Batista c/c a sobrinha Maria das Neves de Oliveira.
3. Belmiro de Souza Batista c/c Rosa Cândida de Moraes.
4. José de Souza Batista c/c Emília Dornelles Castro e Ilizia Joaquina de Menezes.
5. Vicente de Souza Batista c/c Maria José Vieira Marques.
6. Francisco de Souza Batista
7. Carlota de Souza Batista c/c Mauricio Vieira Marques.
8. Honorato de Souza Batista.
[xxxi] João Vieira de Borba e Matilde Pereira Marques foram pais de;
1. Benvinda Vieira Marques c/c Silvestre Joaquim da Silva.
2. Francisca Vieira Marques c/c Boaventura de Souza Baptista.
3. Clara Vieira Marques c/c Izidro Corrêa da Silva.
4. João Vieira Marques c/c Maria Francisca Cavalheiro.
5. José Vieira Marques c/c Clara Vieira Martins, filha de Antônia Joaquina Pereira Marques e Jacinto Vieira de Borba. Após, José casou-se com Belmira Maria da Conceição.
6. Deolindo Vieira Marques c/c Laurentina Vieira Marques.
7. Maria Vieira Marques c/c Severino do Nascimento e Silva.
8. Inocêncio Vieira Marques c/c Maria Joana de Medeiros.
[xxxii] Salvador Vieira Tobias (f.º de Antônio Moreira Tobias e Maria Joaquina Vieira) e Belarmina foram pais de:
1. Vicente Vieira Tobias
2. Ana Vieira Neta c/c Pedro Vieira Tobias.
3. Rosalina Maria Vieira
[xxxiii]O casal João Jacob e Carolina Albrecht teve 11 filhos. Henrique, Carlos Mena, Rosalina, Christina c/c Gabriel Bech, Leopolda/Leopoldina, Julio, Ana, Amantina, Concórdia, Gulhermina e Celina.
[xxxiv] Vidal e Constantina foram pais de:
1. Manuel José Severo c/c Luciana Maria de Mendonça.
2. Maria Josefa Severo c/c Claudino José de Lima.
3. Fidêncio José Severo c/c Maria Felicidade Lima.
4. Inácia Severa c/c Luiz José de Mendonça.
5. Alfredo José Severo
6. Vidal José Severo c/c Maria de Lima.
7. Marcos José Severo c/c Felisbina Barbosa do Prado.
8. Isabel Maria Severa c/c Fermino José Ferreira.
9. José Fernando Severo
[xxxv] Manuel e Luisa Teodora Ferreira foram pais de:
1. Martiniano Ferreira Burgdulff c/c Umbelina Moraes, acima citados.
2. Honória Ferreira de Mello c/c Guilherme Ferreira de Mello.
3. Manuela Ferreira Dias c/c José Barbosa Dias.
[xxxvi] Carlos Burgdorff/Burgdhorf fal. a 3.7.1890,3º distrito de Santo Ângelo/RS, n. da Alemanha, filho de Christiano Burgdorff e Maria Burgdorff. Casado em 1ª núpcias com Escolástica Cardoso, filha de José Luciano Cardoso (Luciano José) e Felicidade Maria. Houve deste casamento os filhos:
1. Carlos Burgdorff Filho, teve filhos com Christiana Maria Ferreira (originalmente Schmidt).
2. Eufrásia Burgdorff c/c Veríssimo Cardoso
3. Manuel Carlos Burgdorff c/c Luiza Teodora Ferreira
4. Maria do Carmo Burgdorff c/c Alfredo José de Lima.
Carlos casou em 2ª núpcias com sua cunhada Maria Manuela Cardoso, filha de José Luciano Cardoso e Felicidade Maria, com quem teve os filhos:
5. Josefa Margarida Burgdorff
6. João Inez Burgdorff
7. Maria Apolinária Burgdorff c/c Urbano Pedro de Andrade.
8. Justina Manuela Burgdorff.
9. José Carlos Burgdorff c/c Isolina Ferreira Guimarães.