domingo, 6 de fevereiro de 2011

Famílias Portuguesas nas Missões (Pereira Marques)

Famílias Portuguesas nas Missões
Família PEREIRA MARQUES
Autoria de Zélce Mousquer e Diego de Leão Pufal
[dúvidas, acréscimos e correções, escreva para diegopufal@gmail.com]

[Esta publicação pode ser utilizada pelo(a) interessado(a), desde que citada a fonte: MOUSQUER, Zélce e PUFAL, Diego de Leão. Famílias Portuguesas nas Missões (Família Pereira Marques)in blog Antigualhas, histórias e genealogia, disponível em http://pufal.blogspot.com.br/] 
***
[publicado em 06/02/2011]
[atualizado em 30/09/2017]
***
ABREVIATURAS:
bat. = batizado(a); 
c/c = casado(a) comn = nascido(a)n.m. = neto(a) materno(a)n.p.= neto(a) paterno(a)As relações F (filho), N (neto), Bn (bisneto), Tn (trineto), Qn (quarto-neto), Pn (pentaneto), têm como referência o casal base (genearca) (Filho, Neto, Bisneto).

***

FAMÍLIA PEREIRA MARQUES

O genealogista Moacyr Domingues (in Presença Açoriana em Santo Antônio da Patrulha. Porto Alegre: EST, 1993, org. por Véra Maciel Barroso, pp. 173/178) apresenta a genealogia de Manuel Marques, natural da freguesia dos Rosais ou da de N. Sra. do Rosário da Vila Nova do Topo, Ilha de São Jorge e falecido a 23/07/1752, em Rio Grande/RS, casado com Ângela Pereira, da mesma ilha do marido, com quem teve, ao menos, os filhos:
1) Mateus Marques, abaixo tratado.
2) Maria de Jesus casada com Francisco Machado, c.g.
3) Brás Pereira Marques casado com Ana Joaquina Rodrigues de Lima, deixando larga descendência em Triunfo/RS.
Mateus Marques, acima referido, nasceu a 09.11.1722 na freguesia de N. Sra. dos Rosais, ilha de São Jorge, Açores. Casou-se com Bárbara Maria, da mesma freguesia, filha de Manuel Machado e Ana de Santiago. Mateus e Bárbara tiveram seis 6 filhos[1], dentre eles: José Pereira Marques.
Deteremos-nos, porém, na família de seu filho José Pereira Marques nascido em 8.12.1758, batizado em Rio Grande em 25.12, casado com Francisca Joaquina dos Anjos nascida em Santo Antônio da Patrulha em 1768, filha de Antônio Machado Fagundes (nascido na Ribeira Seca, ilha de São Jorge, Açores) e Luzia da Conceição de Sousa (da mesma freguesia do marido), n.p. Lázaro Vieira Fagundes e Francisca Machado, n.m. do sargento Lourenço de Souza Pereira e Íria de Souza, todos de ascendência conhecida.
José Pereira e Francisca Joaquina tiveram os 10 filhos: Maria, Eufrásia, Benardina, Ana, Inácia, Luciana Teresa, Antônia Joaquina, Floriana Joaquina, Matildes e Antônio, que seguem:
F1. MARIA PEREIRA DOS ANJOS casada com José Luis da Silva (tio paterno do Gal. Osório).
F2. EUFRÁSIA PEREIRA DOS ANJOS casada com Vitorino José Cardoso.
F3. BERNARDINA PEREIRA casada com Francisco José Bernardes.
F4. ANA PEREIRA DOS ANJOS casada com Agostinho José Mendes.
F5. INÁCIA PEREIRA DOS ANJOS casada com João Martins Coelho.
F6. LUCIANA TERESA JOAQUINA casada com Silvano Correia da Silveira.
F7. ANTÔNIA JOAQUINA PEREIRA MARQUES natural de Conceição do Arroio (Osório) e falecida em 3.4.1884 em São Luiz Gonzaga/RS. Casou em 27.6.1818, Conceição do Arroio (Osório), com Jacinto Vieira de Borba, nascido em 06.01.1794, natural da Ilha de Santa Catarina (Freguesia de Nossa Senhora da Conceição da Lagoa, atual Lagoa da Conceição), falecido em 14.07.1882, em São Luiz Gonzaga RS, filho de Caetano Vieira de Borba[2] e Clara de Jesus.
Jacintho e Antônia Joaquina tiveram 11 filhos:
Bertolina, Damásia, Matilde, Ana Maria Antônia, Laurinda, Bernardino, Jacintha, Antônia, José, Clara, Manoel, Justino, Alexandrina.
N1. BERTOLINA ANTÔNIA DOS SANTOS, nasceu a 1º.11.1818, batizada em Conceição do Arroio e falecida a 1º/05/1903 em Bossoroca, então distrito de São Luiz Gonzaga/RS. Casada com Germano Martins da Rocha. O casal viveu em Bossoroca e gerou a:
Bn1. Manuel Martins da Rocha, n. cerca de 1842 em São Borja/RS e fal. 28/01/1915, Bossoroca, onde casou a 28.11.1877 com Maria Inácia Batista, com 23 anos, natural de São Luiz Gonzaga/RS, filha de Boaventura de Souza Batista e Francisca Pereira Marques. Pais de: 

   Tn1. Jacinto Martins da Rocha, alferes, 
   Tn2. Geraldino Martins da Rocha
Bn2. Jacintho Martins dos Santos
Bn3. Maria Martins, n. 1842 e fal. 17/07/1931, aos 89 anos em Bossoroca. Casou com João Maria de Oliveira, n. 1831, e fal. 22/10/1906, filho de João José de Ávila e Maria Carvalho de Oliveira. Deste casamento houve: Vicentina, Laureana e Antônia.
N2. DAMÁSIA VIEIRA MARQUES nascida em 16.7.1820 e batizada em Conceição do Arroio. Damásia faleceu em 11.12.1899, no 4º distrito de santo Ângelo/RS, e casou-se em torno de 1850 com João Medeiros de Farias, nascido em 05.05.1817, Conceição do Arroio/RS (Osório) e falecido em 13.9.1875, Santo Ângelo/RS, filho de (Pedro) José Medeiros de Farias[3]natural dos Açores e falecido a 08.12.1879, que se casou em 30.1.1806 com Maria Rodrigues Viana, natural de Conceição do Arroio/RS (hoje Osório), filha de João Rodrigues Viana e Madalena Moreira. João Medeiros e Damásia tiveram 7 filhos: Herculano, Maria Joana, Antônia Maria, Jacintha Maria, José, Constança e João.
Bn1. Herculano José de Medeiros de Farias nasceu em 10.7.1850, casado a 08/11/1877, São Borja/RS, com sua prima Maria Martins, batizada aos 14 meses a 10.05.1860 em São Borja/RS, filha de Antônio José Martins[4] falecido em 31.7.1882 em São Luiz Gonzaga/RS e Mathildes Pereira Marques falecida em 18.2.1894 em São Luiz Gonzaga/RS. Pais de:
Tn1. João Martins Medeiros nascido 6.2.1879 e casado com Bernardina Vieira de Medeiros, nascida 20.8.1883, moradores em Santo Ângelo/RS. 7 filhos.
Bn2. Maria Joana Medeiros, nasceu em 23.8.1851, Santo Ângelo, onde casou a 14.05.1874 com Inocêncio Vieira Marques, 31 anos, nascido em Conceição do Arroio (Osório/RS), e falecido a 22.07.1880 em São Luiz Gonzaga/RS, filho de Mathilde Pereira Marques e João Vieira de Borba, com quem teve 4 filhos. Maria irá casar em 2ª núpcias com Camillo Francisco Cerpa/Serpa, tendo outros 2 filhos.
Tn1. João Vieira Marques faleceu solteiro, aos 36 anos, em 1910, no 1º distrito de São Luiz Gonzaga/RS (São Lourenço).
Tn2. Hermandina Vieira Marques casou com Manoel Coimbra. 1 filha.
Tn3. Damásia Vieira Marques casada com o major José Vieira da Silva, com quem teve três filhos. José era filho do major Silvestre José da Silva e de Benvinda Vieira Marques.
Tn4. Adelina Vieira Marques c/c Januário Vieira Machado, filho de José Machado Ferreira e Adelina Maria de Souza. Pais de:
       Qn1. Amélia Vieira Machado, n. 5.4.1909, São Luiz Gonzaga/RS.
Tn5. Carmelina Vieira Marques
Tn6. Docelina Vieira Marques
Bn3. Antônia Maria Medeiros nasceu em 9.5.1854, São Borja/RS. Casou-se  a 03.05.1874 em Santo Ângelo/RS com Manoel João Baptista, 26 anos, natural da Vila da Serra, em Viamão, morador em Passo Fundo e depois em Santa Tecla, filho de Viriato Inácio Baptista e Bernardina Inácia Teixeira, falecida a 30.09.1886 no distrito de São Miguel.
#Nota:
Viriato e Bernardina tiveram os filhos:
1. Maria Bernardina do Nascimento casada com  Militão do Nascimento e Silva
2. Manuel João Batista casado com Antônia Maria Medeiros.
3. José Inácio Batista casado com Marfisa Rosa Fagundes(?)da Silva (?)
4. Inácio Viriato Batista casado com Estefânia Furtado Batista.
5. Viriato Inácio Baptista Junior casado com Ana Maria Batista.
6. Diolindo de Souza Batista
7. Francisco Viriato Batista c/c Maria José de Moura.
8. Cândida Inácia Teixeira
***
Pais de sete filhos, que seguem:
Tn1. Viriato Baptista casou com Diva.
Tn2. Dorival Baptista faleceu solteiro
Tn3. Docelina Baptista, casou com Columbiano Veríssimo. 5 filhos.
Tn4. Sensata Baptista nascida 11.4.1883, faleceu aos 34 anos, em 30.4.1916 Cruz Alta /RS. Casou aos 28 anos, com seu primo Otaviano Antunes de Almeida, 26 anos, nascido 8.12.1885, filho de Antônio Antunes de Almeida e Jacintha Maria de Medeiros. Sem filhos. Otaviano irá casar em 2º núpcias com sua cunhada Damásia Baptista (irmã de Sensata), filha de Manoel João Baptista e Antônia Maria de Medeiros, com quem teve 8 filhos. Os Avós paternos de Sensata e Damázia foram Viriato Inácio Baptista e Bernardina Inácia Baptista, falecida a 30.09.1886 no distrito de São Miguel das Missões. Seus avós maternos foram João Medeiros de Farias e Damásia Vieira Marques.
Tn5. Maria da Glória Baptista casou com João Antunes/Medeiros de Almeida. Pais de 5 filhos.
Tn6. Damásia Medeiros Baptista nascida em 4.6.1890, casa em 1919, distrito de Santa Tecla, com seu primo Octaviano Antunes de Almeida, viúvo de sua irmã Sensata, filho de Antônio Antunes de Almeida e Jacinta Maria de Medeiros.
Tn7. ?
B4. Jacintha Maria de Medeiros nascida em 1862 e falecida em 20.2.1927. Casou em 27.12.1880, Santo Ângelo/RS, com Antônio Antunes de Almeida nascido no Paraná, chegado nesta freguesia de Santo Ângelo, “na 1ª idade infantil”, batizado no Paraná em 26.12.1847, tendo nascido “um domingo antes do batistério” faleceu em 29.9 ou 10.1925 aos 84 anos, filho de Zeferino Antunes de Almeida que nasceu e foi batizado na freguesia de Castro/Paraná e faleceu em 30/8/1888 distrito de Santa Tecla/Santo Ângelo/RS e Escolástica Maria da Silva, nascida e batizada na freguesia de Castro/Paraná e falecida em 8/1/1887, filha de Floriano Garcia da Silva e Joaquina Maria da Silva. Tiveram 4 filhos, que seguem [v. http://pufal.blogspot.com/2011/01/familias-portuguesas-nas-missoes.html]:
Tn1. Zeferino Antunes de Almeida nasceu 9.8.1884, no 4º distrito de Santo Ângelo/Santa Tecla, batizado em 13.8.1888, onde faleceu em 16.8.1937. Casou-se no mesmo distrito, aos 24 anos, em 1911,1ª núpcias, com Gasparina Corrêa Dornelles, 24 anos, nascida em 25.9.1886 e falecida em 5/8/1913 com 27 anos, filha de Pedro Solano Corrêa Dornelles e Maria Francisca da Silva Dornelles. Tiveram o filho Pedro. [v. http://pufal.blogspot.com/2009/08/familias-portuguesas-nas-missoes.html] Zeferino casa-se aos 40 anos, em 10.9.1927, Santo Ângelo/RS em 2ª núpcias com Isabel Kruel de Aguiar, 30 anos, nascida em 1.9.1892/97 e falecida em 28.7.1979, filha de Delphino Cardoso de Aguiar e Henriqueta Quaresma Kruel. 4 filhos [v. http://familia-kruel.blogspot.com/]
Tn2. Octaviano Antunes de Almeida nasceu em 8.11.1885, casa aos 26 anos, em 1912, lª núpcias, com Sensata Baptista, 28 anos, que nasceu em 11.4.1883 e faleceu em 30.4.1916 em Cruz Alta/RS, filha de Manoel João Baptista e Antônia de Medeiros. O casal não teve filhos. Octaviano casa em 2ª núpcias, em 1919, com Damásia Baptista Medeiros, (irmã da 1ª esposa) nascida em 4.6.1890 e filha de Manoel João Baptista e Antônia de Medeiros. Os Avós paternos de Sensata e Damásia foram Viriato Ignácio Baptista e Bernardina Ignacia Baptista. Seus avós maternos foram João Medeiros de Farias e Damásia Vieira de Medeiros. 8 filhos.
Tn3. João Medeiros/Antunes de Almeida casado com Maria da Glória Baptista. 4 filhos.
Tn4. Gregório Antunes de Almeida faleceu em 1900/ Santa Maria/RS.
Bn5. José Medeiros de Farias Primo nasceu por volta de 1859, em Santo Ângelo/RS e falecido a 23.06.1925 em Ponta Porã/MS, em sua residência. Casou em Cruz Alta /RS a 25.1.1881, com Virgínia Maria de Oliveira Soares, nascida a 25.05.1865, na freguesia de Cruz Alta/RS e falecida a 26.09.1946, na cidade de Miranda/MS, aos 81 anos, filha legítima de Laurentino Soares de Oliveira[5] e de Virgínia Maria da Conceição, moradores no 1º distrito de Santo Ângelo/RS. Radicaram-se no Mato Grosso, Ponta Porã.
D. Virgínia Maria de Oliveira Soares que
depois de casada passou a assinar
Virgínia Soares Medeiros
- fotografia do acervo de Iolanda Moreira
Cavalcanti (MS) -
Laurentino Soares de Oliveira casado em 1ª núpcias com Virgínia Maria da Conceição teve os filhos:
1. Cesária Maria de Oliveira casada com Cyrino da Silva Moraes
2. Ana Maria Baptista casada com Viriato Ignácio Baptista Júnior
3. Zeferina Maria da Silva casada com Celestino Gabriel da Silva (4º distrito).
4. Virgínia Maria de Oliveira casada com  José Medeiros de Farias
5. Eugênio Soares d’Oliveira morador no estado do Mato Grosso
6. Emília já falecida 9 dias após o óbito da mãe.
Filhos do 2º casamento de Laurentino com Maria (Joana?) Martins:
7. Laurentina Maria d’Oliveira casada com Bonifácio Antônio de Moraes
8. Eduardo Soares d’Oliveira c/c Castorina Maria Joaquina Fabrício.
9. Eufrásia Soares d’Oliveira
10. Umbelina Maria d’Oliveira
11. Maria Engrácia d’Oliveira casada com Virgílio Gabriel Pereira
12. Antônia Maria d’Oliveira
13. Carmelina Maria d’Oliveira
14. Laudelina Maria d’Oliveira
15. Elviro  faleceu logo após o óbito da mãe.
Pais de 14 filhos, dos quais, apenas João permaneceu no Rio Grande do Sul, pois os demais se estabeleceram em Mato Grosso do Sul - muitos dos dados foram passados pela pesquisadora Iolanda Moreira Cavalcanti, de Campo Grande/MS, neta de José e Virgínia, que seguem:
Tn1. João Farias casou aos 35 anos, nascido em 1.11.1883 no 4º distrito de Santo Ângelo/RS, João Farias casa com Leonidia de Oliveira Rosa, 24 anos, nascida em 25.6.1894, distrito de Santa Tecla, filha de José de Oliveira Rosa falecido em 25.3.1914 e Maria Anunciação da Costa.
Tn2. Afonso Medeiros de Farias (Baxixe).
Tn3. Solino Medeiros de Farias
Tn4. Avelino Medeiros de Farias
Tn5. Homero Medeiros de Farias casado com Francisca.
Tn6. Mário Medeiros de Farias
Tn7. Dércia Medeiros de Farias (Nenê)
Tn8. Clineo Medeiros Farias casado com Apolônia. Residiram em Ponta Porã.
Damásia Medeiros de Farias e
o marido José Maria de Oliveira
(MS, década de 1930)
Tn9. Enedina Medeiros de Farias (Linda).
Tn10. Pedro Medeiros de Farias
Tn11. Jovelina Medeiros de Farias (China ou Chininha). Casou-se com Hermeto Oliveira de Barros, casal residente em Ponta Porã/MS e pai de seis filhos: Eurindo, Euclides, Virgínia, Renato, Diva e Darci. Virgínia Oliveira de Barros foi biografada no livro Vontade de Viver (Campo Grande, 1987).
Tn12. Edna Medeiros de Farias (Índia) casou-se com Guilherme de Carvalho.
Tn13. Damásia Medeiros de Farias (Dalila ou Medeira), nascida a 02/06/1896, Santo Ângelo/RS e falecida em 1991, aos 95 anos. Casou-se com José Maria de Oliveira.
Tn14. Margarida Medeiros de Farias (Mocinha), nascida a 27/11/1889 e falecida em Miranda/MS. Casou-se com José Cavalcanti da Silva Brabo, sendo avós da pesquisadora Iolanda Moreira Cavalcanti, de Campo Grande/MS. Segunda relata a família, Margarida, com seus pais e irmãos, saíram do Rio Grande do Sul de carreta e "em caravana com outros gaúchos", demorando seis meses para chegarem a Ponta Porã/MS, onde se radicaram.
Jovelina Medeiros de Faria; Margarida Medeiros de Faria
com a filha Rosa (fotografia de 1915, do acervo de
Iolanda M. Cavalnti).


José Cavalcanti da Silva Brabo
(Sargento Brabo) com a filha Dorama
(MS/1915), do acervo de Iolanda
M. Cavalcanti
Bn6. Constância Maria de Medeiros faleceu aos 52 anos, em 18.11.1916, casou-se aos 19 anos, em 19.1.1882 com Manoel Ignácio de Quevedo. 3 filhos, que seguem:
Tn1.  Ignácio Medeiros de Quevedo. Pai de 3 filhos.
Tn2. Inocêncio Medeiros de Quevedo casou em 1ª núpcias com Braziliana Machado, com quem teve 2 filhos. Inocêncio casa em 2ª núpcias com Maria Luiza Peres e tem outros 9 filhos.
Tn3. Eulina ou Olina Medeiros de Quevedo casou com Hermelino Corrêa. Pais de 7 filhos.
Bn7. João Medeiros de Farias Filho nascido em 7.12.1863 e falecido em 19.5.1936 em Santo Ângelo ou Viamão, casa aos 28 anos, no civil em 21.7.1897 São Miguel e no religioso em 8.5.1898 na Paróquia de São Miguel, com Constância Kruel do Nascimento e Silva 14 anos, nascida em 20.10.1874 e falecida em 16.1.1966, filha de Albino do Nascimento e Silva, falecido em 1.1.1893 no distrito de São Miguel, morador no Passo dos Dias, São Luiz Gonzaga/RS e de Maria Luiza Kruel, nascida em 5.9.1868 ou 1856. Albino e Maria Luiza casaram em 25.3.18871 na freguesia de Santo Ângelo/RS. [v. http://familia-kruel.blogspot.com/]. Pais de dez filhos, que seguem:
Tn1. Olynto Medeiros de Farias nasceu em 3.6.1898, casou aos 28 anos, em 1926 (civil) e em 10.9.1929 (religioso) com Vicentina do Nascimento Medeiros, 18 anos, nascida em 16.9.1908, filha de José Inácio da Silva Medeiros e Hermandina Medeiros do Nascimento. 7 filhos.
Tn2. Sinval Medeiros de Farias nasceu em 8.6.1901 e faleceu em 8.6.1996. Casou em 7.1.1933 com Ondina Falci, nascida em 20.9.1909 e falecida em 25.3.1993. 5 filhos.
Tn3. (H) Orival Medeiros de Farias, nasceu em 8.2.1903, no distrito de São Miguel e faleceu em 17.8.1983. Casou em 1929 com Jacinta Batista Almeida, nascida em 7.8.1911 no 4º distrito /Sta Tecla e falecida em 23.7.2001, filha de João Antunes/Medeiros de Almeida e Maria da Glória Baptista de Almeida. Avós paternos: Antônio Antunes de Almeida e Jacintha Medeiros de Almeida. Avós maternos: Manoel João Baptista e Antônia Medeiros Baptista. Pais de 5 filhos.
Tn4. João Medeiros de Farias nasceu em 3.7.1904 (ou 1.9) e faleceu em 17.9.1986. Casou em 26.6.1961 com Anita Mousquer Nascimento e Silva nascida em 8.6.1915 e falecida em 31.7.2000, filha de Praxedes Mousquer e Augusto Nascimento e Silva. 2 filhos.
Tn5. Albino Medeiros de Farias nasceu em 5.10.1905 e faleceu em 16.3.1973. Casou em 17.7.1937 Santo Ângelo/RS, com Edília Machado Medeiros, nascida em 22.4.1921, filha de Constâncio Medeiros e Virginia Maciel Machado. 3 filhos.
Tn6. Irene Medeiros de Farias nasceu em 12.11.1907, casou em 8.10.1930 com Aristides Medeiros do Nascimento, n. 24.12.1903 e faleceu em l.1.1954, filho de Manoel Medeiros do Nascimento e Vicentina Machado. 2 filhos.
Tn7. Décio nasceu em 11/9/1909 e faleceu em 15/8/1975, casou em 18/4/1947 em Tupanciretã/RS,com Ilsa Fortes Farias  nascida em  2 nov 1926 filha de Eufrásio Nunes  Farias e Vitalina Fortes Garcia. 4 filho.
Tn8.  Décia nasceu em 25.10.1911. Casado com Orestes Camargo. 1 filha.
Tn9. Pedro nasceu em 22.11.1912 e faleceu em 21.11.1972. Casado com Maria Augusta Espírito Santo do Nascimento Siqueira falecida em 21.11.1972 filha de Ernesto Siqueira e Hercília Nascimento e Silva. 1 filho.
Tn10. Donária nasceu em 10.4.1916, casou em 1953 com Mario Pinto.3 filhos.
N3. MATILDE PEREIRA MARQUES nasceu em 24.2.1822 (gêmea com Ana Maria), foi batizada em Conceição do Arroio/RS, faleceu 1884 (?), São Luiz Gonzaga, casou com seu primo Antônio José Martins, falecido em 31.7.1882, São Luiz Gonzaga/RS. Tiveram 3 filhos.
Bn1. Benvinda Martins, nasceu a 05.10.1846, bat. 14.08.1847, São Borja/RS.
Bn2. Maria Martins, batizada aos 14 meses a 10.05.1860 em São Borja/RS, onde casou a 08.11.1877 com seu primo Herculano José de Medeiros, filho de sua tia Damásia Vieira Marques e João Medeiros de Farias (ver acima).
Bn3. Amador José Martins, nasceu a 30.07.1851, bat. 10.02.1851, São Borja/RS.
Bn4. Marciano José Martins, nasceu a 03.05.1853, bat. 03.06.1853, São Borja/RS.
Bn5. Inocêncio José Martins, nascido em São Borja/RS e falecido a 7.12.1886, São Luiz Gonzaga/RS. Casou a 13.05.1877, São Borja/RS, com sua prima Alexandrina Vieira Marques, nascida em Cruz Alta/RS, filha de José Vieira Marques e Maria Jesuína Marques, falecida em 11.3.1887 São Luiz Gonzaga/RS. Os avós paternos de Alexandrina foram Jacintho Vieira de Borba e Antônia Joaquina Pereira Marques. Alexandrina casou em segundas núpcias, aos 29 anos a 3.2.1888 em São Luiz Gonzaga/RS com Antônio Neves da Silva, 26 anos, filho de Ricardo Neves da Silva e Ana Telles da Silva. 
***
Maria Jesuína Marques casou em 1ªs núpcias com José Vieira Marques, com quem teve os filhos:
1. Alexandrina Vieira Marques c/c Inocente José Martins e, após, com Antônio Beves da Silva.
2. Hemetério Vieira c/c Carlota Maria dos Santos
3. Leocádio José Vieira.
Após, Maria Jesuína casou em 2ªs núpcias com João Cardoso Duarte, a 27.10.1864 em São Borja (em seguida, João Cardoso casou-se com Engrácia Francisca), gerando a:
4. José Cardoso Duarte.
5. Ângela Cardoso Duarte
6. Felisberto Cardoso Duarte
7. Hermelino Cardoso Duarte
8. Militão Cardoso Duarte
9. Vergílio Cardoso Duarte
10. Ermelindra Cardoso Duarte
11. Alfredo Cardoso Duarte c/c Guiomar Cardinal.
***
Inocêncio e Alexandrina foram pais de:
Tn. Maria Martins, n. 12.02.1878, bat. 22.07.1880, São Borja/RS.
Tn2. Leocádia Martins
Tn3. Hemetério Antônio Martins 28 anos, faleceu solteiro aos 28 anos, em 28.8. 1913, São Luiz Gonzaga.
N4. MARIA ANTÔNIA DA CONCEIÇÃO nasceu em 24.1.1822, Porto Alegre/RS (gêmea com Matilde), foi batizada em Conceição do Arroio/RS, casou-se com Mathias José Martins que faleceu em 30.8.1885 São Luiz Gonzaga/RS. Pais de:
Bn1. Jacinto José Martins casou-se com Conceição Maria de Oliveira, filha de João Maria de Oliveira Pinto e Maria Joaquina de Oliveira. 
#Nota:
João Maria de O. Pinto e esposa foram pais de:
1. Ana Maria c/c Daniel Antônio da Silva.
2. Conceição Maria de Oliveira c/c Jacinto José Martins.
3. Jovina Amália de Oliveira c/c João Martins do Nascimento.
4. Leonor de Oliveira c/c Manuel Trilha Belmonte.
5. Vespasiano de Oliveira Pinto.
6. Castorina de Oliveira c/c Sabino Jacinto de Oliveira.
7. Brasília de Oliveira c/c Inácio Antunes Ferreira.
Bn2. João Martins do Nascimento, faleceu em 15/04/1895, São Luiz Gonzaga/RS. Casou com Jovina Amália do Nascimento, filha de João Maria de Oliveira Pinto e Maria Joaquina (Ferreira) de Oliveira, acima referidos. Pais de 3 filhos:

          Tn1. Virgílio Martins do Nascimento
         Tn2. Hildebrando Martins do Nascimento, n. 16.10.1877, bat. 13.02.1879, São Borja/RS.
          Tn3. Sérgio Martins do Nascimento
Bn3. Laurinda Martins, n. 11.08.1848, bat. 10.07.1850, São Borja/RS. Casou-se com Leonardo da Silva Peixoto.
Bn4. Luiz Martins dos Santos, n. 18.3.1850, bat. 10.7.1850, São Borja/RS.
Bn5. Martim José Martins, nasceu a 30.01.1854, bat. 02.07.1855, São Borja/RS.
Bn6. Elizario José Martins
Bn7. Miguel José Martins faleceu 2.9.1885, São Luiz Gonzaga, casou-se com Anna Maria d’Avila[7], falecida em torno de 1888, filha de José Alexandre d’Ávila que faleceu em 14.3.1877 São Luiz Gonzaga/RS e de Joaquina Carvalho de Oliveira.
Tn1. Conceição Martins, nascida a 9.3.1869, bat. 22.8.1870, São Borja/RS.
Tn2. Joaquina Martins, nascida a 29.3.1871, bat. 9.11.1872, São Borja/RS.
Tn3. Ernestina Martins, nascida a 19.2.1875, bat. 28.5, São Borja/RS.
Tn4. Alfredo Martins
Tn5. Laurinda Martins
Tn6. Alcides Martins
Tn7. Homero Martins
N5. LAURINDA VIEIRA MARQUES, nasceu em 24.5.1824 e fal. 06/01/1909, Bossoroca/RS. Casou-se com Inocente Antônio dos Santos, n. 1826 e fal. 05/12/1909, aos 83 anos, Bossoroca, filho de Cândida dos Santos. Sem geração.
N6. BERNARDINO JOSÉ VIEIRA, nasceu em Conceição do Arroio (Osório/RS) e faleceu em 19/06/1882 em São Luiz Gonzaga/RS. Casou-se a 4.8.1858, São Borja/RS, com Maria Magdalena da Silva falecida em 5.6.1901, no mesmo município, filha de Antônio Fabrício da Silva[8] e Maria Joaquina Ferreira de Morais que faleceu em 13.1.1882, São Luiz Gonzaga/RS, neto paterno de possivelmente de José Fabrício da Silva e Ana Maria Lopes (se pressupõe o seu sobrenome, a qual teria falecido em São Paulo) e, maternos, de Valeriano Ferreira de Morais (falecido a 31.7.1868, São Borja/RS) e de Guiomar Angélica (falecida a 15.2.1856, São Borja). 

NOTA1: José Fabrício e Ana Maria Lopes (ambos inventariados em 1856, São Borja), foram pais de:
1. Joaquim Fabrício da Silva
2. José Fabrício da Silva
3. Antônio Fabrício da Silva casado com Maria Joaquina Ferreira de Moraes - abaixo citados.
4. Ramão Fabrício da Silva
5. Domingos Fabrício da Silva
6. João Fabrício da Silva
NOTA2: Antônio Fabrício da Silva (teve seu inventário autuado em 1893, São Luiz Gonzaga - possível filho de José Fabrício da Silva e Ana Maria Lopes) e Maria Joaquina da Silva, falecida a 13.1.1882 São Luiz Gonzaga/RS, filha de Valeriano Ferreira de Moraes e Guiomar Angélica. Pais de:
1. Domingos Fabrício da Silva, 34 anos em 1893;
2. José Fabrício da Silva, 32 anos em 1893;
3. Ana Fabrício da Silva, 30 anos em 1893, já casada com Serafim Baptista da Silva.
4. Maria Fabrício da Silva, 28 anos em 1893, já casada com Floriano Nunes Pereira.
5. Valeriano Fabrício da Silva (1842) casado com Maria Vieira Marques. Pais de: José Fabrício da Silva (c/c Lídia Vieira Furtado); Verônica Fabrício da Silva (c/c Manuel Gonçalves do Nascimento, Neco Nascimento); Ana Rita Fabrício da Silva (c/c Alcino Schorn de Moraes, n. 1894, filho de Leão Pedro de Moraes e Maria Inês Schorn).
6. Ramão Fabrício da Silva, nascido em torno de 1840, casado com Porfíria Garcia da Rosa.
7. Cândida Fabrício da Silva.
8. Maria Madalena da Silva (1846) casada com Bernardino José Vieira.
***
NOTA3: Valeriano casou em 2º matrimônio com Alexandrina Josefa de Mello, falecida a 23.12.1868, São Borja/RS (era viúva de João da Silva Lago), sem filhos.
Valeriano e Guiomar foram pais de:
1. Maria Joaquina Ferreira de Moraes casada com Antônio Fabrício da Silva.
2. Ramão Ferreira de Moraes
3. Mariana Ferreira de Moraes casada com o Cap. José Fabrício da Silva.
4. Maria (Josefa) Ferreira de Moraes casada com Antônio Lopes Pacheco.
5. (José) Manoel Ferreira de Moraes
6. João (Valeriano) Ferreira de Moraes casado com Maria Toríbia, índia tape (na dúvida).
7. Antônio Ferreira de Moraes.
***
Bernardino e Maria Madalena foram pais de:
Bn1. Leonça Vieira Marques, batizada a 11.05.1860, com 18 meses em São Borja/RS, onde casou a 21.11.1881 com Joaquim Rodrigues Barcellos (Roque), n. 1853, Viamão/RS e falecido aos 63 anos em 21.10.1920 em São Luiz Gonzaga/RS, filho de José Rodrigues Barcellos[9], falecido a 10.07.1893 em Santiago do Boqueirão, e Maximiana Henrique de Oliveira ou Vieira, neto paterno de João Rodrigues Braga e Senhorinha Joaquina da Silva e, materno, de Inácio Henrique de Oliveira e Joana Vieira de Alvarenga. Pais de:
Tn1. Bernardina Vieira Barcelos, n. 1881;
Tn2. Severiano Vieira Barcelos, n. 20/09/1882 e fal. a 14.9.1939. Casou a 20.9.1882 com Basília Fabrício da Silva, n. 17.31889 e fal. 15.9.1940, filha do tenente-coronel Valeriano Fabrício da Silva e Maria Vieira Marques. Pais de:     
          Qn1. Valeriano Fabrício Barcellos, n. 20.3.1909.
 Qn2. Maria Magdalena Fabrício Barcellos c/c Anaurelino do Amaral, filho de João Francisco do Amaral e Emília Pinto dos Reis. Os  avós maternos de João Francisco foram Miguel José Pinto (fal. aos 78 anos, a 2.7.1906 São Luiz Gonzaga/RS) e de Maria Cordeiro dos Reis, moradores de São Miguel das Missões.
#Nota:
Miguel e Maria Cordeiro foram pais:
1. Joaquina Pinto c/c José Hipólito de Oliveira.
2. Manoel Pinto dos Reis
3. Procópio José Pintoc/c Maria Francisca da Silva.
4. Pedro José Pinto c/c Clarainda Rosa de Oliveira Neta.
5. Hortência Pinto
6. Emilia Maria Pinto c/c João Francisco do Amaral.
7. Anibal José Pinto
8. José Pinto dos Reis c/c Maria Cândida Pinto.
9. Antonia dos Reis Pinto c/c Avelino Antunes Lemos
10. Estevão Pinto
***
           Qn3. Mario Fabrício Barcellos, n. 4.4.1912.
           Qn4. Eulina Barcellos Duarte, n.24.6.1915
           Qn5. Alice Barcellos Nascimento, n. 1º.1.1917
     Qn6. Nelson Fabrício Barcellos, n. 1918 e fal. 27.12.1922. 
         Qn7. José Joaquim Fabrício Barcellos, n. 26.9.1919 e fal. 6.2.1949.
             Qn8. Margarida Barcellos Brum n.20.12.1922.
          Qn9. Odilon Fabrício Barcellos n. 7.7.1926 e f. 26.8.1946.
Tn3. Dinarte Vieira Barcelos;
Bn2. Inês Vieira Marques, n. 03/12/1864, bat. 17/01/1863, São Borja/RS, onde casou a 20.03.1883, com João Antônio Fagundes, n. 15/06/1851, Santa Maria/RS, guarda-livros de profissão, e fal. 10/07/1929, Bossoroca, filho de Severiano Antônio Fagundes e Caetana Rosa de Oliveira, naturais de Osório/RS. Pais de 12 filhos:
Tn1. Bernardino Fagundes, n. 07.01.1885;
Tn2. Celina Fagundes, n. 10.12.1891;
Tn3. Celeste Fagundes, n. 17.10.1893;
Tn4. Madalena Fagundes, n. 24.10.1893 (sic);
Tn5. Amélia Fagundes, n. 24.08.1896;
Tn6. Severino Fagundes
Tn7. Mário Fagundes, n. 01/05/1903;
Tn8. Luiz Fagundes, n. 18.05.1905;
Tn9. Ramão Fagundes, n. 17.02.1907
Tn10. Edelmira Fagundes;
Tn11. Ernesto Fagundes
Tn12. Vidalvina Fagundes, falecida ainda criança aos doze anos.
Bn3. Amélia Vieira Marques, n. 29.12.1864, bat. 25.08.1864, São Borja/RS, casada com Crescêncio da Costa Furtado, moradores no distrito de Santa Tecla/Santo Ângelo/RS, nascido a 13.07.1857, bat. 13.07.1870, São Borja, filho de João da Costa Furtado (n. 07/04/1828 e fal. 01/09/1886) e Lauriana Ferreira da Cunha.
Lauriana (faleceu aos 85 anos, em 23.9.1919, SLG, nascida no 3º distrito de São Borja, de cor amarela) casada com João da Costa Furtado, natural do Rio Pardo (que teve inventário autuado em 1887), com quem teve os filhos:
1. Eufrásia Furtado da Cunha casada com Primórdio da Cunha Silveira.
2. Felisberto da Costa Furtado casado com Laurinda Barbosa.
3. Lídia Furtado da Cunha casado com Pedro da Cunha Silveira moradores em Santa Maria.
4. Crescêncio da Costa Furtado casado com Amélia Vieira Marques.
5. Estefânia Furtado Baptista casada com Ignácio Viriato Baptista.
Pais de:
Tn1. Laureana Vieira Furtado
Tn2. Bernardino Vieira Furtado
Tn3. Laura Vieira Furtado nasceu em 15.1.1897, São Miguel das Missões, casou aos 29 anos, em 1926, Santa Tecla com Felisberto Fabrício da Silva 31 anos, nascido em 29.6.1895, filho de João Fabrício da Silva e Antônia Vieira Marques, moradores 3º distrito de São Luiz Gonzaga/RS, n.p. de Ramão Fabrício da Silva e Porfíria Garcia da Rosa, nm. Bernardino José Vieira e Maria Madalena da Silva. 
Tn4. Marfisa Vieira Furtado
Tn5. Magdalena Vieira Furtado nasceu a 20.1.1901, casou em 1927, Santa Tecla, com Marcos Fabrício da Silva, nascido em 5.11.1899, filho de Valeriano Fabrício da Silva e Maria Vieira Marques, moradores 3ºdistrito de São Luiz Gonzaga/RS, n.p. Antônio Fabrício da Silva e Maria Joaquina Ferreira de Morais, n.m. Marcos Machado de Oliveira e Antônia Vieira Marques.
***
O Tte Cel. Valeriano Fabrício da Silva faleceu a 24.12.1911, São Luiz Gonzaga/RS, casando-se com Maria Vieira Marques  e foram pais de:
1. Juvêncio Fabrício da Silva casado com  Etelvina da Terra Fabrício.
2. Maria da Conceição Fabrício casada com Luiz Vieira Marques.
3. Antônia Fabrício de Oliveira casada com Albino Jacinto de Oliveira.
4. Basília Fabrício Barcelos casada com Severiano Vieira Barcelos.
5. Conceição Fabrício da Silva casada com David Pereira Terra.
6. Honorina Fabrício do Nascimento casada com Samuel Gonçalves do Nascimento.
7. Verônica Fabrício da Silva casada com Manoel Gonçalves do Nascimento.
8. João Baptista Fabrício
9. Ana Rita Fabrício da Silva casada com Alcino Schorn de Moraes, n. 1894, filho de Leão Pedro de Moraes e Maria Inês Schorn. 
10. João/José Fabrício da Silva casado com Lídia Vieira Furtado.
11. Marcos Fabrício da Silva
Tn6. Lydia Vieira Furtado, nasceu a 13.04.1902, Santa Tecla, onde casou aos 24 anos, em 1927, com José Fabrício da Silva, 29 anos, filho de Valeriano Fabrício da Silva e Maria Vieira Marques ou Marques de Oliveira, n.p. Antônio Fabrício da Silva e Maria Joaquina Ferreira de Morais, n.m. Marcos Machado de Oliveira e Antônia Vieira Marques.
Tn7. Diniz Vieira Furtado
Bn4. Severiano Vieira Marques, n. 03/09/1866, Bossoroca, bat. 20.01.1867, São Borja/RS e fal. 10/02/1923. Casou-se a 30/03/1919 com Amália Maria ou Rosa de Oliveira, nascida em 28/09/1870, filha de Domingos de Oliveira e ... Rosa. Severiano e esposa viviam maritalmente, casando-se anos após à união. Foram pais de:
Tn1. Eudóxio VieiraMarques;
Tn2. Alzira Vieira Marques, depois casada com Ramão Fabrício da Silva, Ramãozinho, já citado;
Tn3. Madalena Vieira Marques
Bn5. Antônia Vieira Marques, nascida a 03/10/1869, São Borja/RS e fal. 09/04/1963, aos 93 anos, Bossoroca, casada a 29/03/1899 com seu primo João Fabrício da Silva, nascido a 03/08/1868 e falecido aos 74 anos, em 25/09/1942, Bossoroca, distrito de São Luiz Gonzaga/RS, terceiro filho de Ramão Fabrício da Silva e Porfíria Garcia da Rosa (conforme informações de José Luís de Oliveira Fabrício), falecida a 06/10/1890 em São Luiz Gonzaga, neto paterno de Antônio Fabrício da Silva e Maria Joaquina da Silva e, pelo lado materno, neto de Basílio Garcia da Rosa e Cândida dos Santos.
"João foi o proprietário da Fazenda Pampa, uma expressiva gleba de terra, da qual, como pecuarista, tirou o sustento do casal e de sua prole, ali vivendo por toda a sua vida. Na atual cidade de Bossoroca residia em frente ao hospital Nossa Senhora das Graças. De sua antiga propriedade urbana, foi cedida uma faixa de terra para abertura de uma rua que hoje leva o seu nome." (conforme menciona José Luís de Oliveira Fabrício).
Ramão e Porfiria foram pais de:
Maria Fabrícia da Silva casada com Wenceslau do Nascimento e Silva.
Guiomar Fabrícia Cardinal casada com João Pereira Cardinal.
João Fabrício da Silva casado com Antônia Vieira Marques.
Basílio Fabrício da Silva
Virginia Fabrícia da Silva
Porfiria Fabrícia da Silva
Conceição Fabrício da Silva
Rosalina Fabrícia da Silva
Bernardina nascida a 13.4.1883, São Borja/RS. (não citada no inventário da mãe).
Pais de:
Tn1. Ramão Fabrício da Silva (Ramãozinho), n. 03/07/1890, casou com sua prima Alzira Vieira Marques, acima citados.
Tn2. Inês Fabrício Vieira, n. 09/08/1892, casada com Maximo José Vieira.
Tn3. Felisberto Fabrício da Silva, n. 29/07/1896; casou com Laura Vieira Furtado.
Tn4. Inocêncio Fabrício da Silva (alemão), n. 12/10/1899;
Tn5. Márcia Fabrício da Silva, n. 19/08/1903, casada com Mario Vieira Fagundes.
Tn6. João Luiz Fabrício da Silva, n. 10/12/1900;
Tn7. Bernardino Fabrício da Silva, n. 19/04/1905, fal. com menos de um ano.
Tn8. Bernardino Fabrício da Silva (Cuíris), n. 10/05/1906
Tn9. Maria Madalena Fabrício da Silva, n. 29/08/1914 e fal. 04/08/1935.[25]
Bn6. Ubaldina Vieira Marques, n. 24.10.1871, bat. 30.7.1872, São Borja/RS e fal. 15/01/1936, Bossoroca. Casou-se a 18.4.1888 em São Luiz Gonzaga/RS com Felisberto Jacintho de Oliveira, n. 1861, e fal. 20/03/1911, aos 45 anos, em Bossoroca/RS, filho de Albino Jacinto de Oliveira (n. Gravataí/RS) e Joaquina Maria de Jesus/Ferreira Bicca. Moradores em São Borja/RS. Pais de 14 filhos:
Tn1. Bernardino Jacinto de Oliveira, n. 04/03/1889;
Tn2. Inocêncio Jacinto de Oliveira
Tn3. Maria Joaquina Jacinto de Oliveira
Tn4. Joaquim Jacinto de Oliveira
Tn5. Casturina Jacinto de Oliveira, n. 1893
Tn6. Alfredo Jacinto de Oliveira
Tn7. Hermelino Jacinto de Oliveira, n. 1898
Tn8. Inês Jacinto de Oliveira
Tn9. Iraldina Jacinto de Oliveira
Tn10. Luiz Jacinto de Oliveira, n. 19/08/199
Tn11. Júlia Jacinto de Oliveira
Tn12. Antônio Jacinto de Oliveira
Tn13. Albino Jacinto de Oliveira
Tn14. Madalena Jacinto de Oliveira, n. 1902 e fal. 13/01/1904.
Bn7. Luiz Vieira Marques, n. 12/11/1873, Bossoroca, bat. 14.4.1875, São Borja/RS e faleceu aos 62 anos, em 24/05/1935, Cruz Alta/RS, onde se achava em tratamento médico, casado com sua prima Maria da Conceição Fabrício da Silva, n. 1879, e fal. 1949, Bossoroca, filha de Valeriano Fabrício da Silva (tio de Luiz) e Maria Vieira Marques, moradores São Luiz Gonzaga/RS. Pais de:
Tn1. João da Cruz Vieira Marques
Tn2. Margarida Vieira de Souza
Bn8. Ramão Vieira Marques, n. 16.9.1875, bat.13.5.1877, São Borja/RS e faleceu em 11.12.1906, São Luiz Gonzaga/RS.
Bn9. Inocêncio Vieira Marques, nasceu a 28.7.1876 e foi batizado a 25.5.1878 São Borja/RS.
Bn10. Marfisa Vieira Marques, nasceu a 15/09/1879 e faleceu a 16/08/1927. Casou a 25/04/1907 com João Câncio de Oliveira Martins, passando a assinar Marfisa Vieira Martins. Na ocasião, Marfisa contava com 27 anos e, João, com 29 anos de idade. João nasceu a 20/10/1877 e faleceu a 05/06/1951, filho de Alexandre de Oliveira Martins e da índia charrua, Josefa Joaquina de Brum, conforme informações de José Luís de Oliveira Fabrício. Marfisa e João geraram oito filhos: Alice, Madalena, Celeste, Ernesto, Dinarte, Ernestina, Leônica e Alexandre Vieira Martins.
Bn11. Benta Vieira Marques
N7. JACINTA VIEIRA MARQUES nasceu em torno de 1819 e faleceu aos 72 anos, em 22.1.1905, Santiago/RS. Casada a 03.05.1861, São Borja/RS, com João Machado de Oliveira, natural de Santo Antônio da Patrulha/RS e falecido aos 78 anos, em 21.7.1909 Santiago/RS, filho de João Machado da Silva e Maria Joaquina de Ramos, abaixo citados.
Bn1. Ildefonso Machado de Oliveira, bat. a 15.05.1862, São Borja/RS, aos três meses de idade.
N8. ANTÔNIA VIEIRA/PEREIRA MARQUES nasceu a 13/02/18310, Conceição do Arroio (hoje Osório/RS) e faleceu em 31.7.1901, São Luiz Gonzaga/RS, casou-se a 12.07.1856, São Borja/RS, com Marcos Machado de Oliveira, natural de Santo Antônio da Patrulha/RS e falecido a 22.7.1880 em São Luiz Gonzaga/RS, filho de João Machado da Silva e Maria Joaquina de Ramos, acima citados. Pais de:
Bn1. Maria Vieira Marques/Marques de Oliveira, nasceu a 30.05.1857, bat. 25.08.1857, São Borja/RS, e fal. 17/02/1940. Casou-se a 9.5.1874 em São Borja/RS com o tenente-coronel Valeriano Fabrício da Silva, batizado aos 11 meses a 25.7.1847 em São Borja/RS e falecido a 24.12.1911, São Luiz Gonzaga/RS, filho de Antônio Fabrício da Silva[10], que teve seu inventário autuado em 1893, São Luiz Gonzaga/RS e Maria Joaquina Ferreira de Moraes, falecida em 13.1.1882, São Luiz Gonzaga/RS, neto paterno de José Fabrício da Silva e Ana Maria Lopes, nm. Valeriano Ferreira de Morais e Guiomar Angélica, acima citados. Pais de:
Tn1. Juvêncio Fabrício da Silva casado com Etelvina Terra Fabrício.
Tn2. Maria da Conceição Fabrício da Silva casada com Luiz Vieira Marques, nascido a 12.11.1873, bat. 14.4.1875, São Borja/RS, e falecido aos 62 anos a 24.5.1935 em Cruz Alta/RS, onde se achava em tratamento médico, filho de Bernardino José Vieira, falecido em 19.6.1882 São Luiz Gonzaga/RS e Maria Magdalena da Silva.
Tn3. Antônia Fabrício de Oliveira casada com Albino Jacintho de Oliveira, filho de Albino Jacinto de Oliveira (falecido a 26.6.1879 em São Borja) e Joaquina Maria de Oliveira.
Albino Jacinto de Oliveira e Joaquina foram pais:
1. Sabino Jacintho de Oliveira, 23 anos em 1879, casado;
2..Ana Maria de Oliveira, 21 anos, c/c Ubaldino Gonçalves Pacheco;
3. Alfredo Jacintho de Oliveira, 18 anos, solteiro em 1879;
4. Felisberto Jacintho de Oliveira, 12 anos


5. Albino jacintho de Oliveira, 6 anos em 1879, depois c/c Antônia Fabrício da Silva.
Tn4. Basília Fabrício da Silva casada com seu primo Severiano Vieira Barcelos, acima citados.
Tn5. Conceição Fabrício da Silva Prima, n. cerca de 1866 e fal. a 15.1.1936. Casou-se a 21.5.1904 com David Pereira Terra, n. 1880, filho de Virgílio Batista (Gonçalves) Terra e Clara Pereira da Silva, neto materno do coronel David José Pereira e Maria Pereira Gomes.
Tn6. Honorina Fabrício do Nascimento casada com Samuel Gonçalves do Nascimento.
Tn7. Verônica Fabrício da Silva casada com Manuel Gonçalves do Nascimento (Neco Nascimento), nascido cerca de 1892, filho do coronel João Luiz do Nascimento e Carolina Gonçalves. 
Sobre Manuel Gonçalves do Nascimento: "residente no então distrito de São Luiz Gonzaga, Bossoroca, em sua fazenda, que fazia divisa com seu irmão João Gonçalves. Mais tarde mudou-se para a Vila de Bossoroca, onde acabou falecendo."  (Fonte: http://bossorocars.blogspot.com.br/p/curiosidades-da-buena-terra-missioneira.html).
Tn8. João Baptista Fabrício (Jango), c/c Elfrides Nascimento Terra, filha de Anastácio Baptista Terra e Maria Luiza do Nascimento.
Tn9. Ana Rita Fabrício da Silva casada com Alcino Schorn de Moraes, n. 1894 em São Miguel das Missões, filho de Leão Pedro de Morais e Maria Inês Schorn. Os avós paternos foram Manoel Carlos de Morais e Ana Antunes de Lima e, os maternos, João (Johannes) Schorn (n. 1817, Alemanha e fal. 19.12.1899 em São Miguel das Missões) e de Ana de Almeida Pires.
Tn10. José Fabrício da Silva casou aos 29 anos, em 1927, Santa Tecla, com Lydia Vieira Furtado 24 anos, nascida em 13.4.1902, Distrito de Santa Tecla, filha de Crescêncio Vieira Furtado (n. 13.07.1857, bat. 13.07.1870, São Borja/RS) e Amélia Vieira Marques. Os avós paternos de Lydia foram João da Costa Furtado e Lauriana Ferreira de Moraes. Seus avós maternos foram Bernardino José Vieira e Maria Magdalena da Silva (filha de Antônio Fabrício da Silva e Maria Joaquina da Silva).
Tn11. Marcos Fabrício da Silva nasceu em 5.11.1899, morador no Município de São Luiz Gonzaga/RS, casa em 1927 com Magdalena Vieira Furtado nascida em 20.1.1901, filha de Crescêncio da Costa Furtado e Amélia Vieira Furtado, moradores no Distrito de Santa Tecla/Santo Ângelo/RS.
Tn12. Manuel Fabrício da Silva, nasceu cerca de 1884.
Bn2. Victalino Vieira Marques/Marques de Oliveira, bat. a 10.05.1860, com um ano de idade, em São Borja/RS e faleceu aos 23.11.1902, em São Luiz Gonzaga/RS, casado com Severina Antônia Fagundes. Pais de:
Tn1. Alicia Maria Fagundes
Tn2. Alziria de Oliveira Fagundes
Tn3. Marcos de Oliveira Fagundes 
Bn3. Hemetério Machado de Oliveira, n. 9.9.1860, bat. 01.03.1861, São Borja/RS.
Bn4. José Machado de Oliveira, bat. aos 18 meses a 25.7.1863 em São Borja. Casou-se a 1/11/1904 com Rosalina Fabrício da Silva, n. 1883, filha de Ramão Fabrício da Silva e Porfiria Garcia da Rosa.
Bn5. Lúcio Machado de Oliveira, nasceu a 09/08/1863, bat. 26/08/1866, São Borja/RS. Casou-se a 28/10/1888, Bossoroca, com Bernardina Maria de Souza, filha de Manuel Thomaz de Souza e Cândida Maria de Souza. Pais de 6 filhos que, depois, foram para o Mato Grosso: Laurinda, Hermínio, Constâncio, Alzira, Odélio e Marcos.
Bn6. Amandio Machado de Oliveira nasceu em torno de 1865 (será o casado com Bernardina Maria de Sousa, filha de Manoel Thomaz de Sousa [11] que faleceu aos 81 anos, em 16.9.190 em São Luiz Gonzaga/RS e Cândida Maria da Conceição?). Segundo Ilvo Jorge Bertin Fialho (Pioneiros de Bossoroca) Amandio saiu de Bossoroca, indo com os irmãos para o Mato Grosso, onde faleceu solteiro. 
Bn7. Serena Machado de Oliveira/Serena Vieira Marques nasceu em torno de 1867. Casou-se a 3.5.1890 em São Luiz Gonzaga/RS com seu primo Maximilio Vieira Marques, assassinado a 21.2.1894 por um grupo de Maragatos, filho de Justino Vieira Marques e Cesária Marques dos Santos. Serena e Maximilio foram pais de 2 filhos. Serena casou-se, depois, com João Vieira da Silva, em Bossoroca, onde ele ali fal. a 16.10.1908, filho de Manuel Vieira Coelho e Ana Vieira Marques, abaixo citados. Encontramos também dois filhos de Serena, cujo nome do pai não foi revelado:
Tn1. Francisco Roque Ferreira (f.º natural de Serena), n. cerca de 1884, pois se casou aos 20 anos, a 24.10.1904, na colônia Guarani, à época distrito de São Luiz Gonzaga/RS, com Evarista Corrêa Barbosa, então com 18 anos, filha de Boaventura Francisco Barbosa e Maria Francisca Barbosa.
Tn2. Graciano Ferreira Roque n. cerca de 1887, casou aos 21 anos, a 17.10.1908 em Guarani, distrito de São Luiz Gonzaga/RS, com Francilina Francisca Barbosa, 21 anos, filha de Boaventura Francisco Barbosa e Maria Francisca Barbosa.
Serena e Maximililio foram pais de:
Tn3. Protásio Vieira Marques, n. cerca de 1890, São Luiz Gonzaga/RS. Casou com Benvinda Antunes Pinto, filha de Jacinto Antunes Pinto e Malaquias Pereira Pinto, neta paterna de Jacinto Antunes Pinto e Leopoldina Antunes de Castilho e neta materna de Felisbino Pereira Garcia/Pinto e Maria Henrique de Oliveira.
#Nota:
Jacinto Antunes Pinto e Leopoldina foram pais de:
1. Pedro Antunes Pinto
2. Arão Antunes Pinto, n. 17.10.1879 foi batizado a 11.4.1880 em São Borja/RS
3. Tristão Pinto casou com Gonçalina da Silva Medeiros, filha de Delfino Marques da Silva e Francisca de Paula Medeiros (filha de Sebastião Timóteo de Medeiros e Maria Conceição Oliveira/Belmonte).
4. Alfredo Antunes Pinto
5. Anália Antunes Pinto
 6. Amália Antunes Pinto c/c João Moreira Machado.
7. Izabel Antunes Pinto
8. Serafina Antunes Pinto, n. 15.10.1889 Santiago/RS e fal. aos 49 anos, 10.9.1938 Bossoroca, distrito de São Luiz Gonzaga/RS. Casou com José Garibaldi Barbosa. Pais de 9 filhos.
9. Benvinda Antunes Pinto c/c Protásio Vieira Marques
***

Tn4. Jerônimo Vieira Marques, n. cerca de 1893, São Luiz Gonzaga/RS.
Bn8. Alexandrina Machado de Oliveira, n. 1869 e fal. 19/03/1943, Bossoroca. Casada com seu primo Leocádio Vieira Marques (Leocádio José Vieira), n. 09/12/1865 e falecido em 19.9.1929, 3º distrito de São Luiz Gonzaga/RS, filho de José Vieira Marques e Maria Jesuína. Pais de:
Tn1. Ramão José Vieira morador em São Luiz Gonzaga/RS.
Tn2. Marcos José Vieira, n. 11/05/1890, Bossoroca, onde fal. 26/10/1945. Em 09/06/1923 casou com Maria José Duarte Vieira, n. 23/04/1904 e fal. 30/05/1986, filha de Felisberto Cardoso Duarte e Conceição Fabrício. Pais de: Alzira, Jorge Vieira, Maria de Lourdes, Neuza Conceição, Felisberto Ney e Luiz Antônio Duarte Vieira.
Tn3. Máximo José Vieira, n. 27/02/1893, Bossoroca e fal. 26/11/1965. Casado a 08/06/1918 em Bossoroca com Ignez Fabrício da Silva, moradores em São Luiz Gonzaga/RS, filha de João Fabrício da Silva, falecido aos 74 anos em 25.09.1942 em Bossoroca, e de Antônia Vieira, neto paterno de Ramão Fabrício da Silva e Porfíria Garcia da Rosa, n.m. Bernardino José Vieira e Maria Madalena da Silva.  Máximo e esposa foram pais de: Maria Madalena, Ilena, Gessi (c/c Saturnino Flores Pinto); Felisberto, Miguel, Hélio, Fabrício e João.
João Fabrício e Antônia tiveram os filhos:
1. Ramão Fabrício da Silva
2.  Inês Fabrício Vieira casada com Maximo José Vieira.
3. Felisberto Fabrício da Silva
4. Inocêncio Fabrício da Silva
5. Márcia Fabrício da Silva casada com Mario Vieira  Fagundes.
6. João Luiz Fabrício da Silva
7. Bernardino Fabrício da Silva 
Tn4. José Vieira Marques, n. 08/08/1894, Bossoroca. Casou-se a 20/05/1927 com Docelina Furtado da Cunha, moradores em São Luiz Gonzaga/RS. Docelina n. 25/09/1895, filha de Primórdio Silveira da Cunha e Eufrásia Furtado.
Tn5. Maria Conceição Vieira da Silva casada com José Fabrício da Silva Primo, moradores em São Luiz Gonzaga/RS, filho de Ramão Fabrício da Silva e Porfíria Garcia da Rosa.
Tn6. João José Vieira, n. 1896 e fal. 07/01/1910, Bossoroca.
Tn7. Maria José Vieira Duarte, n. 17/12/1897, Bossoroca, casada com Marcos José Vieira, moradoresem São Luiz Gonzaga/RS.
Tn8. Conceição Vieira Marques, n. 14/10/1898, Bossoroca. Casou com José Fabrício da Silva (Barba Azul), n. 05/12/1900, filho de Ramão Fabrício da Silva e Engrácia Francisca da Silva.
Tn9. Benedita Vieira da Cunha, n. 11/12/1900, Bossoroca. Casada com Juvenal Cunha da Silveira, moradores em São Luiz Gonzaga/RS. Juvenal n. 25/10/1888, filho de Primórdio da Cunha Silveira e Eufrásia Furtado.
Tn10. Alzira Vieira Marques, n. 1/04/1903, Bossoroca, onde fal. 02/08/1973, solteira. Mãe de Teresa.
Tn11. Antônia Vieira da Silva, n. 01/03/1906, Bossoroca, onde fal. 27/09/1971. Casada com José Antônio da Silva, moradores em Santo Ângelo/RS.
Tn12. Cyriaco José Vieira, n. 10/08/1909, Bossoroca, onde fal. 05/08/1953, morador em São Luiz Gonzaga/RS.
Bn9. Lydia Marques de Oliveira, nasceu a 22.9.1873, bat. 10.5.1874, São Borja/RS e fal. 14/09/1909 em Bossoroca/RS. Casou-se a 17/10/1893 com seu primo Justino Gonçalves de Oliveira, n. 1872, filho de José Gonçalves de Oliveira e Alexandrina Vieira Marques. Não houve descendência deste casamento.
Bn10. Maria da Conceição/Conceição Maria de Oliveira nasceu a 08.4.1877, bat. 11.2.1879, São Borja/RS. Casou com Venâncio Amaral, indo residir no Mato Grosso.
N9. JOSÉ VIEIRA MARQUES falecido em 20.2.1864, São Luiz Gonzaga/RS. Casou a 20.3.1858 em Cruz Alta/RS com Maria Jesuína Duarte [12], n. Cruz Alta/RS e falecida a 11.3.1887, São Luiz Gonzaga/RS, filha de pais incógnitos. Pais de:
Bn1. Alexandrina Vieira Marques, n. 6.3.1859, bat. 7.9, Cruz Alta/RS e fal. 13/10/1944. Casou-se a 13.05.1877, São Borja/RS, com seu primo Inocente José Martins, n. São Borja e falecido a 17.12.1886, São Luiz Gonzaga/RS, filho de Antônio José Martins e Mathilde Pereira/Vieira Marques. Os avós maternos de Inocente foram Jacintho Vieira de Borba e Antônia Joaquina Pereira Marques. Após, Alexandrina casou-se a segunda vez, a 3.2.1888 em São Luiz Gonzaga/RS com Antônio Neves da Silva, 26 anos, filho de Ricardo Neves da Silva e Ana Telles da Silva. Houve filhos de ambos os casamentos, que seguem:
Tn1. Maria Vieira Martins (f.ª do 1º casamento), n. 12.2.1878, bat. 22.7.1880 em São Borja/RS e fal. 24/12/1935, solteira.
Tn2. Leocádia Vieira, n. 05/06/1880, casou-se com Geremias Machado Bonfim.
Tn3. Hemetério Antônio Martins, solteiro, faleceu aos 28 anos, em 28.8.1913, São Luiz Gonzaga/RS.
Tn4. Bernardina Marques da Silva (f.ª do 2º casamento)
Tn5. Severiano Marques da Silva
Tn6. Felisberto Marques da Silva.
Bn2. Hemetério José Vieira, n. 02.03.1861, bat. 16.01.1863, São Borja/RS e faleceu a 15.11.1928, tendo sido sepultado em Guarani das Missões/RS. Casou-se aos 41 anos, talvez viúvo, a 23.06.1904 em Guarani das Missões/RS com Carlota Maria dos Santos, então com 23 anos, filha de Israel dos Santos e Ana Maria dos Santos. Pais de:
           Tn1. Ataliba Vieira, n. 18.11.1902, Guarani das Missões.
           Tn2. Ernestina Vieira, n. 16.3.1903, Guarani das Missões.    
           Tn3. Ermelina Vieira, n. 18.3.1905, Guarani das Missões.
           Tn4. Dorval Vieira, n. 27.6.1915, Guarani das Missões. 
Bn3. Leocádio José Vieira falecido em 19.9.1929, casa com sua prima Alexandrina Machado de Oliveira, filha de Marcos Machado de Oliveira e Antônia Vieira Marques.
Tn1. Ramão José Vieira morador em São Luiz Gonzaga/RS.
Tn2. Maria José Vieira Duarte casada com Marcos José Vieira, moradores em São Luiz Gonzaga/RS.
Tn3. Máximo José Vieira casado com Inês Fabrício da Silva, moradores em São Luiz Gonzaga/RS, filha de João Fabrício da Silva e Antônia Vieira Marques. Os avós paternos de Inês foram Ramão Fabrício da Silva e Porfíria Garcia da Rosa. Seus avós Maternos foram Bernardino José Vieira e Maria Madalena da Silva. 
Tn4. José Vieira Marques casado com Docelina Furtado da Cunha, moradoresem São Luiz Gonzaga/RS.
Tn5. Maria Conceição Vieira da Silva casada com José Fabrício da Silva Primo, moradores em São Luiz Gonzaga/RS.
Tn6. Benedita Vieira da Cunha casada com Juvenal Cunha da Silveira, moradores em São Luiz Gonzaga/RS.
Tn7. Alzira Vieira Marques moradores em São Luiz Gonzaga/RS.
Tn8. Antônia Vieira da Silva casada com José Antônio da Silva, moradores em Santo Ângelo/RS.
Tn9. Cyriaco José Vieira morador em São Luiz Gonzaga/RS.
N10. CLARA VIEIRA MARQUES faleceu 15.3.1875 São Luiz Gonzaga/RS, casou-se a 21.2.1862 em São Borja/RS com José Vieira Marques, fal. 1º.5.1889 em São Luiz Gonzaga, filho de João Vieira de Borba[13] e Matilde Pereira Marques. Após o óbito da esposa, José Vieira Marques casa com Belmira Marques da Conceição, com quem terá 5 filhos (Zulmira, Diamantina, Quintilha, Inocêncio e Fidelino).
Bn1. Manoel Vieira Marques c/c Virgínia Inácia, filha de Francisco Inácio Torres(?) e Mareia Inácia. Pais de:
Tn1. Júlio Vieira Marques, n. 31.2.1892, em São Luiz Gonzaga/RS.
Bn2. Mauricio Vieira Marques faleceu aos 70 anos, em 28.09.1929, no Uruquá, São Luiz Gonzaga, casado com Carlota de Sousa Baptista, filha de Boaventura de Sousa Baptista e Francisca Vieira Marques. Pais de:
Tn1. Rosalina Vieira Marques, falecida a 9.5.1946 em São Luiz Gonzaga, solteira.        
Bn3. Maria José Vieira Marques casou aos 19 anos, a  16.4.1887 São Luiz Gonzaga/RS, com Vicente de Sousa Baptista, então com 26 anos, filho de Boaventura de Sousa Baptista e Francisca Vieira Marques.
Bn4. Inocêncio Vieira Marques
Bn5. José Vieira Marques

Bn6. Antônio(a) Vieira Marques, n. 6.7.1876, bat. 05.06.1873 em São Luiz Gonzaga/RS e teria falecido na infância.
N11. MANOEL VIEIRA MARQUES, natural do RS, faleceu em 1866 em serviço militar, casou-se a 05.02.1864, Santo Ângelo/RS, com Laurentina Vieira Marques, filha de Justino Gonçalves de Oliveira[14] (falecido em São Luiz Gonzaga) e de sua 1ª esposa Maria Inácia Soares, neta materna de Zeferino José de Vargas [15] e Ana Floriana ou Thomásia do Nascimento (com inventário autuado em 1886, em São Luiz Gonzaga). Laurentina irá casar-se em 2º matrimônio, com Diolindo Vieira Marques, primo de Manoel Vieira Marques, filho de João Vieira de Borba e Mathildes Pereira Marques/dos Anjos) falecido em 21.9.1890 São Luiz Gonzaga/RS, sem descendência.
Bn1. José Vieira Marques ou Marques de Oliveira, casa 11.9.1886 com Bernardina Maria de Oliveira 20 anos, filha de Albino Gonçalves de Oliveira e Maria Leonor de Souza Batista.
N12. JUSTINO VIEIRA MARQUES nasceu em torno de 1839, Viamão e faleceu em São Luiz Gonzaga/RS aos 20/02/1894, assassinado. Casou aos 27 anos, a 23.05.1867, São Borja/RS, com Cesária Marques dos Santos, com 21 anos, n. 1845 e fal. 21/06/1925, Bossoroca, filha de José Marques dos Santos (falecido a 24.10.1849, São Borja/RS) e Maria da Silva Ávila (fal. 6.6.1865, São Borja/RS), neta materna de José da Sivla Ávila (fal. 1º.05.1848, São Borja) e de Manuela Nazária. 
José Marques e Maria da Silva Ávila (Maria da Silva Ávila fora casada em 1º matrimônio com  Manoel Ferreira de Moraes com quem teve 3 filhos: Manoel Ferreira Bicca Anna Ferreira de Moraes, Mariana Ferreira de Moraes e João Ferreira Bicca). foram pais de:
1. Joaquim Marques dos Santos c/c Felisberta Lopes Vieira, filha de Manuel Lopes Vieira e Francisca Gonçalves.
2. Maria Marcolina Marques dos Santos casada com João José da Costa.
3. João Marques dos Santos
4. Manoela Marques dos Santos (em 1857 estava casada com Ramão Ferreira Bicca)
5. Idalina Marques dos Santos casada com Constantino José de Oliveira.
6. Antônio Marques dos Santos
7. Cesária Marques dos Santos (em 1867 estava casada com Justino Vieira Marques).
***
José da Silva e Manoela foram pais de:
1.Maria da Silva Ávila casada com José Marques dos Santos.
2.Eufrásia da Silva Ávila casada com Antonio da Costa Furtado.
3.Inocência da Silva Ávila casada com Massimiano José de Andrade.
4.Laurinda da Silva Ávila
5.Maria da Silva Ávila casada com José Antonio dos Santos.
6.Crescêncio da Silva Ávila
7.Diolinda da Silva Ávila
8.Silvina da Silva Ávila casada com Vicente José de Andrade.
9. Jorge da Silva Ávila
10. Isaias da Silva Ávila
***
Pais de:
Bn1. Higino Vieira Marques, n. 13.7.1869, bat. 21.2.1870, São Borja/RS e fal. 02/06/1906, São Luiz Gonzaga/RS. Casou-se em 1897 com Adélia César de Mello, n. 29.4.1873, b. 16.8.1873, São Borja, filha do capitão Mathia Luís César de Mello e Maria Cândida Cardoso. Higino e Adélia foram pais de Higidélia, América e Maria Cândida.
Bn2. Marfisa Vieira, n. 06.12.1870, bat. 13.05.1871, São Borja/RS.
Bn3. Zulmira Vieira,  nasceu a 28.12.1872 e foi batizada a  2.3.1878 São Borja/RS, c/c José Pereira de Vasconcelos
Bn4. Esmerilda Vieira Marques nasceu 8.9.1874 e foi batizada a 2.3.1878 São Borja/RS e fal. solteira.
Bn5. Ecilda Vieira Marques nasceu a 12.8.1877 e foi batizada a 2.3.1878 São Borja/RS c/c João Luiz Guerra
Bn6. Castorina Vieira Marques, n. 15.12.1879, bat. 08.04.1880, São Borja/RS c/c João Albernaz
Bn7. Dinarte Vieira Marques
Bn8. Alcides Vieira Marques
Bn9. Edelmira Vieira Marques c/c João Alberto Kapf.
Bn10. Maximilio Vieira Marques, n. 28.4.1868, bat. 21.2.1870, São Borja/RS. Foi assassinado a 21.2.1894 por um grupo de Maragatos (teve seu inventário autuado em São Luiz Gonzaga/RS), foi casado com a prima Serena Machado de Oliveira, filha de Marcos Machado de Oliveira e Antônia Vieira/Pereira Marques. Maximilio e Serena foram pais de 2 filhos, acima citados.
Bn11. José Vieira Marques Primo nascido 25.12.1888 morador em São Luiz Gonzaga. Registra o filho natural que teve com Doralina Mendes nascida 31.7.1898, moradora em Sant’Anna do Livramento. Pais de:
Tn1. Inamá Vieira Marques nasceu 30.7.1909, 2º distrito de São Luiz Gonzaga/RS, militar casa em 1934, Santo Ângelo/RS com Docelina Machado nasceu 15.7.1917 1º distrito de Santo Ângelo, filha natural de Philomena Soares nascida em 5.7.1898. Neta materna de Sebastião Soares e Theresa Soares.
N13. ALEXANDRINA VIEIRA MARQUES, nasceu em torno de 1843, Conceição do Arroio (hoje Osório/RS) e fal. em 1936, com 102 anos. Casou-se a 21.08.1870, São Borja/RS, com José Gonçalves de Oliveira, veterano do Paraguai, nascido em 1837, Osório/RS e fal. 13/04/1906, aos 69 anos, São Luiz Gonzaga/RS, filho de Justino Gonçalves de Oliveira (fal. São Luiz Gonzaga/RS) e de Maria Inácia ou Maria Inácia Soares. Pais de:
Bn1. Maurílio Gonçalves de Oliveira, n. 13.9.1873, bat. 10.04.1874, São Borja/RS e fal. afogado em 04/09/1909. Casou-se a 24/05/1899 com Constância Martins de Oliveira, n. 1880, filha de Liberato Martins dos Santos e Sinforosa Marinha dos Santos. Sem geração.
Bn2. Justino Gonçalves de Oliveira, n. 11.08.1872, bat. 07.11.1872, São Borja/RS
Bn3. Laurentina Gonçalves de Oliveira, n. 24/11/1875 ou 76/77, bat. 1.03.1878, São Borja/RS, c/c Júlio Emílio de Berthem, filho do francês Augusto Otto Luiz de Berthem e de Albertina Ancina. Pais de 16 filhos, tendo 5 falecido em tenra idade, sendo os 11 restantes: Júlio César de Berthem, Getúlio, Adamastor Aurio, Agenor Sebastião, José Solon, Julinho, Hilda, Iracema, Maria, Lindonez e Edite.
Bn4. Lindolfo Gonçalves de Oliveira, n. 11.9.1876 ou 1877, bat. 1º.3.1878, São Borja/RS. Casou-se a 16/12/1907 com Carlinda Lages, n. 1882, filha de Gaspar Francisco Lages e Inocência Diamantina Duarte.  Residiam em São Luiz Gonzaga.
Bn5. Hortêncio Gonçalves de Oliveira, n. 1880. Foi tenente da Brigada e faleceu, em 1924, em combate em Santo Antônio da Patrulha.
Bn6. Maria Luiza de Oliveira, n. 1881. Casou-se em 1900 com José Duarte Lages, filho de Gaspar Francisco Lages e Inocência Diamantina Duarte.
Bn7. Lindomar Gonçalves de Oliveira, n. 1884 e falecida solteira, aos 22 anos, em Porto Alegre.
F8. FLORIANA JOAQUINA MARQUES casada com José da Silva
F9. MATILDES PEREIRA (DOS ANJOS) MARQUES, natural de Conceição do Arroio (hoje Osório/RS) ou de Viamão/RS e faleceu no dia 19, provavelmente de setembro de 1884 em São Luiz Gonzaga. Casou a 08.01.1825, Osório/RS, com João Vieira de Borba (irmão[16]de  Jacintho Vieira de Borba, casado com sua irmã Antônia Joaquina Pereira Marques), natural de Santa Catarina e falecido em 3.11.1881, São Luiz Gonzaga/RS. Foram moradores no Município de Santiago do Boqueirão. O casal João Vieira e Matildes teve os filhos: Benvinda, Francisca, João, José, Deolindo, Clara, Maria Joana, Inocêncio. Com exceção do filho Deolindo, todos os outros foram moradores na Argentina e depois em São Luiz Gonzaga. Pais de:
N1. BENVINDA VIEIRA MARQUES faleceu em 18.1.1911, São Luiz Gonzaga/RS, casada com o major Silvestre José da Silva (inventário autuado em 1887, SLG). Pais de:
Bn1. Manoel José da Silva casou com Maria de Oliveira  e Silva, ambos naturais do RS e moradores no 1º distrito de São Luiz Gonzaga/RS. Maria era filha de Albino Gonçalves de Oliveira, falecido a 24/07/1883, São Luiz Gonzaga/RS e Maria Leonor de Souza Baptista, nascida a 31/07/1854 e falecida a 24.07.1883, São Luiz Gonzaga/RS, neta materna de Boaventura de Souza Bapista e Francisca Vieira Marques. 
#Nota:
Albino Gonçalves de Oliveira e Maria Leonor foram pais:
1. Maria Júlia de Oliveira c/c Manoel José da Silva.
2. Maria das Neves de Oliveira c/c Bonifácio de Souza.
3. Aldina Maria de Oliveira c/c Hemetério Vieira.
4. Bernardina Maria de Oliveira c/c José de Oliveira Marques.
5. Delfino Gonçalves de Oliveira
6. Marciano Gonçalves de Oliveira
7. Antônio Gonçalves de Oliveira
8. Laurentino Gonçalves de Oliveira
9. Deolindo Gonçalves de Oliveira
10. Justino Gonçalves de Oliveira c/c Maria Pires de Arruda.

11. Ana Gonçalves de Oliveira 
***
Manuel e Maria foram pais de:
Tn1Elizário José da Silva Sobrinho nasceu em 9.8.1894, São Luiz Gonzaga/RS, casou em 1914, São Miguel, com Elisabetha Härter, nascida em 20.8.1895, São Lourenço (Paroquia de Nossa Senhora da Conceição do Boqueirão) filha de Felippe Härter e Elizabetha Härter ambos naturais do RS e moradores na Picada Quevedo/São Lourenço. Os avós paternos de Elisabetha foram Conrado Härter e Sophia Härter, seus avós maternos foram Jacob Britzius e Anna Maria Britzius.
Tn2. José da Silva, n. 30.1.1892, São Luiz Gonzaga/RS.
Tn3. Ermelindo da Silva, n. 16.10.1895, São Luiz Gonzaga/RS.
Tn4, Geraldino da Silva, n. 23.1.1897, São Luiz Gonzaga/RS.
Tn5. Osvaldino da Silva, n. 28.3.1899, São Luiz Gonzaga/RS.
Bn2. Elizário José da Silva nascido em 15.10.1861, São Borja. Casado a 5.12.1889 em São Miguel das Missões, com Maria Lydia de Menezes, n. São Miguel das Missões e  falecida a 1º.4.1924 no 7º distrito de São Luiz Gonzaga/RS, onde eram moradores, filha de Manuel Marques de Menezes, falecido na Argentina, e Maria Inácia da Silva, natural do RS, moradores no primeiro distrito de São  Luiz Gonzaga. Pais de:
Tn1. Hemetério José da Silva, n. 20.12.1890, São Luiz Gonzaga/RS.
Tn2. João Gilberto da Silva, nasceu em 21.12.1893, 7º distrito de São Luiz Gonzaga, casou em 1ª núpcias com Ondina Gonçalves da Silva, que faleceu aos 27 anos, em 20.4.1929 São Lourenço, filha de Honorina Rosa da Silva. João Gilberto casa, novamente, em 1930, no distrito de São Miguel, com Notelina Ferreira dos Santos nascida em 2.8.1911, distrito de São Miguel, filha de Puliciano Francisco da Costa falecido em 21.12.1929 no mesmo distrito e Zelinda Ferreira dos Santos nascida 5.6.1894 distrito de São Miguel. A avó paterna de Notelina foi Adriana Maria Ferreira natural do RS e sua avó materna foi Gabriela Ferreira dos Santos.
Tn3. Pedro do Nascimento e Silva, casou aos 25 anos, em 1913, com Alzira Medeiros do Nascimento, nascida a 3/11/1889, filha de Manoel José de Medeiros e Vicentina do Nascimento e Silva. Avós paternos: Serafim José de Medeiros  e Vicentina do Nascimento e Silva, ambos fals. Avós maternos: Severino(?) do Nascimento e Silva e Maria Joana Marques já fals. e naturais do RS.
Bn3. major José Vieira da Silva, nasceu a 15.06.1864, no 7º Distrito de São Luiz Gonzaga, onde casou em 1898 com Damásia Vieira Marques, filha de Inocêncio Vieira Marques (falecido a 22.07.1880) e Maria Marques de Mendeiros. José foi juiz distrital em São Lourenço. José e esposa foram pais de: Inocêncio, Juvenal Medeiros, Zilda Medeiros (casada com Nelson Pinheiro de Menezes) e Hilda Vieira da Silva, n. 22.11.1906, São Luiz Gonzaga/RS.
José Vieira da Silva, Damásia, Zilda, Nelson e Juvenal
Bn4. Silvestre José da Silva Filho c/c Maria Lydia da Silva, filha de Manoel Marques e Maria da Silva. Pais de:
Tn1. João Gilberto da Silva, nasceu a 21.12.1893, 7º distrito de São Luiz Gonzaga. Casou em 1ª núpcias com Ondina Gonçalves da Silva, que faleceu aos 27 anos, em 20.4.1929, São Lourenço, filha de Honorina Rosa da Silva. João Gilberto casou novamente em 1930 em São Miguel das Missões com Notelina Ferreira dos Santos, nascida em 2.8.1911 em São Miguel filha de Puliciano Francisco da Costa, falecido a 21.12.1929 em São Miguel, e Zelinda Ferreira dos Santos, nascida a 5.6.1894 em São Miguel. A avó paterna de Notelina foi Adriana Maria Ferreira, natural do RS e sua avó materna foi Gabriela Ferreira dos Santos.
Tn2. Ermelindo Gilberto da Silva, n. 1º.10.1897, São Luiz Gonzaga/RS.
Tn3. Alzira Gilberto da Silva, n. 19.1.1899, São Luiz Gonzaga/RS.

Tn4. José Gilberto da Silva, n. 12.7.1900, São Luiz Gonzaga/RS.
Bn5. Maria da Silva Marques casada com Avelino Gonçalves dos Santos, moradores no 1º distrito do município de São Luiz Gonzaga/RS, filho de José Maria Gonçalves dos Santos falecido a 20.8.1858, São Luiz Gonzaga/RS e Rita Maria dos Santos, cujo inventário foi autuado em 1892, mesmo município.
#Nota:
José Maria Gonçalves e Rita Maria foram pais de:
1. Florêncio Gonçalves dos Santos
2. José Gonçalves dos Santos era falecido em 1877, solteiro.
3. Quintino Gonçalves dos Santos
4. Avelino Gonçalves dos Santos
5. Maria Rita dos Santos c/ Manoel Francisco dos Santos
6. (dúvida) Castorina Baptista Diniz Bastos c/c Manoel Pereira Bastos
***
Avelino e Maria foram pais de:
Tn1. José Gonçalves dos Santos morador no 1º distrito de  São Luiz Gonzaga/RS, nasceu em 8.3.1883, casou aos 34 anos, em 1917, São Miguel, com Adelaides Antunes Ribas 32 anos, nascida em 6.9.1884, filha de Salvador Antunes Ribas, falecido 11.4.1892 Santa Maria e Bibiana Antunes Ribas, falecida 25.6.1903 em São Miguel, ambos naturais do RS.
N2. FRANCISCA VIEIRA MARQUES, nasceu em 1827 e faleceu em 8.9.1911, São Luiz Gonzaga, cujo inventário foi autuado em 1911, São Luiz Gonzaga/RS, casada com Boaventura de Sousa Baptista [17] cujo inventário foi autuado em 1912, São Luiz Gonzaga/RS, filho de Inácio de Sousa Baptista que foi batizado em 17.11.1799, Florianópolis (Lagoa) e casou em 24.11.1823, Osório/RS com Ana da Conceição nascida em 4.8.1785, Viamão/RS. Os avós paternos de Boaventura foram: João de Sousa Baptista Filho, nascido em 28.1.1772 e Ana Maria de São José, nascida em 24.11.1776. Seus avós maternos foram José Luis Viegas e Maria da Conceição.
“A fotografia acima mostra-nos o casal Boaventura de Souza Batista e Maria Francisca Vieira Batista, ambos  filhos de Conceição do Arroio. Ainda moços, vieram para São Lourenço, onde adquiriram uma estância cuja área de campos e matos atingia São Lourenço de Caaró, todo povoado de gado vacum, cavalar e ovino. Possuíam grande quantidade de jóias de ouro. Já idosos, vieram residir em São Luiz, em casa localizada na Praça da Matriz, ao lado do sobrado do Sr. Vergilino Martins Coimbra, onde faleceram. Foram sepultados no Cemitério Municipal e ainda hoje existe o túmulo. Foi esse casal que deu origem a família SOUZA BATISTA, em nosso município.” Pedro Marques dos Santos. São Lourenço Mártir 1690 -1987 p. 41.
Francisca e Boaventura foram pais de:
Bn1. Maria Leonor de Souza Baptista, nascida a 31.07.1854. Casou com Albino Gonçalves de Oliveira, falecido em 5.8.1907, São Luiz Gonzaga, filho de Felício Gonçalves de Oliveira e Ana Clara de Jesus. Albino casou-se em segundas núpcias, aos 48 anos, a 4.5.1886 em São Luiz Gonzaga/RS com Marcolina Pires Vieira, então com 16 anos e falecida aos 63 anos a 5.1.1933, no 7º distrito de São Luiz Gonzaga, filha de Benício Pires de Arruda e Marcolina Alves de Freitas/Espírito Santo, natural de Piratini/RS. Albino e Marcolina tiveram o filho Aquino Gonçalves de Oliveira, já com Maria Leonor de Souza Baptista, teve 13 filhos, que seguem:
Tn1. Maria de Oliveira, casada com seu primo Manoel José da Silva.
Tn2. Maria das Neves de Oliveira, nasceu a 5.8.1861 e faleceu aos 92 anos, casou aos 19 anos a 21.10.1879 em São Luiz Gonzaga/RS, com seu tio materno Bonifácio de Souza Baptista, nascido a 14.5.1856 ou 1857, São Luiz Gonzaga, onde faleceu aos 42 anos a 15.6.1899, deixando 9 filhos, que seguem:
Bonifácio de Souza Baptista
do acervo de Thiago Batista


Qn1. José de Souza Baptista Sobrinho, nasceu em 2.2.1882, viúvo, morador em São Luiz Gonzaga/RS, onde nasceu a 02.02.1882, casou em 2ª núpcias, aos 37 anos, em 1921 distrito de São Miguel, com Josefina de Oliveira, nascida a 25.10.1899, filha de Delfino Gonçalves de Oliveira e Emília Pires de Oliveira, moradores no mesmo distrito.
Qn2. Alexandrina Neves de Oliveira, faleceu solteira, aos 57 anos, em 27.9.1937 no 8º dist SLG, onde era moradora.
Qn3. Vicentina Neves Baptista, casada a 07.02.1905, São Luiz Gonzaga/RS, com Horácio Pinheiro de Menezes, nascido a 23.11.1881, São Luiz Gonzaga, filho de Ignácio Marques de Menezes (1) falecido aos 83 anos, em 19.7.1936, no lugar denominado Uruquá, São Luiz Gonzaga e Emília Pinheiro de Menezes falecida aos 76 anos em 7.9.1936, no 7º distrito de São Luiz Gonzaga. Os avos paternos de Horácio foram José Marques de Menezes e Fausta Maria Pinheiro de Menezes.
Ignácio Marques de Menezes e Emília tiveram os filhos:
1. Álvaro Marques de Menezes
2. Rachel de Menezes c/c Edmundo Lopes Portinho
3. Horácio Pinheiro de Menezes c/c Vicentina Neves de Menezes
4. Nympha Marques c/c Hemetério Neves Batista, que foram pais, dentre outros, de Wilson Neves Batista (conforme informação de Rafael Batista Ourique, neto do casal).
Qn4. Corina Neves de Oliveira casou aos 24 anos, em 1916, São Luiz Gonzaga, com Leopoldo Robalho Nunes, 24 anos, fotógrafo, filho de Gaspar Robalho Nunes e Dolores Nunes Robalho. 
Qn5. Marciano Neves Baptista, n. 27.9.1899, São Luiz Gonzaga, onde faleceu aos 30 anos, em 5.4.1929, solteiro.
Qn6. Hemetério Neves Baptista, nasceu a 08.04.1887. Casou a 09.04.1917 com Ninfa Marques de Menezes, filha de Inácio Marques de Menezes (n. 26.2.1853) e Emília Marques de Menezes (n. 8.10.1859 e falecida aos 76 anos em 7.9.1936, no 7º distrito de  São Luiz Gonzaga). Os avós paternos de Ninfa foram José Marques de Menezes e Fausta Maria Pinheiro de MenezesPais de:  Hemetério, Elsa, Anápio, Sother, Alceu e Inácio.
Qn7. Palmira Neves de Oliveira, n. 18.7.1890. Casou a 4.3.1909 em São Luiz Gonzaga/RS, com o primo Laurentino José Vieira, n. 1.12.1886, filho de Hemetério Vieira e Albina Maria de Oliveira. Foram pais de 6 filhos (abaixo).
Qn8. Eulina Neves de Oliveira, n. 20.3.1894, São Luiz Gonzaga.
Qn9. Lydio Neves de Oliveira, n. 27.10.1907, São Luiz Gonzaga.
Família de Hemetério Neves Baptista


Tn3. Aldina ou Albina Maria de Oliveira casou com o tenente Hemetério Vieira e foram pais de:  Laurentino José Vieira, n. Uruquá, distrito de São Luiz Gonzaga/RS, a 1º.12.1886, onde casou a 4.3.1908 com a prima Palmira das Neves Oliveira e foram pais de 6 filhos: Marina, Zilmar, Edith, Edmar, Judith e João Batista.
A família de Laurentino José Vieira
Tn4. Bernardina Maria de Oliveira casada com José de Oliveira Marques, falecido aos 57 anos, em 29.11.1918, Jaurú, Mato grosso. Moradores em São Luiz Gonzaga/RS. Pais de:
Qn1. Manoel Marques de Oliveira, casado morador município de Coxim, Mato Grosso.
Qn2. José de Oliveira Marques morador São Luiz Gonzaga/RS.
Qn3. Justino Marques de Oliveira morador São Luiz Gonzaga/RS.
Tn5. Delfino Gonçalves de Oliveira
Tn6. Marciano Gonçalves de Oliveira
Tn7. Antônio Gonçalves de Oliveira
Tn8. Laurentino Gonçalves de Oliveira
Tn9. Deolindo Gonçalves de Oliveira
Tn10. Justino Gonçalves de Oliveira n.  São Luiz Gonzaga, onde faleceu e casou a 10.7.1900 com Maria Pires de Arruda, então com 17 anos, filha de Benício Pires de Arruda e Marcolina Alves do Espírito Santo. 
Tn11. Ana Gonçalves de Oliveira
Bn2. Bonifácio de Sousa Baptista nascido a 14.05.1856 e falecido aos 42 anos a 16.7.1899, onde casou aos 22 anos em 21.10.1879, com sua sobrinha Maria Neves de Oliveira, n. 05.8.1861 e falecida aos 92 anos, filha de Albino Gonçalves de Oliveira e Maria Leonor de Souza. Pais de seis filhos localizados:
Tn1. José de Souza Baptista Sobrinho nasceu em 2.2.1882, morador em São Luiz Gonzaga/RS, onde nasceu em 2.2.1882, casou em 2ª núpcias com, aos 37 anos, em 1921 distrito de São Miguel, com Josephina de Oliveira, 22 anos, nascida em 25.10.1899, filha de Delfino Gonçalves de Oliveira e Emília Pires de Oliveira, moradores no mesmo distrito.
Tn2. Alexandrina Neves de Oliveira faleceu solteira, aos 57 anos, em 27.9.1937 no 8º distrito de São Luiz Gonzaga/RS, onde era moradora.
Tn3. Vicentina Neves Baptista casada com Horácio Pinheiro de Menezes, filho de Ignácio Marques de Menezes[18] falecido aos 83 anos, em 19.7.1936, no lugar denominado Uruquá, São Luiz Gonzaga/RS e Emília Pinheiro de Menezes falecida aos 76 anos em 7.9.1936, no 7º distrito do mesmo município. Os avos paternos de Horacio foram José Marques de Menezes e Fausta Maria Pinheiro de Menezes.
Tn4. Corina Neves de Oliveira casou aos 24 anos, em 1916, distrito de São Miguel, com Leopoldo Robalho Nunes 24 anos, fotógrafo, filho de Gaspar Robalho Nunes e Dolores Nunes Robalho.
Tn5. Marciano Neves Baptista faleceu aos 30 anos, em 5.4.1929, São Luiz Gonzaga/RS, solteiro.
Tn6. Hemetério Neves Baptista nasceu 8.4.1887, casou em 9.4.1917 com Ninfa Menezes, filha de Ignácio Marques de Menezes. Tiveram os filhos: Emeterio, Elza, Anápio, Sother, Alceu e Inácio. 
Bn3. José de Souza Baptista, n.10.04.1860, bat. 30.6.1862, São Martinho, oitavo distrito de São Luiz Gonzaga/RS, onde faleceu em 10.7.1933. Casou em 1ª núpcias a 29.12.1888 em São Luiz Gonzaga/RS, com Emília Dornelles Castro, 18 anos, filha de Antônio José de Castro e Arminda Dornelles Castro, com quem teve 3 filhos. Casou  em 2º matrimônio com Elizia Joaquina de Menezes ( irmã de Ignácio Marques de Menezes) nascida em 13.1.1868 e falecida em 13.12.1930.,com quem teve outros 3 filhos. Do primeiro casamento houve:
Tn1. Gasparino de Souza Baptista nasceu em 18.07.1884 e faleceu em 15.06.1971 em São Luiz Gonzaga. Casou com Constância Marques Batista, nascida em 03.03.1901 e falecida em 14.06.1975, filha de Geraldino Gonçalves de Oliveira Peixoto e Benvinda Vieira Marques. 
Tn2. Geraldino de Souza Baptista, nasceu em 15.3.1893 e faleceu em 19.7.1982, Rolador, então distrito de São Luiz Gonzaga. Casou com Conceição Pereira de Brum, filha de Inocêncio Pereira de Brum  e Ana Pereira de Brum. 
Tn3. Florentino de Souza Baptista 
Tn4. Francisco de Souza Baptista, nasceu em fevereiro de 1889, cujo registro somente foi feito em 1902 em Guarani das Missões.
Do segundo casamento houve:
Tn4. João de Souza Baptista nasceu em 14.6.1902 e faleceu em 1988, Rolador, casado com Cacilda de Oliveira Peixoto nascida em 18.7.1907 e falecida em 23.10.1982 Rolador, filha de Amarílis e Laurindo Gonçalves de Oliveira Peixoto.
Tn5. Constância A. de Souza Baptista  nasceu em 22.5.1907 e faleceu em 10.12.1981. cc Pompilio de Oliveira Peixoto nascido em 26.3.1906 e falecido em 23.6.1994;
Tn6. Doralina de Souza Baptista nasceu em 01.01.1911 e faleceu em 02.05.2004 em Santo Ângelo. Casadacom Raul Ribas Duarte nascido em 20.02.1917 e falecido em 28.11.1978.
José de Souza Baptista e Elisia Joaquina


Bn4. Honorato de Sousa MarquesHonorato de Sousa Marques - depois da morte dos pais, foi residir em Canoas e lá faleceu solteiro.
Bn5. Belmiro de Sousa Baptista nascido a 26.02.1853 e falecido em 28.11.1891, Santo Ângelo/RS casado com Rosa Cândida de Moraes falecida em 8.12.1891, Santo Ângelo/RS, filha de Ezequiel Antônio de Moraes e Cândida da Silva Machado). Moradores em São Miguel, 3º distrito de Santo Ângelo. Os avós paternos de Rosa Cândida foram: Pedro Antônio de Moraes e Constância Máxima de Moraes. Seus avós maternos foram Ricardo José Machado e Margarida Constância da Silva [v. http://pufal.blogspot.com/2010/12/familias-portuguesas-nas-missoes.html]. Pais de:
Tn1. Severino de Sousa Baptista nasceu a 12.03.1880 e faleceu a 25.07.1944. Casou em 1904, 3º distrito de Santo Ângelo/RS com sua prima Constança da Silva Martins filha de sua tia materna Margarida Cândida de Moraes e Antônio da Silva Martins. Os avós paternos de Constança foram Estácio de Miranda Martins e Maria Constância de Moraes. Seus avós maternos foram Ezequiel Antônio de Moraes e Cândida da Silva Machado. 1 filha.
Tn2. Inocêncio Vieira de Moraes morador em São Luiz Gonzaga/RS, nasceu em torno de 1882.
Tn3. Alexandrina de Sousa Baptista nasceu em 15.2.1884, S. Ângelo casou em 1901 São Miguel, com seu primo Constâncio Gonçalves de Oliveira nascido em 11.11.1876, Santo Ângelo/RS, filho de Hipólito Gonçalves de Oliveira e Maria Cândida de Moraes.
Tn4. José de Sousa Baptista nascido São Luiz Gonzaga/RS, casou com Cândida da Silva Martins, filha de Antônio da Silva Martins, natural deste estado, falecido em 12.6.1908 e Margarida Cândida de Moraes, ambos naturais do RS e moradores São Miguel. Os avós paternos de Cândida foram Estácio de Miranda Martins e Maria Constância de Morais. Seus avós maternos foram Ezequiel Antônio de Moraes e Cândida da Silva Machado. 2 filhas.
Tn5. Ezequiel de Sousa Baptista morador em São Luiz Gonzaga/RS , nasceu em torno de 1886.
Tn6. Geraldino de Sousa Baptista faleceu 17.2.1903, Santo Ângelo/RS.
Tn7. Rosalina de Sousa Baptista nascida em 27.3.1887 e falecida em  25.3.1913  em Santo Ângelo/RS, casou com Ernesto Aguiar Kruel[19] 28 anos, nascido em 11 abril 1874 e falecido em 28.2.1944, morador  no 5º distrito de São Luiz Gonzaga (Colônia Guarani), filho de Christiano Kruel Sobrinho (filho do imigrante alemão Frederico Kruel e Generosa Lemos (es) Quaresma ) e Zelinda de Aguiar (filha de João Cardoso Aguiar  e Rosa Constança da Silva Moraes/Machado). O casal Ernesto e Rosalina teve 5 filhos [v. http://familia-kruel.blogspot.com/]
Bn6. Vicente de Souza Baptista, nascido a 21.10.1861, bat. 1º.10.1862, São Luiz Gonzaga, onde se casou a 16.4.1887 com Maria José Vieira Marques, 19 anos, filha de José Vieira Marques e Clara Vieira Marques. Pais de: 
      Tn1. Alzira de Souza Baptista, casou aos 18 anos em 20.07.1916, São Luiz Gonzaga/RS e fal. 1º.09.1988 em Santiago/RS. Casou com João Correia (?) do Prado, com 28 anos, filho de Clementino Correia (?) do Prado e Damásia Inocência M. Alzira é bisavó do pesquisador Gustavo P. Eggres de Oliveira, que passou a informação do falecimento dela.
Bn7. Francisco de Souza Baptista, nascido a 22.09.1870, bat. 8.11.1871, São Luiz Gonzaga/RS.
Bn8. Carlota de Souza Baptista, casou com Maurício Vieira Marques, irmão de Maria José Pereira, falecido aos 70 anos em 28.09.1929 no Uruquá, São Luiz Gonzaga, filhos de José Vieira Marques e Clara Vieira Marques. Pais de: Rosalina Vieira Marques, falecida solteira em 09.05.1946 no distrito de Missioneiros, São Luiz Gonzaga. Pais de:
         Tn1. Laudelmira Marques, n. 20.1.1901, São Luiz Gonzaga.
Bn9. Honorato de Souza Baptista ou de Souza Marques, depois da morte dos pais foi residir em Canoas, onde faleceu solteiro.
Bn10. Maria Ignácia Baptista, n. de São Luiz Gonzaga, onde casou aos 23 anos, a 28.11.1877 com Manoel Martins da Rocha, natural de São Borja, 35 anos, filho do falecido Germano Martins da Rocha e Bertolina Antônia dos Santos.
Bn11. Ana Vieira Marques, n. São Luiz Gonzaga, onde fal. aos 46 anos a 28.10.1903 e onde casou aos 20 anos, a 19.1.1878, com Antônio José Martins, morador em São Borja, 27 anos, filho de João Antonio Martins e Cândida Maria Ferreira.      
N3. JOSÉ VIEIRA MARQUES, natural de Osório/RS e falecido a 1.5.1889, São Luiz Gonzaga/RS. Casou-se em 1º matrimônio a 21.2.1862 em São Borja com Clara Vieira Marques, n. Osório e falecida em 15.3.1875 São Luiz Gonzaga/RS, filha de Antônia Joaquina Pereira Marques e Jacintho Vieira de Borba. José Vieira e Clara tiveram 6 filhos. José Vieira Marques casa, novamente, em 21.01.1878, São Luiz Gonzaga, com Belmira Maria da Conceição, com 18 anos, natural do RS, filha de Manuel Alves da Silva e Constância Rodrigues da Silva. Pais de 5 filhos, que seguem:
Bn1. Manoel Vieira Marques
Bn2. Mauricio Vieira Marques faleceu aos 70 anos, em 28.09.1929 no Uruquá, São Luiz Gonzaga, casou com Carlota de Souza Baptista, filha de Boaventura de Souza Baptista e Francisca Vieira Marques, acima mencionados.
Bn3. Maria José Vieira Marques casada aos 19 anos a 16.4.1887 em São Luiz Gonzaga/RS, com Vicente de Sousa Baptista, 26 anos, filho de Boaventura de Souza Baptista e Francisca Vieira Marques.
Bn4. Inocente ou Inocêncio Vieira Marques.
Bn5. José Vieira Marques
Bn6. Antônio (a) Vieira Marques n. 6.7.1872, foi bat. 5.6.1873 em São Luiz Gonzaga, o qual teria falecido criança. 
Filhos de seu 2º casamento com Belmira Emilia da Conceição.
Bn7. Zulmira
Bn8. Diamantina
Bn9. Quintilha ou Quintilhana Vieira Marques, que casou aos 17 anos a 27.09.1899 na Colônia Guarani, então quinto distrito de São Luiz Gonzaga/RS, com Serafim Alves da Silva, 28 anos, filho de Manuel Alves da Silva e Constância Rodrigues da Silva.
Bn10. Innocencio
Bn11. Fidelina casou aos 18 anos, em 28.9. 1906 São Miguel, com Lourenço Pereira Marques 30 anos, natural do RS, morador no 1º distrito de Santo Ângelo/RS, filho de José Pereira Marques e Silvina Maria de Jesus.
N4. DEOLINDO VIEIRA MARQUES faleceu em 21.9.1890, São Luiz Gonzaga/RS. Foi casado com Laurentina Vieira Marques (viúva de seu primo Manoel Vieira Marques falecido em 1866 em serviço militar) e filha de Justino Gonçalves de Oliveira que faleceu em torno de 1888, São Luiz Gonzaga/RS e sua 1ª esposa Maria Inácia Soares, falecida aos 90 anos em 15.07.1919 na Laranjeira Azeda, São Luiz Gonzaga. Deolindo e Laurentina não tiveram filhos (Laurentina teve o filho José, do seu 1º casamento).
N6. CLARA VIEIRA MARQUES faleceu em 22.11.1872 em São Luiz Gonzaga/RS, casada com Egydio Corrêa da Silva. Pais de:
Bn1. João Corrêa da Silva (morador na Argentina).
Bn2. Deolindo Corrêa da Silva
Bn3. Bernardino Corrêa da Silva (viveu na Argentina).
Bn4. Inocêncio Corrêa da Silva (morador na Argentina).
Bn5. José Corrêa da Silva (morador na Argentina).
N5. MARIA JOANA VIEIRA MARQUES, n. Osório/RS e já falecida em 1878, casada a 19.5.1862 em São Francisco de Assis/RS com Severino do Nascimento e Silva, n. São Borja/RS, filho do Tenente coronel Agostinho do Nascimento e Silva (n. Triunfo/RS e falecido a 13.1.1888, Santo Ângelo/RS) e Constança Cândida dos Santos (n. Taquari/RS e falecida em 26/10/1898 no 4º distrito de Santo Ângelo/RS - casal este que teve 11 filhos). Pais de:
Bn1. Constânça do Nascimento e Silva casada aos 26 anos, em Santo Ângelo/RS com seu tio Manuel do Nascimento e Silva, filho de Agostinho do Nascimento e Silva e Constança Cândida dos Santos, moradores no Município de São Luiz Gonzaga/RS. Manoel e Constança foram moradores em Santiago do Boqueirão/RS.
Tn1. Bernardino nasceu 3.11.1888.
Tn2. Pedro do Nascimento e Silva casa aos 25 anos, em 1913, com Alzira Medeiros do Nascimento, nascida em 3.11.1889 filha de Manoel José de Medeiros e Vicentina do Nascimento e Silva. Avós paternos de Alzira foram Serafim José de Medeiros e Vicentina Medeiros do Nascimento. Seus avós maternos foram Severino (?) do Nascimento e Silva e Maria Joana Marques.
Tn3. Vicentina do Nascimento e Silva Sobrinha casa em 1918 com Valeriano Vieira de Sousa, filho de Januário Vieira de Sousa e Eulália Francisca Serpa.
Tn4. Angelina do Nascimento e Silva casou aos 20 anos, em 1900, Santa Tecla, com Macedo do Nascimento e Silva, 23 anos, falecido aos 69 anos, em 21.9.1947, Santiago/RS, filho de Vicente do Nascimento e Silva e Anna Veríssimo e Silva. 3 filhos.
Tn5. Avelino do Nascimento e Silva natural de Santa Tecla, casou aos 24 anos, em 22.7.1905, São Miguel, com Guilhermina do Nascimento e Silva, nascida em 26.12.1876, batizada em Santo Ângelo/RS, filha de Albino do Nascimento e Silva e Luiza Kruel. Os avós paternos de Guilhermina foram Agostinho do Nascimento e Silva e Constância Cândida dos Santos. Seus avós maternos foram Frederico Kruel e Generosa Lemes (os) Quaresma [v.http://familia-kruel.blogspot.com/].
Bn2. Vicentina do Nascimento e Silva faleceu em 1934 em Santo Ângelo/RS, casa com Manoel José de Medeiros ou do Nascimento, filho de Serafim José de Medeiros e Vicentina do Nascimento Medeiros. Moradores no município de Santo Ângelo/RS. Pais de:
Tn1. Hermandina Medeiros do Nascimento casa aos 17 anos, em 1903 Santa Tecla/RS, com seu primo José Inácio da Silva Medeiros, 22 anos, filho de Claudino Inácio da Silva e Maria Luiza da Silva filha de Serafim José de Medeiros faleceu em 9/4/1882 e Vicentina do Nascimento Medeiros. Pais de:
Qn1.  Ermilinda Medeiros e Silva
Qn2. Vicentina do Nascimento Medeiros, 18 anos, nascida em 16/9/1908, casou aos 18 anos, em  1926 (10/9/1929)  com Olynto Medeiros de Farias 28 anos, nascido em 3/6/1898, filho de João Medeiros de Farias Filho e Constância Kruel do Nascimento e Silva.
Tn2. Amália Medeiros do Nascimento casa em 1905, Santa Tecla,com João Francisco Machado, filho de filho de João José Machado e Marfisa Francisca Fraga.
Tn3. Alzira Medeiros do Nascimento nascida em 3.11.1889 casa em 1913 com Pedro do Nascimento e Silva, 25 anos, filho de Manuel do Nascimento e Silva e Constança do Nascimento e Silva, acima citados.
Tn4. Constâncio Medeiros do Nascimento nascido em 2.5.1891, aos 45 anos casa em 1918 com Virgília Maciel Machado, 25 anos, nascida em 20.7.1894, filha de José Francisco Machado nascido em 8.4.1870 e Laura Maciel Machado nascida em 17.2.1871. Os avós paternos de Vigília foram José Francisco Machado e Maria José Brandão. Seus avós maternos foram Salvador Antunes Maciel e Felícia Maciel da Silva.
#Nota:
Salvador e Felícia foram pais de:
1. Laura Maciel c/c José Francisco Machado
2. Amélia Maciel Maciel da Silva, faleceu solteira aos 65 anos.
3. Florência Maciel
***
Tn5. Gratulino Medeiros do Nascimento faleceu solteiro.
Tn6. Estácio Medeiros do Nascimento
Tn7. Aristides Medeiros do Nascimento nasceu em 24.12.1903 e faleceu em l.1.1954. Casou em 8.10.1930 com Irene nascida em 12.11.1907, filha de João Medeiros de Farias Filho e Constância Kruel do Nascimento e Silva
N6. INOCÊNCIO VIEIRA MARQUES, nasceu em Conceição do Arroio (Osório) e faleceu em 22.7.1880, em São Luiz Gonzaga/RS, casado a 14.05.1874 em Santo Ângelo com Maria Joana de Medeiros[24] nascida em 23.8.1851, Santo Ângelo, filha de João Medeiros de Farias (filho de Pedro José de Medeiros falecido em 8.12.1879) e Damásia Vieira Marques. Filhos do 1º casamento de Inocêncio com Maria Medeiros:
Bn1. João Vieira Marques faleceu solteiro aos 36 anos, em 1910, no 1º distrito de São Luiz Gonzaga/RS (São Lourenço).
Bn2. (H)Ermandina Vieira Marques casou com Manuel Coimbra. Pais de:
Tn1. Hilda
Bn3. Damásia Vieira Marques casada com o major José Vieira da Silva, filho de Benvida Vieira Marques e do major Silvestres José da Silva. Pais de três filhos, que seguem:
Tn1. Inocêncio
Tn2. Juvenal
Tn3. Zilda da Silva casada com Nelson Pinheiro de Menezes.
Bn4. Adelina Vieira Marques
F10. ANTÔNIO PEREIRA MARQUES casado com Cesária Rosa de Oliveira.
 ***
FONTES:
- Arquivos pessoais de: BATISTA, Thiago; DULLIUS, Werner Mabilde (RS-Gen); SIMÕES LOPES Filho, João (RS-Gen); PUFAL, Diego de Leão; FABRÍCIO, José Luís de Oliveira.
Arquivo Público do Rio Grande do Sul: inventários de São Borja e Santo Ângelo.
- Blog: http://bossorocars.blogspot.com.br/p/curiosidades-da-buena-terra-missioneira.html
- Cúria de Santo Ângelo: livros de batismos, casamentos e óbitos.
- DOMINGUES, Moacyr. Presença Açoriana em Santo Antônio da Patrulha. Porto Alegre: EST, 1993, org. por Véra Maciel Barroso.
 - FIALHO, Ilvo Jorge Bertin. Pioneiros de Bossoroca. Bossoroca: Unijui Ed., 1992.
- SANTOS, Pedro Marques dos. São Lourenço Mártir 1690-1987. Série Missões, vol. I, Porto Alegre: Palloti.
- TINM, Octacílio B. e GONZALES, Eugênio (org. e editores). Album ilustrado do Partido Republicano Castilhista – RGS. Porto Alegre: Livraria Selbach de J.R da Fonseca e Cia,1934.


NOTAS:
[1] O casal Mateus Marques e Bárbara tiveram os filhos:
1. Manuel Marques casado com Maria da Conceição.
2. João
3. Joaquim Pereira marques nasceu em 3.1.1757, foi batizado em Rio Grande/RS.
4. José Pereira Marques casado com Francisca Joaquina dos Anjos.
5. Maria
6. Ana Maria de Jesus
[2] Caetano Vieira de Borba nasceu em 2.6.1756, Conceição da Lagoa, SC (filho de Manoel Vieira de Borba natural de Fonte do Bastardo, Ilha Terceira, Açores e Rosa Maria da Silveira nascida no mesmo local), casou-se com Clara de Jesus natural da Fonte do Bastardo, Ilha Terceira, filha de Manoel Cardoso Caçador (natural de N.S. da Luz, Ilha Terceira, Açores) e Anastácia de Jesus (natural de Conceição da Lagoa, SC). 
Manoel Vieira de Borba era filho de Gaspar Vieira de Borba nascido em N S Pena, Ilha Terceira, Açores e  Gracia Nunes  nascida em S Cruz, Ilha Terceira, Açores.
Rosa Maria era filha de Manoel de Borba  que nasceu em S Bárbara, Ilha Terceira, Açores e Maria da Conceição nascida na mesma ilha.
Informações disponibilizadas por Werner Mabilde Dullius, RS- Gen, set/2004.
[3] José Medeiros de Farias e Maria Rodrigues Viana tiveram os filhos:
1. Inácia Rodrigues de Medeiros casada com João Cardoso Duarte.
2. Manoel (faleceu solteiro?)
3. Joanna (faleceu solteira?)
2. Serafim José de Medeiros casado com Vicentina do Nascimento e Silva.
3. João Medeiros de Farias casado com Damazia Vieira Marques.
 4. José Medeiros de Farias casado com Florisbela Joaquina da Conceição/dos Santos.
 5. Pedro José de Medeiros faleceu solteiro.
[4] Antônio José Martins e Mathildes Pereira Marques tiveram 5 filhos:
1. Benvinda,
2. Maria casada com Herculano José de Medeiros,
3. Inocente José Martins casado com Alexandrina Vieira Marques (3 filhos: Maria, Leocádia e Hemetério).
4. Amador José Martins
5. Marciano José Martins.
[5] Laurentino e Virginia foram pais de Maria Engrácia de Oliveira (?), nascida 26.1.1884, casada com Virgílio Gabriel Pereira, nascido 18.4.1876.
[7] No inventário de Ana Maria d’Avila, autuado em 1888 em São Luiz Gonzaga/RS, é citado o filho Homero com 3 anos ( não é citado no inventário de Miguel José Martins em 1885).
[8] Antônio Fabrício e Maria Joaquina tiveram os filhos:
1. Ramão Fabrício da Silva
2. Maria Magdalena da Silva casada com Bernardino José Vieira.
3. Valeriano Fabrício da Silva
[9] João Rodrigues Barcellos falecido em 10.7.1893, Santiago do Boqueirão e Simiana, tiveram os filhos:
1. João Rodrigues Barcellos
2. Leopoldina Rodrigues Pereira casada com Delfino Pereira da Luz.
3. Joaquim Rodrigues Barcellos casado com Leôncia Vieira da Silva
4. Senhorinha Rodrigues Barcellos casada com Antônio Maria Reinaldo.
5. Francelina Rodrigues Barcellos casada com Zeferino Fernandes Irassoquy.
6. Joana Rodrigues Pereira casada com João Pereira Garcia.
7. Justino Rodrigues Barcellos
8. José Rodrigues Barcellos
9. Osório Rodrigues Barcellos
10. Francisca Rodrigues Barcellos casada com Irineo Fernandes Irassoquy.
11. Generosa Rodrigues Barcellos
12. Cândida Rodrigues Barcellos casada com Cândido Pereira da luz.
[10] Antônio Fabrício da Silva e Silva (teve seu inventário autuado em 1893, São Luiz Gonzaga). Foi filho de José Fabrício da Silva, paulista estabelecido no Rio Grande do Sul em 1822, e de Ana Maria, cujo casal  gerou seis filhos até agora identificados: Joaquim, José, Antônio, Ramão, Domingos e João Fabrício da Silva. 
    A respeito do tronco "Fabrício da Silva" descreve o pesquisador e descendente José Luís de O. Fabrício: 


     "Segundo dos quatro filhos “paulistas” de José [Antônio] -pois aqui no sul seu pai nenhum teve- optou por se aquerenciar nos campos daquele rincão que o pai adotou, até porque só ele restou para perseverar nas léguas de sesmaria, que tinham uma de largo e três de fundos. Estavam ali sólitos, ele e o pai.
      Já arranchados nos campos que viriam a ser o Rincão dos Fabrício, depois de haverem deixado tapera os campos da Sede Velha da Igrejinha, passaram a erigir devagar, pedra tacuru sobre pedra tacuru, fundidas com cinza e barro em bruta solidez, uma morada para sobreviver a eles próprios e aos seus; a sede da Estância Velha. Hoje, já vencido o século 20, ainda reinam incúmeles aquelas paredes prenhes da história dessas gentes. Até ontem, ainda vaidosa, a casa anunciava na fachada sua fundação, qual senhora experiente mas bem conservada – o ano? O de “1835”.
         Foi ali que o pai de Antônio, José, viveu o final de sua atribulada vida e descansou de sua história de realizações, vivências e segredos nos idos de 50, ainda do 800. Foi também ali que Antônio criou sua descendência missioneira e morreu. Ali foram depositados os restos mortais de ambos, no cemitério da Estância Velha.
        Mesmo dali, sabia ele que nas terras de Garruchos prosperava nos campos conduzidos pelo irmão mais velho, Ramão, uma outra descendência Fabrício. 
          De certa feita, já avançado nos 35 anos de idade, pois consta em seu documento de óbito haver nascido em 1801, lá em São Paulo, Antônio foi comprar uns touros de tal Valeriano Ferreira de Moraes, lá pras bandas do Itaroquém (4º distrito de São Borja). Este era oriundo do Alegrete (hoje Itaqui) e, junto com os Ferreira Bica e Xavier Pedroso, desde a virada do século, lá por 1810, comerciava touros e carneiros de qualidade por ali. Logo estabeleceram estâncias pioneiras pela região dos campos do Itaroquém, onde depois floresceria a Vila (chamada de) Treze e, por fim, o atual município de Santo Antônio das Missões. 
         Ao longo das negociações, além dos quatro filhos de Seu Valeriano e D. Guiomar Angelina, inclusive com o primogênito destes (João Valeriano) já casado com Maria Toríbia, uma pura índia Tape, Antônio conheceu a única filha mulher desse casal, Maria Joaquina (também denominada “de Jesus”) Ferreira de Moraes.

     Tanto foi que, em 1837, no Itaroquém, casou-se Antônio com Maria Joaquina, dando início à descendência Fabrício da Silva em Bossoroca. Ao tempo do matrimônio, Antônio já estava com 36 anos e Maria Joaquina, flor em botão, algo como 17 anos de idade. Além desta união, talvez pela distância entre as duas propriedades rurais, não se encontram outros dos usuais casamentos entre famílias que se aproximavam, excetuando-se duas sobrinha-netas (irmãs) de Maria Joaquina com dois Fabrício (...)), mas já no final do primeiro quarto do século XX.       
            Não há certeza se por este tempo já havia ocorrido o confronto de Antônio e seu pai José com a onça. O embate deixou em Antônio cicatrizes na cabeça, tórax e ombro direito, a ponto de ficar com um dos braços atrofiados. Pode que esta limitação o tenha isentado de participar da Revolução Farroupilha (1835-1845).
             Por aquela época, na inóspita região missioneira, os filhos sobreviventes (e quiçá as próprias esposas) eram em número menor dos que os não vingados. Daí a surpresa de que no próprio ano do casamento já tenha nascido e se criado saudável o primogênito deste casal, o Ramão Fabrício da Silva (1837). Todavia, uns cinco ou seis anos mais foram necessários para vingar a primeira menina, Maria Magdalena Fabrício da Silva (1843). Por fim, e fechando a escassa fila, veio o caçula Valeriano Fabrício da Silva (1845).           
         Antônio, então herdeiro único e natural de José, foi um grande criador de mulas e gado vacum. A sede da sua estância foi um importante ponto de convergência e partida de enormes tropeadas para o centro do país, onde também concentravam tropas expressivos criadores da região tais como Rafael Antunes, Manoel Timbaúva, João Luiz Nascimento, David Pereira, David José Martins, João da Costa Furtado e outros. 
              Ao contrário de outras regiões, aqui o valor comercial da mula, vital à economia do Império central, era superior ao do gado vacum e de eqüinos, mantidos mais para consumo e uso do povo da região e estâncias. O couro e o cebo do boi, a cola e crinas do cavalo tinham maior valor comercial e de troca por produtos não produzidos na região do que a carcaça dos semoventes, mesmo depois de charqueados, o que só prevalecia quando em enorme volume e local de fácil escoamento.
                  Uma curiosidade há em relação à alcunha de Antônio, chamado pelos escravos de “Nhonho”, o que tanto poderia ser uma corruptela lingüística “africana” ( de Antônio?) como “italiana” (Nono - avô?).          
                  Por essa época as concentrações urbanas da região eram escassas e sem atrativos, fazendo com que a vida cotidiana transcorresse em torno das sedes das fazendas, o que não deve ter sido diferente com este casal e filhos.
                   Maria Joaquina, com seus escassos (para a época) três filhos, denotava saúde frágil, falecendo com menos de 60 anos, em 13/01/1882 (São Luiz Gonzaga/RS), enquanto Antônio viria a falecer com mais de 90 anos, em 11 de novembro de 1891, tendo ainda visto sua descendência frutificar."
Antônio casou-se com Maria Joaquina da Silva, falecida em 13.1.1882 São Luiz Gonzaga/RS, tiveram os filhos:
1. Ramão Fabrício da Silva, nascido em torno de 1840, casado com Porfíria Garcia da Rosa. Segundo informações do pesquisador José Luís de Oliveira Fabrício, o casal gerou, além de outros, o filho seguinte:
2.1 João Fabrício da Silva, nascido a 03/08/1868, nas Missões. Casou-se a 29/03/1889 com sua prima Antônia Vieira Marques, citados acima.
2. Valeriano Fabrício da Silva (1842) casado com Maria Vieira Marques
3. Maria Magadalena da Silva (1846) casada com Bernardino José Vieira.
[11] Manoel Thomaz de Sousa falecido aos 81 anos, em 16.6.1909, São Luiz Gonzaga/RS (filho de Thomaz Francisco de Sousa) e Cândida Maria da Conceição que faleceu aos 72 anos em 6.9.1910, São Luiz Gonzaga/RS, tiveram os filhos:
1. Zeferino Thomaz de Sousa, pai de Laurinda Baptista de Sousa, casada com Bento Rodrigues de Sousa.
2. Crescêncio Thomaz de Sousa
3. Cesário Thomaz de Sousa  casado com Generosa Rodrigues de Sousa.
4. Primórdio Thomaz de Sousa
5. Christina Maria de Sousa casada com João Maria Antunes.
6. Brasília Thomaz de Sousa casada com Manoel Antunes Ferreira.
7. Bernardina Maria de Sousa casada com Lúcio Machado de Oliveira.
8. Laurinda Maria de Sousa casada com Constancio do nascimento e Silva.
9. Maria Luiza de Sousa, casada com José Martins Pinto.
10. Ursulina de Sousa casada com José Garibaldi da Rocha.
11. Leopoldina de Sousa casada com Ângelo Antunes de Oliveira.
[12] Maria Jesuína casa-se em 2º matrimônio com João Cardozo Duarte falecido em 17.4.1891, São Luiz Gonzaga/RS, com quem teve outros 8  filhos (José, Ângela, Felisberto, Emiliano ou Ermelindo, Militão, Vergilio, (H)Ermelindra e Alfredo). O filho Militão faleceu solteiro, em 7.5.1894 no combate de Carovy.
Após o óbito de Maria Jesuína, João Cardozo Duarte casa com Engracia Francisca, filha de Francisco de Mattos Pereira e Camilla Ana de Jesus, com quem terá 3 filhos: Albina, Maria e Inácia.
[13] João Vieira de Borba falecido em 3.11.1881, São Luiz Gonzaga/RS e Mathilde Pereira Marques que teve o inventário autuado em 1884, no mesmo local, tiveram os filhos:
1. Benvinda Vieira Marques casada com Silvestre Joaquim da Silva.
2. Francisca Vieira Marques casada com Boaventura de Sousa Baptista
3. Clara Vieira Marques casada com Egídio Corrêa da Silva.
4. João Vieira Marques c/c Maria Francisca Cavalheiro.
5. José Vieira Marques casado com Clara Vieira Marques, filha de Antônia Joaquina Pereira Marques e Jacintho Vieira de Borba. Após, José casou-se com Belmira Maria da Conceição.
6. Deolindo Vieira Marques c/c Laurentina Vieira Marques.
7. Maria Vieira Marques casada com Severino do Nascimento e Silva
8. Inocêncio Vieira Marques casado com Maria Joana de Medeiros.
[14] Justino e sua 1º esposa foram pais, também de José Gonçalves de Oliveira natural de Conceição do Arroio/RS,  que irá casar com Alexandrina Vieira Marques, ( irmã de Manoel Vieira Marques) filha de Jacintho Vieira de Borba falecido em 4.7.1882 São Luiz Gonzaga/RS e Antônia Pereira Marques falecida em 3.4.1884 São Luiz Gonzaga/RS.
Justino casa em 2º matrimônio com Maria do Céu de Vargas (Ceceu)/Maria Ignácia Soares, falecida aos 90 anos, em f.15.07.1919, na Laranjeira Azeda, São Luiz Gonzaga, sem descendência, filha de Zeferino José de Vargas e Ana Tomásia do Nascimento.
[15] Filha de Zeferino José de Vargas e Ana Tomásia do Nascimento que faleceu em São Luiz Gonzaga/RS. O casal Zeferino e Ana Tomásia, tiveram 6 filhos:
1. Raimundo José de Vargas
2. Maria do Céu de Vargas casada com Justino Gonçalves de Oliveira.
3. Damásia Soares da Silva casada com Procópio Soares da Silva.
4. Cesarina Maria de Vargas casada com Jerônimo José da Veiga.
5. Maria da Glória de Vargas , mãe de Felisberto Domingues de Siqueira, casado com Maria Josephina da Veiga ?.
6.Generosa de Vargas mãe de Napoleão José de Vargas e de Alminda Maria de Oliveira.
[16] Em Domingues, 1997, p.175 (Presença Açoriana).
[17] De acordo com Thiago Batista, o casal Boaventura e Francisca teve 8 filhos.
[18] Ignácio Marques de Menezes e Emilia tiveram os filhos:
1. Álvaro Marques de Menezes
2. Rachel de Menezes  casada com Edmundo Lopes Portinho.
3. Horácio Pinheiro de Menezes casado com Vicentina Neves de Menezes.
4. Nympha Marques casada com Hemetério Neves Batista.
[19] Ernesto casa em 2ª núpcias com Leopoldina Albrecht Fucks, filha de João Jacob Albrecht  falecido em 11.8.1892, Santo Ângelo/RS e Carolina Sonett Albrecht, falecida em 26.12.1886 Santo Ângelo/RS. Ernesto e Leopoldina não tiveram filhos.
[20] Manoel Antunes Cavalheiro e Maria Josefa ou Maria José foram pais de:
1. Antônio Cavalheiro dos Santos nascido 25.3.1849 ,em São Borja, falecido em 5.6.1898, São Luiz Gonzaga/RS casado com Bernardina Maciel dos Santos. Antonio Cavalheiro e Bernardina tiveram a filha Virgilia Augusta casada com Marcolino José de Medeiros. Faleceu antes dos pais, sem descendência (? não consta do inventário destes)
2. José que nasceu a 25.12.1850, São Borja/RS.
3. Maria Francisca Marques casada com João Vieira Marques.
[21] Manoel Gonçalves e Alexandrina falecida em 22.2.1918, São Luiz Gonzaga/RS, filha de Tibúrcio Manoel Barboza e Íria Maria Mendes, tiveram os filhos:
1 .Maria Gonçalves de Oliveira Peixoto casada com João Machado de Carvalho.
2. Hemetério Gonçalves de Oliveira Peixoto casado com Cândida de Oliveira Moraes.
3. Laurindo Gonçalves de Oliveira Peixoto casado com Amarilis Ferreira da Natividade Peixoto.
4. Geraldino Gonçalves de Oliveira Peixoto casado com  Benvinda Vieira Marques de Oliveira.
5. Hipólito Gonçalves de Oliveira Peixoto casado com Silvinia Gonçalves Oliveira.
6. Osório Gonçalves de Oliveira Peixoto casado com Othilia Vieira Marques.
7.V ictoriana  Gonçalves de Oliveira Peixoto casada com Estevam Pires de Arruda.
[24] Maria Medeiros casa em 2ª núpcias com Camillo Francisco Cerpa/Serpa com quem terá 2 filhos:
1.Carmelina
2. Docelina
[25] Escreveu José Luís de Oliveira Fabrício: "Em meados  de  1935, no  mês  de  maio  e  das   noivas,  João  e  Antônia organizaram  uma  festa especial, o casamento  simultâneo do seu casal  de filhos caçulas, o mancebo Cuíris  (o segundo  Bernardino)  com   a  parenta  Porfíria  Fabrício  da  Silva  e  da menina  Maria  Madalena,   prometida   à Romalino Vieira de Araújo. As bodas deveriam ocorrer num Sábado.  Na quinta, antevéspera do festejo, o  céu  que amanhecera   rugoso,  passou à trovejante e chuvoso. Mesmo  atormentado pelo frio e a chuva, o povo da Fazenda da Pampa, na boa morada de João e Antônia,  lidava  parelho  para aprontar a festa. Aquentados no fogão da cozinha,a noiva Maria  Madalena e o piazote Biézinho -cria da Santina Paim, lá de São Luís-, enfeitavam um bolo, espiados por Olavo Batista,  um parente da família, que  mateando ali na cozinha, também cuidava  em  fazer de toda a sobra de sebo da carneada velas de pavio, necessárias para alumiar os festejos na fazenda. Pelo meio-dia, um  raio  negaceou a casa  e  fletiu,  maldoso,  riscando  por um  canto  da  cozinha...  Acudindo, a família  encontrou   Olavo   girando, ocultando o  próprio  rosto  queimado, já com um olho perdido.    Biézinho,      tremia  no   chão  empunhando  uma  faca  incandescente,  fundida  em  seu     corpinho de 10 anos.  Ainda vivo, foi levado  para  fora  e  coberto com um  monte de areia ou terra, receita  da  época   para   “descarregar  a  eletricidade”.  De pouco adiantou. Foi  sepultado  com   o   cabo    da   faca  fundido   em  sua palma,  provável veículo  ascendente   da   descarga  elétrica.  E a  menina Maria  Madalena?  Tomada  por queimaduras  aparentes  e  outras internas, foi   conduzida  para o  então precário hospital de São Luiz Gonzaga,  onde agonizou por 58 dias, vindo a falecer em 04/08/1935.
O segundo nubente,  Bernardino-Cuíris, com vida para tocar, casou-se com  Porfíria  Fabrício da  Silva  em  discretíssima  cerimônia  em 29/07/35, sem poder prever a morte, seis dias depois, da sua irmã Maria Madalena."

8 comentários:

Rafael Ourique disse...

A vó Nympha e o Vô Hemitério tb tiveram o Filho Wilson Neves Batista, o qual não consta em seus registros

Att Rafael Batista Ourique

DIEGO DE LEÃO PUFAL disse...

Obrigado Rafael pelo complemento. Já acrescentei no blog.
Atenciosamente, Diego.

Anônimo disse...

Se precisar de mais informações a rspeito , tenho diversas fotos e documentos que possam melhor complementar e auxiliar seus estudos.
Att Rafael Ourique

DIEGO DE LEÃO PUFAL disse...

Prezado Rafael, querendo, podes mandar as informações e fotografias para o meu e-mail (diegopufal@gmail.com) que acrescento ao blog. Sds. Diego.

Bruna Terra Marostega disse...

Eu, neto de David Pereira Terra e Conceição Fabricio Terra (Conceição Vieira Fabricio, de solteira), filha
de Valeriano da Silva Fabricio, fico
muito sensibilizado pela minha
ascendência missioneira de Bossoroca
e arredores/.

David Terra do Amaral

Lígia Marques disse...

MEU PAI TEM ESTE SOBRENOME: PEREIRA MARQUES

Lord Closs disse...

Olá sou tetraneto( pelo lado materno) de Anna Francisca de Medeiros casada com D. José Marques Teixeira, eles são pais do primeiro bispo de Porto Alegre, d. Feliciano Marques Teixeira, gostaria de saber se estas famílias são relacionadas ou não com meus parentes ancestraise como poderia fazer para descobrir! Obrigado! contatos pelo lordcloss@hotmail.com

Revest Car disse...

perdi um grande amigo, JOSE LUIZ MARQUES DE MIRANDA, se alguem souber noticias do filho ou parentes
por favor entre em contato
revestcarpoa@gmail.com